História Nuevos Recomeços - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias A Dona (Soy Tu Dueña)
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 2.083
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 26 - Instintos


Fanfic / Fanfiction Nuevos Recomeços - Capítulo 26 - Instintos

Não posso entender Como eu fui idiota É questão de tempo e fé Mil anos e outros mil mais São o bastante para amar

Estoy Aqui- Lucero

...


Lucero se sentou na cama encarando o namorado, estava perplexa com o que Fernando acabará de lhe falar, porém não acreditava. Ok uma pessoa ser completamente louca por outro, mas aí já querer a machucar uma criança, já era passar do limite

- o que essa desgraçada disse?

- Lucero calma- Fernando também se sentou na cama a segurando pelos ombros- eu acho que a Katherine falou isso da boca pra fora, pelo tempo que conheço ela, ela não seria capaz de machucar uma criança

- como é que é? Fernando você tá se ouvindo? Ela foi capaz de abortar uma criança a sangue frio, e você tá me dizendo que ela não tem coragem de machucar uma criança- gritou já sentindo a raiva tomar conta de si. Seu sangue fervia, estava com ódio daquela mulher que mal se quer conhecia. Porém mexer com ela, mas com a sua filha não. Pela menina ela era capaz de tudo, virava uma leoa para proteger sua cria, e nesse momento o que Lucero mais tinha era vontade de matar a ex-namorada do tatuado-

- eu sei, eu sei que é difícil ouvir que alguem tá ameaçando sua filha, porém nada vai acontecer ok? - disse a tranquilizando. Ele fez uma leve massagem em seus ombros, afim de faze-la se acalmar- eu vou proteger vocês

- você não é Deus Fernando

- mas eu amo você, amo sua filha, e eu jamais iria deixar que algo de mal acontecesse a vocês- a garantiu. Puxou ela para o seu colo, a aninhando sobre ele e fez carinho em seus cabelos- nada de mal vai acontecer a vocês, a Katherine não é louca a esse ponto - Lucero nada disse, apenas ficou encarando o nada, enquanto sentia as carícias dele em seu cabelo. A raiva que estava sentindo era quase insuportável, mas pelo momento deixou passar e se acalmou-

........

O relógio marcava 03:30 da manhã, a morena se levantou da cama obsevando o tatuado dormir em um sono profundo. Em silêncio, caminhou até a porta do quarto a abrindo e saindo do local. Foi até o quarto de Pietra observando sua pequena dormir como um anjo, sorriu e foi para a sala se sentando no sofá

Encarou o celular em sua mão, sabia que Enrico hoje estaria de plantão na polícia, e tinha certeza absoluta do que queria fazer. Desbloqueou o aparelho, e discou o número do amigo que atendeu no terceiro toque

" O que faz acordada uma hora dessa Lucero? O tatuado não te deu prazer suficiente- ele brincou, porém ela não sorriu, e ele estranhou- aconteceu alguma coisa?

- eu preciso de um favor, urgente

- você tá me assustando lucero, o que aconteceu?

- eu só preciso de você consiga o que eu vou te pedir o mas rápido possível. Só isso

- tá bom, mas o que seria?"

.........

Fernando acordou e não encontrou Lucero ao seu lado, estranhou, já que sempre acordava primeiro que ela. Se levantou da cama, e saiu do quarto ouvindo risadas vindo da cozinha e assim que se aproximou viu Pietra sentada no banco apoiada no balcão, e Lucero fazendo o café da manhã

- bom dia caderninho de desenho- disse a menina sapeca-

- bom dia princesa- ele beijou os cabelos loiros dela que sorriu ainda mas - acordou cedo amor- ele disse carinho ido até ela lhe dando um beijo nos lábios e se afastou sentando ao lado da pequena -

- perdi o sono só isso- respondeu voltando a se concentrar a fazer a omelete. Assim que finalizou, colocou no prato servindo os três e se sentou de frente para o tatuado e sua filha-

- mamãe, semana que vem na escola vai ter uma festinha, e cada aluno na sala tem que levar alguma coisa

- e o que você vai levar? - perguntou cortando a omelete em pedaços pequenos para a menina que ainda tinha dificuldades com a faca-

- eu fiquei com o bolo, eu disse que eu tinha uma mamãe que era a melhor cozinheira do mundo - a morena sorriu-

- está bem, eu vou fazer um bolo lindo pra você levar

- eba - comemorou. Fernando as observava achando lindo como as duas eram tão ligadas, era um amor lindo de se ver -

- o que vai fazer hoje? - ela perguntou agora o encarando -

- vou dar uma olhada em uns corretores para o lugar do nosso restaurante.

