História O amor se esconde por trás do ódio - Terminada - - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Eddsworld
Personagens Edd, Eduardo, Jon, Mark, Matt, Patryk, Paul ter Voorde, Tom, Tord
Tags Edd X Matt, Eddmatt, Tom X Tord, Tomtord
Visualizações 147
Palavras 1.191
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - "Little fire hair"


Fanfic / Fanfiction O amor se esconde por trás do ódio - Terminada - - Capítulo 17 - "Little fire hair"

Acordei de madrugada por causa da fome que resolveu aparecer, levantei vendo Matt virado pro outro lado dormindo, levantei indo pra cozinha mas vi uma luz acesa do quarto do Tom, fiquei a espreita da porta tentando ver o que ele tava fazendo, não vi direito mas ele parecia estar falando com alguém, cheguei o rosto mais perto da porta ouvindo a voz de Edd. 

-..é lindo Tom!..-pisquei algumas vezes vendo Edd segurar um anel, me afastei indo pra cozinha socando a mesa. 

-...por que eu ainda to com ciume.....o Tom nem é meu namorado mais...mas..e o Matt?..-olhei pro chão sacodindo a cabeça e tomando água, voltei pro quarto dele deitando e me cobrindo, tentei dormir mas não consegui então fiquei sentado olhando a janela vendo as estrelas, fechei os olhos suspirando e ouvi a cama fazer barulho. 

-..Tord..?..por..por que ta acordado agora?..-ouvi o ruivo falar baixo e eu virei o rosto pra ele. 

-..sem sono..-falei levantando e indo até ele sentado do lado do ruivo. 

-..eu te acordei né?..desculpa..pode dormir de novo..já vou sair..-quando fui levantar ele puxou meu braço me fazendo sentar em seu colo e ele abraçou minhas costas colocando as mãos em minha barriga, arregalei um pouco os olhos e sorri timido abraçando as mãos do ruivo. 

-..Matt..você tem que ficar com o Edd..isso não está certo..ele é seu namorado não eu..e olha..-segurei as mãos dele sorrindo fraco. 

-..c-cuida dele..ta?..não faça a mesma besteira que Tom..agora ande..vá cuidar dele..-falei levantando e o puxando pra fora do quarto, ele foi buscar Edd antes beijando minha testa e eu apenas sorri gentil coçando o braço, percebi que já estava ficando de manhã então fui fazer minhas higienes indo pra cozinha já vendo eles comendo, Matt e Edd conversavam e Tom ficou me olhando as vezes, desviei o olhar sentando infelizmente de frente pra ele começando a comer, senti uma mão em minha perna me dando arrepios e olhei pra ele. 

Ele sorria delicado e eu tirei a mão dele de mim levantando colocando as coisas na pia ouvindo Matt e Edd irem pra sala, senti alguém me abraçar por trás e eu arranhei a bancada da pia. 

-...s..sai...seu m-mentiroso..vai ficar com seu maridinho vai..-falei tentando o empurrar mais ele era mais forte e segurou meus braços beijando minha bochecha. 

-...do que ta falando?..Edd não é meu maridinho..-

-..ata..fala pra outro isso..eu vi o anel que você deu pra ele..agora da licença tenho mais o que fazer..-me soltei dele indo pra sala vendo Edd discutindo com Matt. 

-..VOCÊ O QUE?...MATT O QUE EU FALEI DE BEIJAR ELE??..VOCÊ É SURDO?..-quanto mais Edd gritava mais assustado o ruivo aparentava ficar. 

-..m-mas Edd..eu não..eu..d-desculpa..é que..e..ele tava triste demais por isso deixei..não queria b-brigar..-Edd foi chegando mais perto dele até que começou a ficar vermelho de raiva. 

-..NÃO QUERO SABER..NÃO ERA PRA BEIJAR..-ele virou colocando as mãos na cabeça suspirando nervoso e Matt tentou chegar perto mais o menor virou dando um tapa no rosto do ruivo. 

-...SEU NARCISISTA IRRITANTE E TRAIDOR..VAI NAMORAR SEU REFLEXO AGORA..-Edd saiu da casa e Tom também ouviu a briga indo atrás do menor, olhei pra Matt outra vez e ele estava com a mão na bochecha onde foi lhe dado um tapa chorando, me aproximei o olhando preucupado e ele me abraçou com força e eu retribui. 

