História O Acordo - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Hyoyeon, Jessica, Seohyun, Sooyoung, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Flufly, Hyoyeon, Jessica, Kpop, Orange, Seohyun, Snsd, Sooyoung, Sunny, Taeny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yulsic, Yuri
Visualizações 129
Palavras 5.512
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Fluffy, LGBT, Orange, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ói eu de novo!
Quero agradecer pelas mensagens de apoio para continuar a escrever. Saibam que isso é ótimo para me ajudar a continuar.
Espero que gostem!

Capítulo 5 - Turbulências, Términos e O Povo Coreano.


Fanfic / Fanfiction O Acordo - Capítulo 5 - Turbulências, Términos e O Povo Coreano.

As horas passavam e Tiffany não conseguia pregar os olhos, olhava ao redor do quarto vendo Lin e Bora dormir serenamente ao seu lado e a necessidade de levantar e tomar um ar gritava em seu interior.

Olhou para o relógio no pulso e o mesmo mostrava que faltavam vinte minutos para as três, a mania de balançar as pernas estava sempre presente em sua vida, assim como agora. 

Em algumas horas ela voltaria pra Coréia, mas não igual as outras vezes, dessa vez ela voltaria casada. Não teve coragem nem mesmo de falar com o pai e os irmãos sobre isso, deixou que a comitiva falasse por ela, que as fofocas falassem por ela, que os sites, revistas, redes sociais e afins, falassem por ela.

Se sentiu sufocada demais e levantou da cama, correndo para a varanda e abrindo a porta de vidro lentamente para que a mesma não fizesse barulho.

Sentiu a forte brisa do décimo andar a invadir, seu corpo estremeceu, mas relaxou assim que viu a vista de uma Vegas completamente iluminada.

Colocou os braço sobre a sacada de vidro e se deixou ser beijada pelo vento forte da madrugada não tão gelada, nem tão quente.

Seus olhos fechavam gradativamente, era como se apenas precisasse daquele momento para que enfim o sono aparecesse, se afastou da sacada fazendo menção a voltar para dentro, mas uma risada a fez parar. 

Uma risada que não reconheceria se não tivesse escutado mais cedo.

Olhou para o lado vendo três varandas depois, a loira encostada na sacada assim como estava a minutos atrás, conversando no celular. Parecia divertir-se com o papo, volta e meia gargalhando. 

A morena bufou com raiva, de repente passou a imaginar com quem a rival pudesse estar falando e a frase "Minha namorada, Kim Seolhyun" voltou a perturbar sua cabeça, levando a conclusão de que talvez ela estivesse conversando com a namorada.

- Namorada... Ela tem namorada e ainda teve a audácia de me beijar. - Pensou sentindo asco ao lembrar de uma das poucas coisas que permaneceram em sua memória após a bebedeira. 

O beijo que Taeyeon lhe dera. 

Porque sim, quem a puxou para um beijo - O mesmo que fora fotografado pelo Elvis - Foi a loira. 

Contudo ao chegarem no quarto de motel e ambas deitarem na cama, Taeyeon voltou a investir mais uma vez roubando-lhe carícias quentes e ósculos afoitos antes que apagassem por efeito do álcool.

Tiffany guardou isso em sua mente e frequentemente, esse momento voltava para a incomodar.

Balançou a cabeça tentando espantar mais uma vez aqueles pensamentos e observou Taeyeon entrar em seu quarto ainda falando ao telefone, mas a luz que antes iluminava a varanda, havia sido apagada.

Tiffany voltou a seu aposento sentindo um misto de coisas que nem ela mesma sabia distinguir. Encarou as duas mulheres dormindo na cama e sentou-se no sofá, procurou seu celular sobre a pequena estante de madeira inglesa e pela primeira vez desde que tudo aconteceu, entrou em sua conta no Instagram. 

As milhares de notificações fizeram seu aparelho travar, mas depois de alguns minutos, tudo havia voltado ao normal.

Olhava as marcações passando sem muito interesse por elas, comentários, curtidas, vídeos, tudo aparecia ligando seu nome ao da loira, até que algo em questão chamou sua atenção.


@Mamamoon92

" Tive o prazer de conhecer esse casal maravilhoso que me inspirou a me aceitar. Vocês são incríveis, obrigada por tudo! Pessoas Maravilhosas que enchem de orgulho esse país que precisa evoluir e muito! Obrigada por serem o primeiro passo para muitos de nós. " 

O texto acompanhado da foto onde estavam ela, Taeyeon e o casal que conheceram mais cedo encheu seus olhos de lágrimas. Mais uma vez aquelas duas pessoas faziam seu turbilhão de pensamentos se acalmar.

