História Nunca Esqueci - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konan, Kurenai Yuuhi, Madara Uchiha, Maito Gai, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Shion, Shisui Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Yahiko
Tags Amor, Drama, Família, Hentai, Hinata, Itakonan, Narusaku, Naruto, Romance, Saiino, Sasuhina, Sasuke, Shikatema
Visualizações 138
Palavras 7.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei e trago o tão esperado momento. Vai ser até calmo... Por enquanto.
Espero que gostem.
Beijos e obrigada pelos comentários fico feliz em recebê-los.

Capítulo 5 - A Reunião


Olhou a hora no rolex dourado pela milésima vez nos últimos dez minutos. O relógio marcava 15:25 da tarde e parecia não andar.

 Desde que recebera aquela mensagem de Sai na noite anterior, não conseguira dormir. Saiu cedo antes mesmo de Sakura acordar, mandou uma mensagem usando como desculpa de que precisava adiantar o trabalho para poder sair cedo para o reencontro da escola. Passara a manhã de trabalho inteira sem pegar em uma documentação se quer. Tudo voltava para aquela reunião que aconteceria logo, assim que ele saísse da empresa. Olhou novamente para o relógio, apenas para constatar o óbvio, o tempo não passava. Sabia que vinha desejando que esse dia não chegasse, mas agora, diante da maior certeza que era rever Hinata, não via hora de cruzar os grandes portões da High School Senju, reencontrar um monte de gente que para ele não fazia diferença existir ou não, só para ver a morena cruzar seus olhos mais uma vez.

Reencontro. 

Sasuke riu dessa palavra. Achava a coisa mais ridícula chamar aquilo de reencontro, como se 80% das pessoas que estariam ali presentes, não fossem as mesmas que frequentavam os mesmos clubes, as mesmas tardes de domingo de golfe, as mesma lojas no Shopping. 

Todos da pequena e seleta comunidade Konoha sempre foram as mesmas pessoas esnobes e mesquinhas que tinham dinheiro para gastar aos montes em negócios de expansões ilimitadas apenas para os íntimos e frequentadores dos mesmos meios. E mesmo odiando tudo aquilo, sabia que fazia parte dessas mesmas pessoas. Ele sempre seria o topo da cadeia alimentar, era assim que todos chamavam os Uchihas desde o ginásio. Fora assim sempre com Uchihas e Hyuugas, o topo da cadeia alimentar de Konoha. Devia ser por isso que das pessoas com quem ele sempre se "reencontrava" fosse um Hyuuga.

 De quinze em quinze dias a maioria dos ex jogadores do time de basquete de High School Senju se reunião para algumas partidas, então essa idéia de rever a turma de 2009 era tão idiota que chegava a doer. É claro que havia pessoas que não se via normalmente, um exemplo era Kiba que mesmo sendo do time na mesma época que Sasuke, o rapaz nunca ia aos jogos. Chegou a vê-lo apenas duas vezes em uma reunião da empresa, a família Inuzuka era de investidores, não importa com o que você trabalha ou que produz, se dá dinheiro Inuzukas e Aburamis estavam envolvidos até o último fio de cabelo. Outra pessoa que Sasuke não via a um determinado tempo era Shion. A loira tinha virado modelo fotográfico e sumira logo depois da formatura, Sasuke só lembrava dela por conta que ela era uma de suas perseguidoras e a única que ele ficara várias vezes. 

Sim, porque ele sabia que de todas as malucas que o perseguiam ele fez a besteira de se envolver nem que fosse por uma noite com uma ou outra, exemplo disso era Ino, por mais amigo que fosse de Sai, ele conheceu a loira intimamente primeiro. Lembrar daquelas garotas que o perseguiam fazia sua mente explodir por não ter uma lembrança se quer de Hinata durante o ginásio. Na verdade durante nada na sua vida a não ser na faculdade. Por obrigação Hyuugas e Uchihas frequentavam os mesmos ambientes, o homem lembrava vagamente de encontrar um pequeno Neji, arrastando uma menininha pequena de no máximo cinco anos pela mão durante um jantar beneficente. Mas essa não era Hinata até por que ela tem a idade do primo e menina era nova demais. Anos se passavam e nunca Hinata estava nas suas lembranças de moleque, lembrava da pequena e loirinha Ino de olhos grandes e azuis correndo de um lado para o outro com uma Sakura de cabelos longos e faixa vermelha na cabeça. Todos por mínimo que seja, já haviam passado pela infância e juventude do Uchiha. Mas ela não, e ironicamente ela era a que mais estava presente em sua mente.

-Você ainda não está pronto? -Sai entrou num rompante dentro da sala.

-‎Como assim? Pronto para o que?

-‎Hora! São 16:15 temos uma reunião com os Aburamis daqui a cinco minutos, pensei que você estaria ansioso para ver o amigo "dela" -Ironizou no fim.

-‎Com os Aburamis? -Levantou-se rapidamente -Acabei me esquecendo.

-‎Pois então se apresse por que se tudo ocorrer bem, fechamos um projeto novo e de quebra saímos cedo para o reencontro.

-‎Arg! Não aguento mais essa palavra.

-‎Já está perto de você não ouvir mais essa palavra. Vamos? -Os dois homens saíram rumo a reunião, a família do Aburami tinha conseguido um novo cliente e tinham vindo pessoalmente monitorar os trâmites. Não que eles possuíssem uma grande quantidade de ações na Sharingan, mas quem podia discutir com os nobres de Konoha.

-‎Muito ansioso pelo casamento?

-‎Eu estou até tranquilo Sasuke, mas Ino está enlouquecendo, é prova de vestido, sistema de mesa. É cada detalhe!

-‎Eu imagino... Não tive problemas no meu casamento, mas deve ser algo grandioso...

-‎Ahh sim é, mas esse reencontro de hoje tá deixando ela muito mais agitada.

-‎E onde ela está agora?

-‎Se você tivesse Instagram saberia. Ela está na organização da festa dos ex alunos, junto com a Sakura.

-‎E o que isso tem haver com essa rede social?

-‎Tem haver Uchiha... -Uma voz grossa se fez presente no corredor, Sasuke virou-se na direção da voz e pode ver que vinha de um corredor próximo a sala de reuniões. Um homem de óculos redondos escuros, surgiu na frente de Sasuke, Shikamaru vinha logo atrás. -A noiva do Sai é uma digital influencer. -Completou o homem.

