História O amor é imprevisível (taekook) - Capítulo 44


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Bts, J-hope, Jin, Jungkook, Namjoon, Taehyung, Yoongi
Visualizações 42
Palavras 5.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura !

Capítulo 44 - Mas uma vez


(Jungkook on)

Depois de beijar o castanhado percebi que o taeMin estava de vela entre jimin e hobi; e entre eu e tae. Ri ao ver ele fitando o nada a sua frente como se estivesse em outro mundo. 

Kook: meu caro amigo taeMin saia dai, você tá parecendo aquelas velas de igreja. Sorri baixinho 

TaeMin: tipo eu estou arrasada. Fitou o nada mais uma vez. - vocês dois aqui estavam me dando uma aula de como beijar na maestria e ainda estou de vela pra esses dois aqui que estão com esse beijo de segundas intenções. Fitou os dois ao seu lado com um careta.

Jimin: bota segundas intenções nisso. Mordeu os lábios olhando o ruivo que passava a língua entre os lábios. 

Tae: meu deus. Fitou os dois e começou a rir apoaindo sua cabeça em meu peito.

Mark: GANHEIIIII. Gritou e começou a fazer uma dancinha engraçada. - eu sou foda amores. Deu um beijo no próprio ombro e piscou pra todos a nossa volta, logo se sentou ao lado do Jackson. 

Key: kkkk parabéns mark. Gargalhou baixo da dancinha do loiro. Key se levanta do chão onde estava sentado e rapidamente beijou teaMin esse que estava fitando o chão pensando na morte da bezerra.

Kook: toma sua surpresa. Fitei o taeMin que estava de olhos arrgalados mais surpreso que todos ali com a "surpresa" e comecei a rir da sua reação. 

Yoongi: meu deus eu me assustei. Fitou os dois com um sorriso travesso enquanto colocava a mão em seu próprio peito. 

Tae: muito bom key, surpreenda seu namorado. Fitou os dois ao seu lado sorrindo ladino enquanto acariciava minhas coxas. 

TaeMin: que tiro foi esse ? De olhos arregalados olhou pro tae que apenas deu de ombros e começou a rir. 

Key: meu tiro em você mozão. Sorriu ladino e beijou novamente o ruivo que correspondeu dessa vez. Eu e o jimin começamos a gargalhar da cantado do key, essa cantada merece o oscar. 

Mark: eita que esse povo tá com fogo no rabo. Riu malicioso fitando os dois ao beijos, jackson estava ao lado do mark mexendo no celular. 

Kook: gente cadê o jin e o nam ? Olhei em volta parando meus olhos loiro ao meu lado. Que apenas que olhou mais confuso. 

Jimin: já faz alguns minutos que eles saíram daqui. Sorriu ladino fitando o hobi que ria malicioso para si. 

Mark: uii namjin estão tranzando, vamos procura-los. Se levantou e começou a subir as escadas rapidamenete logo sendo seguido por todos nós.

[...]

Depios de procurar em cada canto não o encontramos, procuramos nos quartos, nos banheiros, cozinha, depósito e assim por diante. 

Jackson: mano onde é que eles estão? Abriu os braços erguendo as sonbrancelhas, fitou o castanhado a sua frente.

Tae: kook essa casa tem esconderijo secreto ? Me olhou confuso mordendo o lábio inferior em expectativa.

Kook: gente o único lugar que não procuramos foi no quarto de taeyang. Sorri ladino vendo todos me olharem confusos. - vamos lá. Gargalhei baixo seguindo lentamente até a porta do quarto do pequeno. 

Key: eles estão tranzando no quarto do taeyang ? Vi os olhos arregalados do key me fitarem. 

Tae: é claro que não. Sorriu meigo e abriu uma brecha na porta, lá estava o pequeno junto com nam e jin jogando uno, se divertindo e nós pensando que eles estão se divertindo de uma forma mais pecaminosa. 

Kook: eles estão brincando com o taeyang nada mais, nós que pensamos besteira. Sorri baixo fitando todos que começaram a gargalhar pois pensamos besteira juntos. 

Yoongi: olhe eles, tão amorosos. Fitou os três dentro do quarto sorrindo fofamente, um sorriso meigo abrigava seus lábios.

