História O Acaso Do Nosso Encontro - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Hentai, Lemon, Yaoi
Visualizações 14
Palavras 1.389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 29 - Véspera de Natal


Fanfic / Fanfiction O Acaso Do Nosso Encontro - Capítulo 29 - Véspera de Natal

«Domingo – 25 de Dezembro»

Enquanto isso, na casa da família Blanchard...

— Deixa eu dormir só mais um pouco Dan — Fala Dean desnorteado por acordar tão de repente e cedo por Dan.

— Sua mãe vai te matar se você não descer pra ajudar todos nós — Fala Dan girando descontroladamente os ombros de Dean para fazê-lo “acordar” do seu sono.

— Ajudar vocês no quê aliás? — Pergunta Dean quase que completamente descoberto por conta dos movimentos repetitivos de Dan.

— Para fazer a “seia” de natal, hoje é véspera de Natal, temos que fazer um peru, pôr a mesa, e ter um belo jantar em família para comemorarmos o Natal — Responde Dan puxando Dean pelos braços, tentando d e todas as formas tirá-lo daquela cama.

— Mas eu nem sei cozinhar, eu só ia atrapalhar — Fala Dean virando de costas para voltar a dormir.

— Mas será bom ter sua presença lá, você pode não ser bom em cozinhar, mas você pode fazer outras coisas, como fazer a limpeza da casa, me a mudar na cozinha lavando, cortando os vegetais, entre outros — Fala Dan quase que desistindo de Dean.

— Tá bom, você não vai me levar aí menos que eu vá, não é? — Pergunta Dean virando para olhar o rosto de Dan.

— Você me conhece tão bem Dean — Responde Dan jogando um olhar sobre Dean.

Dean lança um beijo sobre os lábios de Dan, um beijo meio inesperado, mas tudo bem, deixando o clima mais intenso, sendo atrapalhados por uma “inconveniência”

— Tão aí só na pegação sem nos ajudar, não é? — Fala a mãe de Dan olhando de banda a porta escancarada.

Ao ouvirem a voz vinda da entrada do quarto, se separam, para tentarem esconder oque estavam fazendo.

— Vocês não deviam se importar se nós vemos vocês se beijarem, entendem? Vocês são “adultos” vocês não deviam ter vergonha disso — Fala a mãe de Dan adentrando no quarto.

— MÃEE!! SAI DAQUI!! — Fala Dan quase que expulsando sua mãe do quarto.

Dan sai empurrando sua mãe pelo quarto até a saída, Dan não gostava de qualquer pessoa andasse naquele quarto sem a permissão dele.

— Sua mãe meio que não te dá privacidade — Fala Dean meio confuso com a rápida situação que havia acontecido em sua frente.

— Talvez, vamos logo ajudá-los — Fala Dan desencostando-se da porta e guiando Dean ao seu lado para o andar inferior, local onde ocorreria o “evento”

Ao chegarem no andar inferior da casa, se deparam com uma pequena briga entre alguns familiares.

— Mãe, deixa eu cuidar da comida com Dan, você já está velha para isso — Fala Charlotte discutindo com Camille.

— Você por acaso acabou de chamar sua mãe de velha!? Só por causa disso eu que vou cozinhar com ele — Fala Camille com tom de vencedora.

— Quem vai cozinhar comigo é Dean, acabou a briga entre vocês duas — Fala Dan em um tom mais alto, mas não ao ponto de chegar a ser um grito.

— Mas ele estava dormindo, pedra papel e tesoura para se decidir então — Fala Charlotte inconformada.

— Eu não tenho nada contra essa ideia filha, e você filho? — Pergunta Camille com fogo nos olhos, as mulheres da família Laurent são realmente bem competitivas.

Ao olhar para ambas, mãe e irmã, Dean percebe logo seus olhares competitivos e veias pulsantes por vitória. Aceita o pedido sem hesitar, mas não por querer, e sim por medo do que fariam consigo se não aceitasse o pedido.

— Tá bom, eu aceito jogar o jogo de vocês — Responde Dean preparando sua jogada mentalmente.

— Pedra, papel e tesoura — Falam botando os itens escolhidos em suas mãos.

Um Empate Total! Parece que todos os jogadores jogaram pedra achando que destruiriam uns aos outros mais facilmente.

— Pedra, papel e tesoura — Repetem em voz alta, parecia que desta vez havia resultados diferentes dos anteriores.

