História O amor que você sabia (JIKOOK) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Bts, Ciume, Jikook, Minkook, Namjin, Taeyoonseok, Vhope, Vida Escolar, Yoonseok
Visualizações 115
Palavras 1.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction O amor que você sabia (JIKOOK) - Capítulo 4 - Capítulo 4

   — Ele é doidão mesmo. — Yoongi dizia enquanto você comia seu sanduíche de camarão.


Tão lindo.


Eu não queria está espiando a sua conversa anjo, mais eu ouvi meu nome é não pude me controlar , só de pensar que aquele branquelo estava falando mal de mim para você me deixava louco, e ainda me deixa.


— Aí ele me agarrou e me beijou e foi tão bom. — Você falou animado com os olhinhos fechados enquanto sorria.


— Não era você que dizia "  Eu não quero mas gostar do grosso do Jungkook, eu vou esquecer ele, você vai ver Yoonou " Eu nem lembro mas desse menino Yoongi como é o nome dele jung.kuh ou Jão narigudo" — Eu ri pelas suas falas, você era adorável, e ainda é.


— Yoongi fique quieto,ok — Você falou calmo apontando sua garrafa de água na cara do Yoongi. — E eu não gosto mas dele, ele só está tanto uma de doido falando que eu sou dele, daqui a pouco ele cansa de mim e me despensa como todos os outros. — Você falava baixo e eu vi seus olhinhos olharem para baixo fitando o chão.


Yoongi ficou olhando para você calado então quando voltei meu olhar para você amor, eu via as gotas de lágrimas caindo em seu sanduíche, e o que eu senti foi tão ruim, tão intenso, eu me sinto tão mal só de lembrar que cada gota que escória das suas bochechas me causava nojo, nojo de de mim anjo.


— Jimin. —


— N-não tudo b-bem. — Você deixou o sanduíche encima da mesa e limpou os olhos sorrindo triste para seu melhor amigo. —  Eu vou ficar bem, E-eu sempre fico. — Você falou olhando para seu amigo sorrindo, então o baque veio na hora que meus olhos foram em Yoongi, ele estava chorando.


— Você é tão forte Minie. — Sorriu triste. — Vamos o sinal bateu. — Você assentiu sorrindo saindo.


— Não vai comer? — Yoongi perguntou, se referindo ao sanduíche que estava em cima da mesa.


— Não estou com fome, e também tenho que fazer dieta.—


Vocês se foram conversando e eu me encontrava olhando para ti, você estava lindo então para que dieta, você era tão perfeito e continua a ser.


— Jungkook? —


— Oi namjoon.— Falei assim que meu amigo me chamou me olhando com uma sombrancelha arquivada.


— Mano o que você...Pera você tá espiando o Jimin? — Falou com um tom surpreso.


— Não.... E sim.— Falei simples.


— Como assim doido? —


— Eu tava passando então ouvir meu nome então resolvi ver o que era, só isso. — Falei a verdade.


— Então vamo para aula? —


— Que aula? — perguntei sério, eu não sabia e ainda não sei como eu tirava boas notas nas matérias.


Eu não estudava em casa só prestava atenção nas explicações dos professores e pronto, sempre fui um aluno de nota B e A nunca um C ou D muito menos um F, eu era foda.


— Educação Física, seu animal mas aqui se anime seu amorzinho vai está lá também. — Então meu sorriso surgiu de novo, me virei e sai.






(...)






— Coma. — Falei colocando o sanduíche de carne em cima de sua perna e um suco de laranja, você se assustou e me olhou confuso. — Coma Jimin.


Você estava sentado nas arquibancadas, esperando Yoongi acabar o jogo de basquete.


— Eu não quero. — Falou emburrado colocando as coisas para o lado.


— Você está pálido, magro,não comeu nado hoje.— Falei raivoso, você tinha que se cuidar amor.


— Está me vigiando por acaso? —


— Sim.—


— Oras seu... — você respirou fundo , provavelmente querendo evitar mais uma briga. — Estou de dieta. — Falou me olhando nos olhos.


Te olhei de cima a baixo, você era perfeito, sua coxas grossas e perfeitamente delineadas, seus braços que continham músculos pequenos, sua bunda é que bunda, do jeito que eu gostava, redondinha e empinada.


— Você é lindo não precisa dessa merda de dieta, você é perfeito Jimin. — você e olhou surpreso, vi seus olhos brilharem e um pequeno sorriso abrir em seus lábios. — Vem.


Estendi minha mãe em sua direção e você me olhou duvidoso.


— Temos aula Jungkook. — Você falou baixinho.


— Que se Foda-se a aula. — Falei revirando os olhos. — Vem anjo.


Você me olhou por alguns segundos mais logo pegou minha mão, sempre foi assim você sempre pegava minha mão, porém eu sempre a soltava no meio do maninho.


