História O amor venceu - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Boca Do Céu, João Neiva, Mark, O Amor Venceu, Praia Dos Prazeres, Robert, Serra, Thomas
Visualizações 0
Palavras 458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Neste capitulo Gustavo embarca no misterio da morte de Roberto e Valdomiro e com o amor de dalton tem forcas para descobrir quem matou os amigos.

Capítulo 7 - Ele era um homem bom


Dalton olhou para a linha do trem e observou que havia muita gente por lá e ele só ficava imaginando o que estaria acontecendo.

- Gustavo! Que cara é essa meu amor? Perguntou dalton.

- não sei, vi o Valdomiro sair do meio do mato e morrer na minha frente e aí, e se agora a facção rival do morro da província quiser nos matar? Perguntou Gustavo.

- meu amor, fica calmo, vamos arrumar uma forma de descobrir o que está acontecendo e ainda mais aquele coronel fechando as estradas, como vou sair do estado com vocês? Perguntou dalton.

- calma dalton, vamos sair de qualquer jeito dessa favela. Disse Vítor.

Gustavo se pos as pressas para sair do morro e descobrir quem poderia ter matado Roberto e Valdomiro e porque, agora é oficial Gustavo vai para cima de quem matou Roberto junto com a polícia.

Como um bandido poderia ajudar a policia a achar o assassino do colega? Essa pergunta que Gustavo iria tentar responder para dalton e os outros colegas.

- como vou poder responder essa pergunta para o dalton? Perguntou a si mesmo andando na rua.

     Ele continua andando pelas ruas em meio a linha do trem a procura de pistas que pudessem levar ao criminoso que matou Roberto e Valdomiro.

Na favela então Vítor deita na cama com dalton, despe ele e se deitam, Vítor abre as pernas de dalton e mete bem devagar fazendo o corpo de dalton se relaxar aos poucos.

- ah que delicia! Ah! Ah! Ah! Gemeu dalton com Vítor em cima dele.

- ah que delicia! Ah meu amor, que delícia de cu! Que gostoso, eu sou o bandido mais feliz dessa boca. Gemeu Vítor em dalton.

Os dois já estavam suados quando Gustavo chegou rápido em casa com os olhos arregalados do que parecia ser medo. 

Gustavo chegou em casa e foi logo para a cama de dalton para poder buscar um modo de chegar a esconder os dados que conseguiu.

- vem Gustavo, deixa esse medo ai e vamos meter bem forte ate você soltar toda essa preocupação com essa coisa toda. Disse dalton querendo a piroca de Gustavo dentro dele.

- meu amor, você acha que é o melhor nesse momento? Perguntou Gustavo.

Mas depois da pergunta, Gustavo viu que era mesmo o melhor a fazer para tirar o medo da sua vida naquele instante, trepar e ser feliz.

A única coisa que dalton queria saber era daquele corpo definido e cheio de gomos no abdômen em cima dele relando como se o medo fosse embora e o desejo era o único que importava para eles agora.

Mas lá fora alguma coisa estava acontecendo e poderia estar ligado com a morte do delegado da cidade e dalton estaria a todo custo para tirar os geminianos da vida do crime.


Notas Finais


No próximo capítulo Gustavo vai se aprofundando e com a ajuda dos militares ele vai descobrindo que Thomas não tem culpa pela morte do delegado da cidade.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...