1. Spirit Fanfics >
  2. O amor secreto >
  3. A promessa

História O amor secreto - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa história não pretende ser tão séria, e muito menos gigantesca. Sua ideia surgiu em um grupo de amigos, no qual eu afirmei ''Bora fazer uma fanfic yaoi deles'', e cá estou eu. Quando terminar esse capítulo, eu irei mandar para os meus amigos, que provavelmente irão ler essa história e zoar com ela. Não sei se deveria escrever mais do que um capítulo, já que é apenas uma zueira, mas vamos lá.

Capítulo 1 - A promessa


Fanfic / Fanfiction O amor secreto - Capítulo 1 - A promessa


Sinceramente, porque tudo é tão chato? Minha vida é muito repetitiva. Eu acordo, escovo meus dentes, almoço, vou para o computador e permaneço durante lá por horas e horas. Eu até assisto alguns animes que são interessantes, mas o meu tédio continua aqui. O que eu deveria fazer pra que as coisas sejam mais interessantes? Eu não tenho nenhum talento especial. Tenho poucos amigos, que mal falam comigo. Eu não sei, não sei mesmo. 
— Ah cara, que saco — Repeti pra mim mesmo, me jogando na cama e olhando pro teto. 
Escuto alguns pequenos barulinhos, que tornam-se então repetitivos e fortes no telhado. Chuva mais uma vez? Faz um mês que não chove nessa cidade. Levantei-me, peguei uma cadeira e coloquei-a perto da janela do meu quarto, onde eu fiquei observando a chuva sem pensar em nada. Será que é muito drama falar que essa chuva está me deixando mais triste ainda? Embora isso possa parecer completamente maluco e sem noção, essa chuva por algum motivo, é algo triste. Coloquei meus braços no peitoril da janela e encostei minha cabeça neles, fechando meus olhos. O barulho dessa chuva é agradável e melancólico ao mesmo tempo.. Vou ficar mais um pouquinho assim. 
— Ei Nick! Não esqueça da nossa promessa! 
Abro meus olhos e percebo que não estou mais em meu quarto. Onde eu estou? Parece ser um parque.. espera, é o parque da minha cidade! 
O garoto ficou me observando em silêncio por algum tempo, sem me falar nada. 
— Quem.. é você? 
— Como assim quem sou eu? — Exclamou o garoto — Eu sou o Riquelme. Você perdeu a memória? 
Eu tive um deja vu. Porque isso me parece tão familiar? Sinto como se conhecesse esse garoto em algum lugar, mas onde foi mesmo..
— Desculpe, eu estou um pouco confuso. 
O garoto suspirou e continuou:
— Certo, vou repetir pra você. Não esqueça da nossa promessa! Nós iremos nos ver denovo em 24 de julho de 2020, aqui nesse mesmo lugar. Deu pra entender agora? 
— Sim.. Mas porque está me dizendo isso? 
Riquelme ouviu uma pessoa chamando-o de longe e despediu-se de mim gritando. 
— Vejo você nessa data! Não esquece cara! 
— Espera.. eu.. — Ele afastou-se muito de mim, e logo em seguida eu estava de volta ao meu quarto. 
Acordo um pouco assustado com o que acabara de acontecer. Quem era esse menino? Porque ele marcou uma promessa comigo? O que ele quer comigo? A minha cabeça não para de formular perguntas.. Mas falando nisso, o Riquelme falou sobre encontrar naquele mesmo parque no dia 24 de julho. Hoje é dia 22, então isso significa que... É daqui a dois dias!
Será que eu deveria ir? Eu estou com um pouco de medo, mas ao mesmo tempo muito curioso pra saber se esse sonho é verdadeiro. Mas espera.. ele não falou as horas!
Soltei um grito de decepção. 
— Como diabos eu vou saber quando ir se ele não me falou o horário? Riquelme você é um merda. 
Não tenho nada pra fazer no momento, só me resta esperar o dia passar. São 22:00, não posso sair tanto pelo horário como pela chuva. Acho que vou escutar alguma música. 
Liguei o rádio que ganhei do meu avô. Ele começou a tocar ''sunrise'' daquela cantora super famosa chamada Sol. A canção e a música são muito boas, e um tanto quanto, calmas, fazendo-me sentir uma sensação muito agradável. 
— Ahh.. A Sol é realmente uma cantora incrível — Pensei com os olhos fechados, curtindo a música. 
Peguei o meu Iphone enquanto a música tocava e comecei a olhar as redes sociais, principalmente o Discord. Entrando em um dos servidores do Discord, deparo-me com um menino chamado Shouta mostrando para as pessoas uma nova faca de sua coleção. Esse garoto mandava algumas mensagens em japonês, na qual eu não entendia absolutamente nada. Uma das pessoas que estavam na conversa possuia um nick chamado Net, que comentou logo em seguida após ver a faca:
— Que OwO
Ele foi banido, mas retornou em questão de minutos. 
Duas pessoas estavam em call naquele mesmo servidor. Nath e Japão. Eu entrei na call com o microfone desligado apenas para ver o que estavam conversando, e no mesmo momento que entrei, escutei uma risada que parecia uma imitação da peppa pig. Japão continuava na tentativa de falar ''Cabeleleila Leila'', mas fracassava em todas elas.
Sai da call imediatamente. 
Todd, a administradora do servidor estava dando em cima de Shouta, mas ele continuava mostrando suas facas. 
Esteven, o gênio do servidor, conversava sobre assuntos muito complexos para os membros do servidor. O que tornava-o um gênio imcompreendido. 
Pelo visto, hoje as coisas estão bastante movimentadas e agitadas por aqui.
Passei mais algumas horas no celular escutando as maravilhosas canções da Sol, até finalmente chegar 0:30. Desliguei meu celular e a luz do meu quarto e deitei-me na cama. Amanhã provavelmente eu vou ter coisas novas pra fazer, também tem esse sonho estranho pra desvendar. Fechei meus olhos e adormeci em poucos minutos. 
 


Notas Finais


Oh yeah. Primeiro capítulo completo yay.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...