- eu vou dar uma olhada nos desenhos depois, ver o que eu vou querer mudar para o restaurante ficar um pouco do jeito que eu quero

- está bem- ele acentiu-

Terminaram o café sobre conversas aleatórias. Fernando lavou a louça, enquanto Lucero foi dar banho na pequena e a trocar para a escola. Enquanto vestia o uniforme da menina, seu celular apitou com uma mensagem. O pegou rapidamente vendo uma mensagem de Enrico

" Eu não devia fazer isso, mas espero que me explique o motivo depois"

Abaixo da mensagem, veio o endereço que ela aguardava desde de madrugada. Agradeceu ao amigo, e terminou de arrumar a menina, indo se trocar. Assim que estava pronta, se despediu de Fernando e saiu de casa acompanhada da menina

........

- preste atenção no que eu eu vou lhe falar- a morena disse encarando a menina ainda dentro do carro- algum estranho a chamar, não vá. Não importa o que lhe ofereçam ouviu?

- ouvi mamã

- a Joana vai vim lhe buscar mas tarde, porém não saia da escola sem ser com ela. Entendido?

- sim mamãe- respondeu a menina-

- ótimo, agora me dar um beijo - Pietra beijou a bochecha da mãe e pegou sua mochila abrindo a porta do carro e saindo- se cuida meu pãozinho de ló, eu te amo - ela disse pra menina. Lucero observou a filha entrar na escola, e acelerou com o carro rumo ao lugar que estava ansiosa para chegar -

........

Fernando mexia no computador procurando uma boa indicação de corretor de imóveis e etc, seu olhar bateu em um que tinha ótimas indicações, e era super indicado pelas pessoas que o procurou. Pegou o telefone e discou o número do homem, que atendeu rápido

" Juan Miguel falando- a voz grossa disse do outro lado da linha-

- me chamo Fernando Colunga, eu encontrei seu contato numa página de corretores e vi que você tem muitas boas recomendações

- assim, já fui chamado várias vezes para encontrar bons locais para meus clientes.  Esta procurando algo?

- sim. Eu vou abrir um restaurante junto com minha namorada, e queríamos encontrar um bom lugar

- um restaurante? E do que exatamente ele seria?

- de comida ora- respondeu como se fosse óbvio a pergunta do homem. Juan sorriu do outro lado -

- desculpe, me expressei mal. Eu quero saber como será o ambiente do restaurante, porque assim eu avalio os lugares, os preços e passo para vocês e os levo para dar uma olhada

- assim. Seria algo como clássico, moderno e simples. Nada luxuoso, porém delicado com toques de modernidade - disse

- esses toques de modernidade seriam?

- rock - Juan respirou fundo do outro lado da linha-

- rock? Ok. Eu vou arrumar um lugar que combine classico com modernidade rock e assim lhe informo. Só preciso do seu contato "

Fernando deu todos os seus dados, e Juan lhe garantiu que ligaria em breve com um bom lugar para o mais novo restaurante da cidade do México. Se despediram, e o tatuado continuou a vagar pela internet a procura de novas idéias para o restaurante

.......

Lucero estacionou o carro enfrente ao prédio cinza e o encarou. Bateu seus dedos no volante nervosa pelo o que iria fazer, era errado? Era assim. Mas preferia atacar antes, do que se atacada. E não ia deixar uma ameaça a vida da sua filha, passar em branco

Desceu do carro, e caminhou até o porteiro sorrindo simpática

- bom dia - disse-

- bom dia! Em que posso ajudar?

- eu gostaria de ir ao apartamento da Katherine Tompson

- a senhora quem é?

