1. Spirit Fanfics >
  2. O Amuleto - (Imagine Min Yoongi-Suga) >
  3. Um Isqueiro e Um Canivete!

História O Amuleto - (Imagine Min Yoongi-Suga) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 6 - Um Isqueiro e Um Canivete!


A grande florestas de Seul estava iluminada pela luz das estrelas, o céu estava tão limpo que se podia contar cada uma delas e não deixar umazinha de fora, sem falar na lua brilhante e cheia que acompanhava aquela bonita escuridão. 

Sobre as águas, a mertiça mergulhava incansavelmente, após ter notado no acampamento que havia perdido um canivete e um isqueiro, objetos respectivamente do Jimin e Yoongi, embora ambos repetissem que aquilo não era necessário, para ela era.

Th: Achou?- perguntou a garota quando viu submergir das águas, mas ela negou.- Que tal irmos embora então?- seu sorriso esperançoso sumiu ao ver ela negar, é mais uma vez a garota puxou o ar ajeitando a lanterna em sua mão e afundou de novo.- Yoongi!- jogou seu feixe de luz no pálido na parte de baixo, que esperava bem na beira da lagoa.- Arraste ela daí!

Y: Como eu queria, mas saber que não posso fazer isso!- o ruivo suspirou.

Jk: Jin hyung disse pra vocês voltarem pró acampamento agora!- o mais novo se aproximou com a sua lanterna e bocejando. Já era quase meia noite, se dúvidar até mais. Jungkook parou ao lado do Taehyung, é quase pisou na perna do Jimin, que estava deitado de barriga pra baixo na ponta daquele pequeno precipício que mais cedo usavam como trampolim, sua mão com a lanterna, balançava lentamente mirando na lagoa, assim como todos ali faziam para facilitar a visão.

Jm: S/n, não precisa é sério!- falou quando ela retornou.- Posso comprar outro, não tem necessidade disso!- sua voz tinha melancolia, afinal não queria ver a garota naquele estado.

S/n: Não, era de vocês e eu perdi, eu preciso achar!- falou um pouco alto, para que eles lá de cima a ouvisse, ou então água o suficiente já tinha entrado no seu ouvido dificultando o regulamento do volume da sua voz.

Y: O Isqueiro nei deve funcionar mais, pra que eu vou querer ele?- ela o olhou.

S/n: Eu preciso!- aquilo era para se sentir bem, S/n perdeu algo que não era seu, foi imprudente da sua parte, é errado seria se ela não devolvesse, era o certo ela mesma procurar, é ela queria fazer o certo.- Não quero prende-los aqui, é minha culpa, então por favor se quiserem ir, vão!

Th: Por todos os jogos de overwatch do mundo, Você só esqueceu que estavam no seu bolso, não teve culpa de nada, Yoongi e o Jimin também nei ligam, você está ai a toa!- o garoto estava começando a ficar irritado, porém quase não era notado. Por outro lado a mertiça notou, é muito.- Qual o problema em procurar amanhã, de dia?

S/n: Por favor vão embora, me deixem aqui, não sou indefesa eu já disse isso, sei me cuidar sozinha e não vou sair daqui até achar o canivete e o isqueiro!- se sentia mal, mas precisava jogar aquelas palavras.- Não pedi nada a você Kim, muito menos ao Park ou ao Min, que ficasse, pelo contrário estou pedindo que saiam a muito tempo!- a garota nunca tinha sido rude com eles, o que causou estranheza e uma confusão de sentimentos, principalmente no ruivo.

Th: Certo, se quer assim, beleza, pra quer né, uma floresta a noite é linda pra ficar sozinha, Ótimo!- tinha uma pitada de tempero de sacasmo e ironia ali.

S/n: Ótimo!- rebateu. O ruivo olhava desacreditado.

Th: Vamos embora!- disse se virando. Jimin iria contesta mas não deu tempo.- É o que ela quer!- o que se ouviu foi um suspiro antes do Jimin se levantar e outro quando a mertiça viu os feixes das luzes sumindo gradativamente. Ela não queria magoar ninguém, mas infelizmente foi o que aconteceu.

S/n: Você também!- olhou para o loiro, que ainda mantinha-se de pé no mesmo local.