-...d-desculpa ter causado isso tudo Matt..a c-culpa é toda minha..-falei triste e ele não disse nada só ficou me abraçando. 

-..h-hm..vamos cuidar do seu rostinho lindo..vem..-o puxei pra cozinha o sentando e pegando a vaixa de primeiros socorros sentando na frente dele, peguei um pano limpando as lágrimas dele e o guardando, peguei uma pomadinha passando no rosto dele que estava vermelho, guardei tudo e ele me puxou gentilmente abraçando minha barriga, corei um pouco acariciando a cabeça dele juntos dos fios ruivos. 

-..eu..s-sinto muito por vocês..eu não sabia que ia chegar a esse ponto..-falei e ele me olhou nos olhos. 

-..foi..eu quem t-te beijei primeiro..não se sinta culpado p-por favor..-ele segurou minhas mãos as beijando e eu ri um pouco. 

O ruivo levantou me pegando no colo e eu abracei o pescoço dele. 

-..h..hey..M-matt..o qu-ele selou os lábios aos meus me levando até o quarto, ele me colocou na cama indo trancar a porta logo vindo em cima de mim novamente voltando a me beijar, ele tirou minha blusa junto da sua e paramos pra respirar. 

-..M-matt..mas e o Edd..?..-falei ofegante e ele beijou meu pescoço. 

-..Edd me machucou..isso me deixou triste..e você me deixou feliz..e..não sei se Edd ainda gosta de mim..-ele suspirou. 

-..m-mas você deixar eu fazer isso?..-ele falou me olhando desanimado, beijei a bochecha dele e puxando a nuca do maior o beijando, ele retribuiu sem muita demora roçando nossos membros me fazendo gemer abafado entre o beijo, arranhei as costas dele sentindo minha calça ficar umida junto a dele. 

Ele parou encostando a testa na minha um pouco ofegante e eu sorri de canto beijando o rosto dele, ele começou a tirar minha calça logo tirando a dele segurando meu quadril, cruzei as pernas na cintura dele mordendo o lábio. 

-..v-vai d-devagar..p..por favor..-falei e ele fez sim com a cabeça começando a me penetrar gentil, mordi o ombro dele e ele soltou um gemido de dor baixo. 

-..d..desculpa..-falei meio rouco e ele começou a distribuir beijos em meu pescoço seguido de mordidas leves, fechei os olhos com força sentindo ele ir mais fundo aumentando a dor, ele parou alguns segundos me dando a chance de respirar um pouco e ele começou a se mover devagar me fazendo gemer, senti ele enfiar as presas no meu ombro sentindo meu sangue ser sugado por ele. 

Soltei um gemido de dor um pouco alto e ele continuou junto dos movimentos, ele mordeu mais forte soltando seu liquido quente em mim soltando um gemido leve, deitei a cabeça no travesseiro ofegante, e arranhei a cama vendo ele me olhar preucupado, ele acariciou meu rosto e sorri fraco. 

-..e-eu to bem ruivinho f-fica calmo..-segurei o rosto dele o enchendo de beijos recebendo risadas doces do maior que me beijou alguns segundos beijando minha testa, resmunguei mordiscando o beiço dele. 

-..m-minha vez...-o empurrei ficando em cima dele com um pouco de dor e acabei caindo no peito dele fechando os olhos. 

-..n-não consigo nem ficar de pé..m-mattyyy..to com dorzinha..-fiz manha e ele riu beijando minha cabeça fazendo caricias em minhas costas, ronronei o abraçando com força enchendo o rosto dele de beijos, ele olhou pra mim surpreso, o olhei confuso. 

-..que foi?..-ele começou a rir e eu fiquei mais confuso. 

-..haha...aiai..Todd..você é muito fofo..eu te amo-ele parou na hora de falar e eu vi ele ficar vermelho, fiquei também suspirando. 

-..e-elsker deg og..o-også..-falei embaraçado e ele me olhou sem entender. 

-..olha..eu não sei falar Noruegues tá?..hehe..-pensei no que falei e ri um pouco.

-..eu disse que te amo também meu cabelo de fogo..agora vamos descansar..to morrendo de dor..-fiz bico e ele o beijou sorrindo timido, botei a mão na cara dele soltando uma risada e me confortei nos braços dele, não queria saber se Edd ou Tom estavam já em casa..queria ficar com o ruivo que cuidava de mim direito..


O ruivo que me amava...


















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...