História Nunca Seja Jeon Jungkook - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Colegial!au, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Jungkook!centric, Namjoon, Taehyung, Taekook, Taekook!brotp, Vkook, Vkook!brotp, Yoongi
Visualizações 52
Palavras 2.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa noite brasil, bom dia coreia
perdoem os erros ortográficos porque a minha beta Julieny (@Jayhoppe) vai arrumar tudinho e depois eu atualizo aqui ;)
assim né, eu até que gostei desse capitulo e ele teria sido bem melhor escrito se não fosse pelo fato de que acabou a energia e eu só recuperei metade do que tinha escrito k cries in paris
boa leitura <3

Capítulo 5 - Chantagem Emocional


Lidar com Kim Taehyung já era difícil e agora eu tinha o Jimin, apesar dos dois terem personalidades totalmente diferentes tinham ideias totalmente fora do comum, coisas que só eles são capazes de pensar. Eu nem sei exatamente como virei amigo do Jimin, só aconteceu, ele é um garoto muito legal, tirando a obsessão pelo Jungmyeon tá tudo certo.

Hoje por exemplo o Taehyung me mandou uma mensagem desesperado.

TaeTae: Jungkook do céu

TaeTae: você não vai acreditar

TaeTae: vou na sua casa hoje te contar

TaeTae: agorinha chego aí

Kim Taehyung é simplesmente uma pessoa que Deus enviou para testar minha paciência, sério! Sem lógica em pleno século XXI ele achar necessário vir aqui em casa me contar sendo que podia só ter mandando uma mensagem. As vezes ele me assusta com esses surtos, quando na verdade não aconteceu nada demais.

Escuto alguém batendo na janela do meu quarto, se for o Taehyung eu vou empurrá-lo de lá. Abro a janela, e sim era ele.

-A minha casa tem porta sabia?

-Sei sim ué. – responde ele enquanto entra dentro do meu quarto. – o Jimin disse que já está vindo.

-Espero que ele entre pela porta da frente.

-Eu gosto de entradas discretas. Olha só o Jimin me ligando... – diz enquanto tira o celular do bolso da jaqueta para atender a ligação. – Oi, Jimin? Você pode entrar pela janela, eu acabei de fazer isso... Porta? Claro que tem! Ah tá... certo, certo. Estamos esperando.

-Taehyung o que você quer?

-Você verá. Agora vamos descer, o Jimin deve estar chegando.

-Jungkoook! – escuto minha mãe gritar.

-Ou melhor, deve ter chegado.

-Que seja.

Começo a descer as escadas seguido por Taehyung e posso escutar minha mãe conversando com Jimin na sala.

-Esse meu filho é meio surdo sabe? Deve estar descendo. Aceita um café, uma água?

-Não, muito obrigado. – responde ele.

-Finalmente desceu né Jungkook! Oi Taehyung. – diz minha mãe. – espera um pouco...Taehyung?

-E aí tia!

-Quando foi que você entrou aqui?

-Agora mesmo, pela janela.

-Você poderia ter se machucado! Da próxima vez tome cuidado. Agora vou deixar vocês a sós e voltar para meu escritório, tchau meninos.

Todos respondem tchau e ela entra em seu escritório para seus afazeres.

-Vem Jimin, vamos para o quarto do Jungkook.

Nós subimos as escadas de volta, não importa a quanto tempo eu more nessa casa, subir e descer escadas continua sendo cansativo, talvez (com certeza) seja o sedentarismo.

-Você entra aqui pela janela e minha mãe só fica preocupada caso você se machuque, MAS VOCÊ ENTROU PELA JANELA! -digo me jogando em minha cama.

-Jungkook por Deus, é só uma janela. -fala apontando para a janela e logo depois se jogando em minha cama também sendo acompanhado por Jimin.

-Jimin você está calado, mas sério, nunca faça isso!

-Pode ficar tranquilo, eu sei para que servem portas, diferente de outras pessoas aí né? – Jimin diz se virando e piscando para mim.

-Ei! Então é isso? Um complô contra mim por ter entrado pela janela?!

-O que vocês iam dizer?

-Sobre isso... deixa eu me sentar. – e se senta na beirada da cama. – o Imagine Dragons vai vir fazer um show em Seul daqui a 3 semanas.

-Ah Taehyung você fez esse suspense todo pra isso... ESPERA AÍ O IMAGINE DRAGONS? AQUI EM SEUL EM TRÊS SEMANAS? – e começo a rir, Imagine Dragons na Coréia? É irreal, shows de turnês nunca são assim em cima da hora, ainda mais do outro lado do mundo que é onde estamos em relação à onde eles moram.

