História O Amor Escondido -- NOW UNITED - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias NOW UNITED
Tags Now United Amor
Visualizações 60
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem <3 me desculpem pelos erros de ortografia...

Capítulo 12 - Um cara misterioso.


Quando eu acordei, eu vi que o Josh estava do meu lado e eu estava abraçada com ele. Levantei da cama o mais silencioso possível, fui para a cozinha e vi que a Sina. O cabelo dela tava muito bagunçado. Ela se virou e eu comecei a rir:

            Sina – Por que você está rindo?

            Any – Você já se viu no espelho hoje?

            Sina – Ata, por causa do meu cabelo...

            Ela começa a rir junto comigo colocando o ovo que ela tinha feito no prato. O Josh chega andando pelo corredor até a cozinha:

            Josh – Por que vocês estão rindo?

            Ele olha para Sina e começa a rir também. A campainha toca e paramos de rir. Eu se Sina olhamos para o Josh perguntando quem era e ele respondeu:

            Josh – Não sei.

            Eu e o Josh fomos até a porta, abrimos e era o porteiro.

Josh – Ah oi Jorge!

Jorge – Oi, tem uma carta para você.

Ele estende a mão e entrega a carta.

Josh – Sabe de quem é?

Jorge – Não. Foi uma pessoa misteriosa, não mostrava muito a cara sabe?

Any – Era um menino ou uma menina?

Jorge – Menino.

Josh – Que estranho...

A Sina chega e pergunta:

Sina – Quem é?

O Jorge olha para ela e começa a rir. Eu e o Josh começamos a rir da cara do porteiro e a Sina fica de saco cheio e fecha a porta na cara do Jorge. O Josh para de rir:

Josh – Você está louca?

Ele abre a porta de novo:

Josh – Me desculpe Jorge, mas enfim, até mais tarde.

Jorge – Até Josh.

O Josh fecha a porta e todos nós sentamos no sofá para abrir a carta. Eu pego a carta da mão dele e começo a abrir. Quando termino de abrir vejo que tem um texto escrito em um pedaço de papel. Começo a ler.

Any – Oi Joshua. Aqui é a Taylor. Eu sei que é meio brega fazer isso por carta, mas enfim. Eu queria te dizer que eu sei do seu relacionamentozinho com a ridícula da Any e você sabe que eu ainda te amo... então eu resolvi que se você não terminar com ela, eu vou contar para o Simon sobre vocês. Beijinhos meu amor, te amo...   // AHHHHHHH EU VOU MATAR ESSA GURIA.

Josh – Calma Any.

Any – COMO ASSIM CALMA JOSHUA?! VOCÊ VIU O QUE ELA FALOU? ELA VAI CONTAR PRO SIMON DE UM JEITO OU DE OUTRO.

Sina – Any, fala mais baixo e fica calma. A gente vai dar um jeito.

Any – VOCÊ FALA ISSO POR QUE NÃO É COM O SEU RELACIONAMENTO!! EU VOU EMBORA.

Pego as minhas coisas e quando estou chamando o elevador o Josh me chama:

Josh – Any espera?

Eu olho para baixo e falo:

Any – O que foi Josh?

Josh – Podemos conversar agora que você está mais calma?

Any – Mais calma? MAIS CALMA É O CACETE.

Josh – Any eu não ia fazer isso com você de jeito nenhum. Ela não pode nos controlar...

Any – Sim Josh. Ela pode. Você quer ser expulso do Now United?

Josh – Não! Claro que não...

Any – Você acha que ela não pode nos controlar desse jeito?

Josh – A gente pode fingir...

O elevador chega:

Any – Se já tava ruim do jeito que tava, você acha que não vai ficar pior?

Ele olha para baixo e eu abro a porta do elevador:

Any – É... pois é.... Olha, amanhã a gente conversa tá legal?

Eu entro no elevador e ele entra no ap dele. Quando chego no Térreo, eu saio do elevador e vou em direção a saída e escuto alguém falando o meu nome, logo de cara percebi que era o Jorge:

Jorge – Boa Tarde Any.

