1. Spirit Fanfics >
  2. O Amante do Meu Namorado >
  3. Você já pensou em...?

História O Amante do Meu Namorado - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Mano eu amo esse capítulo kkkkkkkk

Capítulo 6 - Você já pensou em...?


Aconteceu. A. Coisa. Mais. Embaraçosa. Da. Vida.

 

Imaginem a cena: eu e Jungkook peladinhos na cama.

 

Jungkook me comendo por trás, com todas as suas forças, enquanto isso eu me segurando na cabeceira da cama e buscando não gritar de tanto prazer.

 

Até que ouvimos um de nós gemendo. E não apenas isso, mas gemendo um nome.

 

E este nome foi...

 

-Jimin... ah... -saiu quase como um sussurro involuntário, mas saiu e ambos ouvimos.

 

E adivinha quem falou?

 

Isso mesmo! Eu!

 

Puta que me pariu, por que essas coisas acontecem comigo? Por que? Socorro, alguém me salva de mim.

 

-O que disse? -ele perguntou após parar repentinamente com a foda.

 

-E-eu... o que? -ainda estava entorpecido com a sensação do pau dele dentro de mim pra formar uma frase completa. Ainda mais porque agora ele ainda me estocava, só que lentamente.

 

-Você disse alguma coisa, eu queria saber o que é. -pediu ofegante, ainda me torturando daquele jeito.

 

-Eu disse Jung! -falei a primeira coisa que veio na minha cabeça. -Jung, de Jungkook. Seu nome, lembra?

 

-Tem certeza? É porque...

 

-Tenho! Agora será que você pode ir mais rápido aí atrás por favor? Me fode logo, porra!

 

Jungkook pareceu esquecer completamente do que falávamos e simplesmente acatou o meu pedido de bom grado. -Com prazer! -respondeu e porra! Agora sim ele tava falando a minha língua.

 

...

 

Até agora não sei como consegui sair dessa, porque sinceramente! Só o Jungkook pra engolir uma coisa dessas.

 

O que acontece é que desde a vez em que eu vi Jimin pessoalmente, não consegui parar de pensar nele.

 

Naquela calça jeans apertada, naquela camisa branca levemente transparente, na gola v me mostrando a clavícula de seu pescoço.

 

Porra! O cara é muito gostoso.

 

O pior é que eu fico pensando nele e acabo ficando excitado, acabo batendo uma quando estou sozinho. E quando estou com Jeon, eu... bem... aproveito, né?

 

Estava pensando nele enquanto transava com Jungkook e acabei falando o nome dele, aish.

 

Eu sei, eu sei o quanto isso tudo é desonesto e que eu preciso falar com ele urgentemente. O problema é que eu tô muito curioso pra saber o que ele e o Jimin estavam falando naquele dia na biblioteca.

 

Depois de muito pensar, cheguei à conclusão de que com “Você já conversou sobre o assunto”, Jimin quis dizer conversar comigo. Agora com “assunto”, acho que pode ser um pedido.

 

Bom, sabemos que ele não quer terminar comigo, já que eu já tinha feito o pedido, mas ele não quis. Então eu cheguei em outra conclusão.

 

Eu acho que ele quer me pedir pra transar com o Jimin. Se é que ele já não fez isso.

 

Eu já imaginei eles transando de todas as formas possíveis e até em lugares aleatórios, MAS, mesmo assim, se esse for mesmo o pedido, eu não sei como reagiria ou o que falaria.

 

...

 

-Tae? -Jungkook me chamou, enquanto estávamos deitados na cama. Eu no peito dele e nossas pernas entrelaçadas.

 

Não sei se ele esqueceu o que eu falei na hora do sexo, só sei que eu tô me cagando de medo.

 

-Hum? -resmunguei, de olhos fechados.

 

-Você já pensou em... -parou e ficou um tempo calado. Tentei me virar, mas ele pediu pra eu continuar na mesma posição.

 

Talvez estivesse com vergonha de perguntar olhando nos meus olhos.