-É sério cara! Mostra pra ele Jimin! – Taehyung diz enquanto Jimin esfrega em meu rosto uma reportagem online sobre.

De surpresa Imagine Dragons finalmente vem a Coréia após 5 anos para 2 shows da nova turnê.

A banda Imagine Dragons ganhou notório reconhecimento mundial por conta de canções de sucesso como “Radioactive” e “Believer”, finalmente retornam a Coréia após 5 anos para 2 shows da “Evolve Tour” que até o momento já passou por mais de 17 países. Os shows são uma surpresa para o fandom coreano que sequer esperava por esse anúncio. Confira abaixo mais informações.

-Isso não pode ser verdade! Como eu não vi isso?

-Jungkook nem em redes sociais você mexe, subiram até tag para eles no twitter por causa disso.

-Você devia criar uma conta no twitter Jeon, ia ficar por dentro de todas as notícias! Enfim, eu tava falando com a Tae na DM e a gente pensou que ver Imagine Dragons ao vivo é uma oportunidade única e que a gente deveria ir.

-Hm... bom show para vocês?

-Meu Deus você é sonso? – Taehyung fala enquanto bate em minha perna. – Você tem que ir também! Foi você que me apresentou a banda, tem 5 anos que eles não vêm aqui Jungkook! 5 anos!

-Eu? – começo a rir de novo. – Eu nunca fui em nenhum show, é óbvio que meus pais não vão me deixar ir! E outra, eu não tenho dinheiro.

-A gente sabe que você tem um porquinho escrito “ID tour” Jeon. – diz Jimin entregando meu “segredo”.

-Como vocês descobriram isso?

-A gente viu no seu guarda roupa, lá deve ter pelo menos o dinheiro do ingresso, e olha é só disso que você precisa!

-Por que vocês estavam mexendo no meu guarda roupa?

-Por mexer mesmo, mas essa parte nem é relevante. Viu Jimin, como ele muda de assunto do nada?

-Vi sim, ele não consegue focar em algo só.

-Eu tô aqui sabia?

-Sabe Jeon o único e pequeno problema é que somos menores de idade.

-Esse é o problema Taehyung? Isso é fácil, só fazer carteiras de identidade falsas e irmos com o carro do pai do Jimin até o local do show.

-Jungkook que ideia GENIAL!

Eu jogo uma almofada na cara dele. Eu pareço estar rodeado de amigos sem noção e que não entendem ironias.

-Ai!

-Sabemos que você está brincando Jungkook. – diz Jimin enquanto pega outra almofada e joga no Taehyung.

-Vai ter troco! – ele pega as duas almofadas que o acertou e joga com toda sua força em mim e no Jimin que continuávamos deitados na cama, sorte não ter doido. – Jimin, fala pra ele nossa solução para o único e pequeno problema.

-Então Jeon nosso “único e pequeno problema” será resolvido se você pedir seu irmão pra levar a gente.

-Repete.

-seu irmão levar a gente.

-Repete por favor, sério.

-Seu irmão. Levar a gente no show do Imagine Dragons.

Começo a rir de novo porque eu estou começando a repensar nas pessoas de quem sou amigo, as vezes eles me dizem coisas absurdas e a ideia de que o Jungmyeon leve a gente é a pior de todas, não consigo nem ficar surpreso é só que é muitíssimo esquisito por parte deles me fazerem esse pedido.

-Jungkook é sério.

-Sério Taehyung? Onde essa ideia de vocês pode ser séria?!

-É a única opção.

-Única... e o seu irmão mais velho Jimin?

-Ele vai viajar pra resolver umas coisas em Busan no dia do show, tentei convencê-lo, mas ele disse que é uma coisa importante e não pode faltar.

-Eu não posso gente.

-Por que não?

-Eu gosto de pedir coisas a poucas pessoas e o Jungmyeon não está na lista de quem eu devo contar quando preciso.

-Ele é seu irmão, se esforce pelo menos.

-Não vai rolar. – Digo colocando minhas mãos atrás da cabeça.

Jimin se virou e afundou a cabeça no travesseiro enquanto Taehyung me encarava balançando a cabeça de forma que não aprovava minha decisão. Eu olho para o Jimin que continua com a cabeça afundada no travesseiro e para Taehyung que decidiu se sentar no chão ao lado da cama, parece que terei de me sacrificar pelo menos essa vez pela felicidade dos meus amigos.

-Tudo bem, eu falo com ele. – Jimin tira o travesseiro do rosto e sorri enquanto Taehyung começa a me aplaudir.

-Eu te disse Jimin, um pouco de chantagem emocional e daria certo.

