História Nudes - Stydia - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Cora Hale, Erica Reyes, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kira Yukimura, Lydia Martin, Malia Tate, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Scott McCall, Theo Raeken
Tags Scallison, Scira, Sterica, Stora, Stydia
Visualizações 393
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente!!!
Desculpa a demora para atualizar KKK não vai mais acontecer.
Aproveitem o capítulo 😘

Capítulo não revisado

Capítulo 26 - Capítulo 12


2 meses depois


Stiles POV

Eu não poderia estar mais feliz! Nesses últimos meses pra cá Lydia e eu estamos mais próximos do que nunca, e eu estou amando passar cada momento com minha ruiva, isso mesmo minha. Lydia Martin é minha, só MINHA.. Já era final do ano, término de mais um ano letivo, Lydia e eu mandamos nossos dados para a Universidade de Yale que situava-se em Nova York. Se conseguisimos bolsas iríamos morar lá. Só falta nossas cartas chegar, e isso é que está me deixando um pouco nervoso pois pode ser que eles não aceitam enquanto Lydia tenho certeza que vão aceita-la, ela é a garota mais inteligente que conheço.

Acordo sentindo os beijos da ruiva onde começava  do meu peito até meu pescoço. Abro os olhos sorrindo ao ver minha sereia já acordada, toda nua ali na minha frente com uma linda carinha de sono.

– É tão bom acordar e ter essa bela visão – Digo sorrindo levando minha mão ao rosto dela.

– É tão bom acordar do seu lado – Ela falou com voizinha de sono me fazendo arrepiar.

Me aproximo dela beijando aqueles grossos lábios que sabia fazer maravilhas. Ela se afasta dando-me vários selinhos e se levanta, fico sem entender aquela reação dela.

– Lydia! Volta aqui e vamos nos amar! – Choramingo.

Vejo ela caminhar até o banheiro, mordo o lábio apreciando aquela linda obra de arte que é só minha. Antes dela entrar no banheiro ela olha para mim mordendo o lábio.

– Eu posso te amar no banho.

E dizendo essas palavras ela entrou no banheiro, não pensei duas vezes e fui correndo para lá. Vejo Lydia abrir o chuveiro e a água cair sobre seu corpinho, mordo meu lábio indo até ela.

Chego por trás dela beijando seu pescoço, uma de minhas mãos foram até seu seio e minha outra mão foi até sua buceta estimulando a mesma.

Ouço ela gemer jogando a cabeça para trás, mordo forte seu pescoço com o intuito de deixar uma marca ali. Passo meu pau na bunda dela, vejo Lydia se remexer para ter mais contato com meu pau e é isso que faço, logo adentro a buceta dela, no começo dando leve estocadas mas depois vou aumentando ouvido o barulho dos nossos corpos junto com o som dos nossos gemidos.


Depois viro -a para mim puxando-a para cima colocando suas pernas envolta da minha cintura e volto a meter forte e rápido.

•••


Tinha convidado Lydia para passar um final de semana com minha família em San Antonio no Texas, íamos ficar na casa da minha avó. Sempre quando chega as férias vamos todos da família ficar um pouco com ela. E essa será uma ótima oportunidade de apresentar Lydia para toda minha família como minha namorada. 

Lydia chega depois de um tempo e eu ajudo ela a colocar as malas dentro do carro do meu pai, queria ir no jeep mas meu pai disse que seria um grande perigo, por isso, íamos no carro dele. Entramos no carro e partimos para o Texas!

Depois de horas de viagem chegamos na fazenda da vovó. Saímos do carro e vejo dois anões correrem até nós.

– Tio Stiles! – Gritava os dois em uníssono.

– Oi – Falo sorrindo e me abaixo para ficar na altura deles. 

– Sentimos saudades... 

– Eu também meus baixinhos – Abraço os dois fortemente. Olho para trás onde estava Lydia ali sorrindo para nós. – Zoe e Zac está é a Lydia, namorada do titio aqui.

Me aproximo da ruiva abraçando-a de lado e beijando a bochecha dela.

– Oii – Lydia fala dando um lindo sorriso que foi retribuindo pelos dois. 

– Você também é a nossa titia? – Pergunta Zoe envergonhada 

– Ela é sim – Falo sorrindo olhando para Lydia.

– Sou. Agora venha aqui dar um abraço na titia Lydia – Lydia fala animada abraçando as duas crianças.

– Que cabelo bonito! – Zoe disse mexendo no cabelo dela. – Igual da Pequena Sereia

– Você é muito bonita – Zac disse assim que se afastaram tirando risadas de Lydia.

– Linda né?! Mas é só minha! Tira o olho. – Falo fazendo bico.

– Para de discutir com ele e vem me ajudar com essas malas.

A voz do meu pai se fez presente. Lydia e eu fomos até o porta malas e cada um pegou sua mala. Caminhamos para dentro da casa onde vinha um delicioso cheiro de  pão.

– Finalmente! – Minha avó disse vindo até mim me abraçando. – Que demora. 

Ela passou a abraçar meu pai. Cumprimento minhas tias que estavam ali, Lydia estava envergonhada mas falava com todos sorrindo.

– Essa mulher maravilhosa é Lydia, minha namorada. – Falo alto para todos ouvirem e lasco um beijo naquela boca carnuda, mas Lydia se afasta e me olha com os olhos arregalados ficando mais corada ainda. Isso tirou risadas de todos ali.

– Bem - vinda a família Stilinski – Minha avó disse abraçando ela apertado e depois apertou as bochechas dela 

– Muito obrigada! – Lydia agradeceu envergonhada.

– Vocês devem estar cansados, vou mostrar o quarto de vocês, até lá tomem um banho descansem ainda falta algumas pessoas para chegar. – Vovó continuou a falar.

Lydia e eu seguimos minha tia Lisa, ela ia mostrar o quarto que eu e minha ruiva íamos ficar. Entramos fechando a porta e colocamos as malas no chão, vejo Lydia se deitar na cama e eu me deito sobre ela, mas acabo levando um tapa.

– Eii! – Franzo o cenho passando minha mão no local que ela bateu.

– Você quase me matou de vergonha! – Ela choraminga.

Lydia deitando de bruços colocando o rosto contra o colchão. Começo a sorrir jogando o cabelo dela para o lado e beijando seu pescoço vendo -a se arrepiar.

– Tudo bem! Eles não ligam – Tento amenizar as coisas – Eles gostaram de você. Pelo menos a vovó, se você conseguiu com ela consegui com todo o resto. Mas mesmo se eles não gostarem de você, eu ainda vou até amar.

Ela olha para mim e sorri me fazendo sorrir também e beijo os lábios dela com vontade.

– Vai lá tomar banho. Já vou ir te fazer uma visitinha lá – Lydia fala parando o beijo me fazendo bufar, mas sorri com a ideia de fazer amor no banheiro.

Me levanto e vou para o banheiro, já tinha tirado minha blusa quando ouço baterem na porta. Caminho para fora do banheiro vendo Lydia encarar a pessoa e depois me olhar cruzando os braços, engulo seco e olho para a pessoa... Ou melhor,a garota que estava lá.

– Still !! – Ela corre até mim me abraçando. Sorri com aquilo mas ao ver o jeito da Lydia, dou apenas uns tapinhas nas costas dela e me afasto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...