História O amor mandou abraços - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Lu Han
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Clichê, Exo, Hunhan, Kpop, Lgbt, Luhan, Nutricionista!au, Policial!au, Sehun, Yaoi
Visualizações 21
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece, não é mesmo? Tirando o fato de eu estar mortinha depois da semana dos trabalhos de recuperação e teste, eu to plena para entregar esse capítulo novinho em folha para vocês ^^. Desculpa mesmo pela demora gente, o bloqueio criativo não saia do meu pé


Esse capítulo tá mais para aliviar minha demora, porém, não deixa de ser um capítulo ;) 


Música do dia/cap: Ariana Grande - one last time 
Não tem nada haver com o capítulo muito menos com a história? Ss, mas é gostosinha de ouvir do mesmo jeito


Capítulo betado pela: @5minutos_

Enfim, chega de blá blá blá e boa leitura amores <3

Capítulo 3 - Sorrisos sugestivos substituídos por confusões


Fanfic / Fanfiction O amor mandou abraços - Capítulo 3 - Sorrisos sugestivos substituídos por confusões

Sehun era um cara que assim... Vivia de aparências e só percebeu isso agora ou pelo menos a sua característica mais marcante foi destruída nesse exato momento.

Se você não entendeu irei te explicar com apenas poucas palavras, a sua pose de durão caiu. Pois é. Depois da noite que os dois tiveram o Oh foi o primeiro a acordar, e o primeiro sentimento foi de culpa. Só não sabia se era por ter quebrado suas ideologias mais fortes ou por ter transado com alguém que nem sabia seu próprio nome naquele momento.    

É, talvez os dois.    

Por sorte tinha encontrado Baekhyun na cozinha e sem perguntar nada abriu a porta do apartamento pra ele. Se tinha se sentido a pessoa mais feliz da face da terra? Puff, não! Mas voltando... Teve que voltar para casa já com o remédio para a ressaca e de dor de cabeça na mão porque sabia que se o Byun não lhe questionou nada a sua mãe faria isso por ele, por ela e pelo mundo.    

Dito e feito meus amigos. Ela ficou das 11h00 até quase 13h00 falando que "com certeza o filho dela finalmente perdeu o cabaço de novo". Para vocês terem uma noção, até Chanyeol quando deu o ar da graça e sentiu falta do amigo quase ligou para polícia porque achava que ele tinha sido sequestrado.    

E luhan? Bom, acordou, surtou e foi atrás de Baekhyun e a única e primeira coisa que ouviu "ele é bonitão, Lu. Mas pelo sons e pelo visto não foi só isso que te agradou". O Han teve vontade de bater nele com um chinelo, mas cá entre nós, tinha se sentido mais vivo que nunca e o Byun já percebia isso.    

E agora sua missão era fingir que nada aconteceu, isso mesmo. Aquilo que aconteceu entre eles tinha quebrado as suas ideologias até mais que as de Sehun. Concluiu como uma erro de um cara jovem e com os hormônios a flor da pele, nada mais e nada menos.

Certo?    

Quer dizer, tinha pensado muito nessa nova semana que estava apenas encaminhando, mas suas conclusões tinham mais dúvidas do que certezas. Nunca tinha ficado na defensiva e ao mesmo tempo tão... Ah, nem tinha palavras para isso. Era indescritível! Aquilo parecia a mesma situação que o Baekhyun diz para ele. Confusão - acima de tudo -, desespero, nervosismo atoa e coração e cabeça a mil. Parecia até que tinha trocado de corpo e não perceberam. Incrível!    

Agora era Baekhyun que estava no topo dos sorrisos sugestivos e Luhan estava como uma criança pequena indignada com o doce que não ganhou   

Porém ele não tinha como negar que não conseguia tirar o mais novo da sua cabeça, isso como Sehun que quase se jogou do prédio por ser tão imprevisível até para ele mesmo e sua mãe estava certa o tempo todo. E isso se esticou por três meses. 

   

   ↫↬ 

   

– Odeio essa vida de doméstica! 

– Como? – Desviou seu olhar para o Byun.    

– Odeio limpar a casa enquanto você fica com os seus livros, Luhan. E quanto eu ganho por isso? Um total de nada! – Luhan riu e colocou o livro que estava lendo de lado.    

Era o dia em que os dois amigos arrumavam a casa. O ponto é que o Byun discordava da divisão de tarefas do dia, tanto que sempre era ele o último a acabar. Luhan arrumava os dois quartos e Baekhyun arrumava a sala, cozinha e o único banheiro do apartamento.    

– Para de graça! Está quase no fim, tem mais disposição que eu, já está acostumado com a rotina. – Listou os benefícios em sua visão de continuarem com a divisão de tarefas que tinham estabelecido. – E olhe, meus livros não gritam que nem você pelo menos.    

– Desculpe, não vou te deixar mais surdo do que já está velhinho. – Rolou os olhos e se sentou na ponta do sofá segurando o cabo de vassoura. - Quero ver quando eu for embora!    

– Está pior que a minha mãe e felizmente ela ainda ta viva.   

– Eu não disse nesse sentido.

