História O Alfa que eu NÃO queria! - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Jikook, Jimin!bottom, Jimin!ômega, Jungkook!alfa, Jungkook!top, Kookmin, Namjin, Taeyoonseok, Vhope
Visualizações 366
Palavras 1.645
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eaee galeraaa!
QUANTO TEMPO SOCORRO!1!!111!
QUE SDDS QUE EU TAVA DE VCS... ♡♡♡♡

Provavelmente vcs vão ter que ler o cap anterior pra se lembrar desse né, pq faz tanto tempo kkkk

Bom, não tem muito oq dizer... Peço desculpas pela demora e eu vou tentar não fazer mais isso kkjkkkk

Aproveitem o cap por mais que esteja pequeno tem bastante interação do meu casalzão cheroso
Sei com essa demora toda eu deveria ter recompensado vcs, mas é o que temos pra hj

BOA LEITURAAA (JIKOOK REINA A PORRA TODA) ♥♡

Capítulo 5 - Eu sinto!


Fanfic / Fanfiction O Alfa que eu NÃO queria! - Capítulo 5 - Eu sinto!

Jeongguk estava dentro no carro, quando escutou Jimin lhe chamar, achou estranho já que pra ele o ruivinho não falaria consigo tão cedo. 

—É, antes de você sair... Você poderia, por gentileza, me dizer onde tem produto de limpeza? Porque aqui entre nós, acho que as ômegas que você traz pra cá, esquecem de limpar o quarto de hóspedes. —Jimin zombou enquanto via Jeongguk revirar os olhos. O ruivo sorriu internamente.

—Achei que você só iria falar comigo, si eu falasse com você... —Jeongguk falou saindo do carro e fechando a porta do mesmo. —Nunca imaginei que você iria me procurar primeiro.

—Eu só pedi um favor, até porque eu não sei onde fica as coisas da sua casa. —Jimin deu ênfase nas últimas palavras. —E não é como si eu não quisesse ter uma boa relação com você, a gente vai morar juntos agora, o mínimo que eu posso fazer é ser amigável. 

—Isso é uma proposta? —O moreno perguntou sugestivo. —Uma proposta de amizade?

—Veja como quiser, como eu disse, só estou tentando ser legal. —Jimin sorriu, um sorriso debochado é claro. 

—Eu sei que está! Eu sinto... —Jeongguk falou provocativo. 

Instantaneamente o sorriso de Jimin sumiu. Ele sabia do que o Alfa estava falando. 

—Ha ha ha, muito engraçado! Agora você pode pegar os produtos? —Jimin perguntou. —Quanto mais rápido você pegar, mais rápido vai poder sair... 

—Pensando bem, não estou mais afim de sair. Vou ficar aqui e te ajudar, o que acha? —O alfa disse. 

—Acho uma péssima ideia, eu sei me virar sozinho! 

—Eu só quero te ajudar e ser amigável. —Jeongguk rebateu.

Sem argumentos, Jimin bufou e virou-se, deixando pra trás um Jeongguk risonho. 

.

.

.

—E então, pra onde você ia aquela hora? —Depois de um longo tempo limpando o quarto, Jimin finalmente havia terminado e agora apenas organizava as suas coisas no devido lugar. O ruivo estaria mentindo se dissesse que Jeongguk não ajudou, mas de 10 coisas que o alfa arrumava, 9 ele deixava pela metade. 

—Huum... Eu ia na casa de uma amiga... —Particularmente, Jeongguk não estava mentindo. 

—Aaah, quer dizer que eu atrapalhei sua transa? Desculpa! —Jimin zombou. 

—Olha, não se sinta com o que eu vou dizer mas, você não atrapalhou nada, porque eu que escolhi ficar em casa. 

—É você tem razão! —Jimin riu. 

Jeongguk ficou encarando a maneira como Jimin escondia sua boca com a pequena mãozinha e também como o seu corpo se inclinava pra trás conforme sua risada aumentava. 

—Agora eu não sei se você fica mais bonito rindo ou quando está bravo?! —O alfa falou, fazendo Jimin parar de rir. Aos poucos as bochechas do ômega iam ganhando uma coloração mais rosadinha. —Esquece as duas opções, eu prefiro mesmo quando você fica com vergonha! Realmente, quando suas bochechas ficam rosa, você fica muito lind... —Jeongguk parou de falar quando sentiu algo sendo tacado em seu rosto.