-‎Aburami quanto tempo! -Sai sorriu falsamente. Anos passaram e aquele sorriso falso ainda aparecia vez ou outra.

-‎Alguns anos, não?

-‎O cliente é você Shikamaru? -Sasuke perguntou para o rapaz um pouco afastado que bocejava quase caindo em pé de sono.

-‎Não. Eu só sou o advogado do cliente.

-‎Já podemos entrar na sala e esperar ele lá dentro? -Shino perguntou para o Sai.

-‎Ah claro entrem... -Deu passagem para os dois homens passar e quando ia entrar teve o braço puxado por Sasuke. -O que foi?

-‎É impressão minha ou fui ignorado pelo estranho do Shino?

-‎Que nada Uchiha, o Aburami é como nós as vezes fala as vezes não...

-‎Com licença? -Um rapaz de cabelos vermelhos, vestia um terno sob medida, risca de giz discreto, chamou a atenção dos dois.

-‎Gaara? -O Uchiha reconheceu no ato o antigo colega de time.

-‎Iai Uchiha.

-‎Pensei que estava em Suna.

-‎Estou voltando, quero construir uma filial da empresa do meu pai aqui em San José.

-‎Então você é o cliente? -Sai perguntou sério.

-‎Sim. 

-‎EHum ntão pode entrar nessa sala, o Aburami e o Nara já estão dentro. -Sasuke direcionou o homem a sala ao lado. Após Gaara entrar Sasuke virou para Sai que mantinha a mais calma das feições.

-‎O que foi Uchiha?

-‎Só estou verificando se você vai surta em alguma momento antes de entrar nessa sala.

-‎Alguma vez já me viu fazer isso?

-‎Não...

-‎Então não crie caso, não é como se eu fosse afundar o negócio só por que ele namorou a Ino. Não me confunda com você.

-Hum‎... -Sasuke não negaria. Ele afundaria um negócio por Hinata. Fora por não fazer isso que chegaram onde chegaram.

Os dois rumaram para a sala que estava em completo silêncio. Sasuke sabia que ia ser algo rápido, naquela sala estava os homens mais práticos que ele já conhecera na vida. Além de práticos, eram silenciosos, a conversa ali não sairia a não ser que seja o necessário.

-Bom, acho que podemos começar. -Sasuke anunciou o início da reunião.

-‎Só um instante Sasuke, ainda falta o representante do arquiteto. -Shikamaru falou.

-‎Por mim tudo bem... -Na verdade não estava nada bem, apesar de não está realmente atrasado, queria que logo o representante chegasse e tudo correr mais rápido.

-‎O Aburami só conseguiu o contato agora por isso o atraso.

-‎Eu só pensei que usariam um de nossos arquitetos...

-‎Eu sei que é o de praxe... Mas eu queria alguém específico para o projeto. Nada contra, mas espero que aceitem...

-‎Claro Gaara você é o clientace...

TOC TOC TOC

-Com licença... -Um homem de olhos acinzentados e estatura média entrou e todos se levantaram para cumprimentar.

-‎Muito prazer me chamo Sasuke e esse é Sai, ele é líder do concelho empresarial.

-Olá prazer é meu.

-‎Bom, não me leve a mal, mas pelas suas características suponho que representa os Hyuuga. -Sai perguntou vendo Sasuke se retesar na cadeira e trincar o maxilar. 

-‎Não há problema algum já que faço parte da família, mas represento outro arquiteto. -Se sentou acompanhado do restante -Me chamo Kö represento não a uma empresa em si, mas uma pessoa autônoma.

-‎Na verdade tivemos bastante problema em encontrar o Lírio, mas Shino foi bem eficiente em fazer essa transação.

-‎Espera Shikamaru!-Pediu Sai -Você falou Lírio? Tipo. Lírio?

-‎Sim...

-‎Ninguém consegue um projeto com essa marca a meses...

-Lírio não é aquele arquiteto que nunca aparece, mas todo mundo quer um projeto feito com ele?-Sasuke perguntou.

-‎Não é como se não aparecesse. -Kö sorriu delicado -Mas realmente possui esse mistério em cima desse nome.

-‎Então por isso um representante?

-‎Nesse tipo de reunião sou eu que apareço, mas no decorrer do projeto acaba por aparecer quando necessário, querendo ou não o arquiteto e engenheiro civil precisam trabalhar juntos.

-‎Então podemos começar, pois já estou curioso pra conhecer o artista por trás do nome Lírio. -Sai falou ajeitando-se na cadeira.

-‎Então... -Shino falou enfim -Gaara já possui a localidade para a nova exportadora.

-‎Aqui está a documentação toda correta, pronta já para começar.-Shikamaru entregou alguns papéis para Sasuke que deu uma rápida olhada e passou para Sai.

-‎Ok, tenho certeza que em relação a documentação vocês estão afiados, mas aí vem o assunto predileto. O valor. -Sai comentou olhando vagamente a documentação.

-‎Bom... Eu já tinha feito uma proposta e Shino ficou de passar para vocês. -Gaara falou distraído olhando a paisagem através das vidraças.

-‎Aqui está... -Shino entregou um papel com o valor.

-‎Não acho viável esse valor... Certo que não vai ser um projeto feito por toda nossa equipe, começando pelo arquiteto. -Sasuke falava controlado mas estava irritado já que ofereciam um valor muito abaixo.

-‎Não seja por isso. Me ofereça uma contra proposta e entramos em acordo.

-‎Bom que tal um aumento de 10% no valor?

‎-Sasuke não brinque comigo 10% é impossível. 5% que tal. -Gaara ofereceu.

-Gaara oferecemos entrega rápida e sem atrasos. Podemos fechar em 8%.

-‎Mas lembra que não vai ter um arquiteto envolvido. Tem os honorários do Lírio.

-‎Então cancele com esse arquiteto e aceitamos fechar em 8%.

-‎Esse projeto tem que ser feito pelo melhor e o Lírio oferece o melhor. Não desmerecendo quem trabalha para vocês mas é fora de cogitação eu cancelar com o arquiteto.

