1. Spirit Fanfics >
  2. Nunca brinque com o mal - Yoonkook >
  3. Pernilongo ambulante

História Nunca brinque com o mal - Yoonkook - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii, canourinhas
Olha quem voltou, eu sei que eu demorei, but eu tenho motivos
Mas eu amos vocês

사랑해.

Capítulo 3 - Pernilongo ambulante


Yoongi chegou na casa do amigo vendo que o jardim bonito e bem cuidado estava detonado. Bateu na porta e logo uma senhora desconhecida apareceu 

—Ah, Min Yoongi. Que bom que chegou –a mulher puxou o menor pelo braço 

—Como você sabe meu nome? –o Min se afastou assustado 

—Eu sou a enfermeira do Jimin e ele não para de falar seu nome, até me mostrou um retrato de vocês dois –ela empurrou Yoongi em direção a escada –Ele está te esperando... 

O pálido subiu e um arrepio lhe subiu a espinha ao ver seu amigo branco como o papel,e os olhos... Vermelhos? 

—J-jiminie, eu trouxe o livro para você ler. Você está bem? –se sentou ao lado do garoto na cama 

O Park não falou nada só arrancou o livro da mão do menor 

—Então... Foi você? Você que fez Ei ficar assim? Você que mandou aquele cara atrás de mim? –jogou o livro no chão 

—Que cara? Jimin, eu não mandei ninguém. Por favor, me fala o que aconteceu, esse livro estragou a minha vida... Me ajuda 

Yoongi se virou e o livro apareceu em suas mãos, ele suspirou e abriu o mesmo 

"Não pode mais ajudar seu amigo, tudo depende de você e do 'cara' que o fez ficar desse jeito, seu amigo não vai mais morrer, mas agora ele vai ficar mais forte e quem vai morrer... É você"

O Min olhou assustado para Jimin que apena sorriu e se levantou 

—Eu não posso mais ficar nessa cama, venha aqui, Yoongi–puxou o Min que deu um pulo –Olhe para o meu pescoço! Anda! 

Yoongi se afastou devagar do maior que pareceu se irritar o puxando com mais força e o jogando na cama 


•Yoongi•

Ao sentir minhas costas bater na cama e Jimin ficar em cima de mim eu me desesperei mais ainda, o maior ficou entre as minhas pernas e virou o seu pescoço para o lado, vi uma cicatriz em seu pescoço 

—O q-que é isso, Jiminie? –toco a ferida e ele não reage, apenas sorri diabolicamente 

—O cara que eu estava falando era um vampiro, Yoon. Ele me mordeu e agora eu acho que sou um sanguessuga –ele sai de cima de mim e senta na cama suspirando 

—Como isso é possível? Você não pode ser um vampiro... Eles não existem, certo? 

—Porra! Você não percebeu que tudo mudou depois desse livro? Então, é bem provável que eu seja um vampiro. E eu estou com muita vontade de morder o seu pescoço e sugar por seu sangue, porque ele tem um cheiro ótimo 

Olhei para a parede pensando em tudo o que vinha acontecendo na minha vida, primeiro eu conheço um garoto que é como um fantasma, segundo, meus amigos não vêem ele, terceiro, meus pais e minha irmã estão presos em algum lugar e por último, o meu melhor amigo se torna um pernilongo ambulante 

Grito de dor ao sentir uma mordida forte em meu ombro, tento empurrar Jimin de cima de mim e sinto meu sangue saindo do meu corpo aos poucos 

Ao me soltar, o maior está com a boca suja de sangue e parece feliz da vida 

—O seu sangue é muito doce, Yoon–os seus olhos continuam vermelhos –Ah! Parece que eu vou ficar com esses olhos pra sempre 

Me sinto tonto e deito na cama fechando os olhos devagar e lento 

—Yoongi? Me desculpe eu sinto muito.... –depois disso eu não ouço mais nada 


•Autora•

Quando Yoongi acordou ainda estava na cama do amigo, e o último citado estava sentado na janela olhando para baixo com um olhar faminto 

—Jimin? –sua voz saiu baixa e rouca 

—Eu quero sangue, Yoongi. Eu preciso! Me ajuda a controlar isso – o loiro começou a chorar e agarrou o melhor amigo que se assustou 

—J-jiminie, se você prometer não tirar muito sangue, eu deixo você me usar como bolsa de sangue... –mal terminou de falar e sentiu o amigo cheirar seu pescoço e começar a lamber 

Jimin estava dando uma lambida prolongada na pele do amigo quando a porta foi aberta e Jeongyeon entrou, arregalando o sonhos logo em seguida 

—Jimin... O que você está fazendo? Está me traindo? –a loira gritou 

—Jiminie, a sua n-namorada... JIMIN! –Yoongi gritou quando o melhor amigo mordeu seu pescoço com força 

—COMO VOCÊ TEM CORAGEM? –a garota puxou Jimin pelo braço e lhe deu um tapa na cara 

O Park, ao sentir o rosto ser atingida pela mão da namorada ficou bravo e tentou ir para cima da mesma, mas antes de encostar nela, o cara que o transformou apareceu em sua frente 

—J-jungkook? –Yoongi se levantou da cama e se sentiu tonto quase caindo –O que esta fazendo aqui? 

Jimin se virou para o menor com a expressão estressada 

—Você conhece ele? Ele me deixou assim... –o loiro apertou os braços do pálido que ainda estava fraco pelas suas mordidas 

Jungkook encostou no ombro de Jeongyeon falando palavras de outro país (França) 

— Tu oublieras ça et tu ne trouveras plus le parc.Oublie ta relation avec lui.(Você vai se esquecer disso, e não vai mais procurar o Park. Irá esquecer o namoro que tiveram) –deu um peteleco na testa da garota e logo ela desapareceu 

Quando o Jeon se virou viu Jimin com a boca na ferida de Yoongi 

—Park! Solte ele! –o vampiro se afastou rapidamente e o manor caiu no chão logo em seguida desacordado

—D-desculpe, chefe–Jimin pegou o melhor amigo no colo e o ajeitou na cama–Me perdoa, Yoon

—Por que você estava sugando mais sangue dele? –pegou o Park pelo braço o sentando na poltrona que havia no quarto 

—Eu fiquei irritado e não pensei nas minhas ações, chefe–o recém-vampiro abaixou a cabeça 

—Eu acho que vou ter que te treinar para você se controlar 

—E você sabe como fazer isso? –o loiro apertou a coxa do castanho 

—Claro que sei, sou vampiro a quinhentos anos... –o mesmo deu de ombros e olhou para o corpo inconsciente na cama


Leve minha alma para longe, leve meu coração para o inferno, ele está queimando oh, que dor, não me deixe, por fvaor, eu só quero que você tire essa dor, meu sangue, meu suor, minhas lágrimas, isso não é o suficiente para você saber que eu estou sofrendo?






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...