História O amor dos Kagamine - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Akita Neru, Gakupo Kamui, Gumi Megpoid, IA, Kaito, Len Kagamine, Luka Megurine, Miku Hatsune, Rin Kagamine
Visualizações 30
Palavras 550
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe ontem não ter postado o capítulo extra,tava sem criatividade e não queria fazer algo mal feito,bem obrigada pelo apoio que estão me dando ^^

Bem,vamos ao capítulo!

(*-*)--📕

Capítulo 5 - As novas companheiras


Fanfic / Fanfiction O amor dos Kagamine - Capítulo 5 - As novas companheiras

Após algumas horas conversando resolvemos fazer um karaokê, arrumamos tudo e eu iria ser a primeira a cantar,estava preparada para cantar e disposta a pagar mico caso esquecesse a letra,logo comecei.

-Neste mundo....alguma vez

Um lindo prisioneiro visitei

E a única forma de podermos conversar

Era por aviões de papel...

Quando meu pai vai para o trabalho

Eu escapo do hospital!

Para estar com você

E te dar um momento especial...

Cada vez que me ponho a ler suas cartas

Alegra meu coração

Como esconder?

Se é tão grande nosso amor

E assim sigo escutando o meu pai falar

Que nosso amor tinha ue acabar

Mas renunciar..a você não quero!

Estar junto de ti é o que quero fazer

Mesmo que te amar seja proibido

E esse sentimento, vai tomando o meu ser

Ao revelar que nos espera muita dor...

Desesperada em te encontar e estar contigo

Vejo que mais fraca estou

Perdida nesse mundo

Sonho que ao seu lado vou...

Novamente não vejo nada e sinto meu corpo tão frio

É a morte tão proxima

Me preocupa tanto...o que vai fará quando eu partir?

E corro lançando um avião de papel

Te dizendo adeus pela ultima vez

Eu não vou chorar

Por esse fim cruel

Não se vá companheira do meu coração

Você não voltará a esta prisão?

Guardarei todas as cartas que recebi de ti

Ate que veja você mais uma vez..

Exatamente aquela vez...

O meu corpo não voltou a se mover

Logo esse suplicio comigo acabará...

E também com o muro entre nós...

Venha a mim, eu te preciso... Para seguir...

Mas esta tão longe de mim

E se não posso admirar você sorrir

Vai doer

Vai doer

Vai doer...

Não há luz que ilumine

Essa flor extinta

E não podemos mudar o que ocorreu

Eu só quero ver aquelas cartas de amor

Ou minha luz logo perderá o resplendor

Eu guardei suas cartas desde que doente estou

Tenho que te deixar e finalmente descançar

Por favor, se eu morrer só tenho um pedido

É que você viva e supere essa dor...

Desde aquele dia ninguém mais nos separou

E o nosso sorriso nada nunca apagará

Sobre nossos destinos há uma grande sombra

Privados totalmente da felicidade

Essa manhã...

Naquele lugar...-após finalizar a música eu me sentia livre como sempre que cantava,logo foi a vez do Len,a voz dele era linda e me acalmava,ele cantava feliz sua música que completava a minha.

A música terminou e logo as outras garotas cantaram, não prestei muita atenção nelas, só olhava para o Len com certa vergonha,ele fazia o mesmo e Neru já estava ainda mais desconfiada,as meninas foram para os quartos de hóspedes e arrumaram suas coisas.

*Autora*        

Len e Rin resolveram ficar no quarto da Loira,ela resolveu tomar a pílula anticoncepcional a noite pois poderia esquecer no outro dia,os dois se deitaram e dormiram abraçados,haviam se esquecido de limpar o quarto do Loiro e Neru queria mais informações,ela foi até o quarto e ao ver tudo revirado e uma pequena mancha de sangue no lençol teve certeza de uma coisa,Rin e Len haviam tido um "momento íntimo".Ela não quis jogar gasolina no fogo então saiu do local e foi para seu quarto logo se deitando e dormindo.

No dia seguinte Len e Rin acordaram e foram tomar café da manhã,todas as meninas já estavam acordadas é o café já estava pronto,estavam apenas esperando os gêmeos que foram recebidos com sorrisos.

-queriamos retribuir o favor e resolvemos fazer o café da manhã para vocês-disse Ia sorridente e animada.

-Uhum! Uhum!-concordou Gumi com sua fofura gigantesca.

Eles comeram o café da manhã e se dirigiram até a escola que não era tão longe dali.



Notas Finais


Tentei fazer mais longo, não sei se consegui mas né

Deixem sua opinião nos comentários e beijos da Yu-chan

😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...