História O alfa me domou - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Markson, Yugbam, Yugjin
Visualizações 43
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiin ^^
Bigado pelos favoritos
Tenham uma boa leitura kussus e até breve

Capítulo 4 - Eu sei o que tenho, não precisava esfregar na cara


Fanfic / Fanfiction O alfa me domou - Capítulo 4 - Eu sei o que tenho, não precisava esfregar na cara



Youngjae contorcia os dedos mordendo o lábio inferior e agarava os lençóis com tamanha força que podia os perfurar...Oh como aquilo era bom, como Jaebum era bom naquilo e por Youngjae podiam ficar ali para sempre mas...

Jaebum saiu de baixo das cobertas sentindo melhor aquele cheiro e se levantou vestindo suas roupas as presas.

–onde vai?–

–não sai daqui!– Jaebum saiu do quarto descendo as escadas as preças.

–meu filhote!– disse a mulher com seu sorriso lindo.

–mãe– Jaebum foi abraçar a ômega e lhe deu um beijo no rosto –feliz aniversário–

–aah você se lembrou–

–claro, como iria me esquecer do aniversario da mulher mais maravilhosa desse mundo?–

–aah meu filhote, eu e a Jennie viemos aqui para nos cetificar que você não irá faltar a festa–

–aah pode deixar, agora vocês não tem mais nada de importante para fazer tipo escolher um vestido ou algo assim?–

–o que foi maninho? Esta nos expulsando?– a alfa se aproximou do mais novo. –ou esta escondendo algo?–

–não estou escondendo nada apenas...–

–que cheiro é esse?– Jennie fungou Jaebum –cheiro de ómega, OMG meu maninho finalmente arrumou alguém, ela esta no quarto?– perguntou empolgada indo para as escadas mas ao colocar o pé no primeiro regrão viu um ómega vestindo apenas uma camisa social branca de Jaebum e uma box.

–ooh...– Jennie pareceu admirada.

–quem é ele?– perguntou Yangmin e Jaebum suspirou, que parte do "fica aqui" aquele ómega não tinha percebido?

Jaebum foi até as escadas pegando na mão de Youngjae e o levou até sua mãe.

–mãe, esse é o Youngjae, Youngjae esta é a minha mãe– Youngjae corou por estar em tal trajes perante a sogra e pegou na barra da camisa se curvando.

–m-muito prazer– Jennie que estava por trás dos dois asubiou ao ver as belas coxas do cunhado.

–aff, e esse louca é minha irmã Jennie–

–ola– Jennie assenou e Youngjae apenas curvou a cabeça

Yangmin olhou para Youngjae de cima a baixo e logo olhou para Jaebum.

–você é o ómega do meu filho?–

–s-sim– Jaebum ficou espantado pelo Choi não relutar ou algo assim.

–você marcou ele?– perguntou a Jaebum.

–não nós...somos destinados–

–serio? Deixa eu ver as marcas!– Jennie se aproximou de Jaebum que mostrou. –uau, que legal–

–são mesmo destinados?– perguntou Yangmin e Youngjae baixou a camisa mostrando a sua –aah que alegria, finalmente meu filho achou alguém que o completasse– Yangmin foi abraçar Youngjae que não entendeu e Jaebum apenas sorria pelo jogo duro que sua mãe fazia afinal Yangmin sempre foi uma mulher compreensiva e que colocava a felicidade de seus filhos acima de tudo.

–e quantos filhotes pensam em ter? E por que não me apresentou antes?–

–rs,mãe Descobrimos isso ontem–

–aah, eu tenho que ir me arrumar para a festa e quero você lá também sim? E Jaebum pode chamar seus amigos também–

–pode deixar mãe– Jaebum acompanhou as duas até a porta e a fechou.

–aahh que vergonha!!!!– Youngjae se jogou no sofá.

–rs, vai se arrumando que eu preparo algo para a gente comer antes de sairmos–

–sair para onde?–

–você por acaso tem um terno?–

–...–

–tal como pensei–

–mas eu não quero comer, eu quero uma taça de sorvete–

–isso não é saudável–

–então eu não vou a lugar nenhum– Jaebum suspirou e foi até a geladeira.

000000

–Jae fica quieto!– falou Mark tentando ajeitar o fato do mesmo.

–hyung eu não quero usar isso esta muito desconfortável–

–quer agradar seus sogros ou não?–

–...–

–então fica quieto– Mark voltou a ajeitar o fato.