Peguei seu lanche e seguir com você para o terraço da escola, eu e Namjoon tínhamos roubado a chave reserva do zelador, para matar aula de vez em quando.


— Jungkook nós não podemos vim...—


— Sim agente pode. — Te corto e me sento no chão. — Senta... No meu colo.


— Nã..—


— Senta logo Park — Falei grosso e vi suas pernas falharam.


Você se sentou em meu colo de vagar de frente para mim, me olhando nós olhos enquanto ia descendo lentamente, porra menino.


— Bom menino, agora coma. — então você o fez.


Você comia de vagar olhando para qualquer lugar que não fosse meu rosto, e eu? Eu ficava vendo como seu boca se movia como suas bochechas estavam rosadas, você então pegou o suco e o levou a boca, o canudo ficava no meio de seus lábios e como eu queria ser aquele canudo.


Você acabou de comer então me olhou, você estava tão inquieto se balançava de mas no meu colo, levei minhas mãos até suas coxas e as apertei do jeito que eu sabia que  você amava, e logo um suspiro venho em meu ouvido.


— Jungkookiee. — você sussurrou em meu ouvido baixinho.


— Porra Jimin. — Bati em sua coxa direita e você pulou pelo susto, me causando um atrito gostoso em meu pau. — Como você pode ser tão gostoso garoto,huum? — Falei em seu ouvido, o mordendo logo em seguida.


— Kook. — Você gemeu baixinho e rebolou em mim. — M-me deixa te beijar.


— Você pode fazer o que quiser comigo Jimin. — Falei olhando para você, que me olhava envergonhado. — Eu..—


Você nem esperou que eu falasse e me atacou, indo logo me invadindo com essa língua gostosa, rebolando forte em mim

Eu não aguentava mais ficar por baixo, eu sempre fui controlador e ainda sou, e você sabe disso melhor do que ninguém num é amor.


Por isso te erguir e te joguei a minha frente te colando a parede, me afastei dois passos e pude ver você me olhando ofegante e todo desarrumado, seus cabelos estava uma bagunça, seu uniforme amassado.


— Tira a calça. — Falei e você me olhou assustado, me colei em você, e levei uma mão até seu rosto.



— E-eu n-nunca fiz i-sso. — Você falou nervoso e eu ri, não era de deboche e sim de como você era fofo.



— Eu sei anjo, não vou tirar sua virgindade num terraço, vai ser especial. — Falei e você assentiu. — Eu vou te fazer se sentir bem. — Falei levando minha mão em sua ereção dura.



— Kook. — Você segurou minha mão com força, você queria mais que eu aquilo não é? Eu via nós seus olhos o quando você me queria amor.



— Eu vou te chupar Jimin. — Falei e apertei mais forte. — E você vai gozar na minha boca num vai amor?



Você estava mole, se eu te soltasse eu tinha certeza que você cairia.



— Sim. — Falou rápido.



Me agachei em sua frente e abrir sua calça e não demorei para tirar  seu membro para fora, não iria provocar você hoje, seu pau era tão gostoso amor, não era grande e nem pequeno porém grosso, não muito porém delicioso, sua cabeça era vermelhinha e saia pré gozo da fenda, dei uma lembida e você gemeu alto.


Eu sabia que era o primeiro a te tocar assim, e não poderia estar mas satisfeito, eu era seu primeiro Homem, eu seria seu único homem.


Sem deixar você acabar de gemer eu te coloquei para dentro de minha boca e você me olhou rápido e soltou um gemido mudo, você levou suas mãozinhas pequenas em meus cabelos e começou a acaricia-lós.


— Aiih Kookiee i-isso é tão b-bom — Você falou e quando eu te chupava rápido.



— Quem e seu homem Jimin?— Perguntei bombeando seu delicioso pau enquanto de olhava. — Responde. — Apertei forte.



— Você, v-você é o m-meu homem — falou rápido e eu sorrir feito um idiota, você era tão lindo. — Me faz gozar.



— Eu vou fazer bebê. — falei passando minha língua no seu pau de cima a baixo e logo o batendo em minha cara. — Seu gostoso.



Falei e vi você rir, você era um safado, você adorava ouvir coisas pervertidas de mim não é amor? Mesmo que você não assuma eu sabia seu olhos e seu pau diziam assim que eu falava besteiras seu delicioso pau pulsava em minha boca.



— Kookkiiiiiiiieee — E então os jatos de sêmen encheram minha boca, seu gosto era o melhor que eu já tinha provado.



Limpei você com lembidas fortes recebendo em troca gemidos baixinhos de sua parte, me levantei e vi seu estado, se eu te soltasse você cairia no chão, tão mole, tão sensível, tão integre.



— Vamos pequeno.




E essa foi a primeira de muitas vezes que eu fiz Park Jimin gozar.



Notas Finais


Comentem.

Minha outra fic.(JIKOOK)

O psiquiatra.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-psiquiatra-12841760


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...