História O amor da minha vida! - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias O Outro Lado do Paraíso
Tags Clarick
Visualizações 297
Palavras 814
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Uma dica minha: só faça questão daquilo que é recíproco, se não for esquece essa pessoa só que te enganar e te fazer sofrer! Siga em frente ninguém morrer de amor não! Ok blz 👉👈

Capítulo 2 - Tudo no seu tempo


Fanfic / Fanfiction O amor da minha vida! - Capítulo 2 - Tudo no seu tempo

-(voltamos pra casa, deixei minha Bolsa no sofá e peguei uma água, voltei  e sentei ni sofá  do lado dele) então  Patrick existe algo com você  é  a Dri? 

-ham não ,porque essa pergunta? 

-Por nada! So perguntei (tomei a água  prs disfarça ,essa pergunta equivocada) 

-Ata só estou dando um apoio a ela, eu quero ser apenas amigo dela nada a mais que isso! Porém  ela ja disse que me ama, mas não sinto o mesmo por ela 

-É  o que você  disse? 

-Eu disse a verdade né  clara, não  posso dar falsas esperanças pra ela! Nunca! 

-Entendi (coloquei o copo sobre a mesa de vidro a frente ao sofá) 

-E sua mãe  clara, está  melhor? 

-Sim,sim ela saiu com Renan, ainda bem porque assim ela ocupa sua cabeça e não  pensar em besteira ou em beber novamente 

-Isso e ótimo , pelos menos ela ajuda a saúde  dela é tem mais chances  de ajudar a Dri! 

-Sim espero que ela se conscientizar pra isso, e que o Renan ocupe ela 

-Bom...é isso eu vou subir tabom! (Dou um beijo na sua bochecha dela e subo adentro ao meu quarto tiro meu paletó, coloco ele sobre a cadeira perto da cama, a gravata, tiro os sapatos é  por fim a calça, pego minha toalha e tomo uma chuveirada quente, saiu seco os cabelos deixando eles ainda um pouco molhado, visto meu calção  e deito de bruços  na cama) 

-Janette pode me preparar umas frutas cortadas e coloca num pote é  um garfo, por favor !

-Claro ,coloco sim! 

-(Janette me entregar o pote com frutas cítricas e um garfo, subo deixo o pote sobre o criado-mudo tiro minha roupa tomo um banho quente, visto minha camisola preta e deito na minha cama, pego o pote e começo a comer depois de terminar tudo, deito e durmo )

-(Acordei com meu despertador tocando abro os olhos devagar com os filetes de luz adentrando no meu quarto pego o celular a luz me empatar de ver ,esfrego os olhos devagar e olho novamente ao celular,era já umas 09:30 era tarde demais,dei um pulo da cama e fui direto pro banheiro, escovei os dentes e tomei uma ducha quente me arrumei, sequei meu cabelo, e is pentei pra trás  sair do quarti e dou de cara com a clara)- Bom dia clara (Dou um abraço  nela) -Vai sair hoje?

-Sim,vou visitar a dona mercedes ,você ta atrasado né ?(coloco a  mão na cintura) 

-Tou sim um pouquinho(Digo com um sorriso de vergonha)

-então cuida Patrick! vai chegar mais atrasado ainda (ele me olhar ,e me abraça e descer as escadas rápido só ouvir o som da porta fechar)Janette?(chamo descendo as escadas)

-Oi dona clara?(ela correr ao meu encontro na escada)o que deseja?

-Pode servir meu café?(sento na mesa)

-A claro ,à e sua mãe mandou avisar  que voltaria só de noite!

-Aonde ela foi ?você sabe?

-Não ela não disse !

-Ok obrigada! 

-com licença dona clara. 

-(tomei meu café ,peguei meu carro e fui até  dona Mercedes, encontrei o cacau fiz lhe um carinho e entrei na casa conversei bastante com ela, com o vô )

-(Sai apressado ,tomei um gole de café  no escritório  e fui defender uma causa jurídica  em cima da hora o outro advogado criminalista tinha faltado, então  a audiência  não  poderia de jeito nehum ser cancelada, fiquei preocupado em não  ganhar ou não conseguir o caso por ser em cima da hora, mas... Por fins de tudo não  perdir por pouco) 

-(Voltei pra casa, já  era de noite umas 21:44,todo o meu papo com dona Mercedes foi bom! Voltei  e deitei no sofá  botei um braço  sobre meu rosto a altura dos olhos E fiquei alguns minutos, até que sentir alguém  mexe no meu cabelo, passar a mão  sobre meu rosto até  meu queixo, tomei um susto abrir os olhos era Patrick  me olhando, todo  gentil) Que foi Patrick? (Me levanto e cruzo as pernas em cima do sofá) 

-aham nada, nada! (Tento disfarça  minha inquietude, ela tava tão  perto de mim o tão perto que  eu seria capaz de quebrar qualquer Regra judiciária so pra beijar ela) 

-(Ele tava tão  perto, mas tão  perto que eu queria beija -lo ,olhei devagar pra sua boca e seus olhos  ,aqueles olhos  expressivos, aqueles olhos  verdes me encatavam o seu charme todo meigo! Todo carinhoso e atencioso ,sair do meu transer e ) -tá  tudo bem? 

-tá, ta sim!  Ta ótimo, so te pertubei porque pensei que você  estava se sentido mal ,você  ta bem? 

-To ,so estava cansada acabei de chegar, la da dona Mercedes e do vô !

-e como eles  estão? 

- eles estão  super bem, melhor  que nós  dois haha 

-hahhaha dona Mercedes e seu Josafá  sempre  espertos !Bem melhor que nós  dois né (eu peguei  em sua mão )

-É... E sim! (Coloquei  minba mão  sobre a dele, e rir, queria muito beijar ele, mas tudo  no seu tempo! )



Notas Finais


Desculpa qualquer erro e pelo capítulo pequeno!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...