Any – Ah, oi Jorge...

Jorge – Já embora tão cedo? Por que?

Any – Ah, é que aconteceu algumas coisa lá... desculpa a pergunta, mas como você sabe o meu nome?

Jorge – O Josh não para de falar de você... pelo que ele fala, você parece ser perfeita...

Any – Ah...

Olho para baixo com vergonha...:

Jorge – Quem que era naquela carta que eu entreguei?

Any – A ex do Josh...

Jorge – E o que ela dizia?

Any – Ela disse que se ele não terminasse comigo, ela ia contar para o Simon sobre a gente...

Jorge – Ah é verdade né?! É escondido..

Any – É pois é...

Jorge – O Josh também reclama disso...

Escuto o elevador apitar, olho para ele e vejo a Sina saído de lá:

Any – Bom, Jorge, eu preciso ir... até mais!

Me viro antes mesmo de ele responder:

Sina – Any, vamos conversar...

Any – Não quero conversar agora, Sina...

Sina – Então por que estava conversando com o Jorge?

Eu paro:

Sina – Nada mal Jorge...

Jorge – Não, tudo bem!

Sina – Any, é sério, o Josh quer mesmo falar com você, ele tá arrependido...

Eu me viro e me aproximo dela:

Any – Arrependido pelo que?

Sina – Eu não sei, ele só disse que estava arrependido...

Any – Ele não tem culpa de quase nada...

Sina – É ele não tem culpa de nada!!!

Any – QUASE Sina. Ele tem culpa de ter namorado a Taylor.

Sina – Isso é passado Any...

Eu começo a chorar:

Sina – O que? Por que você tá chorando?

Ela me abraça e logo em seguida pegou na minha mão e nos sentamos no sofá que tinha encostado em uma das paredes:

Sina – Any...

Any – Eu fui uma péssima amiga, namorada, filha, irmã e tudo que eu possa ser nesses últimos tempos... É muito estresse pra mim. Eu não consigo aguentar... Eu fico brava por coisa boba e com as pessoas que nem tem culpa do que aconteceu e mesmo assim eu fico tentando caçar motivos para que ela seja a culpada, mas eu falho, por que em todas as vezes eu estou errada. Eu tento esconder coisas da minha irmã, sendo que ela já viu que está acontecendo alguma coisa entre eu e o Josh. Eu sempre fiz as coisas certas e com MUITO cuidado para eu não errar nas minhas escolhas e agora, quem diria, eu tô chorando por um menino que fui eu que coloquei coisas na minha cabeça sobre ele, porque? Porque eu amo ele e não quero perder ele de jeito nenhum. Mas o que que tem? Tem sempre alguém para estragar todos os nossos momentos felizes, e essa pessoa tinha que ser justamente a Taylor, a ex dele... Eu só quero que tudo isso acabe...

Sina – Eu nem sei o que dizer Any...

Eu me levanto, seco as minhas lágrimas e vou e direção ao elevador. A Sina levanta e fala:

Sina – Onde você está indo???

Eu nem respondo ela e clico no último andar que era o andar onde o Josh mora. Quando chegou, saio do elevador e bato na porta dele. Quando ele abre ele diz:

Josh – Vai continuar é Si... Oi Any...

Any – Oi...

Josh – O que faz aqui?

Eu respiro fundo, olho para os olhos dele e logo em seguida para a boca dele:

Any – Para fazer isso...

Me aproximo dele e o beijo. Escuto a porta do elevador se abrindo e muito provavelmente era Sina. Essa pessoa voltou para o elevador e desceu. Quando o nosso beijo acabou, eu disse:

Any – Considere isso como um pedido de desculpas pelo que eu fiz hoje...

Josh – Você estava chorando?

E me viro e entro no elevador sem responder. Quando chego lá embaixo, só está o Jorge sorrindo:

Any – Tchau Jorge... Te vejo depois...

Jorge – Até mais Anyy...


Notas Finais


Comentem o que acharam e o que acham que pode melhorar. Obrigada por lerem e esperem pelo próximo. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...