História O amor do Luar - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Visualizações 33
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Uma Guerra a caminho.


__________________________________________________________Rin p.v.____________________________

Estou concentrando a minha energia espiritual dentro da biblioteca, foi o que eu li em um dos milhares de livros que tinham ali.

- Aí! Você está me machucando! - Ouço uma voz e abro os olhos. Vejo um Youkai raposa do outro lado da sala.

- Oh! Me desculpe. - Eu me levanto. - Melhor eu me concentrar em outro lugar. - Eu ia sair mas eu sou chamada pelo mesmo.

- Ei! Qual seu nome? - Ele pergunta curioso.

- Eu sou a Rin, e você?

- Meu nome é Shizumo  - Ele sorri e eu também.

- Bom, nos vemos por aí, terei de continuar o meu treinamento. Fui! - Sai da sala e decidi ir ao jardim.

- Rin!  - Quem está me atrapalhando agora? 

Me viro pra trás e vejo mayura.

- Sim? 

- Você está louca!? Esqueceu que o Rei do Sol vira vir?  - Faço uma cara de espantada e corremos para dentro do castelo.

Tomei um banho rápido e usei aquela essência de morango que eu tanto adoro em meus cabelos.

Saio seca e nua do quarto vendo o kimono em cima da cama. Pego ele e visto, ele era parecido e com as cores da roupa de Sesshomaru.

Satori entra no quarto alegre e quando me vê sorri.

- Venha, eu vou dar os toques finais! - Ela fala e me senta na cama.

Ela faz um rabo de cavalo em mim com duas mechas soltas na frente do meu rosto, dando ele uma aparência de ser mais fino.

Ela passa um pigmento vermelho em minha boca.

- Está linda! - Ela bate palmas e Mayura abre a porta. - Vamos. - Ela pega em minha mão  - Faça o que eu te ensinei certinho - Ela pisca pra mim e assume a sua postura de Líder confiante. Faço o mesmo e saímos do quarto vendo um general.

- O lorde Sesshonaru-sama me mandou para a proteção de Rin-sama. - Ele faz um reverência e assume a sua postura.

Seguimos a uma sala em silêncio.

Ao chegarmos na sala de jantar, vi Sesshomaru na ponta da mesa e um homem com os olhos azuis e cabelos loiros na outra ponta.

- Nikko, estas são minha mãe e minha mulher. Sátori, minha mãe que você já conhece e Rin. - Diz Sesshomaru.

Nos curvamos em respeito ao Rei do Sol. Ele não tirava os olhos de mim, o que estava me deixando constrangida. Sesshomaru se segurava ao máximo para não fazer algo.

- Uma Humana hum... - Ele diz. A sua voz grave me faz ter um arrepio nas costas. - Ela é bonita. Por acaso você não quer ser a minha noiva e Rainha do Sol? - Arqueio a Sombrancelha e quando Sesshy ia falar algo eu o interrompi.

- Acho que você é esperto o suficiente para intender as palavras de Sesshomaru. - Dito isso eu vou até o mesmo e quando eu ia me sentar...

- Gostei de sua fêmea. Mas vejo que ela não está marcada não é mesmo? - Ele sorri travesso e Sesshy continua com a sua cara de sempre, mas eu sei que por dentro faltava um tris para eles entrarem em guerra. - Por que não se senta aqui "Rin-chan"? - Ele continha com a sua cara de idiota e olho para Sesshomaru.

Ele respira fundo e assente. O que não fazer por um contrato não?

Satori via meus movimentos com atenção e eu me sento na cadeira ao seu lado.

Sesshomaru pede para que sirvam o Desjejum e depois de comermos Nikko se pronuncia novamente.

- Você tem um cheiro muito bom "Rin-chan", você também tem um forte poder de sacerdotiza. Hum admito você me interessa. - Encaro ele com raiva e olho para Sesshomaru e vejo seus olhos ficando vermelhos pela raiva, Sátori não estava diferente.

Sinto ele pegar em meu rabo de cavalo e dou um pulinho com o susto. Ele cheira meus cabelos.

- Ainda bem que você não está marcada. Aliás, te vi nua hoje, não deixo de elogiar as suas belas curvas - Eu coro por dois motivos, de vergonha por nenhum homem ter me visto nua e de raiva por ele ter me visto daquele geito.

Sesshy bate na mesa o que faz ela se partir no meio, me viro brutalmente me levantando da mesa e concentro energia espiritual em minha mão dando um tapa na cara de Nikko.

- Nunca mais se atreva! - Ele sorri.

- Eu não deixarei este acontecimento passar em branco. - Diz Sesshomaru.

- Que tal outra guerra? Quem sobreviver fica com a fêmea. - Nikko diz e eu Arregalo os olhos, Sesshomaru não pode fazer isso...

- Fechado. - Minha respiração fica descontrolada.

- Não acredito que eu só sou um objeto pra você, ou melhor vocês! - Saio do local raivosa sem encarar ninguém, o que eu mais queria era ficar sosinha.

Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...