História O Agente da PSB (Policía Sobrenatural do Brasil) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Esse capítulo foi narrado por: Sasuke.
Gente, me desculpem! Eu não tinha visto até que estava relendo os capítulos, mas, desde o prólogo eu estava escrevendo Cela com S me desculpem por isso, eu só percebi que tinha algo errado no capítulo 5.

Capítulo 9 - Capítulo 6: David


Naruto me olhava pasmo, nós não estavamos acreditando no que estávamos vendo.

- E-ele está morto?! - Perguntou Sakura.

- Sim, infelizmente. - Eu disse.

- Ai meu Deus! - Ela disse, enquanto a succubus aimda tinha a mão na boca surpresa.

Sim, David estava morto.

Mais cedo na festa...

"- Então... quantos anos você tem? - Perguntou Naruto.

- Quinze... - Falou David um pouco tímido. 

- Ah! Novo demais! Não faz meu tipo! E aliás, não poderá beber um bom vinho para me acompanhar, mas, vamos de suco de uva. Assim eu e você poderemos brindar igualmente. - Falou Naruto.

- E o senhor tem quantos anos? Ah! Perdão, qual é o seu nome? Eu me chamo David.

- Naruto, tenho vinte e três. Viu? Sou um tanto velho. - Falou brincalhão.

- Na verdade, vinte e três é ainda muito jovem. - Falou David.

- Vamos brindar! - Disse o loiro animado. As taças com o doce suco fizeram um leve som e depois os dois tomaram um gole do líquido roxo no recipiente. 

- Naruto. - Eu falei, chegando mais perto.

- Oh! Sasuke! Não sabia que estava aqui! - Falou o loiro, assim como tínhamos planejado. - Sasuke, esse é o David.

- Olá David, eu sou Sasuke Uchiha. - Me apresentei.

- David Mary. - O garoto disse nervoso. - Não sabia que um membro do clã Uchiha estaria aqui.

- Ah! Bem, minha irmã é amiga da noiva então a trouxe para a festa. - Eu falei.

- Humm... Como um vampiro é irmão de um demônio Succbus? - Ele provocou, tomando um gole do suco e olhando atravessado pela taça. - Eu os vi chegando. Eu sei que vocês estão aqui por algum outro motivo... 

- Sim, está certo. Nós queremos falar com você David se não se importar. - Falei.

- Claro que não. Vamos conversar lá fora. - O vampiro mais novo disse.

Assim como ele pediu, fomos para o lado de fora conversar. Ao chegamos para um ponto mais afastado da festa, ficamos de frente um para o outro.

- Então, sobre o que querem conversar?  - Ele perguntou.

- Queremos saber, o que você era de Lexis Serafim e por que a matou? - Perguntou Naruto.

- Eu sabia que seria sobre isso. Bem, o que eu posso fazer né? - David falou mordendo algo em sua boca logo em seguida.

- Ah não! - Eu disse segurando o corpo do garoto.

- O que foi? - Naruto perguntou. - O que ele fez? 

- Água benta- Eu respondi.

- Água benta? Hã? - Ele perguntou confuso.

- O que ele mordeu, um veneno feito no século XV. Antes eles usavam a própria água sagrada, mas, depois começaram a usar uma pílula que continha a água como o ingrediente principal e outros toxinas.  - Expliquei.

- Ele então cometeu, suicídio? - Ele perguntou engolindo em seco.

- Sim..."

- Sasuke, o que vamos fazer agora? - Ouvi Naruto perguntar.

- Não sei... 

- Nós temos que ir para a PSB agora! - Gritou Ino. - Não podemos deixar ele aqui! Vamos!

Seguimos a loira, eu levava David nos braços enquanto Naruto abria a porta do carro para mim. Fomos direto para a PSB e ao chegarmos, eu deixei o corpo na sala de exames e depois fomos trocar de roupa para podermos trabalhar direito. Quando sai do vestiário masculino vi Naruto tomar um comprimido,  não falei nada talvez fosse algo pessoal. 

- Então,  o que vamos fazer agora? - Eu perguntei.

- Nós iremos falar para a família sobre o suicídio, depois procurar com a mãe de Lexis qual era a conexão dos dois. - Falou Ino.

