História O Amor é Um Pecado - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sarada Uchiha
Tags Amizade, Amor, Amor De Filha, Amor De Pai, Aventura, Daddy, Drama, Família, Hentai, Himawari, Incesto, Naruhina, Naruto, Paixão, Proibido, Revelaçoes, Romance, Sasusaku, Traição
Visualizações 168
Palavras 1.555
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


VOLTEEEEI!!!
Por mais que não tenho passado muito tempo rsrs
Tenham uma boa leitura.

Beijinhos!!! 😘

Capítulo 13 - Eu sou desse homem




Eu sou desse homem



Porque um homem como ele, estaria agora segurando minha mão enquanto corríamos pela loja até o estacionamento?

Minha pergunta foi enterrada assim que ele olha para trás e me lança um sorriso de cumplicidade.

Eu só conseguia admirar sua beleza similar ao do ambiente, mais era muito mas belo vislumbrar seus músculos enquanto me puxava pelos lugares para não trombar em alguém inconveniente.

Meu coração saltava no peito igual ao meu pé que saiam do chão enquanto eu corria e segurava sua mão com toda a minha força para não me solta do seu aperto.

Eu nunca a soltaria, não suportaria a despedida.

A primeira foi dolorosa demais e eu não aguentaria uma segunda vez.

O cheiro da brisa enche meus pulmões, um suspiro sai da minha boca pelo frio que eu sentia tocar em minha bochecha. O sol tocava seu corpo bronzeado e queimava a minha na mesma intensidade, não pude evitar de sonhar em como seria se ninguém estivesse por perto. Imaginei que o gosto salgado da água do mar estivesse em sua pele e salivei pois queria passar minha língua para tirar a prova.

Quando chegamos ao carro, entrei com pressa e o vi dá a volta para seguirmos em frente.

O vento arrastava meu cabelo no ar me obrigando a segurar com minha mão e virei meu rosto para o homem que corria apressado. Observei o seu rosto enquanto ele dirigia, suas sobrancelhas estavam juntas como se estivesse se controlando, seu olhar que estava na estrada era como um de predador encurralando sua presa, agora eu sei que virou um dos meus hobbies admirar tudo o que esse homem faz. Porque ele é o tipo de homem que deixa qualquer um de joelhos.

Ele é sexy e encantador, divertido e bonito.

Não me surpreendo estar apaixonada, e não duvidaria que todas estariam igual a mim se o conhecesse. Mais somente eu tinha ele, pelo menos por agora.

Entramos no primeiro motel que encontramos. Naruto destranca a porta, mais não espera eu entrar, ele simplesmente me puxa para seus braços, empurrando a porta com o pé.

Você me quer? – sou seduzida por sua voz.

S-sim... – gaguejo. – Eu queira muito, eu quero agora.

Seus olhos ficam intensos e minha pernas ficam bambas, a excitação toma todo o meu corpo.

Eu sou desse homem.

Nesse momento esqueço que temos um mesmo sangue, que somos pai e filha, nesse momento somos apenas um homem e mulher que deseja apenas se saciar, que deseja apenas se perder um num outro.

Naruto era sempre o que tomava a iniciativa, o que me dava prazer primeiro, até mesmo antes dele quando me levava as alturas, eu queria retribuir, queria jogar esse jogo e ganhar por saber que eu tenho o mesmo efeito quando eu estiver o tocando.

O empurrei contra a porta de madeira, deixando-me cair de joelhos a sua frente. Ele se surpreendeu com minha ousadia, mais não ousou me impedir quando levei minhas mãos até seu pênis duro como uma rocha gigante. Apertei por cima da calça seu pau arrancando um gemido contido, fazendo minha excitação escorrer entre minhas pernas.

Sem aviso prévio, puxo sua calça junto com a cueca, vendo-o finalmente livre e apontando para mim. Mal comecei e já fiquei sem fôlego, não tinha reparado o quanto Naruto era grande, era monstruoso, era grosso e cheio de veias. Posso ver com clareza o sinal de sua pré ejaculação na ponta da cabeça rosada, e salvei colocando minha língua para fora, passando vagarosamente na cabeça para provar do seu gosto. Qual amei provar.

Ergo meu olhar para ele, através de meus grandes cílios. Naruto está com seu olhar fixo em mim, em cada movimento. Mais eu não sabia o que se passava em sua mente, talvez fosse espanto, surpresa ou desejo. Eu não sabia decifrar, eu apenas queria continuar.

Ele se livra da sua calça, e eu o seguro pelo quadril o fazendo parar diante de mim, seu corpo estava rígido mais relaxa assim que meus dedos descem por sua bunda e passando para frente massageando toda sua estrutura. Com muito cuidado coloco na boca chupando forte. Ele tem um gosto tão bom.

Ah, Hima... Devagar – disse ofegante, pondo suas mãos em minha cabeça.