Jimin se levanta e vai até Taehyung comemorando com um high five e depois os dois se levantam e se jogam em cima de mim me abraçando, sinto que estou sendo esmagado, mas eu até que gosto de abraços.

-Tá bom, tá bom. Agora saiam de cima de mim. Eu vou falar com ele quando ele chegar em casa.

-Ele já chegou, na verdade foi ele quem abriu a porta pra mim e depois sua mãe veio me receber.

-Amanhã eu falo então.

Eles se entreolham, se levantam e começam a puxar meus braços para que eu fique de pé.

-Vai falar com ele agora. – falam em coro enquanto me expulsam para fora do quarto, e logo a cena amorosa de abraço entre amigos se torna algo violento pois eles estão estapeando minhas costas me levando até o quarto do meu irmão.

Eles então voltam correndo pro meu quarto e ficam me olhando da porta fazendo sinal para que eu batesse na porta, engulo seco e olho para eles, que agora fazem joinha, e entram para dentro.

-A porta tá aberta Jungkook! – o escuto gritando de dentro do seu quarto.

-Ah, oi...? Como sabia que era eu?

-Desde quando nossos pais batem na porta? – ele nem sequer me olha e continua sentado concentrando em digitar algo em seu computador. – Fala o que você quer piralho, tô um pouco ocupado.

Meu irmão é muito estereótipo de irmão mais velho que chama os outros de pirralho e nomes no diminutivo. Péssimo.

-Então... – digo me sentado na sua cama. – Eu quero que você vá comigo e com meus amigos no show do Imagine Dragons.

Dessa vez ele se virou e começou a me encarar, e logo disse:

-A banda que eu te apresentei aquela vez e que você fica ouvindo o dia todo? Sem chance.

-Bom, eu tentei né.

-5 anos sem vir aqui, uma pena que você vai perder... o outro show deles foi muito bom aliás.

-Você foi com a nossa irmã.

-Fui... mas e se eu hipoteticamente pensar em te levar, o que ganho em troca?

-Deixa de ser interesseiro.

-Então tá bom, é você que quer ir no show não eu né. – e voltou para o computador. – Vamos negociar.

-1 mês indo naquela padaria lá pra você.

-2 meses.

-1 mês.

-1 mês e 3 semanas.

-1 mês e 2 semanas.

-3 semanas.

-Isso são quase 2 meses, deixa de ser preguiçoso.

-1 mês e 3 semanas, é pegar ou largar.

-1 mês e 2 semanas.

-Jungkook eu disse 3.

-Está bem, está bem. – digo fingindo rendição.

-E sempre que meu pai pedir pra que eu lave a garagem você vai se oferecer para lavar no meu lugar.

-O quê? Por quanto tempo isso?

-Até o final do ano.

-Você é cruel.

-Tá bom, agora me dê licença, eu estou ocupado.

Me levanto e saio do quarto.

-Fecha a porta.

Preguiçoso.

Vou até o meu quarto e encontro um Taehyung vendo gameplays de lol no meu computador e um Jimin deitado no puff lendo mangás. Quando entro eles param o que estão fazendo e me encaram.

-E então? – Jimin pergunta.

-Ele disse que vai com a gente.

Eles começam a pular e gritar, meu pai que estava passando no corredor na mesmo hora olha para os dois e começa a rir, mas logo volta ao que seja lá o que estava fazendo.

-Mas tem um preço, vocês vão ter que lavar a garagem daqui de casa sempre que meu pai pedir ele pra fazer isso.

-E isso vai ser por quanto tempo? -Jimin me encara.

-Até o final do ano.

-Duvido que ele tenha dito isso. – Taehyung fala. – ele provavelmente falou pra você fazer isso.

-É isso mesmo, mas vocês querem ir no show né? Esse é o meu preço.

-Espere aí, deixa eu ver se entendi. – Jimin diz um pouco confuso. – Você quer que a gente lave a garagem pra você, seu irmão quer que você lave e seu pai pediu seu irmão pra fazer isso.

-É.

-Você é tão cruel.

Cruel ou não esse era o meu preço. Agora eu tenho 3 longas semanas que me deixaram ansioso pelo show. Espero que Jungmyeon cumpra com sua palavra.

Nunca seja um amigo que se deixa levar pela chantagem emocional de seus amigos. Nunca seja Jeon Jungkook.

 


Notas Finais


Julieny se você está lendo isso eles são fãs do Imagine Dragons porque eu não consegui pensar em nenhuma outra banda ou talvez eu fiz isso por você. Fica a dúvida k
Para criticas ou elogios : @ toshixnori {twitter}
Beijinhos e até mais ✿●‿●✿


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...