1. Spirit Fanfics >
  2. O Alfa Indomável - KibaSaku (One Shot) >
  3. Capítulo Único KibaSaku - Casais Improváveis

História O Alfa Indomável - KibaSaku (One Shot) - Capítulo 1



Notas do Autor


Meus queridos (as) leitores, aqui está a segunda história de capítulo único da mini Série: casais improváveis que estou escrevendo junto com minha amiga e parceria @Flor_Cerejeira1 eu espero que gostem e desejo boa leitura a todos...
Logo mais sairá a próxima história 😘

Capítulo 1 - Capítulo Único KibaSaku - Casais Improváveis


Fanfic / Fanfiction O Alfa Indomável - KibaSaku (One Shot) - Capítulo 1 - Capítulo Único KibaSaku - Casais Improváveis

Kiba Inuzuka tenho vinte e sete anos, sim sou lobo solitário do Clã Inuzuka, sou Alfa da minha alcateia, não foi nada fácil eu tornar Alfa tive mostrar era capaz de assumir esse posto. Creio que alguns de vocês leitores já assistiram ou ouviram falar de uma serie chamada “Teen Wolf”, pois o nosso sistema de escolha de um Alfa é  praticamente o mesmo demostrando nesse serie.

Primeiro: Para se tornar um Alfa o Lobisomem precisa matar outra da mesma espécie, como foi demonstrado em um episódio quando Derek matou o próprio tio e se tornou um Alfa.

O mesmo aconteceu comigo, eu tiver que matar meu próprio tio, mas não pense você que me sentir triste, “por não sentir nada”. Meu tio era um perfeito filho de puta oprimia os mais francos da nossa alcateia, abusava de seu poder era um completo tirano. No meu aniversario de dezoito anos, havia completado cinco anos desde morte do antigo Alfa. Meu pai e eu não suportávamos ao ver mais uns irmãos e irmãs sofrendo pelas mãos do meu tio, então tomei de volta o que pertencia ao meu pai a liderança, respeito, companheirismo e acima de tudo a justiça e honestidade.

Mas infelizmente todo poder tem o seu preço, junto com tudo o que conquistei me tornei frio e indomável, nem mesmo a fêmea mais bonita e fértil da alcateia conseguia chega perto de mim.

Segundo: Além do Alfa que sou eu existe mais dois tipos de lobos, essa é a forma normal de qualquer Lobo ao ser transformado, um Lobo se torna um Beta se tiver um grupo ou uma “Alcateia”. Ao se transformar, algumas mudanças e alterações são feitas na face, como o aumento do nariz, cabelos faciais e dentes caninos. Suas unhas mudam para garras. Os Betas possuem olhos Azuis ou Amarelos dourados, de acordo com sua transformação, ou algum sentimento forte como o medo ou até mesmo o descontrole. E por fim temos os Ômegas São os últimos na hierarquia do bando. Um Ômega é um lobo solitário, por isso, se torna fraco em comparação aos demais. Isso o faz um alvo fácil para outros lobos e também para caçadores. Quando faz parte de um bando, normalmente é tratado com desprezo. 

Enfim como disse eu me tornei frio e indomável mais isso nem vem ao caso agora, depois de uma longa caçada, voupara minha casa, um chalé no meio da floresta escondido e fora do alcance de qualquer caçador. Assim que entrei fui direto para o chuveiro precisava tirar o cheiro de sangue misturado com suor de meu corpo para então me vestir e ir até o centro da cidade em uma loja especializada em chás e café, onde marquei de me encontrar com um grande amigo meu Shikamaru ele é humano e confio muito nele, pois ele é policial e tem acesso aos registros de caça e assim ele sempre nos ajuda a evitar os caçadores.

Depois de estar de banho tomado vestir uma roupa social e camisa porem confortável peguei as chaves do meu carro, pois iria chover e não tinha condições de eu ir de moto. Depois de uns quarenta minutos de estrada finalmente chegou ao centro da cidade, estacionei meu carro e entrei no estabelecimento onde a dona Izumi Uchiha me recebeu e me guiou até a mesa em que Shikamaru.

– Eai Nerd. – cumprimentou. 

– Eai bichinho de estimação... – meu amigo provocou 

– Já disse que não sou um bicho de estimação ninguém, ainda mais colocara uma coleira em mim. – esbravejou. 

– Haaa certo... Como quiser. – brincou o amigo. – Bom eu chamei você aqui por que temos carne nova na cidade, ontem a noite chegou uma moça com seu irmão mais velho os dois compraram uma casa grande e eu diria que na verdade a casa está mais para uma mansão.

– E por que eu deveria me preocupar com isso? – perguntou.

– O irmão da moça se chama Kakashi...  Ele é um caçador,pelo que ouvir falar ele é dos bons, tão bom que chega a ser perigoso até para as bruxas, na antiga cidade dele ele matou mais de 150 lobos, 85 bruxas e 200 vampiros. – ele disse preocupado. – Ele começou a caçar com 16 anos quando os pais foram assassinados, acredita que foram seres sobrenaturais que mataram seus pais e por isso começou a caçar em forma de vingança.

