História Número um - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bean, Beast Titan, Bertolt Hoover, Connie Springer, Eld Jinn, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Frieda Reiss, Grisha Yeager, Gunther Schultz, Hange Zoë, Hannes, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Kenny Ackerman, Kuchel Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Marlo Freudenberg, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Mina Carolina, Mitabi Jarnach, Moblit Berner, Nanaba, Nifa, Pastor Nick, Petra Ral, Reiner Braun, Sasha Braus, Uri Reiss, Ymir, Zeke Yeager
Tags Attack On Titan, Ereri, Eruri, Jearmin, Lemon, Riren, Shingeki No Kyojin, Yaoi, Yuri
Visualizações 132
Palavras 2.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, FemmeSlash, Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Capítulo 6: Meu namorado



 Meu namorado



[...] Quebra de Tempo - 21:56


Levi Pov's


Eu estava parado em frente a mesma cafeteria de quando conversei com Hange. Depois de me explicar todo o plano esperei até que o Smith viesse e isso logo aconteceu, pude avistar um carro preto virando a esquina, cujo no caso, deve ter sido comprado com meu dinheiro mais vou apenas ignorar esse fato. Ele estacionou na minha frente na sarjeta da calçada, e desceu do veículo, dando a volta e estendendo a mão com um sorriso falso que ele acha que engana, vamos iludi-lo então. 

- Você está deslumbrante - Falou me encarando nos olhos, peguei na mão que eu tinha até nojo de lembrar, e ele abriu a porta da frente me guiando até o banco, e logo eu o fiz, ele então entrou pelo outro lado e não teve enrolações em apertar o pedal e ir direto a o caminho. 

- Você pode ir devagar? Não estou me sentindo bem - Menti, me referindo a velocidade que o carro estava e mesmo que não estivesse em uma frequência alta ele diminuiu logo que parou em um farol que situava a cor vermelha. 

- Como vai o trabalho? - Que repugnante, tsh, iria bem se não tivesse um merda tentando foder com ele

- Mesma coisa de sempre - Falei sem expressão encostando minha cabeça sobre a janela, com tédio. 

- Você está se sentindo bem? Sinto muito mais não posso marcar em outro dia, se quiser posso ir a farmácia antes - Falou colocando a mão sobre minha coxa esquerda, filho da puta, agora se fingi de bonzinho sendo que estava me ameaçando a pouco tempo atrás. 

- Não. Não precisa, só estou com fome. Tem um restaurante aqui perto, podemos ir lá? -

- Claro - Ele sorriu de canto, ai que iludido, achando que quero um encontro com ele ou algo do tipo. 

Nesse mesmo instante ele fez a curva contrária tomando outra direção oposta a que estávamos indo, e aproveitei o momento que ele estava concentrado fazendo a rotatória para mandar a mensagem ao número que o Jaeger entregou. 


Mensagem On


Levi: Ele vai parar no restaurante mais próximo da Avenida 23, provavelmente oque fica a 800 m do posto de gasolina perto do motel que eu falei

Eren: Ok. Me diga como vai ser o sinal

Levi: Eu vou pedir uma água. Assim que o garçom trazer vou enrolar ele até o tempo de um Sushi estar pronto, fique de olho na minha mesa e quando ver o garçom indo levar, entre em ação

Eren: Ta bem


Mensagem Off


Desliguei depressa o telefone e o guardei em meu bolso e nesse mesmo instante Erwin olhou, mais não disse nada, apenas continuou com o caminho que fazia. 

- Peça qualquer coisa que estiver com vontade - Falou engatando a marcha e retirando seu próprio cinto de segurança, abrindo a porta e dando a volta no carro para abrir a do meu lado, me segurando para que eu saisse. 

Fomos até a entrada e ele reservou uma mesa, apontando a qual era e me pedindo para que eu fosse na frente e assim eu fiz. Após me sentar ele logo veio, se sentando a minha frente como se fossemos um casal, que patético. Ele ficou me encarando e para tirar esse tipo de clima começei a fingir olhar o cardápio, o movendo a altura de meus olhos e logo um garçom veio. 

- Olá Senhores, já sabem oque querem? - Perguntou gentilmente, eu sei sim, quero explodir esse lugar e todo mundo que esta dentro, principalmente esse babaca a minha frente. 

- Eu quero um copo de água tónica, e uma porção de Sushi - Falei para o rapaz que anotou o pedido, Erwin me encarou para depois olhar o moço, perdeu oque na minha cara porra

- E você senhor? - Perguntou para o Smith

- Quero o mesmo que ele. Mas em vez da água, pode trazer-me um de seus vinhos importados - Se você tá cagando dinheiro eu já não sei. Mas nem a pau que eu vou pagar

- Ok - Falou terminando de anotar e se despedindo formalmente, indo preparar oque foi mandado. 