Hobi: yoongi você fica tão engraçado quando fica fofo. Gargalhou alto e logo recebeu um pequeno empurrão do azulado. Tae abriu mais a porta fazendo os meninos nos olharem. 

Jin: olá. Abriu um sorriso grande enquanto segurava suas cartas. 

Taeyang: oi papai tae e kook, estamos brincando querem brincar com a gente ? Segurando as cartas sorriu ao nos ver, seus olhos voltaram para as cartas que estavam em sua mão. 

Tae: é claro que queremos. Adentrou o quarto se sentando ao lado do pequeno no chão. Logo todos entraram no quarto.

Jackson: mano eu estou com inveja do taeyang. Um bico se formou em seus lábios. - cara olha esse quarto que top. Falou olhando em volta. Gesticulou com as mãos enquanto fazia uma cara engraçada. 

Kook: você sabe jogar filho ? Perguntei surpreso ao ver o pequeno jogando tranquilamente como se já jogasse aquilo a bastante tempo. 

Taeyang: o titio jin me ensinou a jogar. Fitou meus olhos e sorriu fofo. - o titio nam disse que eu tenho que ser esperto. Voltou a olhar para suas cartas e as jogou no chão pois havia ganhado. 

Nam: vamos jogar ! Pegou as cartas e juntou todas em suas mãos para embaralhar e novamente distribuí-las. 

Jin: gente temos que organizar quem vai. Fitou todos a sua volta com um bico. - pois só pode ir de quatro pessoas. Fitou o pequeno e sorriu para ele, esse que retribuiu o sorriso. 

Nam: jin e eu já jogamos, então quem vai agora ? Perguntou parando de embaralhar as cartas e nos fitando. 

Kook: tae, taeMin e eu. Apontei e sorri logo e em seguida. 

Taeyang: vamos papai. Nos chamou alegre já pegando suas cartas que nam estava lhe dando.

Tae: gente tem outro jogo ali ôh. Apontou para o outro jogo que compramos ao taeyang outro dia, taeMin fitou o castanhado e começou a rir.

TaeMin: meu amor esses daqui já pegaram uma garrafa e estão brincando de verdade ou desafio. Gargalhou baixo pegando suas cartas que estavam no chão, lentamente arrumou todas. O castanhado olhou pra trás e viu os meninos brincando com uma carrafa de cerveja, nesse mesmo instante ele sorriu.

Tae: tomem vergonha na cara de vocês e vão brincar lá na sala. Ordenou e logo os meninos fizeram pegando a garrafa e saindo correndo para a sala de estar. 

Kook: vamos começar. Peguei minhas cartas viradas sobre o chão e arrumei em minhas mãos, fitei os outros jogadores a minha volta. 

Taeyang: o titio nam e jin podem me ajudar ? Um biquinho fofo se formou em seus lábios juntamente com um sorriso ladino.

Tae: eu estou despedaçado depois dessa carinha fofa. Fitou o pequeno o olhando com um olhar fofo e meigo, o pequeno apenas abriu um sorrisão. Acendi com a cabeça em sim logo começando a jogar, taeyang realmente sabe jogar, quase não precisava da ajuda dos meninos. 

[horas depois...]

(Taehyung on)

Tae: nãooooooooo. Berrei me jogando para trás após se derrotado pelo meu filho de cinco anos pelo sexta vez seguida. 

Kook: eu desisto. Jogou todas as cartas no chão levantando os braços se rendendo ao pequeno que nos derrotou várias vezes.

TaeMin: eu nunca fui tão humilhado em toda a minha vida. Fitou o moreno que ria ao seu lado, já o pequeno mantinha um sorriso vitotioso no rosto.

Jin: muito bom garoto, mais uma Vitória. Abraçou e beijou a cabeça do pequeno, logo se levantando e saindo do quarto junto com nam.

Taeyang: eu ganhei novamente. Fitou seus olhos aos meus enquanto juntava todas as cartas com a ajuda do ruivo. Me joguei pra trás me deitando no chão, já são 15:30 da tarde. Fiquei pensando em coisas aleatórias até sentir taeyang se deitar ao meu lado e apoiar sua cabeça em meu braço. Acaricei seus cabelos lisos, vi taeMin acenar e sussurrar que iria se juntar aos outros lá embaixo.