- Você está preparada para tudo não é diabinha? - Perguntou Naruto.

- Tem que está!  Se eu tiver que ajudar a Sakura nesse emprego. - Ela falou.

- Bem, então eu vou ligar para a família. Alguém sabe o número dos pais? - Perguntei.

- Eu faço isso. Vão descansar. - Disse a succubus.

- Tá.  - Nós dissemos.

- Ino, eu vou ficar. Não quero deixar você sozinha pra dizer esse tipo de notícia. - Falou Sakura.

- Obrigada. 

Naruto e eu saímos da sala e seguimos caminho para a minha cela. Ficamos conversando por um tempo.

- Sasuke, me diga o que eu esqueci? - Ele me perguntou.

- Esqueceu? Como assim? - Eu perguntei.

- Não se faça de bobo! A Sakura me disse que eu esqueci de uma coisa, o que foi? 

Naquele momento ele havia me pegado de surpresa,  nunca esperei que um dia ele fosse fazer essa pergunta.

- Olha, não quero que você se assuste.  - Eu comecei. 

- Eu não vou. - Ele disse. - Pode me contar.

- Naruto, depois que você voltou da missão do lobisomem, você ficou doente. Acho que essa parte ela te contou, então eles disserem que você teria que se afastar da PSB por um tempo, mas, eu não aceitei pois eu iria ficar sozinho aqui. É, agora eu sei que foi egoísmo da minha parte, então nós dois discutimos e você acabou passando mal e desmaiou, quando você acordou... Você... Você havia esquecido dos anos em que eu e você fomos mais que amigos. - Contei.

- O que você quer dizer?... - Ele falou.

- Eu quero dizer que eu e você já fomos namorados, Naruto. - Falei.

- Você só pode estar de brincadeira! - Ele gritou.

- Não,  não eu não estou! Eu posso provar que não estou mentindo! - Rebati.

- OK, então me mostre! - Ele provocou.

Então eu fui até o colchão, o levantei e tirei algumas fotos nossas.

- Aqui. - Falei.

- Ha! Essas são suas provas? Fotos nossas? - Ele me provocou.

- O nosso primeiro beijo está registrado nessas fotos. - Falei.

- Essa? - Ele falou mostrando a tal foto. - Sabe o que eu faço Sasuke com isso?

- O quê?  - Me atrevi a perguntar.

- Isso. - Ele disse partindo a foto no meio.

- Sério? Vai agir como uma criança agora? Naruto Uzumaki? - Perguntei prestes a chorar. - Sabe se não queria saber não perguntava! Agora se quer mais provas além dessas fotos! Procure a Sakura! - Me irritei.

- Claro. Vou procurar! - Ele disse saindo batendo os pés no chão. 

- Era a única lembrança que eu tinha de nós dois... - Eu disse juntando as duas partes caídas no chão. - Bem, eu posso cola-las com a fita do escritório depois.

Mesmo querendo esconder, ainda estava triste pelo acontecido, não pensei que o Naruto teria esse tipo de atitude mas, devemos esperar de qualquer pessoa que perde a memória e  leva a notícia de que namorava com um prisioneiro vampiro da base militar.

- Droga! - Soquei o chão o qual abriu um buraco com o soco. - Eu não devia ter contado...

Respirei fundo e me sentei no chão com as mãos atrás da cabeça,  olhei para a foto ainda no chão e deixei que as lágrimas caíssem dos meus olhos. Sem perceber acabei dormindo no chão, só percebi assim que fui acordado pela voz de Naruto.

- Sasuke... - Ouvi ele me chamar calmamente. 

- Sim? - Perguntei me levantando aos poucos do chão

- Me desculpe. Eu... eu não queria dizer e fazer aquilo que eu fiz. Me desculpa. - Ele disse.

- Tá tudo bem. - Eu falei.

- Sasuke, eu falei com a Sakura e ela confirmou o que você disse. E... eu estava pensando, você quer tentar do zero? 

Eu fiquei surpreso e um sorriso largo saiu dos meus lábios e por impulso acabei pulando em cima do mesmo e o derrubando no chão. 

- Claro! - Eu falei animado.







Notas Finais


Eu espero que tenham gostado. Me desculpem pelos erros irei concertar depois.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...