Não tinha muita gente então Eren facilmente nos notaria, mais para recompensar era bastante barulhento e desconfortante, mesmo sendo um restaurante de luxo cinco estrelas, eu odeio estar em lugares lotados e com muitas pessoas, me da nos nervos. 

- Ai meu Deus! Aquele não é o Levi-San??! - Perguntou uma garota lá da mesa do inferno com um olhar psicotico, sinceramente, achei que não haviam fãs malucos por esses bairros, por ser uma região rica e famosa muitas celebridades como eu caminham por essas bandas, então não precisamos nos preocupar pois não há muitos fãs, tirado essa jovem que veio correndo até mim com um caderno em mãos. 

- P-pode me dar um autógrafo?! P-por favor, eu sou muito sua fã, só te ver é um sonho realizado! - Falou com uma expressão de quem ia chorar de emoção. 

Erwin encarou sério, ta com ciúmes ou é inveja por ela nem ter te notado? Vai saber. Peguei o caderno e a caneta da garota e assinei meu nome com um coração por que eu sou muito gente boa (Só que não) o Smith olhou puto da vida. 

- O-obrigado! Vou guardar pro resto da vida! -

- Que isso, eu que agradeço - Sorri para ela sem nem me importar com a cara de cu que esse maldito fez. 

- P-pode me dar um abraço? S-se estiver em uma entrevista tudo bem, d-desculpe - Ela estava tremendo muito e esse psicopata a olhando com cara de quem quer matar também não ajuda. 

Me levantei calmamente e estendi minha mão que logo foi segurada por ela que tinha os olhos brilhando. Nesse mesmo gesto eu fiz uma reverência e beijei a pele de sua mão com um selinho, como cumprimento. Ela quase pulou quando curvei meu corpo e rapidamente a abraçei soltando logo em seguida, a coitada começou a chorar, ai meu Deus, sou muito gostoso mesmo. Mais diferente desse maldito nunca desprezei meus fãs, pelo contrário, sempre fui muito grato a eles. 

- Desculpe, mas ele está ocupado agora - Falou Erwin se levantando para afastar a garota, agora eu percebo que eu sou realmente baixo quando até a menina que deve ter 16 anos é do meu tamanho e ela nem é grande, que porra

- O-oh! Desculpe L-levi-San, acho que me empolguei - Falou abaixando o olhar sobre o clima tenso que o sombrancelha 3D proporcionou a o momento

- Esta tudo bem, não atrapalhou - Falei a vendo sorrir e abraçar fortemente o caderno. 

- O-obrigada! E s-sinto muito, arigato... - Falou curvando-se a minha frente, como agradecimento. 

- Não faça isso - Coloquei a mão sobre seu ombro e a mesma se levantou, encarando-me - Quer uma foto? - Ai meu Deus, nessa hora ela quase beijou meu pé de tanto que agradeçeu e chorou de felicidade. 

Usei o celular dela para tirar uma foto e devolve-lo a ela, e a pobrezinha ia chorar mais, se não fosse por uma outra garota que provavelmente é amiga dela e a chamou para ir embora, ela foi chorando mais foi. 

Voltei a me sentar na mesa e Erwin fez o mesmo, e logo percebi que se passaram uns minutos e o garçom trouxe a água junto a um copo. 

Despejei a água até ter uma boa quantia no recipiente, dando goles sempre para disfarçar durante a conversa. 

- E o novo filme que esta fazendo? -

- Oh! Vai bem, disseram que será um dos melhores filmes BL do mundo, concorrendo ao Oscar, mais vai depender muito do público! - Falei dando um novo gole no líquido, e usei isso para olhar em volta sem que ele percebesse e a cada novo gole meus olhos se moviam reparando no local, que não mudou des de que cheguei. 

- Na minha opinião acho que já ganhou esse Óscar, eu só queria poder estar atuando com você - Falou colocando o peso da cabeça sobre um dos braços que estava apoiado. 

- Quem sabe em um serviço próximo? - Bebi novamente, eu não podia negar que estava nervoso. 

Ja era possivel ver o garçom trazendo o pedido e não vi sinal do Jaeger, só consegui ficar preocupado em olhar no relógio a cada novo segundo de tensão. 

- Oque foi? Você parece preocupado - Falou sem mudar a expressão, curvando a cabeça em pergunta. 

Meu coração se acelerou quando o rapaz chegou com o sushi e o vinho, e o Eren deve estar coçando o olho do cu por que nem sinal dele, que tensão, eu só peço que chegue, não quero ter que fazer aquelas coisas com ele... Não, não posso... 

- Você está estranho - Falou começando a olhar em volta, será que ele reparou que eu estava suando frio? 

Só não consegui mais dar bola pra ele e comecei a olhar sem parar, não é como se eu estivesse desesperado pelo Jaeger, só estou ansioso, e preocupado com esse plano, por que apesar de tudo o Erwin é mil vezes pior! 