Tiffany seguiu o casal e curtiu a foto, buscou um fone de ouvido que havia largado no quarto no primeiro dia em que chegou e o colocou, dando  play na playlist de baladas e escutando as canções românticas que compunham a mesma, sendo invadida pelas letras e melodias até que o sono se fizesse maior adormecendo a estilista ali mesmo, sem muito conforto.

O dia amanheceu sem delongas, Bora havia sido a primeira a acordar e achou estranho ver a amiga dormindo no sofá ao invés da cama, levantou ainda sonolenta e seguiu para o banheiro. Minutos depois Lin despertou e assim como sua filha, teve a mesma reação ao encontrar sua cliente naquele estado.

Tiffany tem pernas longas, o sofá não era tão grande então a empresária estava jogada no mesmo tendo uma de suas pernas caídas ao chão e a outra sobre a parte de cima do móvel. 

- Vai acordar com uma dor no corpo... - Lin murmurou e resolveu deixar a mais nova dormir mais um pouco antes de a despertar. Bora saiu do banheiro dando bom dia a mãe e a abraçando enquanto a mais velha se encaminhava para onde antes a filha estava. 

Já tomada banho e arrumada, Lin resolveu que era a hora certa de acordar Tiffany, se aproximou lentamente de onde a morena estava e alisou seus cabelos de forma carinhosa.

- Minha pequena, está na hora de acordar... - Sussurrou próximo ao ouvido da empresária, que se remexeu vagarosamente, mas não acordou. Lin continuou o carinho. - Tiffany, meu bem, tá na hora de acordar, vamos! Vai se atrasar.

- M-m-mamãe? - Tiffany murmurou ainda de olhos fechados e Lin engoliu a seco, levou seus olhos para a filha e a mesma observava a cena silenciosamente. - Mãe, é você? Eu sinto tanto a sua falta... - A Hwang agarrou o braço da mais velha, não era a primeira vez que aquilo acontecia, mas sempre que ocorria, deixava Tiffany e até mesmo a própria Lin tristes. 

- Não querida, sou eu, a Lin - Retribuiu o abraço desajeitado. 

- Oh... Lin! - Tiffany parecia enfim ter acordado, se afastou da agente e a encarou. - Eu falei dormindo de novo? 

- Sim, querida...

- Te chamei de mamãe? - Suas bochechas coraram assim que ela viu a mais velha assentir com a cabeça. - Desculpe Lin, é que...

- Eu sei, Fany-ah! Não se preocupe, vem cá! - Abraçou ainda mais forte a garota de cabelos longos e se afastou o suficiente apenas para beijar sua testa. - Agora levante, vá tomar banho e se arrumar, daqui a pouco iremos descer para o café e seguir viagem.

A Hwang sorriu sem graça e assentiu, levantando em seguida e rumando para o banheiro.

Tiffany havia perdido a mãe aos 12, ela não costumava falar sobre a perda, mas as vezes isso transparecia em pequenos detalhes. Desde que Lin passou a ser sua agente, ela recebeu todo o afeto de mãe que a anos ela não tinha, o que ocasionava em volta e meia, a empresária chamar a agente de mãe, mesmo que inconsciente.


...


Taeyeon terminou seu banho e voltou ao quarto apenas para se arrumar, sua agente já havia saído a muito tempo, provavelmente para ajeitar as coisas para o check-out. 

Usou a camisa de manga longa branca com o desenho de uma boca na frente, à calça jeans preta e fez um coque no cabelo pois estava com preguiça de mais para fazer qualquer outra coisa com ele. 

Pegou seu celular junto a uma bolsa com coisas essenciais e seguiu para fora do cômodo. Fechou a porta do quarto e seguiu pelo corredor até parar em frente ao 1004. Observou a porta fechada e pensou que talvez fosse uma boa ideia chamar a Hwang para irem juntas tomar café, afinal, tinham que treinar a boa convivência, algo que ainda não tinham de fato.

Levantou a mão em direção a porta, fez menção de bater, mas parou. Suspirou repetindo o movimento, contudo não concluindo a ação, desistindo e voltando a andar em direção ao elevador, porém com um subto momento de coragem, andou a passos largos de voltar ao 1004 e bateu na porta.

Três batidas.

Mais fortes do que deveriam ter sido pois estava nervosa.

