História O 4 Super Poderoso - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Terríveis Aventuras De Billy e Mandy, Avatar: A Lenda de Korra, Ben 10, Danny Phantom, Demashitaa! PowerPuff Girls Z, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Invader Zim, Megas XLR, Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls), O Incrível Hulk, O Laboratório De Dexter, Samurai Jack, Star vs. as Forças do Mal, Steven Universe, Witch, X-Men
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bolin, Docinho, Dr. Bruce Banner (Hulk), Durão, Explosão, Florzinha, Fortão, Fuzzy Confusão, James "Logan" Howlett (Wolverine), Lindinha, Peter Parker, Princesa MaisGrana, Sedusa, Senhorita Bellow, Senhorita Keane, Steven Quartzo Universo, Toffee
Tags Crossover, Novo Integrante, Ppg Adultas, Universos
Visualizações 49
Palavras 1.579
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Mais um capítulo de O 4º Super Poderoso! Espero que estejam gostando e um obrigado especial para Rae_Gar01 por ter comentado sobre minha fanfic na dela chamda: Nosso Motivo, recomendo a verem porque para além de ter o casal dos Blues, também é muito bem escrita e um enredo muito bacana... mas é isso, boa leitura!:

Capítulo 10 - Capítulo 9 - Uma Surpresa Nunca Vem Só...


A noite desaparecera com o resplendor do dia… Buttercup, ao notar os raios de luz, percebeu que teria de acordar… mas que diferença faria mais duas ou três horas? A morena se moveu para o lado, tentando buscar Black para usar como travesseiro vivo, porém, reparou que ele não estava… como assim? Ele tinha estado com ela desde de que adormeceu… onde ele se meteu? Essas eram as perguntas de Buttercup e ela queria uma resposta, por isso se levantara, mesmo nem colocando o sutiã e foi até o quarto de Bubbles encontrando a loira a se vestir…

Buttercup-Bubbles… onde está o Black?

Bubbles-Como assim? Não tava contigo?

Buttercup-Sim, mas ele sumiu…

Bubbles-Hmmm… deve estar com a Blossom… afinal, eu iria se tivesse de suportar o seu odor corporal…

Disse, com um sorriso de deboche no rosto, que Buttercup não gostou nada…

Buttercup-Queres dizer que eu cheiro mal?!

Bubbles-Só acho que deverias cheirar um pouco melhor, se não ninguém vai querer ficar perto de ti…

Buttercup-Pff, também quem disse que eu quero que estejam perto de mim?! Eu quero é ficar na minha e não ser incomodada por esses comentários escrotos…

Bubbles-Vá lá… estava só de bobeira…

Bubbles sempre foi a mais querida e amável das 3, porém, Buttercup sabia que, quando queria, a irmã podia muito bem mandar algumas indiretas e até mesmo diretas…

Buttercup-Que seja… huh?

Logo em seguida, a porta do quarto da ruiva se abrira e de lá saíra a dona do quarto… com o rosto angelical e sem nenhuma olheira, parecia que tinha dormido nas nuvens…

Buttercup-Olha só como tá a nossa querida doutora… parece que dormiu com os anjos…

Blossom-He, que gracinha…

Buttercup-Mas acho que não seja muito difícil, com um travesseiro tão fofinho…

Blossom-Desculpa? Acho que não entendi…

Buttercup-Tu sabes, o garoto, usando ele como travesseiro, qualquer um dorme bem…

Blossom-Ahhh… Buttercup… você bebeu? O Black não dormiu comigo não…

Ao ouvir isso, um aperto veio no coração da morena… ela olhou, nervosa, para a loira que também estava na mesma situação, ambas perceberam o que isso significava… só Blossom que ainda tava um pouco lenta para compreender, já que pensava que Black tinha dormido com Bubbles, mas ao ver a cara das duas irmãs ela percebeu que ele não tinha dormido com nenhuma das duas… na verdade… ele não tinha dormido com nenhuma…