Tae: filho... fitei o teto enquanto acariciava suas mexes escuras e lisas, o pequeno brincava com meus dedos enquanto o moreno guardava alguns briquedos e organizava o quarto. 

Taeyang: sim papai. Sussurou enquanto continuava a brincar com meus dedos, o moreno terminou e se sentou no chão apoiando suas costas na cama.

Tae: você é uma menino muito esperto, e logo irá fazer 6 aninhos. Sorri bobo ao ver um sorriso tímido do msm sair no canto da boca. - você irá para a escola e irá conhecer novas pessoas, novos amiguinhos, novas brincadeiras e coisas novas. Minhas mãos levemente acariciacam seu coro cabeludo, ele se levanta se sentando ao meu lado um sorriso enorme se formou em seus lábios.

Taeyang: papai eu vou para a escola ? Fitou meus olhos enquanto os seus se enchiam de alegria, o seu sorriso parecia só aumentar. 

Tae: vai sim meu amor. Fitei seus olhinhos que brilhavam de tanta alegria, o moreno ria bobo apenas observando a cena.

Kook: e sabe quem estará na msm escola que você? Fitou o pequeno erguendo as sonbrancelhas, deixando o pequeno curioso qur apenas balançou a cabeça negativamente. - o bambam e o minHo serão seus coleguinhas da escola. Abriu seu sorriso de coelhinho ao ver o pequeno fazer um "o" com a boca e ficando um pouquinho corado.

Tae: pq está com vergonha filho ? Perguntei me levantando e abraçando o msm que ria fofamente.

Taeyang: eu estou nervoso. Respondeu simples enquanto me abraçava. Kook sorriu mais ainda e o abraçou junto comigo.

Kook: não fiquei meu amor, você é adorável e super legal todos vão gostar de você. Apertou o pequeno que estava em meus braços, ele deu um leve gargalhada. Ouvimos a campainha ser tocada. - vamos descer pois acho que é a pizza. O moreno colocou o pequeno em suas costas enquanto saiamos do quarto. Descemos as escadas, ao descer vimos todos os meninos sentados no chão brincando do jogo da garrafa. Várias garrafas estavam secas pelo chão. 

Tae: meu deus vocês já beberam isso tudo ? Fitei as garrafas de cerveja espalhadas pelo chão. Como sempre o mark já estava bêbado, jimin estava sem camisa sentado no colo do hobi, jackson estava apenas rindo das palhaçadas do seu namorado. Key estava sentado no sofá sendo agraciado pelo nosso quarido taeMin, yoongi estava na cozinha bebendo água. Jin pegou o pequeno e o levou para o sofá para junto de si e ficaram brincando. Caminhei até a porta junto com kook, abri a porta enquanto o moreno segurava em minha cintura.

Tae: boa tarde. Fitei o homem de boné e uniforme da pizzaria, logo recebi um sorriso meigo.

Entregador: aqui senhores a pizza de vocês. Nos estragou as cinco pizzas, o moreno pegou. - quero pedir minhas sinceras desculpas pelo atraso mais aconteceu um imprevisto. Fitou o chão se curvando brevemente. 

Kook: que tipo de imprevisto ? Fitou o homem erguendo uma das sonbrancelhas. 

Entregador: o outro entregador que estava vindo pra cá se envolveu em um acidente e não pode vir e agora está no hospital. Respondeu meio baixo pois sua voz engatou por querer chorar. 

Tae: ele está bem ? Fitei o homem tocando levemente em seu ombro, ele limpa o rosto e me olha novamente. 

Entregador: ainda não tive notícias dele, mas o acidente foi grave. Respondeu simples ao fitar novamente o chão. 

Kook: melhoras pra ele. O moreno tocou os ombros do rapaz e lhe deu o dinheiro. - tenha um bom dia rapaz. Sorriu meigo.

Entregador: obgd tenham uma boa tarde. Se curvou novamente logo seguindo para o seu carro, fechamos a porta e entramos. Depois que nossa pizza chegou e o entregador se retirou, eu e kook pegamos as pizzas e caminhamos até a cozinha. Yoongi parecia triste e cabisbaixo, estava escorado no balcão pensativo. 

Tae: yoongi você está bem ? Fitei o azulado que fitava o chão com um copo de água na mão. 