Alguns segundos e nada, até que  ouviu os passos arrastados se aproximarem da porta observando em silêncio a mesma ser destrancada. Limpou as mãos suadas na calça e sorriu tentando ser simpática.

Tiffany ainda secava o cabelo quando ouviu as batidas fortes a assustando. Pensou em não abrir pois sabia que Bora e Lin não eram já que elas haviam acabado de sair do cômodo e não batiam antes de entrar.

Suspirou jogando a toalha sobre o ombro e se levantou indo até a porta, a destrancando e abrindo, dando de cara com uma Kim sorridente.

- Bom dia, Hwang! Desculpe incomodar é que achei que poderíamos descer juntas, ir conversando, não sei... Que dizer - Suspirou - Se você quiser é claro, o que acha? - Perguntou coçando a nunca visivelmente constrangida com a situação.

Tiffany não esboçou qualquer reação, encarou a menor de cima a baixo em sua frente, enquanto a loira ficava a cada segundo mais e mais desconfortável. 

Taeyeon estava prestes a falar mais alguma coisa - Pois o silêncio estava a incomodando - Mas Tiffany a interrompeu.

- Não, não quero, obrigada. - Voiceferou batendo a porta e deixando uma Taeyeon completamente confusa do lado de fora. 

A loira demorou pra entender o que havia acabado de acontecer, sentiu uma imensa vergonha e girou sem corpo andando vagarosamente - Olhando pra trás sempre que possível - Até o elevador.

Ao chegar no primeiro andar, seguiu direto até a área de alimentação onde numa mesa já se encontravam Yuri, Ming, Lin e Bora. 

Taeyeon se juntou a elas.

- Bom dia Tae! - Lin cumprimentou a estilista. 

- Bom dia - Disse, sentando-se próximo a amiga - Está tudo bem com a Tiffany? - Questionou fazendo com que todas a olhassem.

- Creio que sim, porque? - A agente respondeu.

- Ela me pareceu meio... - Franziu o cenho tentando achar a palavra para definir tal comportamento, bipolaridade talvez? Pensou - Deixa pra lá. - Inquiriu pegando a xícara e enchendo de café. - Cadê a Jessica? - Mudou se assunto.

- Provavelmente deve estar ainda no décimo sono. - Bora declarou, comendo em seguida um dos pãezinhos de queijo em seu prato.

- Décimo sono nada, querida, estava tomando meu banho delicioso porque passar uma vida no avião sem ao menos relaxar antes, não é algo nada prazeroso. - A castanha inquiriu surpreendendo a todas ao aparecer do nada. Se encaminhou até Yuri,  - Que a olhava com um sorriso bobo no rosto - Depositou seus braços carinhosamente sobre os ombros da atriz e selou seus labios rapidamente, sentando-se em seguida na cadeira ao lado. - Bom dia. 

- Bom dia! - Yuri respondeu sorridente. - Porque não quis dormir comigo ontem? - Perguntou apenas para que a castanha escutasse.

- Eu precisava resolver algumas coisas...

- Oh entendo - Segurou a mão da mais velha por debaixo da mesa. - Está tudo bem? 

- Sim, sim! - Sorriu sem jeito - Tudo como deveria ser. - Respondeu  cortando o contato apenas para se alimentar.

Quase todas já haviam terminado seu café quando Tiffany apareceu usando o conjunto de moletom preto e o cabelo já seco com a franja arrumada e leves ondulações em suas mechas. Cumprimentou a todas - Menos Taeyeon - E sentou-se do lado oposto ao da loira. 

Após terminar o desjejum, as agentes acharam que seria melhor seguir viagem. As duas mais velhas fizeram o check-out e seguiram para fora do hotel onde se despediram de Bora. 

- Querida, você precisa ir visitar mais a sua mãe, eu sei que sua agenda no hospital é cheia, mas sua pobre mãe aqui sente saudades! - Lin dizia de forma dramática enquanto abraçava a filha. 

- Omma, eu fui pra Coréia mês passado, do jeito que a senhora fala parece que não a vejo a anos. - Declarou sorrindo e se afastando da mais velha. 

- Mesmo assim! Fany-ah e eu sentimos sua falta, não é Fany-ah? - Puxou a morena pelo braço.

- Isso é verdade! - Tiffany confirmou logo abraçando a amiga.

- Está tudo bem? - Bora sussurrou no ouvido da mais velha. 

- Uhum... Porque? 

- Você está ignorando a Taeyeon e com uma cara de bicho. Aconteceu alguma coisa? 

