1. Spirit Fanfics >
  2. Nunca é Tarde >
  3. Eu quero você dentro de mim

História Nunca é Tarde - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Eu quero você dentro de mim


Fanfic / Fanfiction Nunca é Tarde - Capítulo 8 - Eu quero você dentro de mim

Ao ouvir o toque da notificação do celular Germano imediatamente abriu a mensagem, ao lê-la, ficou possesso por Lili o provocar tratando ele como qualquer funcionário. Mas resolveu ignorar.


Ja tinham se passado 2 dias, o vôo de Lili e Pedro estava aterrissando no Brasil.

Lili On

Vou falar para Silas deixar Pedro em casa com as malas e depois me deixa na Bastille . Ja to sentindo falta do meu escritório - sorriu com seu pensamento -

Lili Off

Pedro: Hum que sorriso lindo! 

Como Lili planejou, assim foi. Era por volta das 16:00 horas quando Lili chegou na Bastille. Ela foi direto para o escritório, tinha alguns documentos que sem pressa precisavam serem assinados.

Lili: Boa tarde dona Lucia!
Lucia: Boa tarde dona Lili! Como foi de viagem?
Lili: Muito bem, obrigado! - ela sorrir - algum recado?
Lucia: Não! So aqueles mesmos que te mandei por mensagem 
Lili: Ta certo então 
Lucia: Os documentos a serem assinados estão na sua mesa
Lili: Obrigado! 

Lili entrou em seu escritório e já começou assinar os papéis, eram poucos, mas um deles também precisava da assinatura de Germano. Ela interfonou para dona Lucia para que a mesma fosse em sua sala pegar o documento e recolher a assinatura de Germano, mas não teve reposta de dona Lucia.
Ao sair do escritório, a secretária não estava em sua mesa.

Lili: Ela deve ter saído para resolver algo. - pensou alto - acho que eu mesma vou la. - sorrir mordendo os lábios 

Lili foi até a sala de Germano e bateu na porta 

Germano: Entra! - fala ainda enquanto conversava com alguém no telefone -
Lili: Com licença. - fala entrando -

Germano engole um seco quando vê Lili e ainda no telefone fala
- Ta-ta depois eu ligo. Preciso desligar 

Lili: Atrapalho? - Lili fala após Germano desligar o telefone -
Germano: Você?! Não, imagina! Minha patroa você né! - fala ainda assustado com a presença de Lili -
Lili: Preciso da sua assinatura antes de mandar esse documento para o RH! - fala entregando o papel -

Germano o lê rapidamente  e fala
- Sua secretaria podia ter vindo!
Lili: Ela estava resolvendo alguma coisa pela empresa
Germano: Alguma coisa leva muito tempo - Germano sorrir enquanto assina -
Lili: Engraçadinho! - fala e estende a mão para receber o papel -
Germano: Pensei que não quisesse me ver nem pintado de ouro. - Germano fala o entregando -
Lili: Você disse que poderia ser tratado como profissional, assim estou fazendo.  - ela confere a assinatura - então é só isso, obrigado!

Germano se levanta rápido e vai ate a porta antes de Lili sair.

Germano: Voltou hoje?
Lili: Sim
Germano: Demorou.. - falou se aproximando de Lili -
Lili: É.. Precisava.. E- e você? Ainda com a Carolina? - fala recuando alguns passos -
Germano: Fazer o que? Você só brincou com os meus sentimentos e me jogou fora como um brinquedinho. - falou voltando para sua cadeira e Lili o seguiu com os olhos -
Lili: Eu?! Mas é muito cara de pau!! - fala indignada
Germano: Cara de pau Lili?!! Você me ignorou totalmente no outro dia - falou exaltando a voz - 
Lili: Claro!! Eu não sou mulher de andar dividindo homem!
Germano: Mas-mas do que você está falando?!!
Lili: Não gagueja! 
Germano: Eu não estou gaguejando - ele fala sem ao menos esperar Lili terminar de falar e indo em sua direção -
Lili: Não se faça de doido!! - fala o afrontando - Eu ouvi sua conversa com a Carolina enquanto estava na Totalmente Demais.
Germano: Minha conversa? Muito antes disso você tinha me ignorado quando mandei uma mensagem carinhosa - falou se aproximando de Lili -
Lili: Aaah Germano! Me poupe! Só por causa de uma mensagem você já foi arrastar asa pra outra mulher?!! - ela se aproximou ainda mais -
Germano: Sim, sim eu fui!! Porque você é comprometida! Eu falei que iria te esperar e você brincou com os meus sentimentos Liliane, você fez pouco de mim. - Germano falou alto com os olhos marejados -
Lili: Germano... - fala calmamente acariciando o braço do homem -
Germano: Você brincou! - ele falou grosso mas calmo, enquanto sentava no sofá.