Yoongi: tae... suspirou e fitou meus olhos. - eu estou com um mal pressentimento, mas eu não sei onde está meu telefone pois preciso ligar pra lisa. Respondeu triste fazendo círculos com o dedo na boca do copo. 

Tae: seu telefone está ali no sofá. Apontei para o sofá e voltei a ficar o azulado que sorriu meigo.

Yoongi: obgd taetae. Apertou minhas bochechas logo caminhando para a sala. Voltei a minha atenção para a pizza, todos já estavam na cozinha. Tirei um pedaço pra taeyang e pra mim, os outros pegaram os seus.

Kook: hmmn está deliciosa. Fechou os olhos enquanto mastigava lentamente. 

Jin: está msm. Fitou o moreno e pegou seu suco tomando um gole. Ri ao ver taeMin dando pizza na boca do key, procurei por yoongi novamente e lhe vi ajoelhado no chão aos prantos enquanto tirava o telefone lentamente do ouvido. Me levantei rapidamente largando a pizza indo em direção a ele, chegando bem próximo do msm, me ajoelhei junto com ele. 

Tae: o que aconteceu ? Segurei o rosto do azulado que fitava o chão enquanto as lágrimas escorriam descontroladamente. Tentou dizer algo, mas nada saia. Apenas lágrimas e soluços, o abracei bem forte afagando seus cabelos azul.

Yoongi: a lisa... murmurou em meu ouvido sendo novamente interrompido por lágrimas e soluços. - ele sofreu um acidente tae... soluçando que nem uma criança que não ganhou sorvete. Os meninos nos olhavam sem intender nada, estavam confusos, tristes e paralisados.

Tae: nós vamos lá agora vê-la. Afaguei mais seus cabelos e fitei seus olhos já vermelhos enxugando algumas lágrimas que ainda escorriam.

Yoongi: a lisa sofreu um acidente e está em estado grave no hospital. Soluçou mais uma vez e fitou todos que imediatamente deixaram algumas lágrimas finas escorrerem, taeyang estava nos braços de jin que se afastou dali se controlando para não chorar. No msm instante lembrei do acidente que o entregador falou. DROGA !

Kook: vamos lá. Fitou o azulado lhe ajudando a se levantar do chão pois as pernas eram banbas e fracas, dos olhos só escorriam dor muita dor. Me aproximei de jin que segurava o pequeno que estava assustado.

Tae: jin fica aqui com os meninos e cuida do taeyang pra mim. Pedi rapidamente, jin me olhou triste concordando com a cabeça. 

Taeyang: papai o que aconteceu? Fitou seus olhinhos aos meus, taeyang não tinha a mínima ideia do que estava acontecendo, estava triste, confuso e assustado. Sua voz chorosa se fez presente.

Tae: filho eu quero que fique aqui, aconteceu uma coisa muito ruim. Me prometa que vai tomar de conta da casa pra mim e vai ajudar o titio jin. Apoiei minhas mãos em seu rosto acariciando o msm com meus dedos. Ele concordou com a cabeça. - filho por favor fica bem tá bom, papai te ama. Beijei sua cabeça e sai correndo para fora onde o kook já estava com o carro ligado. Nam estava dentro do carro tbm, fechei a porta e o moreno logo acelerou o carro.

Nam: como isso aconteceu ? Colocava seu sinto nervoso pois estava tremendo muito.

Kook: Porra ! O moreno parecia triste, bateu com força no volante tacando as duas mãos. 

Tae: não sabemos. Fitei o azulado que choramingava em meu peito, suas lágrimas molhavam minha camisa a deixando um pouco molhada. Senti o moreno acelerar indo rápido demais.

Nam: kook vai mais devagar, não tenha pressa. Tocou o braço do moreno para que ele se acalmasse, assim ele fez. Peguei o telefone de yoongi e vi vinte ligações não atendidas da mãe de lisa.

[...]

Ao chegar no hospital descemos as pressas logo correndo para a ala da UTI onde estavam os pais de lisa, yoongi avistou os dois e diminuiu a velocidade dos passos voltando a chorar. 

Yoongi: senhora....eu... me desculpe. Fitando o chão se aproximou da senhora em passos lentos, dando fungadas pesadas em meio aos soluços. A senhora de vestido azul apenas sorriu fraco abrindo os braços abraçando o azulado. 