Um silêncio absurdo cobriu toda aquela casa… parecia que qualquer som, qualquer ação, ou movimento podia desencadear um colapso, nenhuma falou nada… nenhuma queria acreditar no que acontecera… mas foi impossível negar quando Buttercup ouviu um ranger de alguma coisa e viu que a porta principal estava meio aberta…

Minutos depois… foi uma catástrofe… Blossom ligava para tudo e todos que conhecia, perguntando e pedindo ajuda… Buttercup decidiu ir procurar o garoto sozinha, mesmo estando tão nervosa quanto a ruiva… mas, mesmo assim, nenhuma delas estava tão nervosa quanto Bubbles, que chorava agarrada a uma das camisolas que ela mesma tinha comprado para Black…

Bubbles-Isso não está a acontecer… isso não está a acontecer…

Murmurava para si mesma, querendo que tudo aquilo se desvanecesse e mostrasse que era só um sonho, mas não era… aquilo era a realidade…

Blossom-Bubbles! Por favor! Acalma-te!

Gritou, quase se derramando em lágrimas como a irmã, mas sabia que tinha de manter a atitude e firmeza para que a loira não entrasse num desespero ainda maior… Blossom voltou ao celular e no outro lado estava Bellow…

Blossom-Desculpe…

Bellow-Não faz mal querida, é bom que acalme sua irmã nesse momento difícil… mas, eu não sabia que vocês tinham um novo membro na família…

Blossom-É… com tudo o que aconteceu esquecemos de contar… mas acha que pode nos ajudar a achar? Não acho que a Bubbles vá aguentar até amanha sem saber noticias… e que sejam boas pelo menos…

Bellow-Não se preocupe querida, eu mandei o alerta, para além de ter conseguido convencer o Fuzzy Confusão a ajudar, se alguém vir o Black, irão logo comunicar…

Blossom-Muito obrigada senhorita Bellow…

Assim que desligou e colocou o celular na mesa, Blossom foi até sua irmãzinha e a abraçou… elas tinham mal superado uma tragédia… não podiam passar por outra… de repente, com a potência de um foguete, a porta se abre, acabando por se partir e, quando a ruiva vai a ver, era a morena, com os olhos vermelhos de choro, ela estava com uma face frustrada e foi até o sofá, no lado oposto a Blossom para abraçar a loira que não parava de chorar nem um segundo…

Enquanto isso, na antiga vizinhança das Super Poderosas… um jovem de cabelos castanhos, boné azul e vermelho, camisa branca e calças negras, brincava com sua bola no quintal de sua casa ele chutava alegremente a bola que lhe fora dada por sua mãe no aniversário, porém, sem querer ele chutou com muita força e a bola foi parar na outra casa…

-Aghhhh… m-mamãe!

Chamou, fazendo a mesma sair de casa… ela, como o filho, possuía olhos azuis claro, cabelos castanhos, só que essa estava usando avental e tinha uma colher de madeira na mão…

-Que foi Romeu?

Romeu-M-minha bola foi para o gramado do vizinho…

Disse, já querendo chorar pensando que a mãe ficaria brava… mas logo ele sentiu uma mão parar na sua cabeça e acariciar os seus cabelos…

-Vá lá… não fiques assim… a mãe não está brava… na verdade, nem tens com o que te preocupar, ninguém vive mais nessa casa…

Após falar isso, a mãe se levantou e olhou para a casa com 3 janelas redondas e enormes de onde saíam 3 garotinhas perfeitas que lutavam contra o mal… ela bem se lembrava delas… afinal… tinham sido amigas…

-Podes ir buscar a bola sem problemas…

O filho limpou as lágrimas iminentes e foi correndo para o outro gramado, a mãe, ainda pensativa e se lembrando dos velhos tempos olhava a casa com alguma tristeza e felicidade ao mesmo tempo… queria tanto saber sobre essas meninas, como estão, o que estão fazendo…? Mas o tempo já lá vai… ela se virou para entrar, novamente, em casa, porém logo ouviu seu filho voltando e com a bola…

Romeu-Mamãe! Mamãe! Tem alguém naquela casa!