- Está tudo bem! - Informou de forma áspera - Só não quero ficar sendo simpática com quem eu não estou afim de ser...

- Tiffany Tiffany, olha essa implicância, garota! Você ainda vai pagar essa língua - Apertou ainda mais o abraço - Te amo, Fany-ah! Qualquer coisa estarei aqui pra você.

- Eu sei... Eu também te amo, Bora Bora! - Brincou com o apelido da médica fazendo referência a ilha e riu ao receber o tapa no braço.

Jessica também se despediu da mais nova enquanto Yuri e Taeyeon apenas acenaram de forma simpática para a mesma. 

Dois táxis foram chamados, em um estava Yuri, Jessica, Tiffany e Taeyeon, no outro Ming e Lin.

A viagem ocorria num completo silêncio, Yuri volta e meia olhava Jessica pelo retrovisor - Que mexia no celular - E as duas outras estilistas ao lado, cada uma em seu próprio mundo.

Aquilo começava a incomodar a atriz.

- Vocês estão quietas demais! - Yuri quebrou o silêncio. - Desde que entramos no carro nenhuma de vocês falaram nada, nem discutiram, nem conversaram como ontem. Está tudo bem?

- Porque não estaria? - Tiffany questionou ironicamente e Yuri revirou os olhos

- Tae, tá tudo bem? - A morena perguntou exclusivamente para a amiga.

- Sim, está! - Sorriu sem mostrar os dentes.

Um breve silêncio se formou novamente, mas o mesmo fora quebrado pelo motorista que olhava para o céu constantemente.

- É, parece que o tempo mudou. - Inquiriu o mais velho, fechando o vidro de sua janela. 

- O senhor não tem ideia o quanto! Ontem mesmo essas duas aí atrás - Apontou para Tiffany e Taeyeon - Estavam no maior grude, pareciam melhores amigas, hoje mal se olham. - Yuri relatou ao homem que a olhou confusa.

- O que? - O mais velho questionou.

- O que? - Yuri perguntou.

- Estava falando do tempo mesmo. - O taxista concluiu.

- Oh, perdão... - Yuri estava sem graça, mas isso não impediu de ouvir a gargalhada de Jessica atrás dela. 

- Só você pra me fazer rir uma hora dessas antes de passar uma eternidade naquele voo. - Bufou voltando a ficar estressada, odiava viajar por longas horas.

- Não ria de mim, princesa, foi apenas um mal entendido, não é moço? - Perguntou, mas o homem não a respondeu. 

Jessica voltou a gargalhar.

Taeyeon e Tiffany observavam tudo caladas - Mesmo que por dentro estivessem achando extremamente cômico a cena de suas amigas.

De repente uma forte chuva passou a cair, fazendo os barulhos dos diversos pingos ecoarem por dentro do carro. Taeyeon sentiu o corpo da mais nova ao seu lado estremecer quando a forte chuva agora se tornou ainda mais severa. A loira olhou para o lado observando a rival de olhos fechados e mãos agarradas ao moletom. 

Pensou em perguntar se estava tudo bem, mas desistiu, voltando sua atenção pra qualquer outro lugar durante o caminho todo até o aeroporto.




...




O vôo estava atrasado, já fazia cerca de uma hora que as mulheres estavam ali, sentadas nos bancos do aeroporto, esperando pelo momento de embarcar. De acordo com o que ouviram, a mudança de tempo repentina fez com que muitos vôos fossem cancelados e aquele que elas esperavam,  não estava livre disso.

- Mas que sorte hein, Las Vegas nunca chove, mas hoje tinha que cair uma tempestade infernal. Isso é culpa desse humor de vocês! - Yuri apontou para Tiffany e Taeyeon que estavam de braços cruzados e caras fechadas.

- Yuri, se você soltar mais alguma piadinha, eu pego aquele avião e enfio no seu...

- Ei vamos parar com isso? - Lin interrompeu Tiffany, que apenas suspirou nervosa, virando seu rosto para outro ponto qualquer.

- "Atenção, o vôo 758 para Coréia do Sul acaba de ser liberado. Por favor,  dirijam-se a área de embarque" 

A voz feminina ecoou por toda a sala de espera e as agentes respiraram aliviadas, enquanto Tiffany ficava ainda mais apreensiva.

- Vamos lá? - Lin inquiriu animada - Peguem suas passagens, consegui dividir em pares então vamos Ming e eu, Jessica e Yuri e Tiffany e Taeyeon.

- É sério isso? - Taeyeon questionou enquanto puxava sua mala de rodinhas.