– E a irmã dele? – questionou.

– Bom o nome dela é Sakura... Aparentemente não está envolvida com caça, ela é médica e quando não está no hospital trabalhando está provavelmente trancada dentro de casa.

– Provavelmente? – fiquei curioso.

– Ela é um fantasma, não pelo fato de ser muito branca mais pelo fato do irmão a manter presa, ele a trancar e a proíbe de sair.

– E como sabe disso? 

– Hoje de manhã enquanto eu espionava, escutei uma conversa dos dois, a moça aparentemente chorava e implorava para o irmão deixa-la sair, que aqui é uma cidade nova e ninguém tem motivos para machucar eles.

Depois dessa longa conversa, vou ao eu endereço que Shikamaru havia me dando para tentar descobrir mais alguma coisa sobre esses dois novos moradores, assim que cheguei aoendereço pude sentir um perfume maravilhoso algo que jamais senti em toda minha vida, e pelo simples fato de estar embriagado pelo perfume doce.

Eu entrei na casa de uma só vez me deparando com uma mulher gostosa pra caralho de cabelos rosa sentada em um tapete felpudo brincando com dois Rottweiler enormes, estava tão distraído que quando dei por mim os cachorros estavam parados um de cada lado rosnando para mim enquanto impediam que eu chegasse até a dona deles e devo admitir eles são realmente leias a ela.

SAKURA ONN

Eu me chamo Sakura tenho vinte cinco anos e sou uma médica, tenho um irmão por parte de mãe Kakashi, meu irmão costumava ser doce e gentil mais quando nossos pais foram mortos ele se transformou em um homem frio, cauteloso e extremamente obsessivo e paranoico, ele não me deixa sair de casa e as poucas vezes que saiu  ele está comigo,  e no trabalho ele me leva e busca e sem falar que no meu horário de almoço me observa de longe e todos os dias depois do meu expediente. Kakashi me faz um interrogatório de como foi meu dia e eu não posso mentir nem omitir nenhum detalhe por que sei que ele me vigiou o tempo todo. 

Hoje pela manhã quando acordei fiz minhas higienes pessoais e me vesti com uma roupa confortável de ficar em casa já que começaria a trabalhar no novo hospital só daqui duas semanas, assim que desci para tomar café da manhã Kakashi já estava de pé.

– Bom dia pequena! – disse o prateado.

– Bom dia – respondeu sem animo.  

– O que foi? Está com uma cara nada boa! – ele questiona.

– Eu não aguento mais isso Kakashi! Não aguento mais não poder sair, quero ter uma vida normal... Eu quero ser livre Kakashi, por favor, me deixe sair e viver minha vida eu... -- antes que ela pudesse terminar de falar o prateado socou a mesa.

– CHEGA EU NÃO VOU DEIXAR VOCE SAIR, EU FAÇO ISSO PARA PROTEGER VOCÊ... MATARAM NOSSA FAMILIA NADA NOS GARANTE QUE NÃO MATARAM NOIS DOIS TAMBEM... EU VOU SAIR E VOLTO AS DEZ DA NOITE E SE VOCÊ ME DESOBEDECER EU SABEREI...

– POR QUÊ? IRMÃO POR FAVOR, EU SÓ PEÇO QUE ME DEIXE SAIR ESTAMOS EM UMA NOVA CIDADE AS PESSOAS DAQUI NÃO POSSUEM MOTIVOS PARA QUERER NOS MACHUCAR POR FAVOR – diz entre lagrimas.

– EU JÁ DISSE QUE NÃO SAKURA... E VOCÊ ESTÁ AVISADA. – disse o prateado virando as costas e indo embora

– Eu só queria entender o porquê disso tudo, ele fala como se quisesse ser meu herói e me proteger. Mais age como um vilão um cretino filho de uma puta – disse enquanto olhava para seus cachorros e passava Nutella em uma torrada.

A manhã passou rápida e logo o relógio marcou duas da tarde, depois de ter alimentado o Drago e o Colin me sentou no tapete da sala e comecei a brincar com eles, cerca de cinco minutos depois ambos param de me lamber e se viraram ferozmente e começaram a rosnar, quando olhei me deparei com um homem lindo e me encarava como se eu fosse dele, como se pertencesse a ele. 

– Quem é você? Se tentar qualquer coisa dará a ordem para te atacarem. – disse pouco nervosa.

– calma não vou machuca-la – ele disse – Eu me chamo KibaInuzuka, eu entrei por que o seu perfume empreguinho em minhas narinas e eu me senti atraído.

– Okay Kiba! Então farei outra pergunta.  Você disse que meu perfume te atraiu mais eu não estou usando nenhum perfume e mesmo se estivesse não teria como você sentir de tão longe a menos que você não seja humano – afirmou. – O que você é?

– Eu sou um lobo Sakura, eu não conseguir me controlar se você não der um jeito nesse seu perfume. – falar serio.

– Se controlar? O que faria comigo? – questiono

– Venha aqui perto de mim e descubra.