Ele me olhou sério e colocou as mãos sobre a mesa já percebendo meu estado, ele provavelmente ia acabar com isso e ir embora ao reafirmar sua fala de que eu estava estranho. Ele fez insinuações de se levantar, e junto a isso sinto alguém me puxar oque me fez sair da mesa, não entendi bem mais pude sentir que meu corpo ficou contraído com o do... Eren!? Que me puxou e usou uma das mãos para abraçar meu corpo contra o seu, de modo que minha cabeça ficasse sobre seu peitoral já que minha altura não ajuda. 

Erwin olhou surpreso assim como eu, mais como os instintos só fodem comigo, meu rosto esquentou e tenho certeza que estou da cor de um tomate. 

- Levi? Oque estava fazendo? Te procurei por toda parte - Falou Eren encarando apenas o loiro que se levantou nos olhando surpreso e com raiva, eu nem sequer consegui responder, meu corpo tremia sozinho. 

- Oque você está fazendo?! - Perguntou Erwin, eu não disse uma palavra e acho que o Jaeger percebeu que eu não conseguia falar nada. 

- Ele fez isso com você? Meu amor...? - Falou ignorando Erwin completamente. E que porra que você tá falando Jaeger filho da puta, só esta me fazendo ficar ainda mais nervoso. 

Ele me contraiu mais contra seu corpo e voltou a encarar seriamente o tal do fodido

- Que porra esta acontecendo? -

- Eu que te pergunto. Oque estava fazendo com o meu namorado, seu pervertido desgraçado - Deu ênfase no "meu", tomara que ninguém esteja ouvindo isso Jesus. 

- Namorado?? - Perguntou o Smith surpreso e agora me encarando - Que merda que ele está falando Levi? - me olhou surpreendido com uma cara de cu, não que eu não quisesse mais nenhuma palavra saia de minha boca e eu só conseguia tremer sob o aperto de Eren que tinha um corpo extremamente quente, ou eu estou gelado? Meu rosto esta queimando tanto. 


Que porra você virou Levi! Uma garotinha? Toma atitude filho da puta! Além de tudo estou falando comigo mesmo, oque houve... 

- Não dirija suas palavras imundas a ele, e saia da minha visão antes que eu enfie essa garrafa de água no seu rabo - Hehe, ai meu Deus, é rir pra não chorar, tsh. 

Erwin  ficou muito em choque com tudo isso, e nem ele muito menos eu conseguíamos dizer alguma coisa, tudo depende do Jaeger. 

-  Não quero que torne a vê-lo , entendeu? Ou serei obrigado a tomar providências - Com um último olhar raivoso de cachorro no cio Erwin virou as costas com fumaça saindo de sua cabeça e pisando fortemente contra o chão, não acredito que ele se rendeu e esta se retirando só por que o Eren mandou. 

Os olhos verdes olharam atentamente até que Erwin saisse do local, e o pneu do carro que pode ser ouvido em alta velocidade , saindo da qui um Smith puto da vida. 

- Levi.. - Falou de geito que caralho achei que ia me beijar, mas mudou a expressão. E outra coisa.. 

OQUE É QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO LEVI? 

- Você... Já pode parar de me abraçar - Falou sem expressão retirando o braço que rodeava meu corpo, e eu rapidamente não pensei duas vezes em solta-lo. 

- Espero que isso deixe aquele Rato longe por um tempo - Falei tranquilizando minha respiração que estava falha, e encarei suas orbes assim como ele que me olhou seriamente. 

- Eu quero que me avise se ele voltar a te atormentar -

- Q-que? -

- Avise - Ele passou por mim sem mudar o semblante, com passos que pareciam eternos aos meus olhos até que ele chegasse um pouco a frente, mais antes que saísse, eu o chamei, se tem uma coisa que nunca fiz e nunca farei é quebrar uma promessa. O Erwin é um caso aparte. Reparei que não havia mais ninguém no local, apenas nos e mais alguns jovens que estão mais bêbados que pinguço em bar. 

- Você.... Disse que eu pagaria caro por essa sua atuação - Ele me olhou por cima do ombro, sorrindo de canto. 

- Eu disse?... Oh, sim sim, é verdade.... Eu ainda estou pensando sobre isso, então não se preocupe, quando chegar a hora, você saberá. -

Eu não respondi. Se esse bastardo acha que agora é superior a mim, esta muito enganado, quem ele pensa que é!? Estou devendo uma ajuda, ou talvez duas, mais isso não quer dizer que ele pode decidir a hora que devo retribuir! Tsh. 

- Você não tem carro e nem trouxe dinheiro né? Se quiser te levo até sua casa - Falou já perto da saída, me tirando de meus pensamentos. 

É eu realmente não trouxe nada, eu pretendia ligar para a Hange mais até ela decidir vir já me colocaram pra fora do restaurante, que inferno, não acredito que vou dever ainda mais para esse baka! Isso me irrita. 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...