1. Spirit Fanfics >
  2. O amor, é fantasia!? -Bailey e Noah >
  3. You got it, my love

História O amor, é fantasia!? -Bailey e Noah - Capítulo 42


Escrita por:


Notas do Autor


Sem
Comentários.
Vocês
Que
Lutem.

Capítulo 42 - You got it, my love


Fanfic / Fanfiction O amor, é fantasia!? -Bailey e Noah - Capítulo 42 - You got it, my love

Pov's Bailey


Demorei pra dormir, fiquei olhando o Noah um bom tempo. Pensando o quão importante ele se tornou pra mim. O quão apaixonado eu estou. Por um homem. Sim. Fiquei com o Lamar uma noite, senti repúdio depois, fiquei com medo de tudo. Porém fiquei com o Noah, acabei gostando dele. Não sei o porque disso, tinha a Shivani, a Giovanna, mas escolhi o Noah. Apenas ele para amar. E agora o Lamar tenta tirar-lo de mim. Não posso deixar. Tantos homens por ai e ele quer logo o meu Noah. Não... Por favor não. Kyle coloca a mão no meu ombro me dando um susto pois ainda estava tarde.

-Vai dormir May.

-Não consigo.

-Pensamentos torturam, melhor evitar.

-Eu sei, mas tenho medo de perder ele.

-Vocês estão...

-Namorando, mas por favor não conta ao Simon.

-Posso te contar um segredo?

-Pode?

-Eu namorei um menino na escola de dança.

-Sério?

-Sim, mas ele só queria brincar comigo, fiquei triste quando descobri algumas conversas no celular dele. Não que seja seu caso com o Noah, mas assim se vocês se amam façam de tudo para ter um relacionamento estável. 

-Eu tento sabe, mas já faz uns dias que não transamos e eu não to aguentando mais.

-É por um bom motivo.

-Eu sei, não quero forçar mas é estranho, a gente fazia todo dia ou no máximo duas semanas sem quando estávamos cada um em sua casa mas agora estamos juntos e em vez que estar transando igual um cachorro no cio estamos freiados, parece cinto de castidade.

-Você se ama apenas pelo sexo?

-Não, claro que não. Ele é maravilhoso... Perfeito, mas nem fala eu te amo pra mim.

-Porque não acredita no amor, também já fui assim ate que uma pessoa mudou minha vida.

-Quem?

-Minha ex, ela realmente mudou minha vida. Eu amo ela.

-Mas amor e ex não combinam na mesma frase.

Ele ri, estranho.

-Ela morreu Bailey.

Puts, falei merda.

-Foi mal, não sabia...

-De boa, ela era simples, honesta, humilde e sinceramente tudo de bom.

-Posso te contar outro segredo?

-Fala.

-O Lamar queria que eu e o Noah namorasse com ele, fazendo um trio.

-Estranho.

-E eu achei uma má ideia, mas sera que realmente é?

-Com certeza, não da certo. Agora vai dormir, amanhã tem show e se você errar paga 500 flexões.

-De boa.

-Com você não funciona, que merda.

Rimos, ele sai do quarto. Vou pra perto do Noah, olho, beijo a testa dele. MS deito e durmo.

*

-Bailey... Bailey...

Alguém me acorda, to num lugar estranho. Parece que to numa praia? É o Noah.

-Oi amor, onde eu to? -Bailey

-Vida que bom que você acordou! -Lamar

-Lamar? Vida? -Bailey

-É Bay, nosso amor. -Noah

Noah de levanta e beija ele, o que ta acontecendo? Noah é meu... Não seu... Para... PARA POR FAVOR. Noah... Noah...

-Bailey? Acorda baby...

Abro os olhos assustado, Noah esta me olhando apreensivo.

-O que aconteceu?

-Eu que pergunto, você tava se debatendo gritando meu nome, ta doido baby?

-Não... O Kyle ta ai?