Uma cueca! Jimin, havia tacado uma cueca. 

—Cala a boca! —Jimin exclamou. 

Jeongguk riu. Pegou a cueca e começou a rodar em seu dedo indicador. 

—Bela cueca! —Jeongguk provocou Jimin, fazendo o mesmo partir pra cima de si. 

—Me devolve! —Jeongguk ergueu o braço deixando a cueca no alto, Jimin pulou uma, pulou duas, pulou três vezes e nada de conseguir pegar. —Para de ser babaca, me devolve logo essa merda! 

—Você tacou em mim! Porque eu devolveria fácil assim? —O moreno perguntou. 

—Eu só taquei porque você estava me irritando. Anda, por favor... —Jimin pediu. Jeongguk se curvou um pouco pra frente, pra ficar na mesma altura que Jimin, foi em direção ao seu ouvido e sussurrrou. 

—Não...

—Vai a mer... 

—Ômegas não xingam! —Jeongguk disse antes de Jimin terminar sua frase. 

—Obrigado pela ajuda! Já pode ir... E quer saber, pode ficar com essa cueca! —Jimin disse enquanto empurrava Jeongguk pra fora do quarto. Quando o moreno já estava na porta, Jimin mostrou a língua e fechou a mesma. —Babaca. —Jimin riu negando com a cabeça. 

Do outro lado da porta, Jeongguk ainda estava segurando a cueca do ruivo. Deu uma fraca risada lembrando da cena infantil de Jimin mostrando a língua pra si. 

Caminhou até seu quarto e se jogou em sua cama. Olhou pra sua mão e viu a cueca branca pendurada em seu dedo, riu mais uma vez e a jogou longe. 

.

.

.

Jimin estava colocando o último livro na escrivaninha quando escutou seu celular tocar. 

—Alô?!

—Alô Jimin?! Onde você 'tá?

—Oii Tae! Eeeh... Eu to...

—Você 'tá...

—Eu to na casa do Jeongguk...

—VOCÊ 'TÁ NA ONDE, JIMIN?

—Fala baixo Tae... Olha, eu 'to bem ok... Amanhã eu te explico tudinho, prometo!

—Amanhã o caramba! Você vai me explicar é agora!

—Agora não dá, de verdade...

—Você 'tá transando com ele?!

—NÃO TAEHYUNG! É claro que não... O problema é que é muita coisa pra eu te contar pelo celular, eu prefiro falar amanhã pessoalmente, entende?

—Uhum...Ok! Mas amanhã você não escapa, ouviu Park Jimin?

—Pode deixar, senhor Kim Taehyung! Onde você 'tá?

—Eu? Eu to na escola te esperando! Seu... Seu...

—Calma Tae! Desculpa, ta bom? 

Ta bom Jimin, ta bom...

—Te amo!

—Uhu... Também te amo! Eu vou embora, aqui ta frio, a gente se vê amanhã... Tchau!

—Tchau Tae! 

Jimin desligou o celular e o deixou em cima da cama. Saiu do quarto bem devagar, depois do acontecimento da cueca, Jimin não ouviu mais a voz de Jeongguk, o mesmo deveria estar dormindo, por esse motivo não podia fazer barulho. ''Se eu acordar ele, vou ter que aturar, então vamos bem devagar Jimin, bem devagar...''

O ômega desceu as escadas e foi direto pra cozinha procurar alguma coisa pra comer. Abriu a geladeira e só tinha cervejas e algumas garrafas, pela metade, de vodka. Abriu os armários e em todos eles, só tinham salgadinhos e lámen. 

Jimin não aguentava mais comer lámen e salgadinhos não matariam sua fome de leão. 

—Pizza! —Jimin pensou alto. 

Quando terminou de falar a campainha tocou. Jimin não sabia se podia atender, mas afinal, não tinha problema nenhum em atender uma porta. O ruivo correu até a porta e a abriu. 

—Olá! —Jimin curvou as sobrancelhas quando viu quem era. 

Um entregador de pizza... Só podia ser o destino. 

—Oi? —Jimin disse ainda confuso. 

—Hum, duas pizzas uma de calabresa e outra de mussarela... —O entregador disse olhando o papel que estava na sua mão direita. —É isso mesmo?

—Eeh... Huuum... 

—Sim! É isso mesmo! —Uma voz soou atrás de Jimin. O mesmo se virou e deu de cara com um Jeongguk sem camisa e com os cabelos molhados.  

