História O amigo da faculdade (Imagine Min Yoongi Imagine Yoongi) - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Jay Park
Personagens BamBam, Jackson, Jay Park, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Escola, Faculdade, Imagine Bts, Imagine Min Yoongi, Imagine Suga, Imagine Yoongi, Min Yoongi, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 126
Palavras 1.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Preparem os lencinhos e bora pro capítulo
(((O CAP BÔNUS É NESSA SEXTA)))






Caps toda:
TERÇA - QUINTA - DOMINGO (BÔNUS NA SEXTA)
Das:
22hrs às 01hrs

Capítulo 14 - Chapter thirteen: Gajog - Família


Fanfic / Fanfiction O amigo da faculdade (Imagine Min Yoongi Imagine Yoongi) - Capítulo 14 - Chapter thirteen: Gajog - Família

CHAPTER THIRTEEN: 

가족 - Família 

 

 

JP: Bom, acho que eu vou esperar lá no carro... 

Yg: Esse é o seu noivo? 

JP: Eu?- ri do mesmo- Eu sou casado, mano! 

S/n: Ele é o meu secretário, Jackson contratou ele. 

Yg: Ele é idiota por acaso?- se referiu ao Jackson. 

S/n: Como assim? 

Yg: Eu jamais deixaria um cara como esse trabalhar pra você! 

JP: Ei! Ei! Ei! Você tá querendo me ofender? Porque não deu certo. 

Yg: Não é isso, nunca se sabe o que “secretários” podem fazer com a chefe, né. 

JP: E talvez você nunca vá saber já que não foi convidado pra ser secretário. - retrucou a Yoongi, que se enraiveceu. 

 Yg: Ah é!? Vamos ver então. - aproximou dele - Não toque um dedo nela, senão você vai jurar nunca ter me conhecido. 

JP: E se eu já tiver tocado!?- Yoongi segura a garganta do mesmo. 

Yg: Aaaah! Seu filh... - eu seguro seu outro braço que estava prestes a dar um soco em Jay. 

S/n: Yoongi, para de arrumar briga! Ele não fez nada! Para de criar más impressões das pessoas! Ele vai ajudar a gente! 

JP: Jackson me contratou porque eu sou um profissional muito bom, não porque vou sair fazendo "coisas" com a minha chefa. E pra sua informação, ela não faz o meu tipo. – se retirou indo para o carro. 

Eu e Yoongi adentramos o apartamento da mãe dele, ele é bem pequeno, mas muito bem arrumado, um cheiro presente no local me dava uma sensação nostálgica de quando eu e Hoseok éramos pequenos e brincávamos no campo de flores, me lembro do meu pai brincando com o meu irmão e sempre me ignorando, Hoseok sempre tentava me animar com algum sorriso ou babaquice. 

 

 

* Há um tempo * 

 

S/n: Hoseok, o papai não gosta de mim- disse cabisbaixa. 

Hk: Não fica assim S/n, é lógico que ele gosta de você. Eu sempre vou estar aqui pra te animar maninha! - me abraça me entregando uma flor- Uma flor pra uma flor! 

S/n: Obrigada Hope. - coloquei a flor atrás da orelha. 

❥ ✧ ¸. • * ¨ * ✧ ♡ ✧ ℒ ℴ ѵ ℯ ✧ ♡ ✧ * ¨ * •. ❥ 

Eu o chamava de Hope, por sempre me dar esperança pra continuar lutando, mesmo eu tendo só 5 anos na época. (Somos gêmeos então frequentamos a mesma sala) Na hora do parquinho J-Hope me ajudava com as brigas na escolinha pra saber quem sentava no balanço primeiro, sempre acabava eu e ele espremidos no mesmo lugar; com minhas lições de colorir, já que eu era muito impaciente e rabiscava tudo de uma cor só; desesperos de criança por eu ter perdido um par de sapatos da minha Barbie; sempre querer repetir o lanche do recreio sem que a tia me reconhecesse e etc.  

✿*゚¨゚✎・✿.。.:* ♡LOVE♡LOVE♡ ✿*゚¨゚✎✿ 

 

 

* Quando eu tinha 9 anos * 

 

Estava passeando pelo corredor da nossa casa, que não era tão grande assim, quando ouvi barulhos vindos do escritório. Era mamãe e papai. Papai estava batendo em minha mãe com o cinto dizendo “se eu estou te traindo ou não, isso não é problema seu, se nos separarmos agora a nossa empresa irá falir”. Abri a porta na mesma hora, vendo mamãe aos choros vindo em minha direção dizendo: “filha, vamos para o quarto!”, “sempre que quiser falar com a mamãe ou com o papai bata na porta”, “ não ouse interromper o seu pai desse jeito, ele anda muito furioso esses dias”. 