-‎Está bem Gaara, que tal diminuirmos o prazo e você aumenta os 8%. E só precisa entregar os 8% quando terminarmos o projeto na metade do tempo.

-‎Se me entregar na metade do prazo aumento nos 10% se não cumprir o prazo vai receber o valor que está aí. O que me diz?

-‎Que foi bom fazer negócios com você Senhor Sabaku No.

-‎Claro Senhor Uchiha.

-‎Bom então Shikamaru vai redigir os contratos, Kö você poderia ser minha testemunha e Sai seria a do Sasuke?

-‎Por mim... -Sai concordou indiferente.

-‎Com todo prazer. -Kö confirmou educado.

-‎Podemos fazer da seguinte maneira, acredito que a maioria aqui vá para o reencontro da turma de 2009 da High School Senju. -Shikamaru falou e todos balançaram a cabeça até mesmo Kö.

-‎Você também? -Sasuke perguntou curioso nunca tinha visto ele em sua turma mas ao lembrar de Hinata poderia realmente haver outro Hyuuga.

-‎Vou acompanhar uma pessoa.

-‎Hum...

-‎Então como eu ia dizendo, posso levar redigido e assinarem lá mesmo.

-‎Por mim tudo bem Shikamaru. -Sasuke respondeu.

-‎Então estamos fechados? -Sai perguntou.

-‎Com certeza. -Gaara olhou no relógio -Acho que devíamos ir junto a festa, já são quase seis até chegarmos lá vai está em cima da hora.

-‎Eu vou para casa primeiro. -Ko respondeu já se despedindo, apertou na mão de todos e desejou boa sorte para Sasuke o que passou despercebido para os outros presente mas para ele foi bem estranho.

-‎Ino e Sakura já estão lá. -Sai comunicou quando saíram da sala de reuniões.

-‎É como você sabe? Estava trocando mensagem na hora reunião?

-‎Claro que não, ela postou no Instagram. Olha. -Mostrou o celular para o amigo, nele a foto de Ino levantando uma taça de champanhe junto com Sakura.

-‎Tudo que ela faz ela posta?

-‎É claro Uchiha, como eu disse Ino é influencer. -Shino falou. Mantinha as mãos nos bolsos da calça. E acompanhava restante que rumavam para o estacionamento.

-‎O que diabos é influencer?

-‎Ahh Uchiha como você é desconectado. Significa que Ino é um tipo de influência para outras pessoas e através da Internet ela se torna uma digital influencer. Muitos negócios se fazem assim. A grife da loja dela aumentou de forma gratificante depois desse boom digital. -Sai terminou de explicar.

-‎Meu amigo você precisa se atualizar, você mora no Vale do Silício o local mais tecnológico da América. -Gaara brincou se distanciando em direção a uma Lamborghini vermelha. -Você vem comigo Shikamaru?

-‎É claro, estou sem carro...

-E você Shi... Onde está o Aburami? -Gaara perguntou.

-‎Ahh e eu sei? Aquele ali tá mais estranho que o normal, saiu e nem se despediu... -Shikamaru respondeu desanimado.

-‎Vamos indo... Nós nos vemos lá Uchiha.

-Está bem, vamos Sai?

Sai e Sasuke foram para o carro do Uchiha enquanto Gaara e Shikamaru foram no outro. O caminho foi tranquilo para Sasuke, apesar do coração está quase saindo pela boca. Só de imaginar que poderia ver Hinata depois de tanto tempo, sua cabeça parecia que ia explodir. 

De frente com o estacionamento da High School Senju o Uchiha tinha sensação nostálgica. Lembrou do quanto era metido e achava que aquele local era seu domínio. Riu de si mesmo só de lembrar o quanto era pequeno nas coisas que almejava. 

Ao sair do carro deu uma boa olhada em toda a extensão do colégio, e percebera que nada mudou em nove anos.

-Está preparado? -Sai perguntou.

-‎Não.

-‎Não me diga que já vai ficar monossilábico?

-‎Hum...

-‎Que seja... Vamos. -Sai deu de ombros e saiu caminhando na frente. Ele não precisava mexer mais com Sasuke sabendo que o amigo devia está quase infartando, e ficar recluso era típico do Uchiha. 

No caminho pode ver Gaara descendo do carro junto com o cunhado e logo o travando. Sasuke aproveitou para fazer o mesmo caminho, mas um pouco afastado. Uma leve movimentação existia ali, quase estancou quando viu que teria mais gente do que esperava. Carros e mais carros iam chegando, pessoas com suas famílias, esposas, filhos. Começou um mantra particular só para não dá meia volta e ir embora. Viu ao longe os cabelos rosados de sua esposa surgir na porta do colégio e logo começar a gesticular para que ele se aproximasse, e enquanto ele demorava a chegar perto, pode ver algumas pessoas se aproximar e cumprimentar Sakura, que toda animada sorria e o mostrava para as pessoas que ele estava chegando. Tudo que Sasuke mais queria era sair dali e ela ainda contribuía para a tortura. Ao chegar perto de quem sua esposa conversava teve o pescoço envolvido pelos braços delgados de Sakura que beijava sua face.

-‎É, devo dá os parabéns Sakura, você foi a única que não desistiu e acabou fisgando o Uchiha. -Sasuke nem deu ao trabalho de verificar quem era a mulher que falava com a sua esposa. Se tinha um voz que ele não esqueceria apesar de tentar muito, era Shion. O moreno se desvencilhou da melhor maneira para não parecer frio com Sakura e olhou a loira, e é claro que ela estava deslumbrante como sempre fora. O vestido preto que usava não havia um detalhe se quer, mas lembrava um couro lustroso negro e alinhado. O decote em forma de V adequava-se aos seios medianos e a minúscula fenda dava mais um charme. E como se o decote já não chamasse atenção, o caimento era todo grudado ao corpo indo até os joelhos, nos pés um Scarpin preto clássico. Na mão levava uma Clutch vermelho sangue, os cabelos estavam soltos e caiam em ondas até as costas, nos olhos nada mais que um rímel e na boca minúscula um batom vermelho matte da mesma cor da bolsa.