 

-Se eu já pensei...?

 

-Se você já pensou em... ahg, não sei como perguntar isso, sinceramente.

 

Ri e ele permaneceu em silêncio.

 

-Fala logo Jungkook! Você sabe como eu odeio ficar curioso.

 

Ele pensou por um tempo.

 

-Você sabe que pode contar comigo pra qualquer coisa, não precisa esconder nada de mim. -Talvez eu tenha tocado na ferida? Sim. Mas eu queria mesmo saber logo o que tava acontecendo e essa demora tava me matando.

 

-Eu queria saber se você já pensou em ser... ativo... alguma vez? -pronunciou a palavra, quase em sussurro.

 

Meu queixo caiu e eu me levantei com tudo para olhar em seus olhos, pra ver se via verdade.

 

Ele estava com as mãos escondendo o rosto e emitia um som de constrangimento.

 

Quis rir de tão adorável que ele parecia.

 

Mas ao invés disso, apenas tentei agir com naturalidade, apesar de não ser a pergunta ou o assunto que eu esperava, aquilo não deixava de ser excitante de certa forma.

 

-Sim... quer dizer, acho que todo mundo já questionou sua posição sexual alguma vez.

 

-Eu não tô falando de questionar sua posição sexual. Mas sim de... sentir vontade de... sabe? Experimentar ou algo assim. Ai meu Deus eu não sei mais o que eu tô falando.

 

Sorri e tirei suas mãos do rosto. Ele desviava o olhar e estava vermelho como um tomate.

 

-Ei... não tem nada de errado em querer dar o cu uma vez ou outra. -Ele olhou pra mim e riu da minha fala.

 

Eu tava falando sério!

 

-É sério! Acho que todo mundo já pensou nisso.

 

-A questão é que eu não quero só pensar.

 

-Então você quer... você quer tentar? Quer dizer... uau! -não sabia como reagir. -I-isso é... nossa.

 

-Isso é o que? -me perguntou sério, olhando nos meus olhos.

 

O que isso é, afinal?

 

A verdade é que eu já pensei em ser o ativo sim, mas nunca com o Jungkook. Tipo, não sei o que pensar com isso.

 

Não posso negar o quanto isso pode ser excitante e tudo o mais. Tipo, caralho! Ativo! Eu? Quem poderia imaginar? E com o Jungkook ainda por cima. Não que eu acredite em estereótipos, e mesmo se acreditasse, sei como muitas vezes posso parecer “mais ativo” que o Jungkook.

 

-Fala Taehyung. O que você acha sobre isso? Seu silêncio está me matando.

 

-Eu não sei Jungkook. Eu acho isso... diferente, novo, estranho...

 

-Estranho? -me olhou desesperado.

 

-Isso. Mas também é... -Pensei um pouco e comecei a pensar nas possibilidades de isso ser realmente bom -... Também é excitante, gostoso e tentador. -Fui ditando cada adjetivo, enquanto me aproximava mais de si com um olhar predador.

 

Beijei ele intensamente e ele sorriu entre o beijo.

 

-Tá, mas eu não quero ser o passivo agora, ok? -Falou e eu o beijei -é que eu não tô preparado tanto psicologicamente... -beijei de novo -...quanto fisicamente, se é que me entende. -E beijei mais ainda.

 

-Eu sei bobinho -dei uma risadinha -não vamos fazer sexo. Só estamos nos beijando. -Ri de sua cara desconfiada, mas que logo se transformou em aliviada.

 

-Então tá. -Me agarrou e continuou me beijando.

 

Realmente só ficamos nos beijos mesmo. Mas foi bem quente e gostoso, me senti na época do colégio, quando a gente se pegava em qualquer lugar que tinha chão.

 

Mas, isso não sai da minha cabeça. Sabe, essa coisa de passivo, do nada. Será que foi do nada mesmo? E por que eu sinto que o Jimin tem algo a ver com isso? Será que essa era a tal conversa?


Notas Finais


Quem nunca né? Risos risos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...