Om/lisa: meu querido yoon... afagava os cabelos azulados do msm que chorava nos ombros do senhora. - não se culpe, não fique triste, pois temos que dar forças a lisa, para que ela melhore logo e volte a ser nossa menina de sempre. Sorriu fraco enquanto as lágrimas escorriam em seu rosto, o azulado choramingava nos abraços da mais velha, já o appa de lisa, chorava silenciosamente em um canto, inconsolável e totalmente sem chão. Pois todos sabemos que acidentes são terríveis ainda mais quando sua filha está em perigo.

Yoongi: como ela está ? Fitou o homem bem mais alto que o azulado, ainda chorando se aproxima em passos lentos para próximo do azulado que por sua vez continuava a fungar e choramingar. 

Ap/lisa: ela... fitou o chão tapando a boca e chorando novamente, suas lágrimas caiam no chão próximo aos seus pés. - ela teve fraturas por todo corpo principalmente nas costelas pois estava sem sinto de segurança, perfurou o pulmão e teve algumas seqüelas na cabeça, tbm quebrou a perna. Suas palavras saiam baixas por conta do choro, suas pernas tremiam e seus olhos minavam água, a senhora se aproxima do marido o abraçando. Nós três apenas estávamos observando a cena, o moreno me abraçava lentamente acaricaindo meus dedos com os seus, nam comia o resto da unhas que lhe restavam.

Tae: amor espera aqui. Me afatei do braços do moreno e o fitei, logo recebendo um olhar confuso do msm.

Kook: onde vai ? Segurou minhas mãos para me impedir de me afastar de si. Me aproximei e lhe dei um selinho, fitei seus olhos novamente enquanto me afastava lentamente, me afastei indo até o appa de lisa.

Chegando em sua frente fitei seus olhos vermelhos e inchados sem pensar duas vezes lhe abracei, bem forte pois eu sei muito bem o que ele está passando, eu passei por isso quando vi kook voltar a vida através de aparelhos, eu vi o chão sair dos meus pés quando ouvi aquela máquina apitar sem dó, meu coração doeu muito, chegando a acelerar tanto que eu achei que morreria com ele. Mas tudo passa independente do que seja. 

Tae: ela ficará bem. Afaguei lentamente as costas do mais velho ouvindo algumas fungadas baixas do msm.

Ap/lisa: obgd rapaz você tem um coração bom, mas quem é você? Fitou meus olhos enquanto sorriu fraco, limpou as lágrimas lentamente. 

Tae: eu sou amigo da lisa, me chamo taehyung. Sorri fitando o mais velho me curvando brevemente.- esse é jungkook meu namorado e namjoon tbm amigo da lisa. Apontei para os dois que apenas sorriaram de leve dando um breve aceno. - Lisa é uma pessoa importante pra nós e sempre estaremos ao lado dela. Fitei os olhos vermelhos do mais velho tocando em seu ombro.

Ap/lisa: obgd por virem até aqui, muito obgd msm. Um breve sorriu saiu de seus lábios em meio as lágrimas. O moreno e nam abraçaram os appas dela, um abraço as vezes pode significar muito mais que palavras, abracei a omma de lisa que por sinal é muito simpática e doce. Nos sentamos e ficamos esperando em um silêncio insurdecedor que nos perturbava a cada segundo, yoongi ainda choramingava sendo consolado pela sogra, que acariciava seus cabelos.

Eu estava preoculpado com os meninos pois todos estavam bêbedos e o taeynag deve estar desesperado sem saber o que está acontecendo, balançava minha pernas nervoso e inquieto, kook percebeu e colocou uma de suas mãos sobre a minha perna para me acalmar. Fitei o moreno que sorria fraco enquanto acaricaiva minha coxa.

Tae: vou ligar pro jin. Fitei o moreno que apenas concordou com a cabeça, caminhei lentamente para o corredor. 

[Ligação on]

Tae: jin ? Chamei preoculpado. 

Jin: oi tae, está tudo bem ai ? O que aconteceu ? Perguntou meio triste.

