1. Spirit Fanfics >
  2. O amor é uma explosão. Imagine Bakugou >
  3. Cap 40- Momo...

História O amor é uma explosão. Imagine Bakugou - Capítulo 40


Escrita por: _revenger_ e Nanaky

Notas do Autor


voltei hehehehehehe.... já fazia um tempo ne? mas finalmente acabei as minhas provas e estou de férias... amém.... enfim vamos lá

Capítulo 40 - Cap 40- Momo...


Fanfic / Fanfiction O amor é uma explosão. Imagine Bakugou - Capítulo 40 - Cap 40- Momo...

-Como assim?- Perguntei a Katsuki porque realmente não entendia esse jeito de pensar.

-Bem.... quando você se torna um boneco automaticamente nada te afeta, nada pode fazer você se desequilibrar, nada pode fazer você agir por pura emoção, e querendo ou não isso é bom.- Ele entãoe olha no fundo dos meus olhos e se levanta- bom... preciso ir, tenho dever para fazer, qualquer coisa me chamem.- Katsuki então pega sua mochila e sobe as escadas, logo mais entra em seu quarto e desaparece. 

incrível esse jeito dele de pensar, mas isso não seria um pouco cruel ? até mesmo porque são as emoções que nos fazem humanos...

-Takara?- Ouço a voz de Mitsuki me chamando, olho para frente e a mesma está sentada no sofá me encarando, talvez esteja se perguntado o que se passa na minha cabeça...

-A.... me desculpe estava meio pensativa, as vezes me perco em meus próprios pensamentos e nem percebo, mas enfim, o que foi?- pergunto a ela dando um meio sorriso.

-o que você fará daqui para frente? se quiser pode vir mo- 

-não...- A corto antes dela terminar a frase, que até porque, já sei o que ela falaria- Não quero vir morar aqui muito obrigada, não quero que vocês se envolvam nisso, aquele cara... ele está atrás de mim, e se o objetivo dele é me fazer ficar mais forte através das mortes das pessoas ao meu redor então... lamento mas não posso envolver vocês nisso.- Abaixo a cabeça e olho para o copo ainda em minha mão, o aperto com dor no peito, não queria ficar sozinha mas.... não tenho escolha.

-Certeza?- A mulher então chega perto de mim e pega em minha mão.

-Sim- falo olhando para cima e a encarando, logo depois sorrio.

Mitsuki parecia apreensiva, mas logo repira fundo e solta um suspiro.

-O que eu posso fazer não é mesmo? ok então.... mas saiba que sempre quando quiser ou se quiser mudar de ideia as portas estão abertas Takara- Ela fala dando um sorriso, mas logo... se desmancha- Até mesmo porque... seus pais... também eram a minha família e meus amigos de longa data, esse era o mínimo que poderia fazer por eles.

-Eu sei me cuidar Mitsuki pode deixar, obrigada de qualquer forma.

-Você não quer pelo menos passar essa noite aqui? aí amanhã pode ir para a escola com Katsuki e depois pode ir para sua casa.

-Ah.... pode ser.

Ainda ficando aqui somente por um dia estou arriscando a vida de todos que estão aqui... mas... só hoje, e amanhã irei embora, não deixarei nada acontecer com ninguém aqui, eles são importantes para mim, e não falharei em protegê-los.

-ok então- Mitsuki pega o copo de minhas mãos e se levanta.- Pode dormir no quarto do Katsuki, como é só hoje e ele tem um colchão extra irá servir, pode tomar banho também, tenho algumas camisolas que te servem e se precisar de roupas íntimas também tenho para te dar- Ela fala me encarando e dando um sorriso. 

-Ah tia... não precisava, mas obrigada.

-Que isso Takara, vou te ajudar em tudo que precisar pode deixar, se quiser pode ir tomar banho, tem uma toalha na segunda gaveta no banheiro pode pegá-la e tô vendo que seu cabelo também está meio... queimado, lave ele e vamos dar um jeito nesse corte.

Logo mais ela vai para cozinha e me deixa no sofá pensando, sinceramente a coisa que mais está me incomodando é dormir no mesmo quarto que o Katsuki, como que ele vai reagir? isso me preocupa um pouco mas... vamos ver o que vai dar

Me levanto e dou um longo suspiro, sinceramente esse dia está ficando cada vez mais cansativo, estou toda dolorida, e o que era aquele poder? Será que consegui ativar uma nova forma do meu fogo? Como vou controlá-la? A... depois penso nisso, depois de sair de meus pensamentos subo as escadas e vou para o banheiro, meu cabelo está todo queimado... vamos ver se consigo dar um jeito nisso.

Takara off

Momo on

Chegamos no local que estava com a fumaça alta e realmente, era fogo, e dos grandes, com certeza isso foi obra da TK, mas parece que a casa se desfez toda por causa disso... aaaaa que merda, como vamos encontrá-la assim? Olho para os homens do outro lado da casa.

-Encontraram alguma coisa aí?- Gritei perguntando aos super heróis que estavam me acompanhando.

-NADA POR ENQUANTO.

-OK.

Se continuarmos nesse ritmo vai ser mais difícil achar ela, mas já que não encontraram nada então quer dizer que... ela não morreu, talvez, esteja muito ferida e foi para algum lugar....algum lugar... ISSO, ACHO QUE JA SEI, toco em meus bolsos a procura dele... achei, disco o número da casa de Mitsuki, atende, por favor...

