História O amor da minha vida! - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias O Outro Lado do Paraíso
Tags Clarick
Visualizações 218
Palavras 1.112
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Filho é algo sagrado pelo qual a mãe tem que tá perto mas... Independente da situação eu sempre tarei do lado dele! Porque meu coração se unirá a ele!

Capítulo 17 - Meu filho!


Fanfic / Fanfiction O amor da minha vida! - Capítulo 17 - Meu filho!

Gael você aqui?-(pergunto supresa)- o que aconteceu?


-Oi clara-(ele se paroximar pra um abraço)-desculpa vim aqui a essa hora ,te atrapalhar em algo...-(ele olha pro Patrick )-mas...é que eu falei com a minha mãe sobre a guarda do Thomas é... Sabe que eu tenho a total liberdade de ter a concordância de passar a guarda do Thomas pra você! Né?


-Sim eu sei ! Mas você vai me ajudar?


-Claro ,eu tenho a conciência que você tem o direito de ficar com seu filho,o tanto quanto eu.


-Obrigado Gael você não sabe o quanto isso e importante pra mim!


-E pra mim também!-(ele me olha ao funfo dos meus olhos)


- Obrigado -(olhei pra ele e pra Patrick)-é... O que você vai fazer ?me ajudar como?


-ué clara à audiência eu dou toda a causa de guarda pra você ,mamãe não tem a noção de cuida do Thomas ,meu filho não merece ter essa família eu quero que você de a ele aquilo que eu não tive ,carinho,amor uma família de verdade ,eu posso fazer de tudo pra que ele não fique com ela ,a guarda dele eu entrego a você!


-Obrigado Gael não sabe isso me deixa muito feliz! De verdade Eu sei mas...precisamos de provas concretas que ela não tem cuidados médicos de cuidar dele ,Patrick ?-(virei-me pra ele )-me ajuda?a procura provas?


- CLARO!


- Ok Gael ,que tomar um suco ?água?


-Não,eu já vou só queria lhe dá essa noticia ,espero que consiga resolver isso logo-(ele se aproxima pra um abraço , por fim dou lhe um abraço calmo)-tchau! Tchau Patrick-(ele acena pra ele)


-Tchau!-(viro-me para Patrick ,Gael sai bate a porta.)-e agora?


-Agora? Sobre o thomas?


-Sim Patrick!


-Ah claro deixa comigo fica tranquila,eu cuido disso,mas agora... Não gostei do...


-Do Gael ter vindo aqui ?


- é...isso...-(falei tímido)


-Hahaha tá com ciúmes?


-Não,não só...acho...que ele atrapalhou nosso....


-Nosso beijo?


- Talvez... -(clara sabia todo meu jeito de ser e do que fazer) -só  que... 


-Só  que o que Patrick? 


-Não  gostei dele ter vindo  aqui


-Patrick mas... Ele é  o pai do meu filho ele ta me ajudando a conseguir a guarda do thomas, meu filho eu quero tanto, por favor não  faz assim! 


-Assim? 


-É  Patrick  assim, seu bobo fica com ciúmes  dele. 


-Não  tou com ciúmes... So acho que...


-Você  tá  com ciúmes  sim! Não  minta pra mim


-Ta tou sim! Mas... 


-Mas...?


-Quero um beijo! 


-Só  um? 


-Um não  VÁRIOS!! -(Puxei ela pela cintura, encostei  seu corpo ao meu beijei seu pescoço, o lóbulo  de sua orelha, seu queixo até  chegar em seus lábios  macios tinha uma textura inexplicável, como ela beijava bem! Nossas línguas tímidas  queriam batalhar uma contra a outra, pedir passagem pra introduzir minha língua em sua boca  percorrendo cada canto ao morder seu lábio  inferior em busca de fôlego) -Hum... Clara? 


-Ham!? -(respirava desaceleradamente ao recuperar fôlego) -o que houve? 


-Sei que tá  bom, mas... Eu preciso ir ao escritório, além  disso eu vou ver a situação  do Thomas, como eu posso recorrer  a guarda dele a você 


-Ah mas já -(fiz bico) 


-Já  meu amor! -(dei lhe um selinho) 


-Meu amor, eu te amo vai bem! Deixa eu te levo até  a porta -(ao chegar na porta ele prende  meu pulso contra a parede da porta com os dois pulso encostados contra a porta fiquei imóvel aos seus beijos no meu pescoço  ele queria me torturar so pode!) -Hum... Patrick... -(ele beijava ainda mais é  mais me deixando sedenta por ele ao pequeno toque de sua língua  sobre meu rosto )


-Tá  eu ja vou -(ela me puxa pela gola da camisa e me beija com  muito desejo) -Hum...