-O quê?! Quem?!

Romeu-Um garoto, talvez da minha idade, ele está parado na calçada olhando para a casa…

Ao ouvir isso, a mulher correu para ver quem era e se surpreendeu… o garoto que seu filho tinha falado parecia tanto com as meninas que viveram um dia naquela casa, porém, com roupas, olhos, cabelo e tudo negro…

-Ei garotinho… o que você faz aqui na rua?

Perguntou, se aproximando e abaixando para ficar na altura do garoto… ele olhou para ela, confuso e depois olhou para o lugar em si… parecia que tinha agora acordado de algum sonho… ele olhou para a mulher e a abraçou, como se estivesse com medo…

-Pronto, pronto… vá, vem para minha casa…

Disse, pegando na mão do garoto negro e o levando para casa, junto de seu filho que estava tentando animar o outro menino…

Já na casa das Super Poderosas, o ambiente estava muito ruim… Blossom tinha parado de ligar e Buttercup estava bebendo um chá, já Bubbles continuava agarrada à camisola, quase sem a largar por um momento… porém, assim que o celular de Blossom toca, Bubbles o agarra e atende…

Bubbles-ALÔ?!

-Ahhh… alô? Estou a falar com quem?

Bubbles-B-Bubbles Utonium…

-Bubbles?! Haha! Bem devia ter desconfiado com essa voz! Sou eu! A Robin! Eramos vizinhas!

Bubbles-Pois é… eu me lembro de você… é pena teres ligado num momento tão ruim, Robin…

Robin-Na verdade, acho que liguei na hora certa… por acaso estão procurando um garoto de cabelo negro, camisa negra com uma listra branca, calções negros e botas da mesma cor para combinar?

Bubbles-SABES ONDE O BLACK ESTÁ?!?!

Robin-Então é esse o nome dele? Sim, sei, ele está aqui em casa comigo e com o meu filho, estão brincando na sala… podem vir o buscar…

Bubbles-Obrigada Robin! Hoje foste mesmo a nossa heroína!

Robin-Ah, para…

Bubbles desligou e nem deu tempo de suas irmãs perguntarem, já foi na velocidade na luz na direção de seu antigo bairro, mas, para terem certeza que a irmã não faria nenhuma loucura, foram com ela… ao chegarem no bairro, elas viram sua antiga casa e a casa de Robin… ambas continuavam as mesmas de antes…

A loira bateu à porta e foi recebida com um abraço de Robin…

Robin-Que saudades!

Bubbles-Também tive saudades suas… onde está o Black?

Robin-Ali mesmo…

Disse, apontando para o garoto que estava brincando com outro de boné… Bubbles foi até ele e o pegou no colo, abraçando o mesmo enquanto chorava no ombro do mesmo…

Blossom-Robin! Quanto tempo!

Buttercup-Encontraste o Black! Onde ele estava?

Robin-Estava na antiga casa de vocês, olhando para ela, sei lá quanto tempo…

Buttercup-Que estranho…

As irmãs logo se juntaram ao abraço de Bubbles e Black, quase chorando ao terem o seu querido irmãozinho de volta… após falarem um pouco com Robin para saber como as coisas estavam, elas voltaram para casa e foram jantar… todas bem mais felizes por terem Black de volta… porém, o mesmo não tocou na comida… o que se passava?

Bubbles-Não tens fome Blacky? Até fiz o teu prato favorito, omelete de queijo e presunto…

O garoto olhou para a omelete, mas não tocou nela, na verdade, a afastou e olhou para as irmãs, que comiam bem tranquilamente… mas essa tranquilidade acabaria quando Black abriu a boca e…

Black-Não estou com fome…

Continua…


Notas Finais


E aí? O que acharam? Comentem porque ajuda muito e me dá incentivo para continuar essa fanfic, até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...