—Aqui está! Deu *8.684,10 won. —O entregador deu as caixas na mão de Jeongguk que entregou para Jimin. 

—Coloca em cima da mesa e se quiser pode ir comendo. —O alfa disse e Jimin assentiu. 

—Seu ômega? —O cara perguntou enquanto Jeongguk contava o dinheiro. O mesmo engoliu em seco e assentiu minimamente. 

—Valeu! —Jeongguk entregou o dinheiro e fechou a porta sem esperar resposta. 

Respirou fundo e caminhou até a cozinha. Lá encontrou Jimin escorado na bancada com um pedaço de pizza pela metade na mão. 

—De nada! —Jeongguk disse pegando um pedaço de pizza. 

—Eux cha ia agradexe... —Jimin disse de boca cheia e Jeongguk fez uma cara confusa. O ômega engoliu a pizza e disse novamente: —Eu já ia agradecer! 

—Aaah ta! —Jeongguk foi até a geladeira e pegou uma cerveja. —Quer? —Jimin negou e Jeongguk deu de ombros voltando pra perto de Jimin. 

—Até que você não é tão insuportável assim... —Jimin disse pegando outra pedaço de pizza. 

—Eu agradeço por esse seu ponto de vista! —O alfa disse rindo. E Jimin acompanhou. 

—Vai confessa sem eu aqui, era muito chato não é?! 

—Você só 'tá aqui um dia e não, não é chato... Até porque eu não fico sozinho, sempre trago alguém aqui... —Jeongguk disse. 

—Eu sei que você 'tá mentindo. Eu sinto! —Jimin disse rindo. 

Jeongguk começou a encarar Jimin e novamente reparou nos seus detalhes. 

—Por que 'tá me olhando? —Jimin perguntou quando sentiu o olhar do moreno sobre si. Mesmo depois da pergunta, Jeongguk não parou de olhar. —Jeongguk! —O olhar do alfa desceu para os lábios de Jimin, o mesmo começou a caminhar em direção do ruivo e parou a milímetros de distância do ômega. Jimin engoliu em seco. —Ei, para de me olhar assim e se afasta um pouco! —Flashes da noite da festa estava voltando na memória de Jimin. Jeongguk colocou seu cotovelo na bancada e apoiou sua cabeça na palma de sua mão, olhou fixamente nos olhos do ruivo e disse:

—E eu sinto que você me quer, só que não aceita a verdade. —O moreno mandou um beijo para Jimin e saiu em direção a sala. 

O ruivo revirou os olhos e passou a palma na mão sobre a testa, pra tirar o pouco suor que tinha ali. Foi até a pia e encheu um copo d'água, virou tudo de uma vez e respirou fundo. Morar com aquele alfa não seria nada fácil. 

Jimin olhou no relógio que estava na parede e viu que já era dez horas da noite. Decidiu ir para o quarto e tentar descansar do dia longo. Caminhou até a sala e viu Jeongguk deitado no sofá assistindo. Viu que era melhor subir sem falar nada, mas não deu muito certo.

—Boa noite Jimin e até amanhã! —O alfa disse sem tirar os olhos da tv. 

Jimin suspirou. 

—Boa noite Jeongguk... —Jimin voltou a subir as escadas mas parou quando ouviu o moreno dizer. 

—Eu não falei aquilo só pra te irritar... Eu realmente senti! Na verdade qualquer um sente a nossa tensão sexual! 

—Que tensão sexual Jeongguk? Não existe nada disso, você 'tá louco! Boa noite... —Jimin disse mais uma vez. 

—Anda Jimin, confessa... 

—Boa. Noite. —O ômega disse colocando um ponto final naquela conversa. 

Continua...

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


*8.684,10 won = 30$ reais

OLHAA SÓ!
VCS ACHANDO QUE O JEONGGUK IA COMER A PUTIANEKKKKKKKKKKKKKKK

TROLLEI

DESCULPEM OS ERROS, PROMETO REVISAR E DEIXAR TUDO CERTINHO PRA VCS TEREM UMA LEITURA GOXTOSA (desculpa o caps tbm)

Até a próxima meus nenixs ♡♡
boom, eu to férias então eu não vou demorar muito pra atualizar de novo
prometo q não vou sumir desse jeito kkkjkk

{BEIJOS DA OMMA}🍇🌼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...