História O amor entre nós. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Draco, Drarry, Família, Harry, Mpreg
Visualizações 202
Palavras 917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá abelhinhas. Mais uma história drarry sendo postada. Espero que gostem.

Capítulo 1 - Prólogo.


Harry estava confuso, sua cabeça pesava e uma dor ameaçava explodir seu cérebro. Ele fez a anotação mental de nunca mais beber tanto. 
Na noite anterior havia sido a formatura do sétimo ano, Harry não pretendia voltar para Hogwarts após a derrota de Voldemort, mas Hermione o convenceu e o final do ano foi marcado com um grandioso baile de formatura. 
Harry se lembrava de estar fazendo uma aposta com Rony, eles apostaram em quem bebia mais e o ruivo provou que não era tão resistente quando após três garrafas de whisky de fogo ele dormiu abraçado a uma armadura no corredor.
Harry ainda bebeu muito mais até perder o controle. Ele estendeu a mão procurando por seus óculos e assim que os colocou no rosto notou estar no quarto do dormitório. Mas esse não é o dormitório da grifinoria. 
Um leve movimento ao seu lado chamou sua atenção para o que ele não havia notado ainda. E com choque Harry percebeu que estava em uma cama do que parecia ser o dormitório da sonserina, e com ninguém mais, ninguém menos que Draco Malfoy ao seu lado, dormindo tranquilamente com um lençol cobrindo- lhe apenas parte da cintura. 
As bochechas do moreno se avermelharam quando seus olhos percorreram a pele nua do loiro, e seus olhos se arregalaram ao notar que ele também estava sem suas roupas e marcas de chupões enfeitavam seu peito. 
Pequenos flashs do que aconteceu apareceram em sua mente para deixá-lo ainda mais chocado, porém a maior parte estava em branco. Ele não sabia como foi parar na cama do Malfoy, mas sabia que precisava sair dali o mais rápido possível. 
Harry tentou se levantar rápido e sentiu a fisgada em seu traseiro, mordeu o lábio para não deixar nenhum som escapar e com extremo constrangimento notou que algo escorria por suas coxas. Lentamente ele se colocou de pé e olhou em volta procurando as roupas, teve vontade de xingar ao nota-las espalhadas pelo quarto todo.
Depois de conjura-las, ele se vestiu, travando vez ou outra quando Draco se mexia ainda em seu sono profundo. Harry respirou aliviado quando conseguiu chegar ao corredor fora da comunal das cobras. 
Caminhou o mais rápido que pode por conta do desconforto, o trem sairia em algumas horas e Harry queria deixar aquilo que aconteceu para trás. A um tempo Harry vinha achando o loiro atraente, principalmente depois da guerra quando o loiro pareceu mudar bastante, ele havia até mesmo pedido desculpas ao trio. Claro que ele ainda era Draco Malfoy e mantinha sua pose de rei, mas Harry podia ver mais humilde nele.

Mas uma coisa era acha-lo atraente e outra era dormir com o Draco, Harry gruniu ao pensar o que o Malfoy pensaria dele ou diria quando acordasse, obviamente depois da bebedeira o loiro se arrependeria do que fez e não iria querer que ninguém ficasse sabendo do que aconteceu. Ele não conseguia se impedir de corar cada vez que pensava no que aconteceu e ele tinha certeza que não seria capaz de falar sobre aquilo com os amigos também. 
.
.
.
Draco deu uma última olhada na comunal sonserina, aquele lugar foi sua casa por sete anos, e por muito tempo foi um lugar seguro, achou que não voltaria aquele último ano, para ser mais sincero, nem mesmo achou que estaria em algum lugar que não fosse askaban. Mas graças ao santo Potter ele pode voltar para Hogwarts, e até tentou ser uma boa pessoa, sem o peso que carregava antes, Draco até conseguiu relaxar e ser mais ele e menos como seu pai, ele até mesmo havia pedido desculpas ao Potter e os amiguinhos. 
E por falar no maldito, Draco se lembrou do sonho doido que teve com o moreno. O baile de formatura estava uma droga e o loiro decidiu beber sozinho em um dos corredores escuros do castelo. Ele já estava bem embriagado quando começou a pensar na merda que sua vida havia se tornado nos últimos anos e no que aconteceria dali para frente. 
Ele chorou ao pensar que finalmente poderia ser apenas ele mesmo e que por pouco ele quase se tornou apenas uma marionete de um maluco por poder e imortalidade. Ele colocou a culpa no álcool por estar chorando.

Coisa de bêbado. Disse para si mesmo enquanto matava o último gole da garrafa. Pouco tempo depois ouviu passos e resmungos. Estava vindo alguém, Draco espreitou o corredor e a pessoa parou a alguns passos dele. 
- Potter. – disse com surpreso. 
- Malfoy. – respondeu o outro com um largo sorriso. – quer? – perguntou estendendo a garrafa em sua mão. 
Draco não estava num nível que lhe permitia recusar álcool, mesmo que este tenha sido oferecido pelo garoto irritante, de belos olhos e salvador do mundo. Harry se encostou na parede ao lado do loiro e os dois beberam em silêncio até a última gota. 
Draco não se lembrava como, nem quando, mas se lembrava de estar com Potter pendurado em seu pescoço e com as pernas presas em sua cintura enquanto ele segurava o moreno pela bunda e deixava uma trilha de beijos e chupões por todo o pescoço do menor. 
E foi então, parado no meio da comunal, prestes a ir em bora e viver uma vida adulta que Draco se deu conta de que não foi um sonho. Ele havia mesmo ido para cama com Harry Potter. 
- oh meu Merlim. O que foi que eu fiz? – questionou com as mãos nos cabelos e uma expressão de choque. 

 


Notas Finais


Centro o que acharam. Favoritem se quiserem saber mais.
Até o próximo abelhinhas 🐝🐝🐝


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...