História O amor que você sabia (JIKOOK) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Bts, Ciume, Jikook, Minkook, Namjin, Taeyoonseok, Vhope, Vida Escolar, Yoonseok
Visualizações 268
Palavras 591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei.

Aniversário do Jungkook, Jimin postando várias fotinhas no twitter, meu coração não aguenta. e

Tô saindo.


Não revisado.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction O amor que você sabia (JIKOOK) - Capítulo 4 - Capítulo 4

Lembro desse dia como se fosse hoje amor, até por que era meu aniversário, geral da escola me dando presentes as meninas e os meninos me dando mais mole que o normal tudo estava perfeito.

...


Eu acordei feliz, mesmo minha mãe não estando em casa meu velho pai está.

Desci cantando as escadas e dei de cara com meu pai lendo o jornal, sentei ao lado dele e o olhei esperando meu feliz aniversário.

— Dormiu comigo Jungkook? — Perguntou grosso.


— Oi? — falei confuso.


Cadê meu feliz aniversário?


— Chega na mesa e nem um bom dia dá para seu pai, eu e sua mãe não te criamos assim moleque. — Disse e olhei para baixo, ele não lembrava.


— Desculpe Pai. — Falei e peguei um pedaço de bolo. — Bom dia.


Ele não respondeu, eu estava me sentindo tão mal, era meu décimo sétimo aniversário, eu era o único filho deles.


— Onde vai? — Perguntou meu pai assim que me levantei.


— Não estou com fome. — falei calmo e olhei para o lado, não estava afim de brigar hoje.


— Senta e coma. — Falou e então eu falei.


— Olha pai eu não tô afim de comer ok, vou ir para escola. — Falei saindo, mais quando cheguei na sala vi minha mãe toda desengonçado tentando acender as velhas em cima do bolo.


Ela me olhou assustada, amor foi a melhor cena da minha vida, você não tem ideia o quanto eu ri.


— Jungkook? O que você tá fazendo aqui? JUNGKOOK?  JUNGI QUE VOCÊ NÃO DISTRAIU SEU FILHO. — Gritava ela indignada. — JUNGKOOK volte para lá e finja que não viu nada, anda garoto, Jungkook você pare de rir.

 

— Aiai mãe. — Fui até ela e a abracei forte.


— Eu te amo muito Jungkook, feliz aniversário meu garotão. — Falou ela me dando vários beijos no rosto.


— Sai mulher agora sou eu, filho eu não esqueci do seu aniversário, mais sua mãe quis fazer trama e tudo. — falou ele me abraçando. — Feliz aniversário meu garoto.


— Ande Jungkook vamo comer esse bolo que você tem que ir para a escola. — Minha mãe me empurrava.



...................................................


Eu estava na sala conversando com os meninos ao meu lado já fazia 10 minutos que a aula começou e realmente geografia não era comigo.


E então que você chegou, suado e com as bochechas vermelhas seus olhos estavam vermelhos e seu nariz também, você parecia em pânico.


— Jimin? Você está bem? — Perguntou o professor olhando assustado para você.


— S-sim, eu posso m-me sentar? —  você falou e então o professor assentiu.


Como sempre as meninas faziam comentários maldosos sobre você, porém você estava tão perdido que nem sequer ligou.


Eu poderia negar e falar que não, mas eu te olhei a aula todo você chorava baixinho e limpava as lágrimas rápido para que ninguém visse.


Mais eu vi.


O sinal tocou e todos saíram menos você, fui em direção ao pátio e olhei para mesa que você e aquele branquelo do Yoongi ficavam e ele não estava lá, quer dizer que ele não venho hoje.


— Jungkook onde você vai cara? — Perguntou Namjoon.


— Banheiro. — Falei e sai.



Fui andando até a sala de geografia e então escutei sua voz chorosa.


— Sai de perto de mim. — Você falou rápido correndo de Kai.



" O que esse puto do Kai tá pensando?"


— Você fugiu na entrada pequeno Park mais não vai fugir agora. —  entrei e vi você prensado na parede chorando e Kai estava com a mão por debaixo de sua camisa.


E essa foi a primeira de muitas vezes que eu queria defender você.


Notas Finais


Comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...