História O amor do Luar - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Visualizações 36
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - A miko não é mais tão pura...


_________________________________________________Rin p.v.__________________________________

Hoje é a véspera da guerra, então eu perguntei para Satori algum lugar que Sesshomaru goste. Eu estava decidida, finalmente, eu irei me entregar de corpo e alma. Antes cedo do que nunca.

Me levanto trocada da cama e chego no escritório de Sesshomaru. Quando eu ia abrir a porta ela é aberta pelo mesmo. Fico ruborada.

- Do que precisa? - Ele pergunta e passa a mão em meu rosto.

Olho para os lados e o empurrou para dentro fechando a porta.

- Sesshy - O chamo, o geito que ele me olha me fez ter um arrepio rápido e bom. - E-eu decidi que estou preparada. - Falo corada.

- Preparada para o que?  - Ele pergunta chegando mais perto a mim.

- Preparada para me entregar a você  - Encaro seus olhos, os lindos ambares parecem brilhar mais do que nunca.

- Você tem certeza? - Ele cola nossas testas.

- Absoluta. - Eu confirmo e o beijo, ele corresponde e já ia abaixar o meu kimono quando eu o paro e falo. - Aqui não, queria que você me levasse a um lugar especial que você goste, onde não podemos ser percebidos e nem interrompidos, onde seja inesquecível. - Eu apoiei a minha cabeça em seu peitoral.

- Pois então, iremos. - Ele me abraça e me pega no colo.

Em poucos minutos estávamos em um riacho lindo, a Lua estava maior do que o normal, seus raios refletiam na água dando um aspecto rocheado.

Olho para Sesshomaru e ele me põe no chão. Me beija com delicadeza e eu retribuo passando a mão em seu peitoral por baixo de sua "blusa", ali eu sentia o quanto ele é musculoso.

Ele abaixou um pouco o meu kimono e começou a dar chupoes por meu pescoço e colo.

Sem dó nem piedade ele rasgou o meu kimono e me deitou no chão, me fazendo sentir aquela deliciosa grama. Com minha ajuda e com vergonha eu puxei a minha faixa que cobria os meus seios.

- Não tenha vergonha Rin, eu sei que como está é a sua primeira vez eu te guiarei  - Ele fala e me beija apertando um de meus seios me fazendo gemer contra seus lábios. Sinto o seu sorriso travesso e ele tira a sua "Camisa" revelando suas marcas de Youkai e seus músculos.

Ele escorrega suas garras cada vez mais baixo indo de encontro com minha intimidade. Solto um suspiro quando ele a beija.

- Oh Sesshy  - Mordo meu dedo. Esse cara ainda vai me matar de tesão!

Vejo ele puxar a sua calça para baixo e minha respiração acelera.

- Não se preucupe, serei delicado. - Ele deposita um selar em meus lábios e aos poucos sinto ele entrar dentro de mim.

- A-ah! - Solto um gemido de dor. Quando ele entrou ainda mais senti algo ser rompido, ou rasgado dentro de mim. - Aaah! Uhh! - Uma lágrima passa por meu rosto e vejo a preocupação de Sesshy.

Ele passa seu polegar por meu rosto e me dá vários selares. Durante todo o momento ele falou palavra a doces para mim, os eu eu achei super fofo de sua parte.

Quando eu senti que podia eu me levantei e me ajustei em seu colo. Eu ainda sentia dor mas não podia ficar parada lá para sempre.

Eu sentia minha buceta apertar o seu pau com força, o que me fez gemer um pouco. Era tão bom...

Com a ajuda dele eu comecei a subir e descer lentamente e cada ves mais aumentando o ritimo.

________Sesshonaru p.v.________

Quando Rin falou que ela se entregaria a mim a minha fera não calava a boca. Como ela pediu a levei para o meu local preferido, o qual ninguém tinha ido até agora.

[...]

Me deu muita dó quando eu vi as lágrima se formarem em seus olhos, então eu tentei reconforta-la! Este Sesshomaru não quer ver sua fêmea sofrer!

A ajudei com os movimentos de sobe e desce, o meu pau era sugado com força pela buceta dela era tão...

- Tão apertada - Minha voz sai diferente por causa de minha fera, ela pareceu se assustar por um momento mas eu já expliquei a ela sobre essa situação.

~devemos marcar nossa fêmea hoje~ 

~não seria uma má ideia~

~O cheiro dela é tão bom~

~ Ela está próxima de dia fertil, é normal isso acontecer~

~Então eu adoro dias férteis de nossa fêmea!~

- Ahh Sesshomaru - Ela gemia, o que me fazia ir mais rápido.

- A-hh  - Soltei um gemido baixo, aliás eu não sou muito de gemer, mas com ela era impossível! - Rin..

- Ah, sim? - Ela pergunta e eu agarro os seus seios fartos.

- Eu quero te marcar - Fui direto, não gosto de enrolações !

- Me marque Sesshomaru! Eu sou toda sua, sou sua fêmea e a de mais ninguém, você é meu dái-Youkai, você pode fazer o que quiser comigo Aahh Sesshy  - Ela me deitou e ela cavalgava em mim, dei um tapa forte em suas nadegas  - Ahh!

Me sentei e a puxei para perto de mim e a dei um beijo cheio de luxúria. Ela leva seus dedos abaixo e acaricia as minhas bolas, digamos que o meu ponto fraco.

- Aah  - Afasto seus cabelos ao lado. - Irá doer, mas logo irá passar, tudo o que você tem que fazer é me morder também. - Afasto o meu cabelo para o lado igual fiz com o dela.

- Ah, eu não s-sei se irei conseguir te morder tão forte ah - Ela descançar a cabeça em meu pescoço me fazendo arrepiar.

- Você é forte, você consegue. - Chego mais perto de seu pescoço e a mordo ali.

- Aahh! - O sangue dela escorre por suas costas e não deixo de notar o como é doce.

Ela me morde e sinto meu sangue também escorrer, solto um pequeno rosnado.

Passo a mão por suas costas coletando um pouco do sangue e passo na mordida que ela fez em mim, em seguida eu pego o meu sangue e faço o mesmo com ela, ouço ela gemer e percebo que nós gozamos ao mesmo tempo.

- Arde um pouco  - Ela disse.

- Logo irá passar. Já está cançada? - Ela nega. Solto um sorriso malicioso e ela sorri envergonhada. - Fique de quatro. - Ordenei e sai de dentro dela, ela assim que o fez penetrei nela rapidamente e fortemente.

- Aaahh Sesshomaru! Uhh

- Aahg 

[...]

_________Rin p.v.___________

Quando acordo percebo que estou novamente no castelo e Sesshomaru estava acariciando meus cabelos. Sinto uma dor em meu ombro e até o baixo, mas estranhamente aquela dor passou rapidamente.

Abro meus olhos e vejo Sesshomaru me fitando e sorrindo bobo.

- Está tudo bem? - Pergunto e me sento.

- Nada disso, deite de novo, você precisa descançar. E sim, está tudo melhor como nunca. Logo logo eu irei para a Guerra.

[...]

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...