1. Spirit Fanfics >
  2. Nunca me deixe (Dofia) >
  3. Cadê você?!

História Nunca me deixe (Dofia) - Capítulo 9


Escrita por: e PJT_Dofia


Notas do Autor


Oi espero que gostem e me desculpem pela demora, boa leitura ^^

Capítulo 9 - Cadê você?!


Fanfic / Fanfiction Nunca me deixe (Dofia) - Capítulo 9 - Cadê você?!

Flashback on:

Malévola estava se achando muito capaz e poderosa por finalmente ter pegado aquela maldita varinha da fada madrinha, ela ficava se achando por ter conseguido a varinha e ficava repetindo.

- " Sabia que era capaz disse que ia conseguir, foi mais fácil do que eu pensava, que garota burra, finalmente a minha vingança vai ser aplicada"

Mau sabia ela que comemorou sedo demais, ao pegar a varinha em sua mão e a apontar para o ceu com força nada aconteceu, ela rapidamente percebeu que tinham copiado a varinha e não pensou duas vezes ao dizer que ia se vingar de um jeito que atingissem todos.

- " Ai seus idiotas, vocês vão ver, não vai ficar assim, vocês vão se arrepender de ter me enganado, vou fazer vocês sofrerem de um jeito que atinja todos vocês, nem que seja por um dia".

Malévola ficou gritando de raiva e depois de um tempo pensou na vingança perfeita.

Flashback off:

Malévola não pensou muito, pois já eram 03:30 PM e sabia que se continuasse enrolando ia acabar perdendo a oportunidade. – Agora é sua vez querida Mal. - Disse Malévola em um tom baixo, mas que fez com que Mal acordasse.

Mal se levantou devagar, coçando levemente os olhos pois estava muito cansada, quando conseguio abrir os olhos deu de cara com sua mãe a Malévola, ela se assustou, mas Malévola não deu chance a ela, ao perceber que ela se levantou, rapidamente fez algo com Mal.

(...)

Após amanhecer...

– Ah que preguiça, hora de acordar Mal, já está tarde vamos, acorda fofa. - Evie se levanta devagar. – Mal cadê você? Evie ficou muito preuculpada na hora com Mal, mas sabia que era sedo demais para se preuculpar então pensou que obviamente ela teria acordado mais sedo, ou que ela saio pra dar uma volta antes de ir para escola, ou talvez ela tenha saído pra matar aula coisa que a filha da Malévola faria, certo? Nada para se preuculpar ou pelo menos era o que ela achava. Então Evie se levantou e foi escovar seus dentes. Quando ela acabou foi trocar de roupa colocando novamente um de seus vestidos azuis para ir estudar e quando chegar dos estudos colocar uma roupa diferente para ir inovando em vez de só usar vestido, pelo menos foi o que ela pensou.

Então Evie saio do quarto um pouco preuculpada com Mal por ela ainda não ter aparecido, e o que ela não sabia é que ela estava mais perto de Mal do que pensava. Veio muitos pensamentos ruins do que poderia ter acontecido com Mal, mas ela balançou a cabeça tentando afastar esses pensamentos, mas logo em seguida se assustou com um pequeno cachorro da raça feminina bem fofo e pequeno então ela abaixou ficando de joelhos e de frente para o pequeno cachorrinho.

– Oi cachorrinho, você me assustou, está perdido? - O cachorrinho pulou em sima de Evie colocando uma de suas patinhas pequenina em seu ombro. –Aí como você é fofo cachorrinho, me lembra da Mal, onde será que ela tá? eu tô preuculpada. - Evie fala em um tom meio para baixo. O cachorrinho parecia agitado como se quisesse dizer algo para a de azul, mas a de azul não sabia falar a língua dos cachorros então não podia entender ou compreender. – Vai começar a minha aula, preciso ir cachorrinho, tchau. - Evie levanta e caminha reto, mas ela não consegue ir muito longe porque o pequeno cachorro corre atrás dela parando na sua frente. – Eu preciso ir cachorrinho, se tiver notícias da Mal me avisa ta bom? - Diz Evie tentando ir para sala, mas é interrompida novamente pelo pequeno cachorro. – Tá bom, pode vir comigo. - Evie pega o cachorrinho na mão e vai para sala de aula.

Chegando lá ela entra e senta em uma das últimas cadeiras longe de todos para ninguém perceber que ela estava com um pequeno filhote. Evie tentava prestar atenção na aula, mas não conseguia parar de pensar em Mal ou em como ela poderia estar. O cachorrinho que estava na mão de Evie em baixo da mesa só ficava olhando para Evie tentando se comunicar, mas no momento Evie não estava escutando nada nem ninguém so estava pensando onde Mal poderia estar.

- Evie esta prestando atenção? - Evie?

- Digamos que ela não está na terra hoje fada madrinha.

- Verdade Carlos, mas cade a Mal?

- Pois é, também não sei.

- E você Jay?

- Também não faço ideia, mas quando acabar a aula eu e o Carlos vamos procurar saber o que está acontecendo com elas.

– Ok, agora voltando aos estudos.

A fada madrinha continuou a explicar a aula, mas Evie não estava escutando praticamente nada, ela só ficava fitando o chão pensando em muitas coisas, deixando a aula completamente de lado. Após duas horas se passar a fada madrinha encerrou a aula dizendo um" bons estudos para vocês a aula acaba por aqui".   Após a fada madrinha dizer essa pequena frase Jay e o filho da Cruela deu um pulo da cadeira indo em direção a filha da rainha má.

– Evie, você ta bem?

– Cara, eu acho que ela não tá na terra hoje viu  Carlos.

– Evie. - Carlos cutuca o ombro dela. – você tá bem? Pergunta Carlos novamente.

– Evie! Volta pra terra.

– A-ai que foi?

– Nada não Evie, você só passou duas horas fitando o chão.

– Relaxa Jay. – Aconteceu algo Evie?

– Uhum. - O pequeno cachorrinho pula no ombro de Evie. – A Mal sumio, acordei hoje de manhã e ela não estava no dormitório. - Evie alisa a cabeça do pequeno cachorro. – E também encontrei esse cachorrinho fofo, que me lembra da Mal. - Diz Evie pra baixo.

– Vamos te ajudar Evie, a Mal támbem é nossa amiga, mesmo que as vezes não pareça porque, vocês não se desgrudam, e acabam deixando eu e o Jay de lado, mas mesmo assim vamos te ajudar porque somos uma equipe e nunca vamos deixar ninguém de nós de lado.

– Aí, tocou minha alma cara.

– Mas é Verdade Jay, um de nós nunca vai ser esquecido ou deixando de lado. - O cachorrinho pula de sima de Evie para sima da mesa e em seguida pula em sima do filho da Cruela. – Aí que cachorrinho fofo.

– Verdade Carlos ele é muito fofo por isso me lembra da Mal. - Diz Evie ainda pra baixo.

– Pera tudo, talvez a Mal tenha desaparecido por calza da Malévola.

– Boa Jay, mas O que será que ela fez com a Mal?

– Não sei, também não sou adivinha né?!

– Aí grosso, você sabe de algo Evie?

– Olha eu não sei absolutamente de nada só sei que desde hoje que eu acordei nada de bom aconteceu ou algo que desse uma pista, a única coisa que apareceu foi esse cachorrinho fofo que tá no seu braço Carlos.

- Carlos alisa o pequeno cachorro. – Evie que horas ele apareceu?

– Hoje de manhã quando eu acordei ele tava na minha porta.

– Já sei!...


Notas Finais


Espero que tenham gostado novamente me desculpem pela demora do capítulo e até a próxima beijos ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...