- Ana, me chamo Ana. Sou uma velha amiga dela

- só um momento, eu vou anuncia-la

- NÃO!- gritou, porém logo voltou a sorrir de volta- eu quero fazer uma surpresa para ela, faz tempo que agente não se ver sabe? Estou morrendo de saudades - o porteiro a encarou, mas como não viu nada demais a deixou subir. No elevador, ela andou de um lado a outro tentando se acalmar e respirar fundo. Sabia das consequências, mas era seu instinto de mãe falando mais alto. -

Assim que as portas do elevador se abriram, ela saiu e caminhou até o número do apartamento indicado. Assim que chegou, deu 3 batidas na porta e esperou que Katherine vinhesse abrir. Ouviu passos vindo, e logo a porta foi aberta

- você? O que faz aqui? - perguntou grossa-

- vim bater um papo com você- disse-

- não tenho nada para falar com você

- ah tem sim, e tem muito- a morena entrou no apartamento, passando pela loira que fechou a porta e se virou para a encarar-

- não sei qual o motivo da conversa, pra que veio?- perguntou cínica-

- pra você dizer na minha cara, o que vai fazer com a minha filha - disse seria a encarando-

- ah o Fernando já foi falar pra você? - sorriu debochada- que ridículo, mas esse sempre foi ele. Fernando é muito sincero, nisso eu tenho que concorda.

- como você pode ser tão seca, tão monstruosa para ameaçar uma criança inocente que não tem culpa de nada?

- eu só quero o Fernando, mas se ele não vim pra mim por bem, virá por mal

- ainda não entendeu que ele te despreza? Que ele te odeia? O que você fez com ele foi horrível

- o Fernando e eu sempre tivemos uma história de amor complicada, porém no fim agente sempre se resolve

- ele não vai voltar para você, e você não vai encostar na minha filha - disse dura-

- se ele não voltar pra mim, eu vou sim.

- repete o que você disse- falou se aproximando dela -

- que eu vou mexer com a sua filha sim. Será delicioso machucar aquela menina linda, já até imagino ela gritando, chorando, enquanto eu me divertido com o sofrimento dela - sorriu. Sentindo a raiva lhe possui, lucero partiu para cima da loira lhe dando uma forte bofetada na cara. -

- sua louca- gritou Katherine levando a mão ao local -

- Louca? Você ainda não viu nada - a morena avançou sobre ele lhe dado outro tapa, Katherine caminhava para trás tentando se apoiar em algo, porém Lucero a segurou pelos cabelos os puxando com ódio- repete vagabunda, repete que você vai machucar minha filha ?

- eu vou acabar com aquela criança, ela vai pagar caro, igual a você- Lucero a jogou no chão, e ficou sobre ele.he deferiu um tapa, seguido de outro -

- isso é pra você aprender a não ameaçar um criança- deu mais dois tapaa na cara da loira que tentava se defender invão- isso é pra você aprender a ser mulher e se garantir ao invés de querer mexer com uma criança- deu mais outro tapa na cara da loira que já tinha o lado esquerdo do rosto um pouco arroxeado e o direito avermelhado. Da sua boca saia sangue, porém Lucero não parou e lhe deu outra tapa saindo de cima dela e a segurando pelos cabelos a fazendo olha-la-

- volte a ameaçar a minha filha, ou pense em tocar nela, que eu acabo com você. Não duvide que eu possa ser cruel quando eu quero. Fique longe da minha filha, ou você vai visitar o capeta mas cedo do que espera - a morena a soltou no chão -

- louca, você é uma louca- Katherine disse se levantando com a mão no rosto-

- é instinto e proteção de mãe, algo que você nunca deve ter sentindo na vida - a morena disse entre dentes. Olhou para a loira uma última vez, antes de sair pela porta de cabeça erguida, mas ainda sentindo a raiva correr pelo seu corpo. Porém, fez o que seus instintos mandaram, jamais iria deixar alguém ameaçar sua filha e ficar por isso mesmo. Porém mexer com ela, mas com a Pietra não. Entrou no elevador, e respirou fundo tentando aliviar sua raiva, antes das portas se fecharem

....



Notas Finais


Opa, postei e sair correndo.

Espero vocês nos comentários para dizer o que acharam da surra que a lucero deu na Katherine

Espero que vocês tenham gostado

Beijão 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...