-Ele saiu com a Yonta pra uma reunião no local do show... Mas isso não importa, o que aconteceu?

-Sonhei que eu acordava com você e o Lamar, ai vocês começavam a se beijar...

-Ei, não te trairia.

-Não era traição, ele me chamou de vida, era como um trio amoroso, não sei...

-Para de pensar besteira, vai escovar os dentes baby.

Vou ate o banheiro, pego a escova que trouxe porque esse hotel não da escovas. Ne escovo enquanto ele me olhava.

-Ta na hora de fazer sua barba.

-Ha ha.

Termino de me escovar, olho pra ele. Nos beijamos. Que saudade disso. Uma dança estranha é feita pelo encontro de nossas línguas. Me separo do Noah. O abraço e ele retribui.

-Te amo.

-Não fala isso, por favor baby...

-Por quê?

-É chato não poder responder.

-Então responde.

-Você sabe minha visão sobre isso...

-Deixa eu mudar isso.

-Bailey...

Vou para seu pescoço o beijando levemente.

-O amor existe, inclusive...

Sugo fortemente seu pescoço mas onde a blusa ainda cobre.

-Baby...

-Isso é amor...

-Me come...

Ele fala baixinho e eu fico surpreso.

-Certeza?

-Por favor.

Retiro sua blusa e em seguida a minha, levando-o ate a cama.

-Noah não quero te forçar a nada...

Ele coloca a mão dentro do meu short apertando fortemente meu membro me obrigando a soltar um gemido.

-Eu quero.

Que tesão dele. Do seu gemido, do seu toque. De tudo. Ataco novamente seu pescoço descendo por sua clavícula, seu peito duro, mordo o provocando fazendo Noah gemer. Sua barriga e a barra da sua calça. Olho para ele pela última vez, ele acena confirmando. Abro a calça, retiro sua cueca e começo a chupar ele. Ser chupado pode ser bom, mas fazer alguém se contorcer de prazer por sua causa é maravilhoso. Tiro seu membro da boca e desco para sua bunda iniciando um beijo grego. Sim estava extremamente necessitado por isso. E isso e bom.

-Bailey...

Deve ter acontecido algo, paro.

-Que foi?

-Deixa eu te chupar.

-Ta pronto?

-To.

Apenas aceitei, invertemos as posições e ele começou... Esqueci como ele era bom, os gemidos ecoam pelo quarto. Impossível segurar com ele me chupando. Coloco as mãos em seus cabelos, esses cachos são tanto quanto sexy. Ele para voltando a me beijar ficando por cima de mim. 

-Esqueci a camisinha.

-Tem lubrificante?

-Hunrum.

Pego na minha mala voltando em seguida para a cama, Noah pega o lubrificante e espalha da cabeça ate a base. Volta pra cima de mim, me beija, encosta sua entrada na ponta do meu pau, desliza um pouco para dentro forcando um gemido contra minha boca.

-Calma Noah.

Noah continua descendo e ele está apertado, extremamente apertado. Isso é bom. É gostoso. Ele para ao me colocar inteiro dentro de sí, geme. Começa a se mexer. Gemidos de ambos, beijo. Que bom que finalmente estamos fazendo isso. Ele sobe e desce, contraí, ahhh caralho Urrea...

-Noah... Eu...

-Vai dentro.

Dou a última estocada gozando dentro dele. Saio de dentro dele derramando esperma em mim, ewww. Me limpo e em seguida começo a chupar ele, preciso fazer ele sentir prazer novamente. Movimentos de vai e vem, chupadas forte, foco na cabeça. Ele geme alto. Penetro ele com dois dedos. Noah se contorce.

-Bailey...

Noah gozou na minha boca, gozou tanto que não deu pra engolir, acabo engasgando. 

-Foi mal...

-De boa, pega os lenços baby.

Pego e entrego a ele, Noah se limpa. 

-Tava com saudade disso.

-Foi bom.

-Foi perfeito.

