1. Spirit Fanfics >
  2. O amor e a ilusão >
  3. Capítulo 1

História O amor e a ilusão - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii readers, este é o primeiro capítulo da história da Giovanna e do Noah, será uma história curta, mas cheia de emoções! Espero que gostem!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction O amor e a ilusão - Capítulo 1 - Capítulo 1

Acordo aos poucos e começo a me levantar da cama e me sinto um pouco zonza por ter me levantado rápido demais, vou até o banheiro e me olho no espelho.

-Meu Deus, que merda é essa? – digo olhando para o meu cabelo.

Tento o arrumar com os dedos e o prendi em coque.

Escovei os dentes e tomei banho, decidi lavar o cabelo, pois está um completo caos.

Enrolo-me em uma toalha e vou até o meu quarto.

Visto o mesmo uniforme, cujo o qual não aguento mais usar, antiquado e nem sempre dá para “inovar”, por isso gosto de abusar nós brincos e pulseiras.

Peguei meu celular e conferi as mensagens, recebi uma mensagem da Sofia e há algumas mensagens do grupo de Muay Thai.

Fiz uma escova rápida em meu cabelo e arrumei minha mochila.

Desci as escadas e meus pais já estavam tomando café.

-Bom dia! – digo sentando na mesa.

-Bom dia. – diz minha mãe, meu pai não respondeu, já que estava bastante sério e distante lendo uma notícia pelo celular, está história ficou bem famosa recentemente...

"Um caso de violência doméstica impactou diversas pessoas no estado do Paraná e por conta da grande repercussão tem sido conhecido no Brasil inteiro.

O empresário Arthur Vieira, muito conhecido na área empresarial, foi avisado pela própria filha por agressão e assassinato de sua mãe e esposa do empresário – Eliana Vieira – após investigações, descobriram que o resultado da biópsia desapareceu misteriosamente.

A estudante de 17 anos ligou para a polícia assustada, afirmando que estava sendo agredida verbal e fisicamente pelo pai e que temia ter o mesmo destino da mãe.

Ela contou com detalhes o dia em que sua mãe foi morta e também viu seu namorado ser agredido por homens que trabalhavam para o homem.

Elena foi encontrada em seu quarto com seu corpo cheio de marcas e sangue, Arthur estava no chão com uma tesoura enfiada no fígado, o empresário perdeu muito sangue e não resistiu aos ferimentos.

A jovem foi levada ao hospital e passou alguns dias internada no hospital, hoje ela mora com sua tia e tenta levar uma vida normal."

Está notícia me emociona cada vez que a leio, fico impressionada como está garota é forte, passou por tanta coisa na vida, foi tão corajosa, mas me deparo com muitos comentários maldosos na internet

"Desconfio dessa Elena, ela podia muito bem ter denunciado antes!"

"Essa Elena não me engana, ela matou o próprio pai e deus está desculpa de violência doméstica, não duvido nada que ela mesmo não tenha matado a mãe."

"Essa Elena é uma louca, uma sínica, parece ser uma garota angelical e com uma voz linda, mas na verdade é uma oportunista, certeza que matou o pai para ficar com toda a herança."

Estes comentários me tiram do sério, a garota já passou por tanta coisa e agora tem que ver estes comentários de pessoas filhas da puta, mas muitas pessoas a defendem e a admiram, ela inclusive já possui mais de 500 mil seguidores nas redes sociais.

O vídeo dela cantando já possui mais de um milhão de acessos no YouTube e Instagram, inclusive eu mesma o baixei e escuto de vez em quando.

-Pai? Está bem? – digo novamente.

-O-Oi filha, bom dia querida. – diz ele ainda entristecido – licença, tenho que ir para o trabalho, quer uma carona Giovanna?

-Quero sim.

-Então se apresse. – ele diz ao mesmo tempo que triste, enfurecido.

Comi rapidamente e me despedi da minha mãe, peguei minha mochila e fui com meu pai para a escola.

Olhei para ele tenho a impressão de ver uma lágrima em seus olhos.

-Pai você está bem mesmo?

-Estou sim. – mais uma lágrima rola por sua bochecha.

- O senhor está chorando?

-Já disse que não é nada Giovanna! – diz ele enfurecido.

Me assustei com sua brutalidade e não toquei mais no assunto.

Cheguei na escola e a Sofia, Milene e Chris já estavam na porta.

-Tchau pai. – digo descendo do carro, mas ele permanece distante.

-Gi! – as meninas dizem ao virem ao meu encontro.

-Bom dia meninas! – as respondo.

-Temos uma novidade para te contar. – diz Chris.

-Você quer dizer fofoca né? – diz Milene debochando.

-Ah tanto faz! O Ryan do segundo ano disse que quer ficar com você!

-O Ryan? Mas nós somos amigos... – digo surpresa.

-Pelo visto ele quer ser mais né? – Milene diz com uma voz sedutora.

-Ah amiga o Ryan é tão fofo e bem bonito em?! Se eu fosse você não deixaria passar está oportunidade.

-Não sei meninas...

-Bem comece Giovanna, você já rejeitou quatro dos garotos mais gostosos e populares da escola, quer morrer B.V?

-FALA BAIXO MILENE! QUER QUE TODO MUNDO DESCUBRA? – praticamente grito.

-Desculpa Gi, é que sua enrolação me irrita as vezes!

-Não tenho culpa de ser uma garota romântica em busca de um relacionamento sério!

-Ok “senhorita quero encontrar o garoto certo”, vamos entrar?

-Vamos!


Notas Finais


Gostaram?
Comentários são muito bem vindos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...