História O Amor de Gamers 2 - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 6
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aeeeee
Vim escrever um pouco, acho que já tá na hora De atualizar essa coisa linda certa? :3

Capítulo 18 - Capítulo 18


Nick estava abraçado com a menina, a mesma estava quase a dormir, mesmo com a sua ansiedade e tristeza, estava tentando fazer o seu melhor para se manter firme. Então seu celular vibrou, apressada olhou parar ver se era uma mensagem de sua mãe. De certa forma era.

"Querida, não precisa atrapalhar seus estudos para vim... Eu sei o quão difícil é perder seu pai nesse momento, mais conhecendo ele, não iria querer que você atrapalhasse seus estudos por isso. Eu estou bem, sua tia veio me acolher... Fique bem."

A jovem ao ler aquilo, tirou um certo peso de seu coração, porém ainda queria ver sua mãe. Ela não confiava muito na sua tia, quanto mais ela pensava mais real aquilo se tornava, ela se aranhou algumas vezes para ver se não era um sonho... Era tudo o que ela queria...

Que fosse apenas um sonho...

Nick a abraçou por trás, e com todo o cuidado, depois de escolher as suas palavras mormurou.

- Vai ficar tudo bem... Você sabe... - o esverdeado disse.

- Mais e se ela precisar de mim? - Ela se virou para ele - ainda é minha mãe... Não posso abandona-la assim.

- Eu também não acho justo você ter que ficar nesse país, enquanto sua mãe está sofrendo a quilometros de distância, acha que eu gosto de te ver sofrer assim? - a menina ficou quieta por um certo tempo e então acenou  com a cabeça em forma de um não.

- Obrigada por me ajudar... - ela o abraçou com força.

- Não precisa agradecer... - Ele a puxou pela a cintura, para poder traze-la para mais perto - vamos voltar a dormir? Ainda é madrugada de certa forma - Ele riu um pouco.

- Vamos... amanhã eu tenho aula - Ele deu um sorriso, e o puxando pela a mão foram para o quarto.

Nisso eles se deitaram, e dormiram abraçados um  com o outro. Assim que amanheceu o celular de um dos dois despertou, Nick acordou primeiro, quis deixar a namorada dormir mais um pouco. Ele levantou devagar para não acorda-la e foi para a cozinha, fazer o café. Após comer sua parte foi para o banheiro tomar uma ducha, após sair se secou e colocou uma roupa. Nisso sua namorada não havia acordado ainda, então com todo o carinho do mundo se aproximou e começou a beijar o rosto da adormecida.

- Já está na hora de acordar dorminhoca -se deu um beijo na testa da mesma - Não esqueça que tem aula hoje.

- Ah..? S-só mais cinco minutos... - ela disse com uma voz rouca.

- Nada de cinco minutos, vamos levanta.

- Afu... - ela abriu seus olhos devagar, a luz excessiva que havia a fez ficar cega por alguns longos segundos.

Ela se levantou e Nick a observou saindo do quarto, ela foi comer o seu café. A menina estava sonolenta até ver a hora no relógio, e acabou por se apressar. Foi para o banheiro tomar uma ducha e ao sair se secou e escovou seus dentes. Ela colocou uma calça preta e uma camiseta branca. Nick já a esperava para saírem do local. Então com as mãos dadas, eles estavam indo para a Faculdade. A manhã não estava fria  estava fresca, a luz do sol nao estava forte. Apenas estava ali para dar um brilho ao dia, quando chegaram na faculdade se separaram, já que tinham aulas diferentes. Quando Nicoly entrou em sua sala, deu de cara com um jovem, que de certa forma a conhecia muitô bem. Ela apenas ignorou, e se sentou em um banco no fundo da sala, nisso ele a seguiu e sentou no lado da mesma. Não demorou muito para a aula começar, o professor de Design havia entrado e começou com suas explicações. Então sentiu algo tocando seu braço, ao olhar ela um caderno com algo escrito.

"Você está bem?"

Ela então olhou para o dono do caderno, e viu que era Lucas, nesse momento ela apenas ignorou, então outra mensagem escrita chegou.

"Não vai mesmo responder?"

Ele não pode me deixar em paz nem na aula?!

Ela já estava meio nervosa, então pegou o caderno e deu uma resposta.

"Eu quero prestar atenção na aula..."

"Vamos ambos sabemos que essa aula está um saco."

"Menino você não pode me deixar em paz nem por um segundo?"

"Claro que não posso"

"Meu deus Lucas.."

Nisso o caderno ia e voltava até o fim da aula. Após o fim dela, a menina levantou aliviada. Não aguentava mais ficar sentada naquele banco.

Finalmente irei ter um pouco de paz...

Foi o que pensou naquele momento, mais mal sabia ela, que seu ex apenas estava começando a atormenta-la. Quando saiu da sala seu namorado estava esperando com um rosto abatido. A mesma com toda a calma do mundo se aproximou.

- Nick? O que houve...? 

- Querida... Você sabe que falta só mais uma semana para o fim do nosso ano letivo certo...?

- Sim eu sei... O que tem haver? - Ela fez uma cara confusa.

- Eu deveria ter te contado antes... Mais vou ter que voltar para o meu país assim que a faculdade acabar.. - Ele olhou para o chão.

- A sim... Você já esta no último ano... - ela fez uma cara meio triste.

- Acho melhor a gente terminar... Eu realmente não queria fazer isso mais... Vai ser melhor assim - ele passou as costas de sua mão no rosto da mesma.

- Sem problema... - ela tirou a mão dele de seu rosto - Só espero que isso não mude a nossa intimidade de certa forma.. - ela seu um sorriso, porém estava quebrada novamente.

- Obrigado por entender... - cada um foi para o seu lado. 

Nicoly ainda estava meio mal, perdeu seu pai, e em seguida o namorado, se sentou de baixo de uma árvore e ficou fazendo rabiscos em um caderno pequeno. Nisso uma pessoa apareceu em sua frente.

- Por que você está abatida? - Ele se abaixou para ficar do mesmo tamanho da mesma.

- Você não vai parar de me incomodar hoje Lucas? - Ela o encarou seria.

- Você parece mal - Só vim perguntar se você estava bem..

- EU ESTOU ÓTIMA! - Ela se levantou e saiu andando, nisso ele segurou o braço dela - Me solta Lucas!

- Não irei fazer isso novamente. Não vou te deixar partir de novo.


Notas Finais


É bem simples...
Mais foi a ideia que eu tive shsh
Espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...