História O acordo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter
Tags Abo, Drarry
Visualizações 142
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction O acordo - Capítulo 4 - Capítulo 3


          -Oi,  Meu nome é Harry!


       -Sou Draco. 


      -A gente se conhece ? Eu tenho essa estranha sensação que já te vi antes.


      -Hm olha eu acho que não mas devo admitir que também tenho essa sensação. 


     -Que tal você e seus amigos estudarem com a gente na biblioteca? Ai poderíamos nós conhecer melhor e ver se a gente já se viu antes.


    -Haha é uma ótima ideia Harry.


Marcámos de nós encontra na biblioteca depois das aulas , e então fomos para o salão principal almoçar.


      -Como foi a aula garotos? – um dos gémeos perguntou


       -Foi bem legal !- Leon falou


       -Eu sou Jorge o gémeo mais bonito. Que bom que gostaram.


     -Cadê o Fred? – Rony perguntou 


         -Deve ta com o Lino fazendo alguma pegadinha.

 
      -Hm. Não devia deixar o Fred com aquele alfa. 


     -E porque não Rony? Por causa do Fred ser um ómega?  Deixa eu te contar Roninho , não é porque somos ómegas que temos que ser donzelas indefesas! 


      -Concordo! Meu pai Remus é ómega mas é muito mais esperto e forte que muito alfa. 


     -Já entendi ok! 


Enquanto os garotos conversavam eu fiquei pensando em como será que meu pai deve estar, ele ta em casa sozinho só com as flores. Queria poder ver ele. Saudades de casa!

      
                                     ������

  Biblioteca 



Na biblioteca estava eu, Draco,  Rony, Blaise, Theo e Leon. Formamos duplas para o estudo.  Theo fez com Leon,  Rony com o Blaise e eu com o Draco.


         -Entendeu os tipos e fases da transfiguração? 


        -Sim, sim entendi Draco!


          -Tá tudo bem Harry? Você parece chateado.


        -Não é nada! Tô um pouco preocupado com o meu pai la sozinho e também estou com saudade de casa,  dos lírios por todo o lado e o cheiro de torradas queimadas.


    -Lírios? Torradas queimadas? 


     -É,  essa é a flor que representa a minha mãe.  La em casa em todo lugar há um lírio.  Vermelhos,  amarelos , azuis e tantos outros. E meu pai é um péssimo cozinheiro!  Ele queima tudo. 


        -Isso é lindo Harry! Sabia que minha mãe também tem nome de flor? 


       -Não.  Qual o nome da sua mãe? 


       -Narcissa.


        -Um narciso. Sabia que narcisos representam renascimento? 


        -Como você sabe? 


         -Eu amo flores! Eu sei que é meio esquisito que um Alfa goste de flores e tals mas não tem como não se apaixonar por elas. Cada flor representa algo e isso e fascinante! 


        -Eu não acho esquisito Harry ! Eu Acho incrível!  Sabe, nem todos os ómega tem que ser feminino e gostar de rosa , e do mesmo jeito um alfa não tem que ser o estereótipo de macho alfa fodão!.


     Sorrimos um pro outro e voltamos a estudar .​​

 

​Tenho a sensação de que Draco Malfoy será um ótimo amigo!


                
.                                         ������

 


       Estávamos no salão tomando café da manhã,  quando uma coruja toda negra me entregou um pacote.  Lhe dei uns petiscos. 


    Ao abrir o pacote me surpreendi ao ver que lá tinha um lírio silvestre!  Ele é tão lindo!


    Ao olhar ao redor do salão pra ver se eu encontrava a coruja , a vi com Draco. 


    Eu sorri pra ele e movi meus lábio dizendo um obrigada e Draco só sorriu pra mim.



Ao acabar de comer fui falar com Draco. 


      -Obrigada pelo Lirio Dray! Não precisava


      -Ah Potty amigos são pra isso! Espero que o lírio te de felicidade. 

      -Como sabe que os lirios silvestres representam a felicidade? 


      -Eu perguntei pra professora de herbologia , eu queria te dar um que representasse o que você sentia na sua casa.

 

Ele tá corando! Que fofo meu Merlin.


      -Obrigada de verdade Dray! Você é um amigo incrível. 


Olha ele corando de novo!  So porque dei um beijo na bochecha dele!


       -Eu sei Potty!


                                   ������

   


  -Olha Harry , o Filch está no 3 andar então podemos colocar as bombas de bosta na sala dele. Leon falou olhando o mapa do maroto.


          -Então vamos logo lá.  So vou pegar a capa!


        -Sério,  eu não acho isso uma boa ideia! Não quero detenções. 


        -Não seja medroso Rony! É só uma brincadeira – Leon falou


        Deixei os dois discutindo e fui pro quarto pegar a capa de invisibilidade,  para que possamos entrar na sala do Filch sem que ninguém veja.


         -Hei casal vinte!  Já paro com a briga?


      -Não enche – Ai que fofo! Eles falaram em uníssono


     -Vamos logo !


       Em baixo da capa fomos para a sala do Filch mas antes de chegar la esbarrei em alguem muito pequeno.


       -Ai seu acéfalo! 
    


        -Draco? Por Merlin Draco , me desculpa. 


       -O que vocês estão tramando?


       -Vamos colocar bombas de bosta na sala do Filch! – Leon seu boca grande.


        -Legal , eu vou com vocês! 


Ei ei! O quê ?


       -Acho melhor não Draco-  Rony foi brutalmente interrompido pelo som da madame No-r-r-ra


       -Vamos logo !


 Então foi assim que nós quatro levamos uma detenção de uma semana por termos jogado as bombas na sala do Filch e por ter desarrumado as pastas dele. Qual é,  eram so uns papeis idiotas! Da próxima vez não seremos pegos.

                                          ������

 


O tempo passou, o ano acabou!


To me sentindo um poeta agora.  Voltando,  fomos pegos nas outras brincadeiras so que agora o Draco tem uma técnica.  Sempre que somos pegos ele alega que nós os malvados alfas e beta o obrigamos a participar. Acredita nisso? E o safado ainda se safa! Mas cá entre nós,  aquela carinha dele é irresistível. 


      Eu, Rony e Leon estávamos nós despedindo na estaçao quando meu pai chega e de la aparatamos pra casa.


       -Então como foi o seu primeiro ano?


         -Foi simplesmente incrível!  Eu te contei do Rony,  ele é muito divertido e é otimo no xadrez bruxo.Nós com o Leon e o Draco fizemos muitas brincadeiras mas o Dray sempre se safa delas. Ele é muito inteligente ! 


       -Dray? Você parece gostar muito dele!


        -Ele é incrível!  Divertido,  inteligente , bonito.  Sabia que quando ele descobriu que eu estava com saudade de casa , ele começou a me mandar todas as manhãs lírios! 


       -Sério? 


         -É sim pai! Ele falou com a professora de herbologia e aprendeu os significados de cada lírio e toda manhã ele me mandava um diferente. 



       -Isso foi realmente gentil da parte dele !


        Fiquei conversado com meu pai até tarde e quando eu fui dormir so sábia pensar em como demoraria até que eu pudesse ver o Dray de novo.











Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...