Tae: jin... suspirei e fitei o chão. - a lisa sofreu um acidente grave e está fazendo uma cirurgia agora, pois quebrou algumas costelas e fraturou a perna. Teve seqüelas por todo o corpo e perfurou o pulmão. O estado dela é péssimo. Outro suspiro muito mais pesado, pela voz de jin ele parecia ter chorado. 

Jin: e como o yoongi está? Perguntou preoculpado dando algumas fungadas.

Tae: arrasado... chorando sem parar, mas está sendo consolado pela sua sogra e por nós. Segurei as lágrimas para não chorar, pois é deplorável ver um amigo no estado em que se encontra o yoon.

Jin: diga a ele que desejo melhoras. Suspirou.

Tae: direi a ele, mas como estão os meninos ? Perguntei preoculpado. 

Jin: estão preoculpados... nenhum deles está totalmete bêbedo apenas o mark que vomitou tudo pq comeu a pizza e bebeu de novo, mas não se preculpe pois nós já limpamos e o jackson já foi banhar ele. Os meninos já tomaram banho e estão mais quietos agora. Taeyang está ao lado de jimin assustado, ele não diz nada. Jimin estava chorando junto com o taeMin o que fez o taeyang tbm chorar mais eu já pedi que se controlassem para não fazer o pequeno chorar novamente. Falou triste. 

Tae: deixa eu falar com o taeyang... fitei a parede em minha frente colocando a outra mão no bolso da calça. 

Jin: só um instante. Ouço ele caminhar e falar baixinho.

Jin: taeyang é o papai tae, ele quer falar com você. Falou sussurando.

Taeyang: oi papai, onde você está ? Aquela voz chorosa que despedaça meu coração se fez presente. 

Tae: oi meu amor eu estou no hospital, pois aconteceu uma coisa muito ruim com a titia lisa mas o papai já está indo pra casa. Suspirei para não chorar, pois tudo estava doendo naquele momento, e doeu mais ainda em ouvir aquela voz chorosa e triste se fazer presente. 

Taeyang: papai eu estou com medo, o titio jimin está chorando. Pq ele está chorando ? Perguntou já chorando tbm, ouvi sua voz falhar e sair baixinha. 

Tae: filho ele está triste com o que aconteceu, dê forças a ele e ao taeMin, eles precisam. Não fiquei com medo meu amor pois o titio jin vai cuidar de você por mim, eu quero que fiquei tranquilo e cuide deles tá bom ?! Fitei o chão e logo levantei minha cabeça vendo o moreno em minha frente me olhando triste. 

Taeyang: tá bom papai eu vou cuidar deles, papai não demora não tá bom, por favor. Falou tristonho dando algumas fungadas. 

Tae: eu te amo filho, eu não vou demorar tá bom, fica bem. Dá o telefone pro titio de novo. 

Jin: oi taetae. 

Tae: jin eu não vou demorar muito aqui, obgd por cuidar da casa e dos meninos por mim. 

Jin: de nada tae, estamos te esperando. 

[Ligação off]

Desliguei o telefone e imediatamente abrecei o moreno em minha frente, ele apenas apoiou minha cabeça em seu peito beijando minha cabeça. 

Kook: vamos pra casa. Fitou seus olhos aos meus dando um breve selar em minha testa. Acendi com a cabeça segurando sua mão e entrelaçando nossos dedos. Caminhamos lentamente até onde os outros estavam, paramos em frente a eles. - queremos nos desculpar pois estamos indo para casa nosso filho está triste. Fitou os dois mais velhos juntamente com o azulado. - voltaremos amanhã para vê-la. Acenou com a mão, se despediu do azulado.

Ap/lisa: tudo bem, agradecemos por terem vindo. Sorriu meigamente antes de acenar um breve tchauzinho. 

Tae: yoongi você vai ficar bem ? Fitei o azulado tocando levemente seu ombro, ele me olhou e sorriu ladino.

Yoongi: vou tae, obgd por tudo. Mandarei notícias a vocês muito obgd ! Me abraçou rapidamnete dando um leve selar em minha testa.

Tae: tudo bem... suspirei me levantando, caminhei novamente para as mãos do moreno e entrelaçando nossos dedos. Demos um tchauzinho logo seguimos para o estacionamento. Eu estou triste pela lisa, pelo yoongi, pelos pais dela, pelo taeyang eu estou triste por todos, ela tbm é nossa amiga. Seguimos em silêncio até em casa.

