História O Acordo - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Personagens Originais, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles
Tags Gravity Falls, Hentai, Mabel, Mabill, Sobrenatural
Visualizações 421
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Pesadelo


Fanfic / Fanfiction O Acordo - Capítulo 21 - Pesadelo

Me sentia constrangida com oque tinha feito, tudo culpa daquele demonio amarelo! Levantei sentindo o meio de minhas enxarcada, fiquei me perguntando oque tinha feito contra o Deus para merecer isso.

Fiquei estática quando ouvi a porta sendo aberta, o moreno passou por ela me olhando com surpresa, ele deu um belo sorriso.

– olha quem acordou?

Ele deu uma risada, coloquei as mãos sobre a saia para não mostrar que estava molhada, ele caminhou até o armário tirando uma roupa.

– não precisa esconder nada…

Olhei sem entender então ele olhou para minha saia, podia sentir minhas bochechas queimarem, ele me entregou um camiseta sua.

– eu conheço o Bill, e você tava gemendo muito enquanto dormia então posso concluir que isso é culpa dele.

Ele olhou para a cama e deu um sorriso malicioso que me fez corar ainda mais, desviei o olhar sentindo o constrangimento me abater.

– eu sinto muito…

– relaxa, você é bonita e atraente! Eu entendo ao Bill não tem como resistir.

Aquela conversa tava ficando cada vez mais estranha, ele passou por mim indo para a porta, ele virou sorrindo.

– me chamo Thomas.

Ele saiu pela porta, senti que enfim pode respirar, ele conhecia o Bill e pelo oque notei parece que conhece muito bem.

Vesti sua camiseta branca vendo que ficou um vestido em mim, amarrei o meu suéter na cintura.

Sai do quarto andando até o pé da escada, pode analisar o lugar com mais cuidado, a cabana era feita de madeira, uma madeira incrivelmente bonita e ivernizada, desci as escadas vendo a sala ampla, os dois sofás no meio com uma mesa ao lado do maior, uma lareira feita com pedras, uma tv grande logo acima da lareira.

Segui pelo corredor indo parar na cozinha, a Gleeful e a loira estava ali.

– fiquei sabendo que o Bill está vindo.

– sim, Gleeful.

Ela puxou a loira pelo braço, encarei as duas então pouco tempo elas já haviam virado amigas.

– essa a Meg, Ela prima do gostosão de olhos pretos.

Pode ver ela ri sem graça, olhei para Gleeful ria exageradamente.

– mais eu ainda prefiro olhos azuis brilhantes.

Porque será que eu tenho a impressão que a Gleeful se referia ao irmão do Bill.

Senti um aperto em meu coração, Bill havia conseguido oque queria eu estava sofrendo, e pior era por ele.

–as duas chegaram em uma hora importante! Hoje a cidade vai dá uma super festa pra comemorar os 400 de liberdade.

– ela nos convidou Mabel!

– eu vou com meu primo, achei que vocês também iriam querer ir.

Eu pensei um pouco, não estava afim de ir, mais ficar aqui significa que vou pensar no Bill o tempo todo então porque não ir.

– você que ir Gleeful?

Ela sorriu com deboche, pode ver se levantar da cadeira com um pulo.

– eu já estou lá querida!

Ela é Meg cairam na risada, pode ouvir a porta sendo aberta.

– Meg!

A voz de Thomas soou alta, ele parou atrás de mim mantendo alguma distância.

– Meg pode vir comigo.

Ela concordou com a cabeça seguindo ele para algum lugar da casa, eu encarei a Gleeful que deu de ombros, caminhei até ela sentando ao seu lado.

– o gostosão gostou de você em Mabel...

Ela falou em um sussurro, eu a olhei em descrença, ela riu baixo.

– oque você quer dizer com isso?

Perguntei vendo ela me lançar um olhar malicioso, oque essa garota estava pensando.

– eu sou disse oque notei! Ele parece interessado, e acho que você deveria investir! Bill Cipher não merece você.

– Bill e eu não temos nada!

– vamos não minta pra mim!

Eu suspirei pesadamente sabia que era óbvio que sentia algo pelo Bill, mais eu queria esquece, quando visse Bill não sei oque sentiria, mas minha raiva não seria pouca.

– você conheceu o Bill?

Ela pareceu Pensar em algo, então me olhou de canto de olho, sentir sua postura mudar um pouco.

– sim, ele tentou dominar minha dimensão.

– oque aconteceu?

– foi louco! Mais no fim ele levou uma surra minha e do meu irmão.

Pode ver Meg entrar na cozinha, ela sorriu para nós, logo se sentando ao nosso lado.

– então a festa começa daqui algumas horas! Posso emprestar umas roupas pra vocês.

Nós aceitamos afinal não tínhamos escolha, eu principalmente, não iria com a camisa de um desconhecido.

– Thomas queria saber se você acompanha ele Mabel?

– eu...?

Ela riu junto com a Gleeful, eu afundei na cadeira.

– porque eu?

– por que ela é comprometida!

Ela apontou para Gleeful que deu de ombros, pode ver o Thomas chegar na porta da cozinha, ele sorriu para mim.

– eu tenho que ir! Mabel 6 horas eu venho buscar você.

– mas...

Ele nem me deu tempo para falar, simplesmente deu meia volta e sumiu.

– ele é sempre assim?

Meg ficou em silêncio pensando, ela sorriu levantando.

– so quando gosta de alguem!

Eu levantei sentido um leve tontura, pode sentir minha costa doer, sentei na cadeira novamente sentindo o mal estar me abalar.

– tudo bem Mabel?

Ouvi a voz de Gleeful baixa, olhei para ela vendo tudo ficar escuro, meu corpo pendeu para o lado, senti o chão frio contra o rosto fechei os olhos lentamente.

Abri os olhos vendo meu reflexo pálido em um espelho, os meus cabelos mais escuros que o normal, o brilho dourado em meus olhos, pode ver o espelho rachar lentamente, fechei os olhos quando as mãos atravessaram o espelho agarrando em meu pescoço.

Acordei sentindo a corrente de Bill me sufocar lentamente.


Notas Finais


Espero q tenham gostado!
Bjos amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...