História Nudes - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO
Personagens Christopher Vélez
Tags Christopher Vélez, Incesto, Sexo
Visualizações 108
Palavras 374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellow

Capítulo 2 - Mierda, Ele Transa Melhor Que O Pai


Fanfic / Fanfiction Nudes - Capítulo 2 - Mierda, Ele Transa Melhor Que O Pai

Mordeu o lábio inferior é me afastei assim que ouvi a voz do Jefferson, salva? Com certeza.

Jefferson: Querida?! - Me virei é lhe dei um beijo - Até mais tarde - Assenti é sai correndo para o banho excitada é suja foi como fiquei, tirei minhas roupas é entrei debaixo do chuveiro que já estava quente mas comparado ao calor que tinha no meu corpo meu coração disparou quando fui puxada, um braço forte envolveu minha cintura e uma mão tampou minha boca.

Christopher V: Shii, cansei dos seus joguinhos - Me virou para ele é meu corpo se colou a parede fria é os beijos dele desceram pelo meu pescoço

Sol V: Mas eu nem comecei com os joguinhos... Ahh - Gemi quando ele abocanhou um dos seios enquanto massageou o outro não demorou quase nada para que trocasse o seio e mais uma vez voltou a descer os beijos até a minha boceta sem demoras caiu de boca chupando-a, fechei o punho mordendo o lábio inferior forte para não gritar, não demorei logo explodindo em um orgasmo - Ah... Merda garoto

Christopher V: Ah mierda - Rebolei em cima da ereção dele o casou um gemido - Não aguento mais - Mordi o lábio inferior mas não consegui conter o gemido que foi alto quando ele se enterrou na minha boceta gememos juntos, deixei minhas mãos se perderem no cabelo dele enquanto o mesmo apertava minha cintura indo fundo não demorou para que nós chegássemos ao nosso limite é nos deramasse-mos um no outro - Ah merda... - Movo meu quadril contra o dele - Droga Sol... - Me afasto - Ei? Vai aonde?

Sol V: Precisamos um jeito de deixar isso escondido - Assentiu

Christopher V: Resolvemos depois gora vamos resolver isso - Tomou grande parte do meu cabelo é se enterrou na minha boceta novamente me apoiei na parede mordendo o lábio inferior contendo o gemido - Abre os olhos - Parou de se movimentar abri os olhos dando de cara com os dele - Não fecha o olho - Mordeu o lábio inferior e continuou a ir fundo logo chegamos ao nosso limite juntos é me afastei, me enrolei na toalha é fui pro quarto

Merda, ele transa melhor que o pai, me ferrei.


Notas Finais


Byee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...