- Mas é claro, imagine se no avião tiver fãs assim como no hotel? Vocês são casadas agora, pegaria mal viajar separadas - Ming respondeu a sua cliente.

- Isso é ridículo! - Tiffany apressou os passos, se esbarrando propositalmente na loira que respirou fundo para não agarrar ela ali mesmo e arrancar-lhe os cabelos.

- Vamos Taeng, não ligue pra ela! - Yuri sussurrou em seu ouvido e as amigas caminharam lado a lado para a área de embarque.

As mulheres subiam a escada rolante, Tiffany ia na frente, mais atrás estava Taeyeon e Yuri e ao fundo, Jessica, Ming e Lin. De repente flashs começaram a ser escutados revelando os vários fotógrafos ali postos.

Taeyeon revirou os olhos se aproximando mais de Tiffany que acenava sorridente para as câmeras.

- Pegue minha mão quando sairmos da escada. - Tiffany sussurrou discretamente para a loira que permaneceu calada.

Ao terminarem de subir para o segundo andar do aeroporto, Tiffany estendeu a mão, Taeyeon hesitou duas vezes, mas se deu por vencida e entrelaçou seus dedos ao da morena.

- Tiffany, Taeyeon! A quanto tempo estão juntas? - Um dos fotógrafos gritou.

- Como vai ser agora quando voltarem pra Coréia? - Outra pergunta foi lançada.

As mulheres apenas sorriam timidamente para os flashes, tentavam andar em meio o aglomerado de pessoas a sua volta, ainda de mãos dadas. 

A grande porta que dava para a área de embarque delimitava até onde os fotógrafos poderiam ir, as atendentes recolhiam as passagens, analisando os passaportes e dando passagem para que os passageiros adentrassem a aeronave.

As estilistas soltaram as mãos assim que se aproximaram da entrada. Ao passar pela porta, Taeyeon pôde ouvir o grande suspiro que a rival deu, as mãos da morena estavam trêmulas e sua aparência parecia assustada.

Seus olhos se esbarraram e Taeyeon rrapidamente desviou seu olhar, apressando os passos e se afastando de Tiffany.

As três estilistas, a atriz e as agentes enfim embarcaram, cada uma sentando com seus pares em seus devidos lugares. Taeyeon sentou na janela e tratou de pegar seus fones e o celular, não queria ouvir um murmúrio sequer da mulher ao seu lado.

Já faziam cerca de trinta minutos que o avião havia levantado vôo, por causa do mau tempo, a aeronave passava frequentemente por turbulências e isso estava deixando Tiffany apavorada.

A estilista se agarrava a poltrona sentindo cada batida mais forte em seu coração e rezando mentalmente sempre que o avião balançava. Fechou os olhos com certa força e começou a hiperventilar.

Taeyeon percebeu a movimentação a seu lado e retirou um lado do fone, observou a cena de uma Tiffany amedrontada e, indo de contra seu orgulho, tocou o ombro da morena para chamar sua atenção.

- Está tudo bem? - Perguntou.

- Sim! - Respondeu rispidamente. 

- Tem certeza? - Voltou a questionar.

- Claro que tenho, não precisa se preocupar. 

O avião passou por uma nuvem carregada o que fez toda a aeronave tremer.

Inconscientemente Tiffany esticou sua mão e agarrou a de Taeyeon ao lado, a apertando e fazendo com que a loira a encarasse com o cenho franzido.

Taeyeon sentiu a mão trêmula sobre a sua e seu primeiro instinto foi findar o contato, mas vendo o quão desesperada a morena estava, entrelaçou seus dedos ao dela e se aproximou.

- Está tudo bem, não precisa ter medo. - Disse cautelosamente.

- Q-q-quem disse que eu essstou com medo? 

- Ah não está? Então acho que você não precisa da minha mão. - Ameaçou tirar sua mão da dela, mas Tiffany a impediu.

- Não por favor... S-s-só me deixe s-s-segura-lá... 

- E porque eu deixaria? - Resolveu pirraça.

- E-eu tenho medo... - Disse envergonhada.

- Oh, se você não me dissesse, juro que não daria pra perceber - Ironizou vendo Tiffany a olhar de cara fechada. - O que? Eu não disse nada demais.... - Suspirou - Cadê seu fone?

- Esqueci no hotel, porque?

- Minha mãe me ensinou que sempre que tiver uma situação que me deixe com medo, é pra eu fazer algo que me deixe calma e ouvir música me deixa calma - Relatou.