Sasuke não era nenhum cego para não poder admirar a beleza que Shion possuía, e apesar de nunca gostar de classificar as mulheres, Shion sempre fora fácil de descrever, bastava olhar as nuances ao seu lado. Ela era uma mistura de Karin e Ino perfeita. Tinha uma beleza elegante e de traços diferentes graças aos olhos violetas, só não chegava a grandiosidade de sensualidade que a Yamanaka possuía. E sua personalidade era como a de Karin, mas ainda era comedida graças a educação que seu pai exigia, ela só levantava a voz quando era necessário mas a língua era ferina. Para o Uchiha saber descrevê-la era pelo simples fato de que fora com Shion que perdera a virgindade, informação essa que só Hinata ficou sabendo graças a uma brincadeira entre os dois. A verdade é que a escola inteira sabia que havia algo entre a loira e o moreno, mas ele sempre transparecera que estava acima de qualquer relacionamento e que era muito experiente para certos amores. Só ele e ela sabem o quanto foi constrangedor para ambos aquele momento, tanto que ficara escondido em meio às memórias de outrora.

-Como vai Shion?

-‎Muito bem e vocês, como anda a vida de casados? -Sasuke odiava isso das pessoas o colocarem sempre juntos a Sakura, ninguém perguntava se ele estava bem, perguntavam se os dois estavam bem e nem precisava ela está perto para isso acontecer.

-‎Estamos bem querida... -Fora Sakura que respondeu envolvendo o braço do marido.

-‎Vê-se bem... Da pra ver de longe o quando o Uchiha irradia "felicidade"... -A ironia era nítida em cada sílaba, se tinha algo que Shion era perfeita, era atingir pontos fracos e para Sasuke que virá a cara de Sakura quando ouvira aquela frase e vira a loira passar por ela sorrindo debochada, ele pode constatar que esse encontro daria numa grandiosíssima merda.

Muitas pessoas passavam os cumprimentando enquanto ele acompanhava a esposa que vinha bufando por conta da loira. Alguns ele reconhecia outros nem tanto, mas ficara feliz em ver boa parte do antigo time. A festa estava sendo no ginásio, e a decoração era a mesma do baile de formatura. Uma noite em Vegas era o tema, mas dessa vez poderiam jogar realmente apostado em algumas mesas que tinham espalhadas pelo salão. Tinha certeza que isso era coisa da diretora e dona do colégio. Tsunade era uma apostadora de primeira.

Sakura levou Sasuke para uma mesa onde estava Ino e Sai, os dois estavam absorvidos em seu mundo apaixonado e não viram os dois se aproximarem, Sakura ficara o tempo todo ao lado de Sasuke enquanto ele era cumprimentado por muitas pessoas. O Uchiha resolvera tomar alguma bebida e tentou se afastar, mas a esposa não arredava o pé, era como uma cola, ele dava um passo lá estava ela do lado. Com meia hora que chegará e tentava se esquivar da esposa ao mesmo tempo que olhava para a porta para ver se havia algum sinal de Hinata, Gai, antigo treinador de basquete surgira com seu filho Rock Lee e o seu pequeno neto de 3 anos Metal Lee.

-Mas vejam se eu não encontro o meu melhor cestinha?

-‎Como vai treinador Gai? Iai Lee como vai às coisas? Saiu da Liga?

-‎Depois desse garotão aqui, não dá pra ficar longe de casa. -Lee tinha se tornado um jogador de basquete na NBA, mas com o nascimento do filho e o falecimento da esposa logo no parto ele optará por cuidar do garoto em Konoha e abriu sua própria empresa de suplementos e artigos esportivos.

-‎Não deve ser fácil não é? -Sakura perguntou estendendo os braços para o bebê de cabelinhos de tigela pretos como o pai que foi sem nenhum choro.

-‎Ahh não é mesmo, mas nada que o fogo da nossa juventude não sustente. -Fez um sinal de legal típico.

-‎Por que não sentam com a gente? -Ino perguntou se soltando do noivo.

-‎Bom... Eu tenho que ir para a mesa dos adultos, estou esperando Kakashi para fazermos alguma aposta. Mas se o Lee quiser ficar...

-‎Se não houver problemas para vocês, por que bem... Eu estou com uma criança.

-‎Deixa de besteira e senta logo aí. -Ino o puxou pelo braço e ele sentou - se com um baque.

-‎Sai já viu onde está o Shikamaru ele tem que trazer o contrato. -Sasuke continuava a olhar de um lado para outro procurando Hinata, usar o Nara como desculpas enquanto Sakura estava entretida com o filho de Lee.

-‎Acho que ele deve está do outro lado do salão, podemos ir atrás dele.

-‎Como assim? Vocês trouxeram trabalho para cá?

-Ino meu bem, foi necessário...

-‎Como assim necessário? Sai hoje é dia de se divertir, reencontrar os amigos, bater um papo. Não ficar trabalhando.

-‎Não faça esse bico, nós só vamos procurar o Shikamaru assinar o contrato com o Gaara e pronto.

-‎Pera aí vocês estão trabalhando com o Gaara?

-‎Algum problema Ino? -Sai perguntou inquisidor.

-‎Mas é claro que não, é só que ele nunca quis fazer negócios com os Uchihas...

-‎O Aburami o convenceu. -Falou Sasuke.

-‎Aí ele é tão fofinho, olha amor como ele é bonitinho. -Sakura estava aérea brincando com Metal Lee.

-‎Temari por favor! -Ouviram no meio da multidão.

-‎Essa é a voz do Shikamaru?

-‎Tenho certeza que sim, olha ali. -Sai apontou para onde vinha as reclamações. próximo a uma das mesas com roletas, Temari tentava a todo custo ajeitar a gravata do marido que reclamava incansavelmente.

-‎Esse dois não tem jeito, brigam por cada besteira... -Sakura falou enquanto balançava o pequeno nos braços. Sasuke sabia que Sakura queria muito um bebê, mas ele ainda não estava pronto. A questão não era ser pai. Pois desde que tivera algo com Hinata, ter filhos era seu sonho. Mas aí é que tá o problema, um filho dele não seria da Hyuuga e sim da Haruno e essa idéia ainda não tinha se fixado em sua mente.

-‎Ufa consegui! -Temari chegou falando ao lado de Sasuke que ainda estava em pé.

-‎Conseguiu nada, eu que deixei problemática. -Shikamaru reclamou.

-‎Ah vai ver se eu tô na esquina preguiçoso !

