História O amor entre uma mentira - Capítulo 44


Escrita por:

Postado
Categorias Thor
Personagens Frigga, Heimdall, Hela, Lady Sif, Loki, Thor
Tags Marvel, Romance, Thorki, Vingadores
Visualizações 23
Palavras 523
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 44 - Rivais


Asgard - Cela - 202 – Passado.

 

 

Os olhos das duas eram fixos, mas Lady Loki, jamais deixou de ser quem ela é, ela não falaria nada, apenas deixaria Sif, se corroer com o próprio veneno, então Sif, se pronunciou:

-Está com medo?  Você sempre trapaceia, sempre engana, e agora está com medo, inacreditável, mas o Thor, vai lutar pelos filhos, e eu sei disso, e não posso fazer nada, menos ainda você. Mas prometo fazer a vida deles um inferno, pois mesmo que eu tenha que aturar esses bastardos, será a última coisa que vai restar de você nesse reino. Farei de tudo para Thor, se enojar, até tirar sua vida, saiba que se eu ter que cuidar do seus filhos, farei eles pegarem tanto nojo do tio, que não conseguirão nem olhar para você ou qualquer estatua, ou lembrança sua nessa casa.

Acha que eu Sif, a guerreira favorita de Odin, deixaria de ser quem sou para amar aberrações como seus filhos? Inacreditável – Sif balança a cabeça – Você é mais louca que eu pensava, mas quer saber, seu fim está próximo curta esse momento de mamãe, por que seus filhos serão arrancados de você da pior forma possível. Eu lhe odeio, e vou engolir da minha maneira seus bastardos, e não será bom, mas vou tentar ser compreensiva com Thor – Sif gargalha – Adeus, Deusa da trapaça, Foi bom lhe conhecer.

Loki se pronunciou olhando para Sif – Eu sei que ser mãe, diferente de você, sua raiva, e porque não consegue dar ao Thor, o que vou dar, até Odin, está feliz com isso. Acha que me mantém vivo até agora por quê? Você está louca Sif, e querendo ou não, uma mãe e capaz de tudo por um filho, e não serei diferente, eu vou lhe matar se encostar um fio de cabelo deles, eu juro. - Lady Loki ri olhando para Sif - Eu sei que seu casamento está a beira do precipício, se não ser eu, amanhã será outra, lembre-se sua beleza não será eterna. É lembre-se meus filhos são os primeiros filhos de Thor, e isso quer dizer, os primeiros Herdeiros ao trono de Asgard, fica a dica. - Lady Loki, da uma piscadela para Sif.

Sif, era incrivelmente maquiavélica, jamais deixaria Loki, em paz, então, ela foi até a cozinha é pediu ajuda para uma garota, empregada do lugar, e logo em seguida, ela explicou para moça, o que deveria fazer. Estavam na cozinha do palácio, onde tudo era feito ouro, e madeira. A meia noite, Sif planejava o destino de Loki, fosse como fosse, as coisas não seriam como a deusa da trapaça desejaria. Antes disso acontecer, sua mãe Frigga, visitou Loki, em sua cela, sorridente, e amistosa, e  faria de tudo para ver sua filha feliz, então restitui seus poderes, mas seria por pouco, tempo, pois esses poderes são poderiam ocorrer dentro de Asgard. Mais algo aconteceu, era muito estranho, Ela sentia contrações, e novamente, o desejo de fugir dali, então sua mãe a ajudou, Frigga, a meia noite, iria ajudar Loki, de qualquer jeito, para fugir de Asgard, e viver em paz com seus filhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...