1. Spirit Fanfics >
  2. .nunca tivemos e nunca teremos >
  3. .unique

História .nunca tivemos e nunca teremos - Capítulo 1


Escrita por: , magell e t-faela


Notas do Autor


⸙͎۪۫↷antes de tudo, queria deixar claro que essa história foi escrita por mim em meio à um surto, como uma carta de despedida para uma amiga. Hoje esses sentimentos não me acompanham mais, e acredito que a melhor forma de me livrar completamente deles é transformando em algo diferente. É isto, tenham uma boa leitura<3

Capítulo 1 - .unique


Ainda era madrugada em Konoha quando um certo moreno sentava-se na varanda de sua casa, o ar gélido fazendo o ar fluir até os pulmões e bagunçar seus cabelos com a brisa. A lua brilhava no céu, solitária e longe de qualquer mínima estrela reluzente, o sol já lutando para ocupar seu posto como rei do espaço. Mas o olhar do homem não fixava-se no belo céu, pelo contrário - olhava para baixo, para seu colo, onde um caderno surrado estava aberto.


A tinta negra de sua caneta borrava as bordas brancas do papel, uma mera linha escura e trêmula resultante das mãos agitadas. Se um qualquer com olhar apurado observasse bem, veria as lágrimas quase imperceptíveis em seus olhos esbugalhados e a tensão em seu maxilar definido. Mas não havia ninguém ali, nem para observá-lo e muito menos para ampará-lo.


E então, Sasuke Uchiha finalmente encheu o quebrado coração de coragem e pôs-se a escrever para um certo alguém. Alguém especial, alguém que mudara sua vida. Alguém que ele não merecia.


"Nós não temos nada. Nunca tivemos, e nunca teremos.


E foi nessa madrugada que eu percebi o quanto você merecia alguém melhor do que eu. Alguém que lhe dê valor, alguém que cuide de você, alguém que possa retribuir seus sentimentos.


Alguém que possa dizer "eu te amo" de volta sem parecer uma marionete.


Eu realmente queria poder me afogar em seu mar de emoções, sentir o amor contigo - e não me importaria de também sentir a tristeza. Mas eu não sei nadar, e não tenho certeza de que algum dia irei aprender.


Quero que você seja livre. Desejo que encontre alguém para comer ramén com você e realmente gostar daquela porcaria, ou alguém que ria genuinamente de suas piadas terminadas com "dattebayo!" e lembre-se de tudo o que você diz.


Quero que seja valorizado.


E eu, infelizmente, ainda não aprendi a lidar com pessoas maravilhosas como você. Sou apenas uma mancha escura e seca na pintura colorida que você é, aquela que estraga sua obra. Aquela que te entristece todos os dias.


Você tem uma vida inteira pela frente, e eu queria poder me imaginar nela. Mas não quero ver você sofrer, principalmente pelas minhas próprias mãos. Lembra-se de nossas promessas sobre nos mudarmos para o distrito Uchiha e criarmos o Menma, nosso Menma, aqui? Sinto muito, Naruto, mas eu não sou um homem que cumpre suas promessas."


Com pesar, o moreno fechou os olhos e cerrou os punhos. O coração lentamente ia perdendo o ritmo frenético e o vento cortante arrepiava os pelos expostos, deixando uma sensação fria para trás. E levantando-se, Sasuke lentamente desceu as escadas ainda carregando sua carta, tremendo pelo frio. Um último suspiro deixou seus lábios quando alcançou a porta fechada do Uzumaki, onde altos roncos podiam ser ouvidos, e passou o pequeno pedaço de papel por sua fresta. Sorriu dolorosamente, o peito se afundando em mágoa, enquanto caminhou para fora do complexo e deixou-se novamente ser agraciado pelo vento cortante da madrugada. 


Notas Finais


⸙͎۪۫↷sim eu odiei essa capa sebosa e juro que vou trocar ela logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...