-Alô?- A voz feminina da mãe de Katsuki ecoa pela chamada, ISSO.

-Oi... senhora Mitsuki, aqui é a Momo amiga da Takara e... acho que do Katsuki, ela tinha sido capturada por vilões e... aconteceu muita coisa até agora, estamos no local onde tem vestígios de briga, e aqui também é o único lugar suspeito que a Takara poderia estar... porém não a encontramos... sei que os pais dela eram bem próximos a vocês e como eles estão em viagem então pensei que ela poderia estar aí...

-A oi Momo, sim sim ela está aqui, chegou não faz muito tempo, ela passará a noite aqui fique tranquila, e sobre os pais dela... acho que não deu tempo de contar né...

-Que bom saber que ela está segura, podemos encerrar as buscas agora, mas... como assim tempo de contar? Não me diga que- 

-Vou deixá-la explicar para você amanhã, Takara e Katsuki vão a escola então tenho certeza que vão se encontrar, seria rude de minha parte falar, mas fico feliz que ela tenha amigos que se preocupam, obrigada por ligar Momo, até mais.- Então logo mais a chamada faz piiiiiiiii e ela desliga... o que será que houve? 

-OI PESSOAL- Falei correndo em direção aos super heróis do lado da casa- Minha amiga está bem se quiserem encerrar as buscas por hoje... e agradeço muitíssimo por me ajudarem, parece que ela passou por aqui e está na casa de uma amiga dos pais dela.

-Am ok então, ei, Mitsuya chame o pessoal, vamos para casa.- Então o outro homem chega perto do ouvido do super herói e sussurra alguma coisa, uma coisa que deixa o mesmo espantado.- Ok... vamos investigar, PESSOAL VAMOS, está na hora de trabalharmos, merda, parece que não dormirei tão cedo, garota, vou deixar você em sua casa, vamos... acabou de surgir muito mais trabalho para mim.

O mesmo vira e vai pisando forte até a Van, o que será que eles conversaram? Não quero me intrometer, acho melhor deixar para lá...

Todos os homens chegam e então vamos... porém o que está acontecendo? Quando entro no veículo alguém tampa minha boca com um pano nem da tempo para eu fazer nada... o cheiro é tão bom, mas está me dando... um pouco... de... sono.... caio então virada para frente do motorista.

-E então, pegaram? Será que isso será suficiente para atraí-la ? 

-Acho que sim, com certeza ele ficará feliz com o que conseguimos hahahahaha.

Estico a mão e olho para baixo, vejo todos os homens mortos... logo mais... minha visão escurece e então..... tudo se vai....

Momo off" 

Takara on" 

Acabei de sair do banho lavei bem o cabelo e consegui deixar melhor do que estava, pelo menos o cheiro de queimado se foi, agora não sei que vou arrumar com essas pontas nele, estão todas pretas e feias, saio de dentro do Box e me enrolo na toalha, o espelho estava embaçado mas passei a mão para ver como estava minha aparência, minhas bochechas estavam parecendo um tomate bem vermelho, não sei se é por causa da temperatura da água ou por causa do incidente de antes, meu nariz estava machucado por dentro, estava ardendo agora está normal... mas meu olho... um está praticamente todo preto... o que hou-

-Takara? Está aí?- Ouço a voz de Mitsuki do lado de fora batendo a porta.

-O-oi, estou sim.

-Trouxe suas roupas, pode abrir? Só vou deixá-las aí, se troque e venha, vamos dar um jeito nesse seu cabelo.

Abro a porta e apenas uma mão com tudo que precisava aparece.

-Aqui, pode pegar, não demore ok? estamos te esperando lá em baixo.

-O-ok, obrigada Mitsuki.

Logo mais a porta se fecha, ela me trouxe roupas íntimas, um macacão, e... creme? acho que é para passar nas minhas feridas. 

Me visto e já saio do banheiro, quando abro a porta aquele vento frio bate em meu corpo, isso me faz arrepiar toda, fecho os olhos por um segundo, desejando que nada disso que está acontecendo seja real... mas.... a realidade é mesmo uma merda, o macacão era cheio de detalhes, como se alguém tivesse pego um pincel e jogando toda tinta que tinha nele, era bem bonito, pego a escova de cabelo que Mitsuki me emprestou e saio andando escada a baixo a procura da mesma.

-Mitsuki? O que houve?- Falo chegando lá em baixo, ela estava lá, Katsuki e seu pai, o que aconteceu?

-Venha Takara, sente aqui vamos arrumar esse seu corte de cabelo, hoje é dia de filme, Katsuki vai escolher o filme, mas antes vou arrumar seu cabelo para você.- Todos estavam me encarando, que vergonha, mas logo me sento no meio dela e de Katsuki, que vergonha....

-Então, vamos arrumar isso, vou ter que encurtar bastante seu cabelo ok Takara? Mas relaxa ele cresce e além de tudo vai estar mais forte, me empreste a escova e vamos ao trabalho.

Me sento de frente para Katsuki e fico o encarando enquanto a mais velha pegava a tesoura e agilmente cortava meu cabelo, e então... o mesmo se vira e me encara, seus olhos pareciam sem fim, como se soubesse de cada pecado que havia cometido, como se...tivesse dor naquele frio e vasto olhar...

continua...



Notas Finais


bom gente.... falei que voltaria e voltei né? kkkkkk enfim fiquem com a história e espero que tenham gostado, inclusive a capa do cap é o corte da Takara, espero que gostem e até mais :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...