-Tem... Que.. Ir mesmo? -(falei entre beijos) 


-infelizmente  sim! Mas eu venho almoça  com você  tabom? 


-Almoça? É  porque eu tinha combinado de almoça com o thomas hoje e minha visita com ele, so se você  vier junto, você  pode?

 

-Posso sim, aonde vai ser o restaurante? 


-eu mando mensagem pra você 


-Ok, agora eu tou indo-(aponto pra porta e olho pra ela) -so mais um beijo-(rir e ela também )-agora  e sério  eu ja vou! -(dei lhe mais um selinho) 


-Tchau meu amor ,um abraço-(abracei  ele, com tanto carinho, que uma corrente  elétrica  passava pelo meu corpo )-beijos! 


-Beijos!


- (Quando Patrick  saiu eu subir ao meu quarto deitei fiquei pensando por quanto tempo seria pra  mim recuperar  a guarda do Thomas, qual provas seriam pra mim incriminar Sophia Montserrat? Qual segredos ela escondia ou esconde? Qual? É  porque? Tantas perguntas sem alguma resposta! Eu fico pensando será que essas perguntas tem  resposta? Qual seriam?)-Iii tá  na hora! Vou mandar  o nome do restaurante pro Patrick -(fui a cass do thomas buscar ele) - oi meu filho? 


-Oi clara -(ele me dá  um abraço) 


-Bom hoje não  vamos ao vô  mas... Eu queria almoça  com você, vamos? 


-Claro, mas quando eu vou ver o bisa? 


- na minha outra  visita tabom? 


-Sim, quero ver o cacau também 


-Concerteza cacau tá com muitas saudades suas 


-Eu tou com muita  saudade dele! 


-Vamos-(abrir a porta e fomos  até  o restaurante) 


-Patrick? -(thomas comprimentar  o Patrick  e sentamos) -tudo bom? 


-Tudo sim e você  em thomas? 


-Eu to bem! Muito bem! A clara eu tou aprendendo a tocar violão  queria que você  também  fosse na minha apresentação no dia das mães  ,minha mãe  Lívia  vai, queria que você  também  fosse


-Vou!vou! Sim meu filho! Tou muito feliz que você  me convidou quero muito eu esperei muito por isso! -(fiquei emocionada que cheguei a deixa uma lágrima  percorrer  minha face,mas era um choro de alegria) 


-Ah também  quero ir hein! 


-Você  também  e meu convidado Patrick 


-Que honrar-(sorrir limpei  as lágrimas  da clara) -qual cardápio?qual opção escolher?


-(fizemos nossos pedidos,conversamos muito ! Tiramos brincadeiras comemos sobremesa ,pela qual tava muito boa !muito! Depois de um tempo resolvir levar Thomas na exposição que tava acontencendo do jalapão ,pena que não foi o real ,mas um dia levarei ele lá )-gostou meu filho?


-Hahaha eu amei clara muito lindo! Quero um dia ir lá


-levarei você ! Mas agora vamos antes que sua mãe  brigue comigo-(deixei ele na porta de casa, dei um beijo na sua bochecha e voltei  ao carro) -Tchau  meu filho-(acenei pra ele, por noção  do quanto eu amo esse garoto, meu filho pelo  qual foi tirado de mim ainda bebê, só  de lembrar que ele era tão  pequenino indefeso com essas pessoas, eu tão  longe sem puder ajudar ou cuidada do meu menino sem poder ver seus primeiros passos, suas primeiras palavras, seu primeiro  dia de aula tudo isso eu perdir  ,tudo por causa da sophia! So de lembrar da vontade  imensa de chorar!Filho é algo sagrado pelo qual a mãe tem que tá perto mas... Independente da situação eu sempre tarei do lado dele! Porque meu coração se unirá a ele!!)



Notas Finais


Desculpa qualquer erro, aiii tá legal? Comente eu gosto quando vocês comentam! 💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...