Naruto segura minha trança com delicadeza, e eu o enfio mais fundo tudo o que eu posso na minha boca, sugando cada vez mais forte, com mais vontade e gula. Cubro meus dentes e uso a língua ao mesmo tempo que eu chupava toda sua extensão, voltava passando a língua molhada pela cabeça e fazia tudo outra vez com mais intensidade. Naruto geme alto e eu sinto seu corpo enrijecer, suas palavras estão desconexas e sua respiração sibila quando ele se derrama dentro da minha boca. Eu engulo tudo, até a última gota. Mostro meu sorriso de satisfação, convencida de que meu primeiro oral tenha sido prazeroso para ele o tanto que foi para mim.

Caralho, Hima. – rosnou se abaixando e me agarrando pelos ombros e me colocando de pé. – Foi o melhor oral que já recebi.

Puxando-me pela cintura, Naruto me joga na cama, com agilidade ele arranca meu vestido florido pela cabeça e logo tira a sua camisa. Naruto aperta um de meus seios enquanto o outro coloca em sua boca, sua língua passa lentamente no meu seio, mordendo com os dentes o bico rígido, me provando, me deixando ensandecida.

Penso minha cabeça para trás me entregando as sensações que ele me proporcionava e só percebo agora que há um espelho no teto me dando a perfeita visão de sua costa musculosa, sua boca devora meu outro seio e sua mão puxa meu bico entre seus dedos.

Papai... Por favor. – ofeguei sentindo sua língua rodear todo meu seio.

Por favor o quê? – murmurou e sua respiração bate em meu peito quando voltou novamente a chupa-lo.

Eu quero você. – falei sôfrega.

Agora? – provocou me arrancando gemidos de frustração.

Por favor. – implorei revirando oa olhos. Não acreditando que estava quase gozando apenas com aquela chupada nos seios.

Devorando com seu olhar. Ele abre minhas pernas com as suas mãos se encaixando no meio delas. Sem desviar os olhos dos meus ele entra sem avsio num ritmo deliciosamente lento.

Fecho os olhos saboreando a sensação de tê-lo dentro de mim assim como eu imaginei, se movendo vagarosamente, entrando e saindo sem pressa. Inclino minha pélvis para seu encontro, querendo sentir ele cada vez mais fundo. Gemendo alto ele sai e lentamente entra novamente.

Era a tortura, mais gostosa que eu poderia receber.

Mais rápido Naruto, mais rápido... Por favor. – digo entre os gemidos.

Ele me beija com força provavelmente por ter desobedecido, achei que ele fosse me repreender mais ele morde meus lábios e começa a se mover com mais rapidez, fundo e forte, num ritmo perfeito e impecável. Estou gemendo descontrolada e sei que não vai demorar muito para eu chegar ao meu limite.

Goza pra mim, filha. – sussurra em meu ouvido. – Goza gostoso no meu pau.

Ah, sim... – minha voz sai arrastada. Com sua ordem meu corpo todo estremeceu obedecendo ao seu comando, fazendo-a explodir em um orgasmo delicioso.

Você está me apertando tão gostoso aqui embaixo. – murmurou em meu ouvido e logo chamando o meu nome enquanto gozava também.

Sua cabeça está na curvatura do meu pescoço recuperando a respiração. E a visão que tenho de nossos corpos juntos é a mais erótica que já tenha visto. Quando recupero minha sanidade, encaro o Homem grande que me tem quando quer. Seus olhos azuis me devolve algo que eu não consigo explicar.

E agora, isso não é tão errado é? – seus olhos a todo custo procuravam os meus. E parecia querer me convencer de que o que fizemos não é errado.

Eu não sei. – digo constrangida.

Ele sai de cima do meu corpo e eu faço o mesmo e sinto seu gozo quente escorrer entre minhas pernas. Ele me segura pelo queixo e encara meus lábios, sinto-o devorar minha boca em um beijo possessivo e suplicante.

Como se quisesse me dizer alguma coisa. Mais o quê? Eu simplesmente estava perdida.

Eu sou não sei mais o que fazer. – seus lábios roçam nos meus.

Do que você está falando? – tento entende-lo.

Eu quero você. – seus olhos me pedem. – Eu não consigo mais sentir culpa quando a tenho em meus braços. Eu, eu não sei... Não sei que fazer.

Acho melhor voltarmos. – digo fria. Meus olhos já estavam marejados, eu sei aonde essa conversa ia chegar, e eu não sei se estou pronta para ouvir até o fim.

Claro. – responde seco.

Vou para o banheiro e tomo um banho gelado, visto o meu vestido e refaço a trança tentando não lembrar do que Naruto acabara de me falar, nem na situação em que estamos. Estou fazendo amor com um homem proibido, de outra mulher, e que é meu pai.

Entro no carro e encontro outro homem no lugar de Naruto, o homem ao meu lado não é o mesmo de alguns minutos atrás. Seu rosto mudou completamente, seu olhar estar perdido e em sua boca não há mais um sorriso iluminado. Não consigo entender o que se passa na sua cabeça.

Sua mão segura forte no volante, e meu coração se aperta, sinto ele bater mais rápido do que a velocidade em que Naruto agora dirigia o carro.


Notas Finais


Comentários deixam a fanfic ativa *.*



E até o próximo capítulo môzis 💘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...