-‎Gente vocês dois não param? Nem parece que se amam.

-‎Ino faz um favor? -Temari pediu.-Vai a merda!

-‎Ei! Que mal humor!

-‎Deixa ela Ino, depois que descobrimos a gravidez o humor dela esta pior...

-‎ESPERA! PARA TUDO! -Ino gritou chamando a atenção de boa parte dos presentes. Sasuke agradecia a música alta. -Vocês estão a espera de um bebê e simplesmente contam assim. Do nada?

-‎Falando assim parece que você está anunciando o filme A Espera de Um Milagre. -Shikamaru fez piada.

-‎Não seja idiota. Quando pretendiam contar?

-‎A loira por favor...

-‎É Ino, parece que não nos conhece, eu não ia gritar para o mundo que estou grávida...É desnecessário.

-‎Vocês dois são sem graça...

-‎Iai gente linda! -Tentem chegou ao lado de Temari sorrindo. Sasuke lembrava vagamente dela, sabia que ela vivia para cima e para baixo com Lee e Neji. A achou muito bonita, pois resolvera está com os cabelos chocolates soltos e o vestido florido era longo leve com uma fenda na perna, o decote era assimétrico e deixava o colo muito bonito.

-‎Tenten quanto tempo! -Ino a cumprimentou. -Onde está o Neji, acho que não o vejo desde o jantar dos Okumura.

-‎Ele já está vindo... Ele teve que passar na cada do tio dele primeiro. Onde está meu afilhado? -Perguntou pegando Metal Lee do colo de Sakura.

-‎Ahh Tenten deixa ele comigo você tem ele o tempo todo.

-‎Não chora Sakura... Eu tenho direitos sobre esse menino lindo...

Aquela turma continuou conversando durante a primeira hora que se passou, Sasuke e Sai trocavam olhares significativos e Shikamaru bocejava em cima da mesa. Já era mais de 20:40 quando Gaara chegou a mesa acompanhado do irmão mais velho Kankuro. Os dois tinham copos na mão e riam de alguma coisa. Cumprimentaram todos e aparentemente Sasuke constatou que o lance dele com Ino já tinha passado.

-Iai não vamos assinar essa papelada hoje?

-‎Claro. Podemos fazer isso agora não Shikamaru? -Perguntou Sasuke.

-‎Por mim... -Deu de ombros.

-‎Mas ainda não podemos, Kö ainda não chegou. -Sai informou.

-‎Podemos arrumar outra testemunha...

-‎Não Sasuke, eu já redigi com o nome dele.

-‎Kö? Kö Hyuuga? -Perguntou Lee.

-‎Sim, ele mesmo. -Respondeu Gaara.

-‎Ele voltou? -Lee perguntou diretamente para Tentem. Como noiva de Neji ele era a que mais sabia sobre os Hyuugas.

-‎Bom, Neji está meio estranho desde ontem, ele disse que iam ter visitas na casa do Senhor Hiashi, deve ser o Kö. -Sasuke acompanhava a conversa apenas com os ouvidos muito atento.

-‎Mas se o Kö voltou, a Natsu também...

-‎Ahh Lee por favor ela é mais velha que você não vai inventar de dá em cima dela.

-‎Tudo bem Tentem só você pode chegar perto de um Hyuuga... -Revirou os olhos.

-‎Bem, eu não sei quem é Natsu...-Gaara falou pausando entre um gole e outro -E o que ela é do tal Kö, mas que ali entrando com ele é um tremendo mulherão, ah isso é -Apontou o ruivo ao mesmo tempo que todos olharam para porta. E foi como se o coração de Sasuke tivesse se instalado no estômago.

 Ali, bem na entrada do ginásio, entre as pessoas que dançavam e andavam de um lado para o outro, Hinata entrara de braço dado com Kö o assistente. Ele a reconheceu no ato, por mais diferente que ela tivesse em alguns detalhes, aquele minúsculo sorriso era reconhecível.

-‎Aquela é a Hinata! -Exclamou Tentem e Temari. As duas eram as únicas que a Hyuuga podia chamar de amigas, nunca implicaram com ela e a tratavam bem.

-‎Caralho, é isso mesmo? -Kankuro tentava enxergar no meio da multidão. Ele não era da turma de 2009, tinha se formado em 2007, mas lembrava da filha de Hiashi Hyuuga. Ela era "bonitinha" naqiela época, mas ali entrabdl na festa, era de outro mundo a beleza e a segurança que ela possuía.

-‎Ihh deu ruim pra gente Sakura... -Ino reclamou -Gente ela tá linda pra caralho!

-‎Ela sempre foi linda! -Gaara elogiou bebendo o restante do whisky. Sasuke bebeu a bebida toda muito rápido ao escutar os elogios para com sua ex. Só Sai via o quanto Sasuke estava em um nível de desequilíbrio emocional total.

-‎Olha Tentem o Neji chegou também, está atrás da Hina, e acho que ali é o Aburami e o Inuzuka. -Lee informou apontando e levantando o braço para que Neji se aproximasse.

-‎Ahh então era isso... Ela voltou. -Tentem falou sorrindo. 

Sasuke baixou o olhar para o copo de vidro e logo voltou os olhos para a mulher que andava elegantemente entre as pessoas. A maioria dos homens, acompanhados ou não, quase quebravam o pescoço quando ela passava. Kakashi a parou no meio do caminho e Sasuke sabia o que seu ex professor de História estava querendo fazer, ele não perderia a oportunidade. O Uchiha começou a tremer, olhava para Kakashi que segurava uma das mãos de Hinata com uma delicadeza extrema, enquanto o outro braço era envolvido por Kö. Analisou-a mais uma vez, quase perdera o ar quando ela balançou a cabeça de um lado para o outro em negação, e pode ver o cabelo que antes era na altura dos ombros, estavam agora até a metade das costas. E aquele vestido que ela estava usando fazia seu corpo palpitar. Era azul escuro em contraste com os cabelos que se diferenciavam apenar pelos brilhos que o adornavam. Como o vestido de Shion, o da Hyuuga era também colado, mas nela era muito pior, o corpo voluptuoso parecia quase pular para fora da vestimenta. Era de frente única completamente fechado até o pescoço. Pelo menos era o que Sasuke achava até ela se curvar para cumprimentar um senhor conselheiro do colégio e um fina fenda se abrir bem no meio dos seios enormes que ela tinha. Nos pés uma sandália de salto agulha. Para Sasuke, Hinata sempre seria linda e sexy de qualquer maneira, ela podia usar moletons e mesmo assim ainda seria sexy, mas exatamente naquele dia ela estava a maior tentação para seus desejos sexuais. O vestido, o cabelo longo e saltos, tudo nela estava na medida pra ele, e lá no fundo ele tinha aquela esperança que conhecendo ele como ela conhecia, se vestiu de forma especial para que ele a visse e admirasse.