Mesmo como pouco medo me aproximou e em questão de segundos Kiba a agarrou  é jogando sobre o tapete tomando os lábios com vontade.

– Não me provoque rosada... Eu sou um lobo e a anos não fodo uma buceta, se eu começar não vou parar.

Fiquei completamente alucinada pelo beijo simplesmente respondeu no automático.

– Não me lembro de ter pedido para se controlar... Eu sou virgem mais não quero que seja carinhoso – aproximou do seu ouvido. – Quero que me foda com muita força.

KIBA ONN

Sem pensar duas vezes rosnou e rasgou as roupas de Sakura, e viu que os malditos cachorros ainda o encaravam e então num movimento rápido pego Sakura nos braços e subiu as escadas. Logo entro no quarto dela jogou na cama trancando a porta..

–Você vai ser punida por ter me provocado. – esboço sorriso malicioso.

Começou a chupar e morder o pescoço de sakura que gemia baixo com os toques, em seguida sugou com força os bicos rosados de seus seios e com a mão direita começou a masturbar a moça a fazendo curvar o corpo na tentativa de ter mais contato. Estou extintando para caralho, louco fazer aquela mulher minha. Estava duro tão duro que estava quase abrindo mão das preliminares e se atolado dentro daquela buceta rosada de Sakura.

– K-Kiba eu não aguento mais, me fode logo. – ela implora.

– AAA minha linda farei isso com todo prazer e força do mundo...

Arrumou no meio das pernas da jovem e sem enrolar a penetrou de uma vez, sentindo seu hímen se romper e a moça agarrar seus ombros enquanto soltava um gemido manhoso.

– Está doendo? – perguntou.

– Não, me fode com força meu Alfa. 

Com essas palavras Sakura deixa fora de si, começou a movimento de um vai e vem frenético, forte e rápido tão rápido que a cabeceira da cama batia com força na parede fazendo com que os quadros na mesma balançassem e caíssem no chão. Colocou Sakura de quatro e enquanto a fodia com força dava tapas fortes em sua bunda redonda e empinada.

– Humm K-Ki-ba... Mais por favor, quero mais forte... –Sakura implorava por mais.

– Hum... Venha minha rosada cavalgue em mim. – ordenei.

Deitou e Sakura fico por cima de mim e logo começou a cavalgar, segurava em sua cintura fazendo as quicadas ficarem mais rápidas fundas e fortes, depois de vinte minutos nessa posição, faço Sakura deita de bruços abrindo as pernasda mesma e a penetrando com força, logo em seguida elesentiu as paredes vaginais de Sakura o apertarem cada vez mais e então a jovem gozou chamando o nome do mesmo que cinco estocadas depois se derreto dentro da buceta quentinha, apertada e molhada que o recebeu muito bem a momentos atrás.

– Isso foi delicioso... – disse Sakura.

– Haa fico feliz em ouvir isso. – falou – Eu machuquei você?– pergunto a ela.

– Não, você não me machucou. – ela responde e logo dando um selar na testa. –- Venha vamos tomar um banho...

Depois de transamos novamente de baixo do chuveiro, tomamos nosso banho juntos regado beijos e caricias, logo que terminamos banho e nos vestimos. Fomos em direção da cozinha para comer algo, enquanto conversavam não perceberem que a hora passou tão rápido, Kakashi havia chegado, só notamos quanto ele entrou aos berros.

– SAKURA QUE PORRA É ESSA? QUEM É ELE? – estava furioso como irmã

– IRMÃO POR FAVOR FICA CALMO... DEIXA TE EXPLICAR...

Antes mesmo que Sakura pudesse dizer o resto Kakashi deu um tapa no rosto dela. O que deixou furioso, logo partiu para cima de Kakashi, a luta foi intensa. Estava vencendo a luta, mas Kakashi tinha uma carta na manga. Com agilidade Kakashi cravou uma adaga de ouro branco no meu peito, ultima imagem foi ver Sakura chorando antes entrega uma escuridão.

SAKUA ONN

Não podia acreditar que Kakashi tinha cravando adaga peito de Kiba, eu gritava desesperada e cheia de ódio do meu irmão.

– EU ODEIO VOCÊ... KAKASHI, VOCÊ DISSE QUERIA ME PROTEGER MAIS TUDO O QUE FEZ FOI ME MACHUCAR... E AGORA EU NÃO VOU MAIS FICAR PRESA... – chorava tanto.

Afasto de Kakashi, encosto em gaveta faca onde havia guarda alguns dias. Peguei e escondi atrás da costa, Kakashi vem minha direção e abraçar, sentir dor forte no peito, mas mesmo assim cravei a faca na costa do meu irmão que sem vida no chão. Aos prantos abraço o corpo do meu irmão e em seguida peito sobre o peito de Kiba pego meu celular ligo para policia, depois até mesa no centro da sala pego arma que fica debaixo, aproximo mais vez do corpo do meu irmão dou beijo na sua testa e em seguida vou até Kiba e selo seus lábios frios com beijo. Decide morre nos braços do Alfa indomável que por uma única noite me amou verdadeiramente, aponto arma para minha cabeça puxo o gatilho.

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...