Ele passou a mão pela cabeça e Lili ficou de joelhos de frente dele

Lili: Eu não ignorei, eu não brinquei com... - Germano interrompe falando
- Pelo amor de Deus Lili! 
Lili: Eu vi realmente a mensagem, mas quando fui responder, Pietro chegou me cumprimentando, acabou que nem deu tempo! - Germano a olha calmamente -
Lili: Você é muito nervoso!
Germano: Até hoje espero uma reposta. - ele olha sério -
Lili: Depois disso fomos para uma reunião e foi no fim dessa reunião que ouvi a Carolina conversando com você. - ela levantou e se sentou ao lado de Germano -
Germano: Agora eu to parecendo criança. - ele fala sorrindo sem graça -
Lili: Por um momento eu até achei engraçado. - Os dois gargalham -
Lili: Foi tudo um engano! 
Germano: Eu fiquei nervoso sério, ainda estou nervoso! - fala respirando fundo e mexendo na gravata -
Lili: O que posso fazer pra te acalmar? - fala se sentando no colo de Germano -
Germano: É - é um bom começo!
Lili: Você sempre gagueja quando ta nervoso? - fala sorrindo e acariciando o rosto de Germano - 
Germano: É- eu - eu acho que sim! Meu Deus! To parecendo um menino!
Lili: Um pouco!

Germano aproxima seu rosto do de Lili e fala
- Nem tanto! - finaliza a fala e inicia um beijo que começa calmo mas fica intenso e Lili retribui com desejo e vontade 

Germano percorre o corpo todo de Lili com as mãos, o beijo é finalizado com vários selinhos. Os dois ficam se encarando até Germano levantar com Lili no colo, as pernas dela envolvia sua cintura.

Lili: O que você ta fazendo?! - fala rindo -
Germano: Melhor garantir! - fala indo em direção a porta e a fechando com a chave -

Ainda no colo de Germano, Lili inicia um beijo intenso, suas línguas disputavam espaço. Germano foi soltando Lili aos poucos, quando os dois estavam de pé, ele tirou rapidamente a blusa de Lili. Ela começa a tirar o cinto de Germano e ele sorrir falando
- Começando pela melhor parte né?!

Lili sorri e solta a calça de Germano que cai no chão. Ele segura ela e a empurra para cima da mesa enquanto passa a mão nos papéis os jogando no chão.
Lili se deita na mesa e Germano a despi inteira.
Lili: Eu quero você dentro de mim - sussurra enquanto Germano tira as peças de roupa que lhe restam - 
Germano: Seu desejo é uma ordem. - fala e inicia um beijo devorador!

Lili passa as unhas em suas costas quando sente uma estocada forte

- hum.. - ela geme no ouvido de Germano que sorri e aumenta a intensidade das penetrações 

Lili segura seus gemidos para que quem passasse no corredor não ouvisse, mas era quase impossível com jeito que Germano lhe penetrava.
Com o escuro do escritório, só se ouvia os suspiros ofegantes. Até que Lili não se aguenta e solta um gemido alto quando chega ao ápice do seu prazer.
Germano percebe que Lili ficou de pernas bambas, ele também chega ao ápice do prazer e sai de dentro da amada sorrindo.

Lili: Que ninguém tenha ouvido. - ela pensa alto se levantando da mesa -
Germano: Vai ser desconcertante se alguém tiver ouvido. - ele fala se recompondo e vestindo a cueca - 
Lili: Eu não quero imagina! 
Germano: Toma! - fala entregando a calcinha de Lili, os dois gargalham e continuaram a se vestir.

Notas Finais


Desculpem a demora, sério!
Espero que gostem 🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...