E então ela voltou a andar, Kiba apontava para mesa que todos estavam e ela acompanhava a passos lentos e rosto levantado, a Hyuuga nunca levantava o olhar, sempre andava de cabeça baixa. Mas hoje, especialmente hoje, ela tinha um olhar altivo. Os passos continuavam lentos, os quadris arredondados e volumosos indo de um lado para o outro e por mais que todos achassem ser por conta do vestido que abraçava seu corpo e ia de encontro aos tornozelos dificultando os passos, na verdade era só o receio de rever Sasuke, mas ela estava conseguindo fingir bem. Já podia vê-lo ao longe ao lado de Sakura que como o restante na mesa a encaravam como uma Medusa prestes a transformá-los em pedra. As mãos estavam suando e se sentia enjoada, se Kö não a estivesse segurando com certeza já teria ido ao chão, mas estava conseguindo fingir indifereça muito bem por sinal.

 Ao está bem próximo acompanhou os passos do primo indo de encontro a noiva e Temari que foi a primeira a chegar perto dela.

-Hina você voltou! -A abraçou o que era estranho para a Hyuuga, Temari quase nunca abraçava.

-‎Eu tinha que aparecer, é um reencontro...

-‎Você não está gaguejando!

-‎Sair do ginásio me fez muito bem.

-‎Posso dizer que independente da gagueira você continua linda, se me permite. -Gaara se aproximou pegando a mão dela e a beijando.

-‎Você também continua um charme...

-‎Então me achava charmoso?

-‎E quem não achava não é? -Ela sorriu delicada e piscou travessa, Sasuke que ficara atrás de todo e só ouvia os galanteios de Gaara quase quebrando o copo em sua mão.

-‎Kö acho que vocês são parente não? Sério que os Hyuuga não podiam deixá-la para nós tiveram que casar entre vocês.

-‎Ohh não Kankuro! -Ela lembrava dele vagamente, e como ele a tratou como conhecida, ela retribuiu o tratamento. -Kö é um primo de quarto grau muito bem compromissado mas não comigo.

-‎Saiam do meio deixe-me vê-la... -Tentem falou passando por todos e agarrando o pescoço de Hinata. -Senti sua falta sua boba. E eu pensei que Neji ia morrer.

-‎Eu sei... Me desculpa... -Tentem sempre soube da paixão de Neji por Hinata e nunca cobrara ou brigara pelo rapaz apenas acompanhava a distância o relacionamento que ela suspeitava existir.

-‎Hyuuga menina você se superou no quesito elegância e beleza... -Ino surgiu por trás de Temari.

-‎Você também está espetacular Yamanaka. -Ela não possuía aquele ressentimento todo que Deidara exigia que ela tivesse, mas não eram amigas, ela não fingiria isso em hipótese alguma, não fazia tanta questão assim, de ter algum vínculo com a loira ou a Sakura, essa última, por motivos bem óbvios.

-‎Por que estamos falando de forma tão formal?

-‎Acho que por que nunca tivemos uma oportunidade de conversarmos, nós só tínhamos... Vejamos... Seis aulas juntas fora o clube de jornalismo. -A loira ficara sem graça, realmente elas tinham muitas aulas juntas, mas ela e Sakura ignoravam a prima de Neji. Tentou disfarçar mas percebera que o tom de Hinata era de ironia afiada.

-‎Mas deixemos o que passou para trás, me chame de Ino, você será uma das minhas madrinhas não?

-‎Ahh Kiba me passou seu convite, podemos combinar para eu experimentar o vestido, as minha medidas são muito complicadas.

-‎ôh aposto que sim... -Ino apontou para os seios de Hinata discretamente, que se aquele ato tivesse acontecido em outro momento, a Hyuuga ficaria sem graça, mas agora não havia motivos. Tinha auto estima o suficiente para aceitar que chamava atenção por sua beleza.

-‎Oi Hinata.

-‎Oi Shikamaru ainda um advogado.

-‎Ainda um advogado.

-‎Acho que talvez precisarei de seus serviços em um futuro próximo.

-‎Não me diga que matou alguém, pois não sou criminalista. -Sorriu zombeteiro.

-‎Quem sabe... -Ela piscou um olho divertida para o Nara que se desconcertou sem graça.

-‎HINATA! -Lee gritou e veio abraçá-la só com um braço, no outro ele segurava Metal Lee.

-‎Lee! Olha esse garotão. Como você está?

-Bem, mas e você?

-Estou bastante bem...Posso pegá-lo?

-‎Mas é claro. Toma.

-‎Aí como eu adoro esse cheirinho que bebê tem. -Ela abraçava o pequeno enquanto cheirava a cabecinha de cabelos lustrosos. Ela não pode deixar de lembrar de quando Hiro tinha exatamente esse tamanho e era tão dependente dela. Aquele cheiro a acalmava. Automaticamente sua mente voltou para o lugar em que se encontrava e por trás das pessoas, o pai de seu filho estaria.

-‎Acho que ele gostou de você. Só pra lembrar, eu tô solteiro. -Lee falou baixo e piscou para ela antes de pegar o bebê no colo.

-‎Pode deixar. Vou lembrar disso. -Ela piscou de volta e ele riu alto, nunca imaginária ver a prima de seu amigo tão divertida.

-‎Acho que agora é a minha vez... -Ela conhecia aquela voz logo atrás de Ino. 

Se tinha uma voz que ela sentia falta quase tanto quanto de Sasuke, era de Sai. E quando viu o moreno sair por de trás da noiva e vir em sua direção com o mesmo sorriso falso, não pode deixar de retribuir com o sorriso mais largo que dera em toda noite. Seu ar quase faltou quando Sai a levantou nos braços e falou no ouvido dela. -Deve ter sentido minha falta, para sorrir assim quando me ver.

