História O AMOR SEMPRE - Capítulo 8


Escrita por:

Visualizações 93
Palavras 960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem! Desculpem pela demora.

Capítulo 8 - Cedendo aos Poucos


Se inicia a semana, Fátima apresentou o encontro sem nem uma ocorrência, ficou um pouco enjoada, mais nada que alguém percebesse e logo após vai com William na clínica para ver como está o bebê, marcou com a Dr. Flávia como ela cuidou na gestação dos trigêmeos Fátima preferiu ela, que já a conhecia muito bem. Descobrir que estava entrando no segundo mês de gestação, e que estava tudo bem com o bebê.

 

Pov William

 

Hoje Fátima irar fazer sua primeira consulta, claro, fiz questão de estar presente, acordei fiz uma leve corrida, terminei me arrumei e fui em direção a casa dela, no qual já tinha saindo, fiquei lá com meus filhos, estes que estão de férias, e com meus sogros (sempre foram e sempre vão ser), até da hora de ir pega Fátima, conversei com eles, pedi desculpa pelos meus chiliques, eles me entenderam, e me deram o total apoio em conquistar Fátima. Deu minha hora e fui em direção ao Projac. Cheguei ela já estava no pequeno hall à minha espera, como não tinha muita gente desci e cumprimentei-a com dois beijos, um na bochecha e outro no canto da boca, que logo me repreendeu, abri a porta pra ela e seguimos rumo a clínica. Chegamos lá fomos atendidos rápidos, foi feito a ultrassom, Fátima estava entrando pro segundo mês, e estava tudo bem com o bebê.

 

W: ainda bem que está tudo bem com nosso filho!! – fala entrando no carro e passando a mão sobre a barriga de Fátima, que logo escorrega e fica com a mão sobre a coxa da amada,

F: ainda bem – fala aliviada, e arrepiada pelo toque de William – já almoçou William?

W: ainda não – respondeu surpreendido com a pergunta da amada.

F: já que está aqui, desce pra almoçar aqui em casa – fala descendo do carro na porta de casa.

W:não sou nem doido de recusar com convite feito por essa dama.

 

Eles entram e vão para a mesa, que estão todos reunidos, perguntam pelo bebe, quanto meses. Todos almoçam, os pais de Fátima vão pra casa deles, o trio saíram pra casa dos amigos, ficou apenas Fátima e William, logo se despendem, quando William vai saindo da porta escuta uma voz lhe chamando.

 

F: William? – fala quase sem voz – William?

W: Fátima – corro para lhe ajudar.

 

Pov. Fátima

Me despedi do William, quando fui subir a escada, para ir pro meu quarto, minha vista escureceu, fiquei um pouco tonta, chamei o William que logo me ajudou, me pegou nos braços e me levou pro quarto, graças a ele nada de mal aconteceu.

 

Pov. William

Peguei, coloquei em meus braços Fátima e levei até o andar de cima, coloquei ela sobre a cama, logo nosso corpo se colou, nossas respirações ficaram ofegante, nossas bocas quase colado, é o tão esperando beijo aconteceu, beijo calmo, de saudade, no começo ela resistiu mais depois ela foi cedendo, não queria que acabasse, mais logo o ar se fez preciso, e teve que terminar.

 

F, W: desculpa – falaram em uníssono.

F: obrigada por me ajudar, se não fosse você, iria acontecer o pior.

W: que isso, não precisa agradecer, está melhor? quer alguma coisa?

F:  estou só um pouco tonta, mais já passa – uma lagrima escorre do seus olhos.

W: o que foi meu anjo – fala se aproximando e passando o polegar sobre as lagrimas que insistia em cair.

F: não vai ser fácil William e se eu morrer no parto, não sou tão jovem.

W: que isso meu amor, vem cá – se deita na cama e chama-a pra se aconchegar sobre seu peito – vai da tudo certo, não é tão jovem como você disse mais da de 10 à 0 que qualquer novinha ai, vou estar sempre presente, pra que nada de mal aconteça – fala com uma acariciando sua amada, uma mão no cabelo e outra na barriga – e esse príncipe ou princesa vai nascer com saúde e vai nos dá muita alegria.

F: obrigada por me acalmar, acho que você está conseguindo me reconquistar aos poucos – fala dando um beijo no canto da boca de William.

W: obrigada digo eu, você não sabe como é bom ouvir isso de você! Quer dormir ou assistir um filme?

F: na verdade eu quero mesmo é dormir.

W: pois fica aqui na cama que vou pro sofá.

F: ahh nãooooo, estava tão bom aqui, volta – fala fazendo cara de dengosa – volta seu filho tá pedindo.

W: não faz isso Fátima, Fátima, Fátima – vai até ela e se deita na posição de antes – depois, depois, não tem medo de mexer com fogo não, vai se queimar!

F: fogo, não tenho medo de me queimar. Deixar eu dormir pra ver se eu melhoro.

 

Pov. William

Não demora muito Fátima dorme, e claro eu fico velando seu sono, como eu sou completamente louco por essa mulher, e foi por ela que mudei, deixei de ser aquele cara ciumento. Hoje Fátima está mas soltinha, alegre, acho que ela está disposta a me perdoar, claro não vou desperdiçar essa oportunidade. Com esses pensamento eu logo durmo também.

 

Pov. Fátima

Acordo por volta das 17:00 horas, vejo William ainda dormindo, me levanto sem fazer barulho pra não acorda-lo mais foi em vão. Descemos como nosso trio já estava em casa, ele logo se despediu de todos e foi em direção a porta da saída.

 

F:William, obrigada mesmo, viu!

W: que isso Fáh, rum – chego perto dela, dou um belo abraço, chego perto de sua boca, sem pensar muito dou um beijo, diferente dos outros esse ela não resistiu, no começo foi calmo, depois foi intensificando, nossas línguas traçavam uma luta, desço minha ante sua bunda sou uma leve apertada, coisa que ela gostava, o beijo acaba com selinhos – te amo.

F: tchau.  


Notas Finais


Desculpe os erros! Fiz nas pressas
Se gostarem peço que comente, se não gostar comente também, isso me dará motivação para escrever.
OBRIGADAAA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...