- M-m-me deixa calma também - Sorriu sem mostrar os dentes - Aaaa Meu Deus do céu! - Tiffany quase subiu no colo de Taeyeon  ao sentir a aeronave balançar de novo, dessa vez ainda mais forte.

Taeyeon quis rir daquela situação, mas ela entendia o medo de sua rival, por isso pegou um dos lados de seu fone e encaixou no ouvido da mais nova. 

- O que está fazendo? - A morena perguntou.

- Shiu, só escuta a música e tenta relaxar. - Respondeu se ajeitando na cadeira, fazendo com que o corpo da maior se encaixasse ao seu, como num abraço.

Tiffany tentou fechar os olhos e fazer o que lhe foi dito, mas tudo passou a tornar isso impossível. O avião, a turbulência e agora o perfume doce da loira que a invadia. 

Passou então a tentar prestar atenção na música, já que estava prestes a começar uma nova.

Os primeiros acordes da canção começaram e Tiffany já pudera identifica-la.

Ela amava aquele grupo assim como amava aquela música.


Bogo Sipeo, Ti amo, 

Eu sinto sua falta, te amo,

Nunmuri nal deutaeyeo

 As lágrimas estão prestes a cair. 

Haneure Byeoldo Gadeukgadeuk Handeutaeyo

O céu está preenchido por estrelas.


Tiffany sentiu quando os dedos delicados de Taeyeon passaram a acariciar seus cabelos, sua pele arrepiou sentindo aquele toque inesperado.


Bogo Sipeo, Tiamo. 

Eu sinto sua falta, Te Amo. 

Useumi Naneun Georyo. 

Estou sorrindo porque

Ireoke Joheun Nal Ulgo Sipjin Aneungeoryo

  Não quero chorar nesse dia bom.


Suspirou agarrando-se mais e mais ao corpo magro da mais velha, a cada nova turbulência.


My Love My Love, 

Meu Amor Meu Amor, 

Kkok Jabeun Son Jeuldae Nochi Anayo

Eu Não Vou Soltar Sua Mão 

Yaksokhalge Deureubwa

É uma promessa, Escute

Dongjjogideun Seojjogideun Eodideun.

Leste ou Oeste, Não Importa Onde Seja.

Geudaewa Hamkkeramyeon Naneun Eodideun.

Se Estou Com Você, Vou Pra Qualquer Lugar.

Neomaneul Wonhae Wonhae, Ti Amo

Eu Só Quero Estar Com Você, Ti Amo

Uri Dulmanui Amho

Nossa Própria Senha Secreta

Amado Geudaemankeum Nal Saranghaejul Sarameun 

Não Há Nenhuma Outra, Que Vá Amar Você Como Eu Te Amo

No Way No Way Ti Amo

Sem Chances Sem Chances, Te Amo

Uri Dulmanui Amho

Nossa Própria Senha Secreta.


Tiffany fitou sua mão, Taeyeon ainda a segurava sem menção de a soltar e aquilo de certa forma era reconfortante.

Seus olhos se fecharam.

De repente se tornou seguro dormir, seu corpo relaxou fazendo com que se apoiasse ainda mais no da mais velha deixando assim que o sono a invadisse. 

Tiffany adormeceu nos braços da loira que sem perceber, também começava a sentir os olhos pesarem.



...



Jessica se remexia na poltrona enquanto observava o avião se aproximar da pista de pouso, a castanha estava impaciente e estressada por ter passado tantas horas dentro daquela aeronave. Quando o sinal para desafivelar os cintos foi acionado, Jessica não demorou a se livrar daquele apetrecho incômodo e se preparar para sair.

- Então... O que vai fazer depois daqui? Estava pensando, poderíamos sair pra comer algo... O que acha? - Yuri questionou enquanto tirava sua mochila do porta-bagagens. 

- Não acho que seja uma boa ideia...

- Porque não? - Franziu o cenho curiosa.

- Do lado de fora desse avião eu sou uma mulher casada, Yuri. Não posso ser vista com você. - Disse sem nem sequer olhar para a morena que agora a encarava com certo nervoso.

- O que quer dizer com isso? - Tocou a mão de Jessica que de imediato cortou o contato.

- Estou dizendo que aqui somos meras conhecidas. O que aconteceu em Vegas, não vai se repetir... - Inquiriu se afastando da atriz. 

- Ah entendo. O que acontece em Vegas, fica em Vegas, certo? - Soprou com escárnio. 

