História O Amor Impossível (Crossover SuperGirl e Flash) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, Supergirl, The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Kara Zor-El (Supergirl), Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Thea Queen
Visualizações 55
Palavras 1.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe-me a demora, mas já estou ds volta com mais um capítulo pra vocês.

Capítulo 4 - Barry Eu Gosto De Você!


Fanfic / Fanfiction O Amor Impossível (Crossover SuperGirl e Flash) - Capítulo 4 - Barry Eu Gosto De Você!

Kara Danvers Pov's

Mais um dia de patrulha na cidade, apenas de rotina sabe? Só pra me certificar de que tudo está ocorrendo bem. Na verdade, eu não paro de pensar no Barry, nem um ssgundo se quer. Durante os dias em que ele esteve no esconderijo do Oliver, trocamos poucas palavras, não sei o porque, do nada nos afastamos, eu fico mau com isso.

Todos voltamos para as nossas rotinas de sempre, já que não tem mais ameaça, era apenas alarme falso, como descobrimos isso? Simples! O Oliver rastreou de onde vinha o alarme, foi apenas um jovem humano fazendo suas brincadeiras, até hoje não entendo qual é a graça de fazer isso, enfim.

Minha irmã começou a namorar, eu conheci o rapaz, ele parecia ser legal, mais eu pedi para ela tomar cuidado, não quero que ela se meta com pessoas ruins, e sim! Sou bem preocupada com a minha irmã, minha mãe disse que tenho ciúmes dela, seja lá o que isso for.

Sabe, eu estava pensando em falar para o Barry, que eu gosto dele, mas não sei como falar, e nem qual será sua reação diante da minha confissão, será que ele reagirá bem? Será que não? Ai, estou com medo, estou ansiosa.

...

Oliver havia combinado com o pessoal de se encontrar, tipo, só os íntimos. Eu acho que não contei, somos amigos de muitos heróis, tipo o Dick Grayson, a Helena Bertinelli, a Katherine Spencer e o Kaine Park.

Eu estava me arrumando para encontrá-los, na verdade eu estava me arrumando mais para o Barry, mas não contem para ninguém.

Terminei de me arrumar, dei uma última olhada no espelho, sorri ao ver o resultado final, peguei minhas coisas e sai.

Já que iríamos nos encontrar como amigos, todos iríamos com roupas normal, somos super-heróis, mas também precisamos de descanso, é legal curti as vezes.

Já que eu estava vestida como uma pessoa normal, eu teria que ir andando, sim eu vou ir andando, uma verdadeira sedentária, mas enfim, isso não é tão importante agora.

Cheguei ao local, vi Helena, Katherine e Dick, ao me ver Helena sorri e acena, vou até a mesa onde eles estavam sentados.

- Oi gente - Falei simpática.

- Oi Kara - Dick se levantou e me cumprimentou com um beijo na bochecha.

- Como vocês estão? - Perguntei me sentando a mesa.

- Eu estou feliz! - Helena falou sorridente.

- Lógico! Com um homem desses - Katherine falou olhando para Dick - Quem não estaria?

- Ai Katherine! Deixa de ser chata - Helena falou rindo.

- Eai pessoal - Oliver falou se aproximando junto de Barry.

- Oi gente - Barry falou e sorriu.

"Que sorriso mais lindo!"

"Não! Se controla Kara!"

- Cuidado pra não baba - Katherine falou me meu ouvido.

- Boba - Dei um tapa leve em seu ombro, fazendo a mesma ri.

- Por que não dá uns pega nele logo? - Perguntou.

Katherine sorriu e olhou para Helena, a mesma acentiu e derrubou o copo de suco que havia em cima da mesa, que caiu em cima de mim, molhando a minha blusa e o meu cabelo.

- Ai, desculpa Kara! - Helena se levanta - Deixa que eu te ajudo - Falou vindo até mim.

- Não! Deixa que eu ajudo! - Barry falou também se levantando.

- Okay - Helena se afastou de mim.

Vi Helena tocar na mão de Katherine disfarçadamente.

"Elas vão me pagar por isso!"

Me levantei e fui em direção ao banheiro, Barry me acompanhou, já que o feminino estava vazio, ele entrou comigo.

- O que eu vou fazer com isso? - Digo encarando a blusa.

- Você pode usar o meu moletom! Nem está tão frio assim - Barry falou tirando o moletom.

- Obrigada! - Falei.

- De nada - Barry sorriu tímido.