-‎Você não ideia... -Ela respondeu baixo quando ele a colocou no chão. Ao redor todos estavam surpresos, Sai nunca abraçava ninguém a não ser Ino, e daquela maneira então, duvidavam que ele havia de ter feito isso com a loira. Essa por si só tinha uma sobrancelha arqueada olhando para os dois morenos.

-‎Eu devo me preocupar com essa proximidade? -Ela perguntou divertida, a loira não era do tipo ciumenta, mas estava curiosa. -Eu não me lembrava que vocês eram próximos no colégio.

-‎E não éramos. -Respondeu Sai. -Mas fomos da mesma faculdade.

-‎VAI BRUIN BEAR'S!!! -Hinata e ele gritaram juntos e eles poderão ouvir algumas pessoas gritar também no salão.

-‎Então vocês estudaram juntos na UCLA? Então você também, não é Sasuke? -Ino perguntou e logo em seguida um corredor de pessoas foi feito, todos olhando para ele, mas o mesmo mantinha os olhos cravados no rosto de Hinata que parecia tranquilo ao ver do Uchiha. Mas os olhos diziam tudo, ele conhecia ela nos detalhes, estava nervosa.

-‎É verdade Sasuke? -Sakura perguntou. Era a primeira vez que ela falava algo desde que que a Hyuuga chegara, ao contrario da amiga, ela não conseguia fingir tranquilidade ao lado de uma pessoa do qual elas zombavam tanto pelas costas. Quantas vezes vira Karin e Shion atormentar Hinata e simplesmente nunca se incomodara em impedir? Muitas por sinal.

-‎Sim. É verdade. -Respondeu duro. Para a maioria das pessoas até mesmo para Sakura ali era o Sasuke de sempre. Intocável e bossal. Mas Sai e Hinata conheciam aquele vinco na testa muito bem e a mão por dentro do bolso quando ficou em pé na frente dela, Hinata sabia muito bem que ele estava nervoso, tinha certeza que a mão no bolso estava em punho controlando os sentimentos. Ela mesma não conseguia entender como estava conseguindo o encarar de frente.

-‎Olá Uchiha. -Ela falou. Agradecia aos céus por não gaguejar. O olhar cruzara o dele que era mais alto que ela.

-Olá Hi...Hyuuga... -Sasuke se torturara mentalmente por quase travar. Ela queria tratá-lo como um conhecido qualquer e ia ser assim que ela também seria tratada. Seis anos sem colocar os olhos sobre essa mulher e tudo que ele queria era sair daquele sufoco. Os dois travavam olhares significativos, que só Sai compreendia.

-‎Ei aquele não o Naruto? -Lee apontou para a porta, todos olharam menos Sasuke e Hinata que ainda se encaravam.

-‎Ihh é ele mesmo... Ahh não a entojada da prima dele também está junto... -Ino falou fazendo careta.

-‎Tudo que a gente precisa pra fechar a noite é aguentar uma Karin. -Gaara falou entregando taças para todos, ninguém sabia da onde ele tinha tirado mas lá estava ele entregando taças e um garçom o acompanhando com um balde de champanhe. Hinata aproveitou o momento de pegar a taça para olhar na direção de Naruto. Viu a ruiva acompanhada de Suigetsu logo se distanciar do primo e loiro vir na direção da mesa.

Sasuke ficou a encarar a face de Hinata, esperando um rubor se quer dela ao olhar seu antigo amor juvenil. Mas nada. Ele mal pode controlar o ego de tão feliz que estava por ela parecer tranquila ao lado de Naruto.

-Boa noite. -Naruto chegou comedido.

-‎Sério? Quem é você é o que fez com Naruto Uzumaki? -Perguntou Kankuro já servindo a todos o champanhe.

-‎O mesmo de sempre.

-‎Ahh não mesmo. Cadê o sorriso idiota? -Perguntou Ino.

-‎Senti falta dessas suas tiradas Ino. Mas algumas atitudes antigas agora merecem ser ponderadas. -Chocando a todos Naruto agia de forma controlada muito diferente do que era normalmente. Cumprimentou a todos com acenos limitados e quando chegou em Sakura um delicado sorriso forçado serpenteou pelos lábios. Ao melhor amigo apertou a mão e a Hinata deu - lhe um beijo rápido na testa.

Todos conversavam relembrando os velhos tempos enquanto Hinata se limitava a observar, sentia seu rosto queimando pelos olhares que Sasuke lhe dirigia e se perguntava se Sakura não via o descaramento do marido, mas eis que a Hyuuga aprendera algo com seu relacionamento com Sasuke. Quanto menos você fala mais as pessoas não lhe observam, por isso ela era apagada na turma, mas Sasuke disse que ela perdia a oportunidade de observar. E era isso que ela fazia, observava a todos, evitando a todo custo o Uchiha e por mais que tivesse ciência de que Sasuke a encarava sem pudor algum e que suas pernas só estavam aguentando por está agora sentada, era que Sakura não iria ver nunca o que marido fazia, por está muito distraída a encarar Naruto. A Hyuuga observou que como ela, o Uzumaki evitava a todo custo olhar na direção em que a rosada e o marido estavam e a Haruno, como Sasuke, tinha os olhos cravados em todo movimento que o loiro fazia. Não pode deixar de sorrir. A verdade é que acabara de constatar que havia muito mais coisas escondidas ali do que o seu antigo relacionamento e suas consequências.

-Mas iai Hinata por onde andou? -Começou Shikamaru puxando um assunto que realmente todo mundo queria saber e quando digo todo mundo, era todo mundo mesmo.

-‎Bem... Andei em alguns lugares, viajei muito, mas estabeleci morada em Londres. -Sasuke se remexeu na cadeira alternando o olhar de seu copo para Sai e logo em seguida para a Hyuuga.

-‎Menina ninguém sabia onde você estava, não me diga que belíssima assim e toda antena na moda, não tem uma rede social se quer? Por que juro que procurei e não encontrei. -Ino falou.

-‎Não ligo muito para isso sabe... Eu quis um período só para mim.