- Exatamente! - Fitou enfim a mais nova que tinha em seu rosto um misto de desapontamento e tristeza. - Vamos lá Yuri, não torne as coisas mais difíceis. Foi ótimo enquanto durou, mas ao descer desse avião  tudo volta a ser como era antes. Eu continuo sendo Jessica Jung, casada com Tyler Kwon, dona de uma marca de roupas e diretora da empresa do marido enquanto você... É uma atriz de doramas e filmes adolescentes e temos absolutamente NADA nos associando...  - Deu ênfase a palavra - E deve continuar assim! - Concluiu terminando de pegar suas coisas.

- Isso é uma ofensa pra mim ou pra você? Porque ao menos eu sei que sou feliz aonde estou.... E você? Tem certeza que é? - Não esperou a resposta da castanha e saiu as pressas, se esbarrando na estilista e  se encaminhando até a saída. 

Jessica observou a morena se afastar e engoliu a seco sentindo seu coração acelerar, não queria ter que deixar a atriz ir.

Mas ela sabia que era necessário.

Era o melhor a ser feito.

Taeyeon viu quando sua amiga passou como um furacão em direcção a saída, queria ir atrás da mesma, mas precisava fazer como combinado e sair de mãos dadas com a rival.

A loira voltou sua atenção a Tiffany, vendo a mais nova ajeitar a mochila rosa em suas costas e começou a pensar na obsessão da mesma pela cor, estava tão entretida nos nisso que não percebeu quando Tiffany a encarou de forma debochada.

- O que foi? - A morena questionou.

- O que foi o que? 

- Você está me encarando, o que foi? 

- Ah perdão é que eu só notei agora o quanto você é louca por rosa. Isso é normal? Acho que não hein... - Brincou e riu ao ver a cara de deboche de Tiffany se desfazer.

- É normal sim, rosa é uma cor muito linda a qual tem um significado muito importante pra mim... Porque estou te dando satisfação mesmo? - Girou seu corpo e entrou na fila para sair do avião.

- Somos casadas agora, não somos? Preciso saber essas coisas sobre você e acho que você precisa saber mais sobre mim também. - Declarou se aproximando da rival.

- Te faço uma lista se quiser...

- Odeio listas! Pode anotar isso... By The Way - Inquiriu no inglês mal pronunciado fazendo com que Tiffany fizesse careta. - Ainda estou esperando você me agradecer.

- E devo saber o porquê de te dever agradecimentos? - Tentou andar mais rápido para se livrar da baixinha, mas a fila de pessoas indo na mesma direção que ela, a impedia.

- Oras, além de bipolar tem problemas de memória também? - Soltou de forma sarcástica - Quem foi que te ajudou quando você estava lá encima morrendo de medo? Quem foi? Quem foi? - Apontava pra si mesma enquanto perguntava.

Tiffany parou de andar e revirou os olhos.

- Primeiramente eu não sou bipolar e em segundo lugar, eu não estava tão apavorada assim, mas se você faz tanta questão do meu agradecimento, pois bem. Muito obrigaaada, Kim Taeyeon! - Voiceferou irônica fazendo Taeyeon sorrir satisfeita.

- Por nada, querida! 

As estilistas passaram pela fila, saindo da aeronave e indo em direção a parte de fora, onde pegariam suas bagagens. Após terem tudo em ordem, seguiram caminho para o desembarque. 

Taeyeon procurava Yuri por todos os cantos, chegando a conclusão de que ela já não estava mais ali. Se aproximou de Jessica - Que estava com uma cara nada amigável - E tocou seu ombro, a fazendo virar em sua direção.

- O que houve com Yuri? - Sussurrou 

- Não sei, pergunte a ela... - Disse áspera, se afastando da loira e apressando os passos.

- Nossa... O que houve com essas mulheres hoje? - Murmurou para si mesma.

A porta que dava acesso a saída enfim chegou, por ela já dava pra se ter uma noção da quantidade de pessoas que ali esperavam.

Tiffany entrelaçou o braço de Taeyeon e ambas se olharam, um arrepio percorreu seus corpos pela ansiedade que as tomavam, voltaram seus olhares para a porta e de forma sincronizada, caminharam para o mar de fotógrafos que as esperavam.

Os milhares de flashs as cegaram, havia tanta gente ali - Desde repórteres, fotógrafos e fãs - Que o barulho das câmeras junto ao das pessoas preenchendo o local era ensurdecedor. Lin e Ming, juntamente com os seguranças que já as aguardavam lá, tentavam abrir espaço em meio a multidão. 