– Em qual então? 

– Eu quis dizer quando eu for morar com o Chany. Não vou estar mais aqui para ser seu escravo.    

– E vai usar uma avental  cor de rosa combinando com ele enquanto limpam a sujeira do café da manhã. Quando você vai desistir disso? Não acha que já se magoou o bastante não? Detalhe, ele em todos esses anos nunca mostrou alguém para os amigos. Isso sustenta duas coisas: você vai se magoar muito se caso isso aconteça e por que isso aconteceria agora mesmo?    

– Ele só está ocupado demais para perceber o que sente. Eu sinto que é recíproco, entende? Eu não vou me magoar e pare de me olhar dessa forma! Eu estou certo disso. Por sinal, eu marquei um encontro com ele em sua casa e você vai. O Sehun também vai...    

– Eu não vou! - Arregalou os olhos.   

– Pare de fugir dele como o diabo foge da cruz. Não vai ser nada demais. E só fingirem que nunca tiveram nada.    

– Eu não consigo. Eu tenho certeza que eu vou perder o controle ao bater os olhos nele. – Tombou a cabeça para trás. – Eu me sinto um idiota com isso. Ele tem cara de quem gosta de acordar sozinho, faz sentido ele ter ido, mas eu queria sobretudo ficar e decorar cada detalhe dele até o último minuto, sabe? Isso é o que eu queria fazer, parece certo...    

– Eu já ouvi isso antes. Eu não posso falar "Sehun" que você já liga e começa a sofrência. Nem parece o Luhan que eu conheço. Encare isso, por favor, eu já estou começando achar algo que bem conheço. 

– Impossível! É só uma atração. Carência. Não invente fantasias sem cabimento.   

– Então vá comigo. – O Byun sorriu mais contente o possível.    

Desde que Luhan finalmente lhe deu a chave de seus pensamentos e frustrações tudo ficou claro. Tinha suas suspeitas em jogo e estava animado com elas. Se fosse preciso mostraria elas para o seu amigo para que ele abrisse seus olhos. Mas algo lhe incomodava e muito.    

O pouco que conhecia sobre Sehun já era o bastante para distorcer o que seu amigo tinha em mente. Poderia ser sim cabeça dura, arrogante talvez, mas era um boa pessoa de fato. Tinha medo que esse seu pensamento possa atrapalhar qualquer coisa que seja isso que está acontecendo.    

Mas nem que fosse preciso montar os mais difíceis quebra-cabeças montaria para ver o desfecho disso tudo. 

Esperava que algo tivesse acontecendo mesmo, porque de ilusão já era suficiente suas investidas com o Park. 

   

   ↫↬ 

   

Luhan realmente não sabia como foi parar nessa situação, mas sabia que definitivamente não estava confortável.   

Faltavam quase cravados uma hora para o encontro entre bons amigos, palavras que Baekhyun se dirigia a situação, e nada estava sendo tranquilo como seu amigo havia lhe garantido.    

 01) O Byun não parava de lhe lembrar desse maldito encontro.    

   02) Eles começaram a se arrumar - o que para Luhan seria pôr uma roupa e fim - faltando três horas para o horário que o seu amigo tinha combinado com Chanyeol. Baekhyun até um pouco de maquiagem colocou em si.   

   03) Luhan não estava calmo e isso por si só já piorava a situação.    

Poderia dizer que não sabia onde tinha posto sua cabeça no momento em que concordou cegamente em ir nesse encontro, mas estaria mentindo, estava com todos os sentidos em ordem quando aceitou. Talvez no fundo realmente quisesse olhar novamente apenas mais uma vez aqueles olhos brilhantes.    

Mas tinha que ser mais forte que esse sentimento estranho e desconhecido. Não se deixar levar era o essencial. Não gostava disso, de não ter controle das próprias ações. Era o cúmulo do ridículo e ao mesmo tempo uma sensação prazerosa. Bem, se desse algo errado poderia culpar o seu amigo.    

E se desse algo errado dentro de si poderia culpar o seu coração que estava batendo bem mais rápido ultimamente.    

– Luhan! – Baekhyun o chamou. Estava descendo as escadas mais bem vestido que o comum. Precisava dizer os motivos? Não, né. – Vamos?    

– Não! – Han levantou do sofá que estava repousando. 

Baekhyun revirou seus olhos castanhos escuro e puxou seu amigo pelo braço até a porta. Já fora de casa Baekhyun pegou as su as chaves no bolso e trancou a porta, em seguida guardando-a no lugar que estava.   

– Vamos!


Notas Finais


E ESSE SENTIMENTO ÓBVIO EM SENHOR LUHAN? Tu tem sorte que o Sehun tá na mesma furada kkkkkkkk. Decidi por o ponto de vista praticamente só do Lu pq ss

Eu ia por o comecinho deles chegando no apartamento do Chany, mas aí eu pensei: melhor eu postar o que eu já tenho do que demorar mais. Sensata? Claro. Ai, e o Baek sempre representando o clube das iludidas?

Bom, bjs anjos e até o final do ano. Mentira, vou tentar não demorar kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...