Camille havia jogado pedra novamente, erro fatal por conta dos outros dois participantes, que haviam jogado papel, assim interceptando sua pedra, coberta por papel agora.

— Eu perdi, não valeu, eu devia ter ganho — Fala Camille em um tom de voz enfurecido, além das expressões faciais, uma situação não muito agradável para todos.

— Mãe, se não sabia perder, falava, foi um jogo mais que justo — Fala Dean com raiva pela “crianciçe” de sua mãe.

— Tá bom, eu paro — Fala a mãe de Dean parando com a palhaçada inconformada.

Com o parar da palhaçada de Camille, os irmãos voltam a disputa, mas por uma força esmagadora, a pedra que Charlotte lança destrói a frágil tesoura que Dean havia jogado, dando a vitória, vinda com o direito de fazer a comida com Dan, a Charlotte.

— Eu venci, toma mãe, quem vai fazer a comida com Dan sou eu — Fala Charlotte zoando com a cara de Camille.

— Você tá afim de perder esse direito!? Pare de se gabar se não eu tiro esse direito de você — Confronta Camille com uma voz alta.

— Tá bom, parei mãe — Fala Charlotte parando de se gabar.

— Eu perdi, oque eu faço Dan? — Pergunta Dean olhando para a sua mão, a mão que lhe proporcionou a perda.

— Você não tá triste? Tipo por não conseguir cozinhar comigo — Pergunta Dan.

— Eu não tô triste, eu realmente preferi assim, eu nem sei cozinhar direito, se eu fosse te ajudar eu ia destruir sua comida deliciosa provavelmente — Fala Dean abraçando as costas de Dan.

— Eu quero tanto beija-lo, mas é meio vergonhoso na frente de todos — Fala Dan em sua cabeça.

Sem mais ou menos, Dan sente um contato labial, algo inesperado, algo que ele tanto queria mas não possuía coragem para fazer.

Era na verdade Dean o beijando, oque alongou ainda mais o beijo entre ambos.

— Isso foi meio momentâneo, não acha? — Pergunta Dan quase que se contorcendo de prazer no local.

— Não foi não, é para mostrar o nosso amor — Fala Dean abraçando Dan, ele para o muito sonolento, mesmo após acabar de se acordar.

— Bem, vai arrumar esses ingredientes para mim, certo Dean? — Fala Dan entregando uma pequena lista de compras e um dinheiro a Dean para comprar os ingredientes.

— Deixa comigo — Fala Dean andando tossindo até a porta, ele parecia meio doente, nem verifiquei sua temperatura, verifico quando ele voltar.

Com o trabalho em equipe de todos que estavam presentes na casa, tudo finalmente fica pronto a noite, para a comemoração.

— Parece uma delícia Dan — Fala Camille pegando um pedaço do peru, aliás, um natal sem peru não é natal.

— É, só não parece, está mãe — Fala Charlotte quase que engolindo o frango inteiro.

— Coma pouco em pouco filha, se não você irá se engasgar — Fala Bernard ajudando Charlotte a comer a comida CERTO.

— Esse natal será inesquecível para mim, ter uma família tão ric... Digo, linda em minha casa — Fala a mãe de Dan “engasgando”

— Também será para mim, será nosso primeiro natal juntos Dean — Fala Dan vendo Dan deitado em seu ombro.

— Também está sendo importante para mim — Fala Dean um pouco rouco.

— Você está realmente bem Dean? — Pergunta Dan verificando a temperatura e a respiração de Dean.

— Estou sim *tosse* — Fala Dean tossindo um pouco.

— Bem, você está pegando fogo, espera aí — Fala Dan indo em direção a cozinha para pegar alguns remédios.

— Mãe, eu posso ir descansar um pouco? — Pergunta Dean a Camille sonolento e caindo aos poucos.

— Pode sim Dean, só espere um pouco o remédio de Dan — Responde Camille.

Rapidamente chegando Dan pede para Dean tomar o xarope que ele havia trazido, o mesmo bebeu e foi de mãos dadas ao quarto com Dan.

— Descanse um pouquinho Dean, eu vou ficar aqui com você — Fala Dan deitando ao lado de Dean.

— Obrigado — Fala Dean suando um pouco.

— Boa noite — Fala Dan beijando a testa de Dean, em um movimento para conforta-lo.

— Obrigado novamente — Fala Dean antes de cair no sono profundo, ao lado de Dan.


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...