Pessoas com cartazes, bandeiras LGBTs e camisas estampando a junção dos nomes Taeyeon e Tiffany, as acompanhavam gritando seus nomes e tentando qualquer interação com as duas. 

Jessica também sofria o assédio e tentava sair do bolo que se formou ao seu redor, parecia um pesadelo toda aquela gente reunida.

Tiffany agarrou a mão de Taeyeon para que elas não se desgrudassem, estava começando a ficar com medo daquilo tudo. 

As pessoas gritavam frases de apoio, mas volta e meia, ela escutava algo ruim também.

Taeyeon começou a sentir-se claustrofóbica e colocou a cabeça para cima, tentando respirar e mater-se tranquila. Ming tentava abrir mais espaço, mesmo que a cada passo, elas acabassem sendo mais e mais esmagadas.

Ao avistaram a porta da saída, Lin gritou para os fotógrafos e fãs que dessem espaço para que as estilistas pudessem sair em segurança.

O pedido foi acatado e mesmo que ainda de forma sufocante, as mulheres conseguiram chegar até a parte de fora.

- Oh God, This Was Insane! - Tiffany inquiriu ao conseguir enfim respirar aliviada. 

- Eu estou tonta... - Taeyeon declarou.

Tiffany a olhou e percebeu o quão pálida a loira estava, segurou em seu braço e a fez repousar em seu corpo.

- Calma, o carro já está ali, vamos! - Deu o primeiro passo cuidadosamente sendo seguida por Taeyeon.

As rivais andavam abraçadas em direção ao carro, vários outros fotógrafos e fãs estavam ainda as seguindo, porém um pouco mais de longe dessa vez. 

Atravessaram a fachada do aeroporto e ao chegarem a parte do estacionamento, ouviram o que parecia ser um protesto.

E lá estava o que tanto Taeyeon temia. Um aglomerado de homens de meia idade e algumas mulheres de idades variadas com placas e cartazes contendo palavras extremamente ofensivas protestavam contra o casal.

Taeyeon respirou fundo tentando ignorar, apressando os passos para chegar logo ao veículo que as esperavam, mas sentiu Tiffany subitamente parar. Levou seus olhos a morena, se assustando ao ver sua roupa completamente suja com algo que parecia tomate.

- Vocês envergonham esse país! 

- Voltem pro lugar de onde vieram suas aberrações!

- Suas sapatões! Vocês não são aceitas aqui!

As pessoas gritavam as mais diversas barbaridades para as estilistas e tentavam de todas as formas, passarem pelos seguranças que os impediam. Taeyeon encarou o rosto de Tiffany, a mesma assustada e estática, não conseguia se mover diante daquilo. 

Uma raiva passou a consumir a loira que encarava as pessoas que as hostilizavam - Que não eram muitas - Sentindo seu corpo enrijecer e esquentar.

De repente a bandeira LGBT mais ao fundo lhe chamou atenção, haviam fãs ali, fãs que estavam a brigar com aqueles que as ofendiam. Observou que muitos tinham seus olhos marejados e aquilo partiu seu coração. Voltou a fitar Tiffany e o olhar amedrontado e tão quão marejados quanto os de seus fãs, foi a gota d'água para ela.

O que fez a seguir, talvez não tenha pensando o suficiente, mas foi o que seu instinto e orgulho a fez fazer. 

A loira correu em direção a fã que segurava a bandeira colorida, assustando a mulher ao se aproximar.

- Você pode me emprestar isso aqui? - Pediu de forma educada e a fã logo a estendeu o pano.

Taeyeon correu de volta para o lado de Tiffany e segurou seu rosto, fazendo com que a mesma a encarasse.

- Se prepare! - Sussurrou para a rival que a olhou confusa.

Taeyeon virou-se de frente para o grupo de pessoas que as atacavam e esticou os braços, abrindo a bandeira LGBT para que todos vissem. Gritos de apoio foram escutados, o que acabou a encorajou a continuar com o que pretendia e sem mais demora, passou a bandeira por seu corpo, puxando Tiffany junto e as fazendo se abraçarem, sendo cobertas pelo pano colorido. 

Taeyeon encarou os olhos profundos da mais nova - Que a olhava completamente confusa - E subitamente desceu o olhar para a boca entreaberta da mesma. 

- Espero que isso esteja sendo filmado. - Inquiriu antes de puxar a rival para ainda mais perto e selar seus labios em meio a toda aquela multidão.



Notas Finais


Eita eita eita eita eita eita eita
O que estão achando? Contem-me!
Besitos en la bundita e até a próxima!

Ps: Perdoem quisquer erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...