–quero ir ao banheiro–

–aah não, de novo não, já é a 5ª vez que você vai desde que chegamos aqui há 30 minutos–

–então vou fazer nas calças–

–aish, sai daqui!– Youngjae saiu indo ao banheiro.

–Mark pode vir me ajudar?– pediu Jinyoung no provador ao lado e Mark foi até o mesmo.

–que droga de colete tem ziper nas costas?–

–rs, os das dançarinas de poli dance, anda meche essa raba!– Mark deu um tapa na bunda de Jinyoung e os dois sorriram.

–atrapalho?– perguntou o alfa deixando claro seu desagrado.

–yug, o Mark só esta me ajudando com o...–

–calado! Qual é o seu problema? Nem um alfa lúpus te satisfaz? Quer um ómega também?–

–Yug para com esse seu ciume sem lógica, eu e o Mark somos só amigos–

–isso pode ser o que você pensa mas não é o que esse ómega pensa– falou se aproximando de Mark que se encolheu –o que foi? Como os alfas não querem um ómega infértil e inútil como você, você decidiu procurar os betas? Mas vai tirando o cavalinho da chuva pois esse beta é meu, e se eu ver você perto dele outra vez eu acabo com você de um jeito que esse seu ovário seco não vai ser nada– Mark olhou para Yugyeom com os olhos marejados, nunca ninguém tinha sido tão frio cruel e insensível quanto a seu problema e ouvir aquilo de um alfa doeu muito mais.

Mark saiu dali correndo. Jinyoung olhou para o namorado sentindo uma vontade enorme de o socar mas apenas o olhou com ódio e saio indo atrás de Mark ignorando os gritos do alfa para o mesmo não ir.

000000

Jaebum olhava Youngjae comer comer e comer e não sabia para onde ia aquela comida toda.

–vai acabar engordando, rs eu não quero um ómega gordo– disse em tom de brincadeira sugando seu suco pelo canudo mas ganhou um olhar de Youngjae.

–não quer um ómega gordo? Você me acha gordo? Pararia de me amar por eu ser gordo? Se é que você me ama neh afinal você se imitou a transar com um colega de grupo que estava no cio e acabou o marcando sem querer então deve ser isso, você se sente obrigado a ficar comigo mas não se sinta, você é livre para fazer o que desejar afinal candidatos não faltam para si senhor alfa lúpus– Youngjae se levantou secando as lágrimas chamando atenção de muitos ali na lanchonete e Jaebum não entendia nada então apenas se levantou e foi abraçar o Choi.

–hey não é nada disso, eu te amo sim e nunca me sentirei obrigado a fazer nada que tenha haver com você, eu te amarei mesmo que você fique gordo eu só estou preocupado com a sua saúde meu anjo–

–mas eu quero comer–

–e você pode comer eu não estou te proibibdo–

–então por que disse que não quer um ómega gordo?–

–eu estava brincando mas me desculpem eu sou um idiota, você pode comer a vontade sim?– Jaebum deu um selinho em Youngjae. –quer mais alguma coisa meu anjo?–

–pode trazer mais asas de frango e refrigerante?–

–claro, eu vou pegar–

000000

Youngjae queria ir embora dali, já não aguentava aquela música, aquelas pessoas e muito menos o cheiro dos perfumes caros dos mesmo, onde estava Jaebum para o tirar dali?

–Jae, esta tudo bem?– Perguntou Jackson.

–onde esta o Jaebum?–

–esta no escritório do pai falando com ele, você esta bem?–

–não, Jackson eu quero vomitar– Jackson segurou na mão do ómega o levantar para os banheiros.

–para onde eles vão?– perguntou Mark.

–não sei, mas sei para onde nós vamos! o que estão a fazer aqui? A nossa festa é lá fora– Jennie levou Mark kunpimook e Jinyoung para o lado de fora onde a música era outra, o clima era outro, as comidas e bebidas eram outras para não falar que eram só jovens.

Youngjae inspirou o ar fresco daquele lindo jardim e expirou.

–esta melhor?– perguntou o Alfa.

–uhum–

–quer alguma coisa?–

–tem um Jaebum?–

–rs, vou tentar achar um– Jackson se retirou e Youngjae foi até a mesa dos aperitivos pegado uma bandeja de salgadinhos para repor a comida retirada de seu estomago e foi para um canto calmo se sentar e saborear seus deliciosos salgadinhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...