[Em casa]

Chegamos em casa, o moreno colocou o carro na garagem e descemos. Entramos e todos estavam em silêncio, jimin acariciava os cabelos do pequeno que dormia em suas pernas, jin estava abraçado ao msm. Entramos e vi todos menos o mark e o jackson, caminhei até o pequeno que estava cochilando.

Tae: filho... toquei levemente seu rosto enquanto fitava jimin com os olhos inchados olhando o pequeno dormir tranquilamente. Fitei o ruivo que chorava baixinho no peito de key que afagava seus cabelos. Caminhei até ele e o abracei.

Tae: não chore min. Beijei sua bochecha afagando seus cabelos. - precisamos dar forças para o yoongi e a família da lisa. Apertei o abraço sentindo que o ruivo chorava mais ainda, ouvi uma fungada e logo se afasta e senta novamente no sofá, key o abraça novamente. Jimin estava triste sentado no sofá acariciando os cabelos de taeyang. 

Jimin: como ela está? Continuou a fitar o pequeno em suas pernas fazendo um cafuné nos cabelos do msm. Fitei o loiro, suspirei e respirei fundo olhando em seus olhos.

Tae: o estado dela é grave. Vi os olhos do loiro se encherem de lágrimas novamente, peguei taeyang de seu colo logo apoindo a cabeça do pequeno em meu ombro pra que ele não acordasse. O moreno conversava com jin e nam na cozinha. - amor eu vou colocar o taeyang na cama. Fitei o moreno que me olhou concordando com a cabeça lentamente subi as escadas para não acordar o pequeno que dormia feito um anjo. Cheguei no quarto de taeyang e abri a porta seguindo para sua cama, lentamente o coloquei na msm. 

Tae: durma bem anjinho. Fitei o pequeno que dormia tranquilamente, beijei sua cabeça e sai do quarto, caminhei até quarto onde jackson e mark estavam, abri a porta lentamente e entrei. - como ele está? Fitei o moreno que fazia cafuné no cabelos do loiro deitado ao se lado. 

Jackson: ele está melhor. Sorriu bobo ao ver o loiro dormir tranquilamente em sua frente. 

Tae: deu algum remédio a ele ? Me aproximei tocando brevemente o braço do loiro para ver se ele não estava com febre. Olhei para o moreno que me olhou.

Jackson: não ! Gargalhou baixo. - pois toda vez que eu dou algum remédio pra ele, ele ficava agressivo. Sorriu enquanto me olhava, voltou seu olhar para o loiro a sua frente. Gargalhei baixo logo me retirando do quarto, deixando que os pombinhos ficassem a sós, encostei a porta e desci novamente as escadas, vendo todos sentados no sofá tristes.

Kook: taeyang dormiu ? Fitou meus olhos enquanto eu me sentava ao seu lado, apoindo minha cabeça em seu ombro.

Tae: sim, que bom que ele dormiu pois não quero que ele fique sofrendo ser saber o que está acontecendo. Falei baixo pegando a mão de kook a colocando sobre a minha, sinto seus dedos apertarem os meus, o moreno me abraça de lado e fica acariciando meu cabelos. 

TaeMin: mas como aconteceu ? Fitou seus olhos aos meus, eu apenas dei de ombros pois realmente não sei.

Nam: o pai de lisa nos contou que ela ultrapassou o sinal vermelho e outro carro bateu no dela fazendo o msm capotar. Fitou o chão triste, sua voz saiu bem baixinha e calma, jin percebeu a trsiteza do namorado e começou a acariciar os cabelos roxos de nam.

Então é isso... mas uma tragédia para ser acrescentada junto com as outras. Eu quero muito que ela fique bem, que ela melhore logo pois eu gosto de ver as pessoas bem e felizes... estamos aqui todos sofrendo por uma pessoas querida, ou duas, pois yoongi está tão arrasado quanto a gente. Eu só queria pegar todos as dores dele e sofrer por ele assim como faria com qualquer um dos meus amigos e principalmente pelo kook e taeyang. Sou interrompido de meus pensamentos após ver jimin se levantar.

Jimin: meninos eu vou pra casa. Me olhou e arrumou a calça jeans que vestia, fiquei apenas olhando os outros se levantaram e seguirem o loiro.

