História Now...Call me daddy! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Visualizações 68
Palavras 884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá fofuras, tive de começar uma nova fanfic sem ter acabado a do Astro (tenho medo de não estar agradando os leitores) então, resolvi criar esta e em breve terminarei aquela^^ Obrigada pela compreensão❤
Fiquem agora com a minha segunda fanfic e *BOA LEITURA*❤

Capítulo 1 - My worst Nightmare


Eu vim morar na Coréia com meu pai e minha madrasta des de que a minha mãe morreu, só o que eu tenho agora em minha vida é um um inferno eterno... Eu recebo ameaças constantes do tipo: "Eu vou vender você e ganhar dinheiro por tal ato, e ainda farei um favor ao seu pai de tirar um fardo tão pesado das costas!"
É oque eu mais gostaria agora, sumir! Nunca mais ver os rostos de nenhum dos dois, meu pai sempre ouve o que esta mulher diz e nunca me defende! CANSEI...
Eram meia noite e meia quando eu resolvi arrumar as minhas coisas e andar sem rumo em busca de uma "vida melhor"
Eu não me importo se eu ficar 3 ou 4 noites na rua até arrumar um lugar para morar, eu só não vou voltar para aquela casa...Nem morta!!!

Perdida em meus pensamentos vou andando de rua em rua até o momento que me vejo em frente a dois homens de terno preto me encarando

-Você! Venha conosco!
Eu tento correr porém não consigo, ambos me pegam e me jogam dentro do banco de trás de um carro vermelho 

-O que é isso?! Me deixa sair!!! O que querem comigo?

Um deles ri de uma maneira irônica e me responde
-Ordens dos chefes! Agora, cala a merda da boca antes que eu resolva cortar a sua língua fora , Okay?

Eu estava um pouco assustada, o suficiente para ter desmaiado...
Acordo com enjôo como se eu tivesse comido algo que me fez mal e antes de mover um músculo se quer percebo que estou em uma sala onde há algumas pessoas conversando

-Olha só D.O ela não é uma graça?

-Os senhores Chen e Sehun realmente sabem escolher uma boa vadia!

V- vadia? Eu?

-É um ótimo produto por fora e também deve ser por dentro, contrabando de órgãos está cada vez mais difícil, se eles cansarem dela já sabem para quem dar, certo?

-Idiota, Suho eles jamais iriam deixar que você a matasse! 

-E você Kai, como vai o seu trabalho? Rendendo muita grana com o que recebe dos noiados?

-Lógico Xiumin, por aqui eu tenho os melhores clientes!

Era isso mesmo ou eu estava sonhando?! Eu estava em uma sala cheia de criminosos e eu era a vítima...

De repente meu pensamento foi interrompido por um comando não muito bom, pelo menos não bom para mim

-Já podem leva-la os senhores Chen e Sehun estão lá a esperando!

De repente o cara que se chamava Kai me puxou fortemente pelo braço me pegando no colo e me colocando no mesmo carro de antes, eu ainda fingia que estava desacordada

Pude perceber que dirigiram por uma meia hora até chegarmos em uma mansão nem um pouco pequena, eu comecei a tossir devido a fumaça do cigarro que Kai fumava durante o trajeto, fazendo- os notar que eu já estava consciente 

-Ora ora o que temos aqui?

Ele abriu a porta e me puxou de uma maneira não muito agradável de dentro do carro, eu literalmente fui jogada no chão de joelhos bem em frente à porta da mansão, que logo se abre e vejo uma pessoa em pé a minha frente 

-Senhor Chen, aqui está oque nos pediu!

-Ótimo Kai, ótimo!

Percebo que o mesmo começou a me analisar e a grosso modo puxa a gola da minha blusa me fazendo olhar para cima em seus olhos de uma maneira a ficar vidrada em seu profundo olhar

-Você se chama Anna, não é?

-Sim! Como sabe meu nome?! Que lugar é este?

Ele começa a ficar irritado com minhas perguntas e me solta indelicadamente onde no empulso acabo caindo no chão novamente 

-Você faz perguntas demais! Eu não aguento mais ouvir a sua voz! Mas como hoje eu estou de bom humor irei te responder 

Ele se abaixa e fica bem próximo a mim 

-Eu sei todo sobre você Anna! Eu sei que sua mãe morreu e que veio morar aqui na Coréia...E que decidiu fugir de casa por causa das ameaças que sua madrasta  lhe fazia ouvir repetidamente todos os dias.

Eu fico paralisada ao ouvir cada palavra que ele dizia, notei lágrimas que escorriam pelo meu rosto. Ele realmente sabe muito sobre mim, mas como?

Ele se aproxima mais 

-Você realmente quer saber onde está?

Eu afirmo com a cabeça, o mesmo dá uma gargalhada sádica que me fez ter calafrios 

-Aqui, minha cara Anna...digamos que será o lugar onde os seus maiores pesadelos se tornarão realidade!

Ele passa a sua mão fria sobre meu rosto o acariciando, se levanta e vai em direção ao Kai e ao Xiumin; os homens que me trouxeram 

-Rapazes, por que vocês não arrumam a bela moça para que ela possa se encontrar com Sehun, hum?

Ele está lá em cima no quarto dele, não demorem muito!

Chen entra na mansão e eu continuo caída em frente a porta, até que ouço passos vindo em minha direção; cada vez mais perto quando finalmente para alguém me agarra por trás tampando minha boca e meu nariz com um pano que ao eu tentar respirar minha visão começa a ficar turva e eu já não conseguia ter controle sobre meu corpo. Simplesmente apago dentro de segundos e lá estava eu inconsciente novamente!

 

 


Notas Finais


Comentários? Críticas? Opiniões? Se vocês quiserem podem coloca-los aqui^^ Me inspira saber se estão gostando ou não, para então melhorar❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...