1. Spirit Fanfics >
  2. O 3 Éteres e o reino de Abadham >
  3. Capítulo I

História O 3 Éteres e o reino de Abadham - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Esta historia é dedicada as pessoas que em algum momento de suas vidas se sentiram deslocadas e não pertencentes a este mundo. As quais algum dia sonharam e divagaram criando em suas mentes um mundo próprio e conveniente para si.

Capítulo 1 - Capítulo I


É bem provável que em algum momento da sua vida você ja se sentiu triste e por um momento só quis desaparecer...mas talvez não se tratasse de desaparecer com o seu corpo físico e sim com a dor que afligia seu coração.

Esta história se passa em um mundo diferente do que somos acostumados, nele não há dor, maldade, rancor ou qualquer que seja os sentimentos ruins que nós conhecemos e que lidamos no nosso dia a dia. Este mundo chama-se "Abadham"

Um lugar parecido com a Terra, muito lindo, feliz e hamornioso. Tomado por florestas, cachoeiras, desertos tao quentes que dão a impressão de viver a apenas 100 km do Sol que conhecemos.

As florestas de Abadham são habitadas pelo povo "Kaloniano" que habitam as matas de "Kalan". São os seres que mais se assemelham a nós humanos, exceto que todo kaloniano possuem cabelos cinzas, como o da floresta.

Vamos imaginar que viajamos pelos ares com nossas asas da imaginação e que ao adentrarmos essas matas,podemos sentir a mais imensa paz ja sentida em nossos corações. É assim que os Kalonianos se sentem!

Mas por alguma razão, um integrante da gigante floresta cinza sentia seu coração despedaçar. O que era aquilo? Perguntava-se ryan que não entendia o que era aquela sensação estranha do coração naufragando em um oceano solitário. Podemos nos perguntar. Como assim este kaloniano se sente triste? Abadham não é o mundo "feliz e sem maldade"?

Então, caro leitor, descobriremos qual a razão do vento da felicidade não soprar aos arredores de ryan.

As árvores da gigante cinzenta guardam o passado, elas contam ao povo cinza a guerra antes trazida ali para que a paz pudesse reinar sobre todos. Em Abadham a unidade de "anos" é dita como "trines". As guardiãs do passado contam que a muito trines atrás, o povo kaloniano, o povo das florestas, o povo niti, das águas e o povo bhumi do deserto eram apenas um grande e extenso reino onde um integrante de cada povo reinava sobre todos. Estes integrantes eram chamados de " os três Éteres" estes senhores mantiam um coração muito bondoso e altruísta, os 3 Éteres nunca criavam discussões as quais não pudessem resolver. Sempre pensavam no seu povo.

Certo dia, Teloni, um nitiano apaixonou-se por uma Bhumi, Galadis, a mais doce mulher do povo do deserto. As árvores contam que ela tinham olhos de uma víbora, que irônico.

Kanoni, um kaloniano amava Galadis desde a adolescência, quando riam e passavam um tempo caminhand9 pelas florestas cinzentas. Quando Kanoni ouviu a notícia que se espalhava pelos 3 reinos de que Teloni e Galadis se uniriam, seu coração naufragara, já nao via mais a magia da felicidade que reinava sobre os 3 reinos. Pensou apenas em vingança. Ele tentou até que por um momento deixar de lado este sentimento, mas ja era tarde. Galadis era para uma joia, um nascer do Sol, a bondade mais forte dentro de kanoni.

Na noite do casamento, todos dos 3 reinos foram convidados para um banquete na companhia dos 3 Éteres, e é claro que em poucas horas muitos fizeram-se presentes, exceto por Kanoni.

Após o banquete, os convidados foram saindo pouco a pouco e de repente um silêncio fez com Que a esfera estremecesse. A noiva havia sumido! A notícia espalhou-se muito rapido, todos do reino podiam conectar suas mentes entre si e assim a catástrofe expandiu-se. Teria Galadis abandonado o seu noivo?

 Kanoni também não esteve presente no banquete, mas a verdade é que o nitiano sequestrou a bhumi e a levou para a cachoeira mais longe e violenta possivel.

Quando finalmente olhara para Galadis, caiu em lágrimas.

-Ora, minha jóia,por que me abandonaste? Guardei meu amor somente para ti, para que algum dia guardaste o teu também para mim

A bhumi, espantada e ainda confusa, disse:

-Ora, não pensaste alguma vez que eu talvez não pudesse retribuir os teus sentimentos? Sou grata pelas caminhadas e risos que demos juntos pela grande cinzenta, mas agora, tantos trines depois, meu coração pertence a Teloni.

Ao ouvir isso, o nitiano sentiu-se sem chão, despedaçado, mas agora não havia tempo para pensar nisto. Teloni  batia bruscamente na porta da cabana atrás da cachoeira, onde kanoni e Galadis estavam.

De repente uma grande onda começara se formar no círculo das cachoeiras... O que estaria por vir? Seria apenas algo inusitado? Ou seria isso a demonstração do poder, rancor e angústia de Kanoni?


Notas Finais


Estou ainda criando esta história, nao sei bem como direciona-la ainda, mas espero deixá-los imersos e curiosos no mundo de Abadham


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...