Jin: voltaremos mais tarde ou amanhã, nos dêem noticias da lisa por favor. Se aproximou beijando a minha cabeça e de kook, se despediu de TaeMin e key. Me levantei e abracei todos eles, os acompanhei até a porta e logo todos eles foram para casa, fechei a porta e caminhei novamente para o sofá sentando ao lado do moreno. 

TaeMin está pensativo, sua cabeça estava no peito de key que tbm estava pensativo mas concerteza por querer entender o que está acontecendo. Se aproximando das quatro da tarde a neve parecia se fazer mais forte assim como o frio, os braços do moreno rodearam meu pescoço me puxando para ficar bem perto de si, assim fiz. Beijei seu queixo enquanto fitava o ruivo a minha frente, triste. TaeMin é muito emotivo com as coisas, ele e lisa por diversas vezes ficavam conversando besteiras, coisas engraçadas, ela sempre atentava ele e eu acho que é isso que está o incomodando tanto... a falta dela, a sua presença. 

TaeMin: o que vamos fazer agora ? Perguntou baixo enquanto brincava com a camisa de key, este que acaricaiva as mechas do cabelo vermelho do outro.

Kook: eu não sei.... um suspiro pesado e doloroso veio de kook, me fazendo fitar o msm e lhe apertar contra meus braços. 

Tae: vamos apenas esperar por respostas. Fitei o ruivo que continuava a bricar com a camisa de seu namorado. 

Key: eu não estou intendo nada. Olhava o nada pensativo, talvez só quisesse entender o que está acontecendo. 

TaeMin: vamos para o quarto lá eu te explico, aliás eu tbm estou sentindo uma dor de cabeça muito forte por conta da bebida. Deu um prévio selinho no loiro e se levantou segurando em sua mão. 

Key: com licença meninos. Se levantou com um sorriso ladino nos lábios olhando para mim e kook que ria travesso.

TaeMin: não se preoculpem pois não iremos transar se é isso que estão pensando. Ergueu suas sombrncelhas olhando eu e o moreno que riamos travessos.

Tae: eu não falei nada. Segurei a risada escondendo meu rosto no pescoço do moreno que tbm se contia para não gargalhar bem alto.

TaeMin: até mais tarde amores. Entrelaçou os braços ao do loiro e seguiram para as escadas as subindo lentamente, o ruivo apoiou a cabeça no ombro do loiro que fez alguma coisa em que o ruivo caiu na gargalhada. Todos foram embora ficando apenas eu e o moreno naquela sala que começou a ficar fria e vazia sem a presença dos meninos. 

Subiram as escadas indo para um dos tantos quartos que essa casa há. O moreno virou seu corpo pra mim apoiando sua cabeça em seu braço. Ficou me olhando com seu sorriso de coelhinho no rosto, retribui o olhar mas com tristeza, me aproximei do msm me encostando em seu peito. Às vezes o silêncio pode dizer muita coisa, pode significar várias coisas mas o bom disso é quando alguém sabe o que você quer apenas olhando em seus olhos e nesse exato momento o moreno sabia o que eu queria. 

Eu quero um pouco de paz e silêncio; assim ele apenas beijou minha cabeça fazendo um leve cafuné na msm, tão bom ser acariciado e mimado por alguém ainda mais se esse alguém seja quem você ama. Sinto os lábios de kook tocarem minha bochecha em um selar calmo e silencioso, ele segurou em minha cintura fazendo com que nós dois ficassemos deitados sobre o grande sofá. Fiquei fitando aqueles olhos de órbitas pretas e muito bonitos por sinal acompanhado com um sorriso no canto da boca.

O moreno passava levemente suas mãos sobre minha cintura e por fim me puxando para mais próximo de si, não para me beijar mas sim para que eu me sinta confortável em seus braços. Coloquei minha cabeça em seu pescoço segurando o msm, kook rodeou seus braços em volta de minha cintura me abraçando forte, uma de suas mãos tocava meus cabelos levemente. 

Kook: amor, você está confortável ? Seus dedos lentamente acaricaivam minhas costas, enquanto seus lábios sussurraram bem próximo ao meu ouvido me fazendo arrepiar de leve em apenas ouvir sua voz.

[...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...