Ao contrário de papai a minha mãe, chamada Luna, sempre foi atenciosa comigo e com J-Hope, sempre que papai vinha em nossa direção ela se colocava a frente, impossibilitando qualquer ato do mesmo. 

O que fez com que eu me lembrasse do que Yoongi havia dito “Prefiro ser machucado no seu lugar” senti uma ufania por ter ele ao meu lado. E agora com essa “guerra pelo casamento” ele estaria sempre aqui para me ajudar, assim espero. 

 

*Agora* 

 

Yg: S/n? - tirou de meus pensamentos - O que estava pensando? 

S/n: Coisas da vida... - comecei a andar por volta da sala, até que vi um porta-retrato de Yoongi com a família, estava ele a mãe, um homem e uma menina. 

Yg: Ah... Essa é a minha família, eu, minha mãe que você já conhece e... - fez uma pausa parcialmente melancólica- Meu pai e minha irmã mais nova, eles morreram em um acidente de carro. 

S/n: Meus pêsames!- disse um pouco tristonha, ele apenas assentiu com a cabeça. 

Yg: Você quer saber o que aconteceu? - disse um pouco abalado. 

S/n: Se não for muito incomodo... - nos sentamos no sofá para que ele contasse. 

Yg: Fomos passar um tempo na casa dos nossos avós enquanto mamãe e papai procuravam uma casa pra morar. Eles acharam, era esse apartamento, estava tudo perfeito. Antigamente aqui embaixo era uma loja de móveis que faliu, mamãe e papai voltaram um pouco cansados, mas minha irmã não aguentava mais ficar em casa e pediu para papai levá-la pra passear. Eles foram, entraram em várias lojas de brinquedos, comeram muitos doces, mas papai não aguentava mais, ele estava morrendo de sono e foi aí que o mesmo “arrastou” ela de volta pro carro e acabou dormindo enquanto dirigia. Nisso ele acabou acelerando demais e se chocando com um caminhão que vinha no sentido contrário. 

S/n: Nossa! Que pesado... 

Yg: Pois é... Eu fiquei muito triste quando isso aconteceu, faltava na escola, parei de acreditar em Deus, os únicos amigos que eu tinha eram os da rua, comecei a fumar escondido da minha mãe com 14 anos, aliás, não diga isso pra ela, ela ainda não sabe! 

S/n: Tudo bem eu não vou contar... 

Yg: Só que eu parei, porque tava arruinando a minha vida, mamãe comprou a antiga loja de móveis e fundou o restaurante que ela sempre quis ter com o papai. Sinto falta do meu pai, ele sempre me dava ótimos conselhos, todo o dia antes de dormir converso com ele e com minha irmã, pergunto se estou fazendo a coisa certa, se eles estão orgulhosos porque entrei na faculdade, pergunto pra minha irmã se ela está feliz lá no céu, se ela me desculpa por todas as vezes que a chamei de hipócrita por nunca querer dividir as coisas comigo e... se gosta da minha nova irmã... 

S/n: Você tem outra irmã? 

Yg: Tenho... Você S/n. O motivo de eu ter dito que você parece uma irmã pra mim é porque você age do mesmo jeito que ela. Ela era linda, só tinha 8 aninhos - disse com lágrimas nos olhos - tinha um cabelo bem lisinho e preto, igual o meu, lembro que as vezes ela mandava minha mãe enrolar as pontas, parecia uma princesa – um sorriso brotou de seu rosto ao se lembrar – era muito alegre e travessa. Obrigado por estar comigo aqui S/n... - quando notei lágrimas já estavam caindo em nossos rostos. 

S/n: Obrigada você Suga!- abracei o mesmo 

Sra. Min: Olá crianças- ela adentrou a sala- fiz um chá pra vocês, está lá na cozinha. - enxugamos as lágrimas.

Yg: Omma! Não somos crianças... 

S/n: Obrigada senhora Min, já já vamos tomar. 

Sra. Min: Qualquer coisa estarei no quarto. 

Seguimos em direção à cozinha e meu celular começou a tocar, atendo-o. 

 

[LIGAÇÃO ON] 

??: O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO? 

S/n: Quem é? 

Jack: Quem poderia ser? O seu noivo, porra! 

S/n: Você jamais será o meu noivo 

Jack: Fala isso pro seu pai! 

 

 

 

 

Continua... 

 


Notas Finais


Não sei se vocês vão gostar desse cap >.<
Prometo que o de Domingo ta maravilhoso.
E sexta tem capítulo bônusss, quem ai ta animada pro cap de amanhã?
O que acharam desse capítulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...