História 3 - O Abismo Chama - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Heróis Do Olimpo, O Abismo Chama, Percy Jackson
Visualizações 7
Palavras 803
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 9 - BEA


 Os dias seguintes foram de total desconforto, os campistas - mesmo os que não estavam presentes na fogueira - me olhavam de forma diferente, não sei se foi porque não os escolhi ou se foi por não acharem que conseguiremos. 

 Minhas escolhas foram baseadas em pontos fortes e fracos de cada um de nós e não me arrependo de ter feito essas escolhas. 

 Faltam dois dias para irmos em missão, e nesse momento eu só quero descansar para por meus pensamentos em ordem. 

 - Bea?  

Me viro no momento em que vejo Amanda atrás de mim. 

 - Ah, oi Amanda, tudo bem? - Pergunto cordialmente. 

 - Não precisa me chamar pelo nome, somos amigas certo? - Ela sorri. 

 Amanda é filha de Apolo e é uma boa pessoa. Não somos tão próximas mas sim, posso chama-la de amiga. 

 Ela usa a blusa do acampamento com um short jeans azul claro e curto e um cinto com facas de arremesso. Seus olhos são castanhos assim como seu cabelo que está preso em um coque frouxo. 

 - Tem razão, desculpe Mands. - me corrijo. 

 - Eu... queria saber como foi a tal missão pela lança do terror. 

 Sinto uma pequena pontada no peito. Não é arrependimento se é o que está pensando, mas é que eu agi tão sem pensar nessa missão, sem estratégias... creio que isso foi o que acabou levando o Alex. A falta de atenção aos detalhes. Porque querendo ou não, nós fizemos tudo que eles queriam, entramos na cova do leão de bom grado e agora, estamos sofrendo as consequências. 

 Conto a Mands e ela fica seria a cada palavra. Ela e Alex são amigos também, mas creio que ela não está tão preocupada. 

 - Ele é forte, não vai cair facilmente. - ela disse por fim.  

 - Disso eu já sei mas... como consegue ficar tão calma? 

 Ela pensou um pouco e depois com um sorriso singelo, disse: 

 - Uma vez, na época em que perdi a Vic, Alex me disse para sofrer por ela, mas no final eu deveria superar, pois os mortos não precisam que lamentem por eles. Os mortos precisam de aceitação... 

 - E como isso faz você ficar mais calma? - Pergunto meio perdida. 

 - Isso porque os vivos não precisam tanto de aceitação. - Ela me olha ainda sorridente. - Eles precisam que os outros confiem e tenham esperanças neles. 

 Aquilo não fazia muito sentido, mas Alex nunca fez sentido mesmo. 

 - Está preocupada com a profecia não é? - continua a semideusa agora prendendo uma mecha de cabelo atrás da orelha por causa de uma brisa. 

 - Sim. - Concordo.  

 - Sabe, Skye conheceu o primeiro mascarado, é estranho eles esperarem tanto tempo para agirem, me pergunto o por que disso. - Ela encara o céu, e seus cabelos se soltam do coque e caem pesadamente por seus ombros. 

 Desde que perdeu sua namorada Mands anda mais calma e observadora. Quando Vic morreu a filha de Apolo vivia pelos cantos remoendo, isso mudou ela, mas acho que enfim superou. 

 Mas foi graças a essa semideusa que uma luz acendeu na minha cabeça, algo que eu não devia ter esquecido tão facilmente. Algo que pode ser uma informação importante ou não... mas não custa arriscar. 

- Mands, você é incrível! - Digo e abraço ela forte. 

 - Ah... ei, calma o que eu fiz? - Ela diz surpresa. 

 - Depois eu conto, tenho que encontrar a Skye. - Digo me afastando. 

 Saio correndo e desço a colina rapidamente em direção ao chalé de Eros em busca de uma informação importante ou não. 

 

Bato a porta e ela não demora a ser aberta. Skye estava com cara de acabada, seus cabelos desgrenhados e seus ombros curvados. Pequenas olheiras indicavam que ela não dormia direito. 

 - Bea? Olá... 

 - Oi, tá tudo bem? - Pergunto. 

 - Sim, quer dizer, não - ela ri cansada. - Noah não dorme direito, e Sebastian ainda não veio buscar ele. - Sebastian é o filho de Ares pai do filho de Skye. 

 - Entendo... posso entrar?  

 Pergunto e logo me adianto, mas Skye me interrompe e me empurra para trás e fazendo sinal para ficar silenciosa. 

 - Noah conseguiu dormir um pouquinho agora então, melhor não perturbar o diabinho. 

 Rimos um pouco sem causar barulho. Puxo ela um pouco distante do chalé para conversamos. 

 - Preciso que me conte tudo que aconteceu naquela missão, principalmente o objetivo do tal cara com a máscara branca. 

 Skye me olha contraindo o rosto em uma interrogatória digna de pena.  

 - Tudo bem... mas saiba que as coisas não foram boas na Espanha... 

 - Espanha? Que legal... Me desculpe. - Pigarreio. - Conte, por favor. 

 E assim com um suspiro que fez suas costas se curvarem mais, ela conta tudo com os mais ricos detalhes. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...