-Você conseguiu meu amor!

-Graças a você.

-Graças a nós.

O beijo, devagar, fazendo carinho na sua nuca. Ele coloca a mão em minha cintura.

-Te amo.

-Apesar de tudo...

Encaro ele.

-Te amo baby.

Meu coração bateu mais forte ao ouvir isso, aperto ele o abraçando fortemente.

-Te amo te amo te amo.

Falo dando vários beijos nele. Mas logo ouvimos alguém batendo na porta.

-O Kyle mandou chamar vocês.

Pela voz é o Lamar, Ignoro indo vestir minha cueca, Noah estava a procura de outra ate que ele abre a porta, que merda esqueci de fechar a porta. Corro pra frente do Noah porque ele ainda estava pelado.

-Foi mal, ninguém respondeu... -Lamar

-Vaza Lamar, não ta vendo que nós estamos pelados? -Bailey

-Sai baby... -Noah

Poha...

-Que visão do paraíso, meus dois homens pelados. -Lamar

-Seus? Risos. -Bailey

Cara trouxa vey.

-Que vontade de fuder vocês... -Lamar

-Eu que vou te fuder na porrada se não sai daqui agora. -Bailey

-Bailey... -Noah

-Não Noah, vaza Moris nós estamos felizes sem você. -Bailey

-Uma noite? -Lamar

-Nem mais um minuto. -Bailey

Noah se vestiu enquanto discutimos, ele esta pedindo um soco no meio da boca.

-Você mesmo sabe que ambos querem se entregar a mim. -Lamar

-Você viaja muito, inclusive o Kyle não estava nos esperando? Então vamos. -Bailey

Quando me viro pra ir pegar minha calça Lamar me prende contra seus braços.

-Me solta caralho... -Bailey

-Lamar deixa ele. -Noah

-Não, eu preciso disso... De vocês...

Me liberto dando um soco em sua barriga, ele arfa surpreso.

-Vocês ainda serão meus... Acreditem... -Lamar

Ele sai do quarto ficando apenas eu e o Noah.

-Você...

-Não, ele só brotou aqui, você ta bem baby?

-Não com aquele idiota aqui.

-Com o tempo ele esquece.

Noah me beija mas ainda não estou conformado, Lamar ta doido? Nos vestimos e descemos ate o pátio do hotel, Lamar nos olhava de longe, fui falar com a Hina enquanto o Noah ficou um tempou com Heyoon, estávamos esperando a Any, o Krys e a Sina.

-Bailey chan por que você ta assim?

-Assim como?

-Triste.

-Não to triste.

-Pode falar comigo.

-É complicado meu amor, esquece. Como ta com seu novo namorado? Toda pegadora ela hein...

-Não Bailey chan, apenas namorei dois garotos. E meu atual ta no Japão...

-Já já você ver ele, mas por enquanto essa japonesa é minha...

Falo pegando ela e jogando no ar.

-Bailey!

O resto do pessoal chegou, entramos na vã, Shiv já ta melhor do pé, não sei como mas ta. Fomos ate o local do show que estava lotado e aconteceu aquele mesmo esquema que vocês conhecem. 

*

Acabamos de terminar o show e de tirar a foto com os premiados. Lamar ousou bater na bunda de Noah levando um sermão de Kyle e depois ainda me abraçou como se nada houvesse acontecido. Babaca. Por fim finalmente no hotel, voltamos para o quarto, Lamar depois daquilo não fez mais nenhuma palhaçada, espero que não faça, namoro triplo é ridículo. Ele ta obsecado por a gente e isso é estranho. Só tirei a roupa, esperei o Noah sair do banheiro porque o Kyle não deixou a gente tomar banho junto, quando saiu tomei o meu, comi uma pizza que pedimos juntos e estava tão cansado e exausto que cai no sono.


Notas Finais


Hoje teve hot, fiquem felizes, também teve treta, teve tudo. Beijos virtuais e usem máscara.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...