Entrei em umas das cabines, retirei minha blusa e vesti o moletom de Barry, sai da cabine, fui até a pia e molhei meu cabelo, percebi Barry me encarando, mas resolvi ignorar.

- Pronto terminei - Falei.

Depois de alguns segundos me encarando, Barry mostrou alguma reação.

- Esta linda - Falou.

- Obrigada - Falei e sorri - Vamos! - Vou até a porta.

- Não - Barry falou quando eu encostei na maçaneta da porta.

- Que foi Barry? - Me virei.

Barry estava próximo de mim, nossa respiração se misturava, o calor de nossos corpos podiam ser sentidos um pelo outro.

"Tão próximo, ele está tão perto de mim"

"Se controla Kara"

- Barry! - Falei quase em um sussuro.

- Kara - Ele falou no mesmo tom que eu.

Ele juntou seus lábios aos meus, pediu passagem com a língua e eu sedi, ouvi a porta ser trancada, e logo depois senti minhas costas na porta. Pousou sua mão em meu rosto, eu coloquei meus braços em volta do seu pescoço, agarrando sua nuca para aprofundar o beijo. Quando a falta de ar se fez presente, nos separamos lentamente, e encostamos a testa uma na outra para respirar. Pegamos fôlego, e Barry deu vários celinhos em minha boca, colocou seus braços em volta da minha cintura nos aproximando mais.

- Barry! Temos que ir - Falei contra seus lábios.

- Eu sei! Mas tá tão bom - Falou da mesma forma que eu.

- Nossos amigos estão nos esperando - Falei.

- Okay! Mas depois a gente termina - Falou separando-se de mim.

"O que ele quis dizer com 'depois a gente termina'?"

Abri a porta e saímos, por sorte não havia ninguém próximo, durante o caminho até o salão onde as mesas estavam, Barry me abraçou por trás diversas vezes, beijava o canto da minha boca, eu confesso que estava gostando disso.

Chegamos a mesa, o pessoal estava conversando, quando nos aproximamos todos nos encararam, nos sentamos e logo as meninas vinheram me encher o saco.

- Demorou em - Katherine falou.

- Estavam fazendo o que? - Helena perguntou.

- Trocando de blusa, e molhando o cabelo - Ao falar a última parte eu apontei para meu cabelo.

- Mas não foi só isso - Katherine provocou.

- Seus belos lábios ainda estão um pouco vermelhos - Helena disse apontando discretamente para ele.

- Pegamos você - Katherine sorriu vitoriosa.

- Okay! Eu falo pra vocês o que aconteceu, mas depois - Falei sorrindo.

Quando voltei a presta atenção na conversar que rolava na roda de amigos, percebi o olhar de Barry em mim, apenas sorri de lado para ele, discretamente claro. Estava rolando, digamos que, um flete entre nós dois, mas discretamente, para que os outros não prestassem atenção nisso.

Depois que comemos, e conversamos mais um pouco, descidimos ir embora, dividimos a conta como sempre, pagamos e saimos do estabelecimento, nos despedimos e todos foram embora, deixando apenas eu e Barry na frente da lanchonete.

- Está escurecendo - Falei olhando pro céu.

- Quer que eu te leve em casa? - Barry perguntou.

- Ei! - O encarei - Eu posso ir sozinha - Falei rindo - Supergirl! - Sussurrei.

- Eu sei - Sussurrou também - Mas eu gosto de te proteger - Falou mais baixo ainda se aproximando - Esse é o meu segredo - Disse antes de me beijar.

Começamos a nos beijar, agarrei a nuca de Barry com uma das mãos, aprofundando o beijo, meu outro braço apenas ficou apoiado em seu peito, Barry estava com seus braços em volta da minha cintura. A falta de ar apareceu, nos separamos e Barry me encarou sorrindo.

- Vamos pra casa? - Perguntou Barry.

- Sim! Mas antes... - Falei e tomei coragem - Eu gosto de você Barry! - Conpletei.

- Ei, conhecidencia - Falou fingindo surpresa, o que me fez rir - Eu também gosto de você, mas é mais que um amigo - Falou e me deu um celinho demorado.

- Eu sei - Digo tocando a ponta de seu nariz.

- Vamos pra casa - Falou se separando de mim.

Ele me abraçou de lado e fomos para a minha casa.


Notas Finais


Bom gente, esse foi o capítulo, espero que tenham gostado, eu estava pensando em fazê-los como pessoa normal, por isso quero saber, vocês querem que eles sejam super-heróis ou pessoas normais? Vocês decidem, obrigada! Falou!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...