-‎E bota período nisso... Bom até onde eu sei você não foi a única a sumir, veja Naruto a mais de um ano ninguém vê esse cara. -Lee falou enquanto dava mamadeira para Metal Lee.

-‎Tirei um período sabático na Índia...

-‎Nossa! Por isso veio tão calmo... -Tentem exclamou.

-‎É um lugar mágico, te faz repensar na vida e em tudo que faz parte dela.

-‎Ai Naruto é tão estranho te ver falar assim, se eu acreditasse em et's diria que foi abduzido.

-‎Não é para tanto Temari.

-‎Sério! Olha isso, eu não mudei, Shikamaru é o mesmo cara preguiçoso de sempre. Sakura a mesma, Ino ainda é a mesma, todo mundo tá do mesmo jeito, mas parece que fizeram uma troca de mentes e você e Hinata voltaram outros, ela está divertida e toda sexy, e você todo controlado.

-‎Ahh Senhora Nara, existem mudanças que são necessárias. Não é Hinata?

-‎Com certeza Naruto-kun.

-‎Nossa senti falta disso, ser chamado de Naruto-kun pela Hina-chan. -Ele pegou na mão dela e a beijou. Sasuke acabou assustando a todos quando apertou a taça e a quebrou na mão.

-‎Sasuke, você se cortou?

-‎Não, Sakura. Eu estou bem. -Enrolou um guardanapo na mão apenas para garantir. A vontade que ele tinha era de socar a cara de Naruto e arrastar Hinata nos ombros para bem longe de todos.

-‎Segurou bem forte otouto bobo. -Itachi sorriu quando se aproximou.

-‎O que...

-‎ITACHI! -Sasuke ia falar quando Hinata ficou de pé e correu para abraçar o Uchiha mais velho.

-‎Sentiu minha falta Hime? -Beijou o nariz dela.

-‎Morri de saudades seu bobo... -Sasuke olhava aquela cena atônito. Se tinha uma coisa que ele tinha certeza era que Hinata não conhecia seus parentes. Agora ali naquela cena, havia mais intimidade do que ela trocara com qualquer um naquela mesa.

-‎Sasuke... Controle-se... -Sai cochichou ao perto do moreno.

-‎Pode me explicar aquilo? -O maxilar trincado quase não conseguia raciocinar direito.

-‎Não. Não posso.

-‎Preciso de ar...

-‎Sossega aí...

-‎Sai, ela está bem ali, na minha frente quase sendo beijada por meu irmão.

-‎Sem confusão... Dev...

-‎O que vocês dois tanto cochicham? -Ino perguntou curiosa.

-‎Nada... Apenas trabalho, eu estava lembrando ao Sasuke que temos de assinar os documentos, não é Gaara?

-‎Ahh sim claro... Vamos para a sala do treinador Sai. Vai ser mais tranquilo. Vamos Kö?

-‎Claro. -O assistente se levantou abotoando o botão do paletó. Conversou baixo com Hinata e Itachi e saiu acompanhando Gaara, Sasuke e Sai que já iam a frente. Assim que os três passaram pela porta e se viraram viram que Shinno vinha com Kö é logo atrás deles Hinata vinha de mãos dadas com Itachi.

-‎Acho que não vejo necessidade de você está aqui, Itachi. -Sasuke falou mas olhou para Hinata. Era uma indireta e das grandes e a cabeça de Sasuke ia explodir se Hinata não saísse de perto do seu irmão.

-‎Hinata me convidou irmãozinho... -Sorriu dissimulado.

-‎Com que direito chamou-o em algo que não é de sua alçada? É uma situação particular se retirem os dois. -Hinata queria quebrar a cabeça de Sasuke mil vezes no banco de ferro que ficava na sala, ele simplesmente estava sendo rude e ela ainda nem tinha feito nada.

-‎Ora Uchiha se acalme. -Pediu Gaara.

-‎É senhor Uchiha, eu pedi para ela vir e como Itachi é da Sharingan acho que ele tem direito de está aqui. -Kö falou educadamente.

-‎Sasuke venha, não crie caso é só uma assinatura e como Kö representa o Lírio ele deve ter direitos. -Sai o chamou enquanto ele o encarava com ódio no olhos.

-‎Espera, por que representar o Lírio? -Itachi perguntou. E Hinata sabia o que ele ia fazer, podia até adiar aquilo, mas Itachi se divertia sempre que havia esse nome no meio, e ela não conseguiria controlá-lo.

-‎Shino conseguiu fazer com que o Lírio aceitasse fazer o desenho da minha nova empresa. -Gaara falou orgulhoso.

-‎Isso eu percebi, o que eu não entendi...

-‎Você não tem que entender nada Itachi, não era nem para você está aqui. -Sasuke sentenciou.

-Pare de rosnar Uchiha... -Shino alertou de forma rude.

-‎O que eu vinha dizendo antes do meu irmãozinho interromper, primeiro, por que estão chamando de O Lírio, se é na verdade A Lírio?

-‎Bom nunca soubemos o gênero então...

-‎Claro Gaara, foi mais fácil aplicar a um homem o trabalho bem feito de uma mulher -Hinata falou séria.

-‎Não me leve a mal linda, não sou machista, eu só repeti o modo como me falavam. -Pegou na mão livre de Hinata de forma carinhosa passando o dedo polegar de leve sobre os dedos dela. O coração de Sasuke pulou uma batida.

-‎Sim e em segundo lugar por que precisam do representante da Lírio se ela está aqui? -Um minuto inteiro de silêncio e todos que não sabiam da informação viraram para Hinata de sorriso triunfante. Durante todo esse minuto Sasuke passou por vários estágios de pura agonia silenciosa. Primeiro seu grande amor estava ali bem na sua frente, mais linda do que nunca. Segundo teria que aguentar durante todo tempo de estadia dela homens a elogiando e a tocando e seu irmão era um deles. E em terceiro e mais agoniante de tudo, teria que trabalhar em um projeto onde estaria lado a lado com ela praticamente o tempo todo e de longe isso era demais para sua mente de apaixonado.


Notas Finais


Hora hora hora...O que temos aqui? O início da tortura do Uchiha apaixonado.
Espero todos no próximo.

ALERTA SPOILER

Sasuke que vai ouvir uma conversa nada boa e um encontro a vista...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...