Y: Olha só, eu não vou, por que simplesmente não quero!- fingiu pensar.- É olha só de novo, eu não sigo ordens de ninguém!

S/n: Não estava mandando em vocês, só queria que voltassem para o acampamento antes que o Jin ficasse irritado!

Y: Não me diga que agiu daquela forma porque ficou com medo da reação do Jin?!

S/n: Jin não gosta de mim, se eles ficassem aqui por mais tempo por minha causa, ele iria ficar mais bravo e com razão!- Yoongi ficou um pouco surpreso com a sua resposta, é mais um pouco porque não esperava ela.

Y: Com razão?

S/n: Já passou da hora de dormir!- o pálido quis ri, mas não riu.- O que esta fazendo?- falou ao perceber ele colocar a lanterna no chão.

Y: Vou procurar com você!- tirou a camisa e a bermuda. S/n virou o rosto, estava escuro, pouco se conseguia ver, porém mesmo assim ela preferio dar privacidade a ele.- Pelo que vi, você não vai sai daqui até encontrar a porcaria desses objetos insignificante..- pegou a lanterna e entrou na água.- Caralho que frio!- a garota riu. - Vamos logo com isso!- mergulhou, logo sendo acompanhado por ela.

Por sorte aquele Lago não era muito fundo, tinha mais ou menos dois metros e meio, e sua água era cristalina, facilitava muito a visão dos dois em baixo dela, mas é claro que com a ajudar das lanternas. Vários mergulhos foram dados e muitos alarmes falsos também, até que.

Y: Achei!!- levantou o punho pra fora da água.

S/n: Tem certeza, não se enganou de novo?- o pálido já tinha encontrado cinco pedras e um pedaço de madeira.

Y: Claro que não, Veja é o canivete do Jimin!- sorriu mostrando o objeto.

S/n: Estava aqui?- nadou, parando em sua frente. Viu ele concordar.- Então seu isqueiro provavelmente deve estar aqui!- estava preparada para afundar, mas os braços do pálido a impediram.

Y: Escuta, eu estou cansado, você estar cansada, não me venha falar que não, é o canivete está aqui!

S/n: Mas seu isqueiro não!

Y: Eu não quero mais ele, que droga..- ela o empurrou, mas seus braços não a soltaram.-..Tá, tá, tá tudo bem, você quer fazer isso, vamos fazer um acordo então, amanhã voltaremos!

S/n: Não..

Y: Ok, então vou para de respirar até você mudar de ideia!- Yoongi liberou seu corpo e sumiu para o fundo. Completamente confusa a mertiça assimilava o que ele havia dito, mas por fim seus olhos arregalaram ao perceber que se não se apressasse, o loiro poderia morrer afogado. É claro que ele não estava falando sério, quando seu ar acabasse ele iria retornar, mas a menina não sabia.

S/n: Eu vou embora, eu vou, volta a respirar Yoongi!- disse desesperada balançando o pálido que segurava o riso depois de ter sido arrancado do fundo do lago.

Y: Não sei..não tenho certeza!- fingiu moleza.

S/n: É verdade, vamos embora agora mesmo, por favor Yoongi!- choramingou, afinal ela não queria ser responsável pela morte de ninguém.- Você tá me ouvindo?- agarrou o rosto do pálido com as duas mãos.- Por favor!- sua respiração bateu contra o rosto do rapaz, que agora estava com começando a realmente ter dificuldade em respirar.

Y: Eu..

S/n: Sim, qualquer coisa!- encostou sua testa na dele. Foi inegável, talvez fosse o frio, é aquela aproximação estava aquecendo ambos, S/n não entendia o motivo daquela sua ação, muito menos por que continuou.

Y: Seu..seus lábios estão tremendo!- sussurrou. Ele mesmo achou estranho, afinal só havia eles dois ali.

S/n: Os seus também!- seu peito subia e descia, parecia que tinha acabado de correr uma maratona. O silêncio era companheiro dos dois, junto com a mistura de sensações e arrepios que percorria os ventres alheios como pontadas frias, mas boas de se sentir. Yoongi já tocava a terrar com seus pés, ao contrário da garota que era um pouco menor e aquela parte em particular ainda era funda.

Y: Vamos..- engoliu em seco.-..Vamos embora..digo, podemos ficar doentes desse jeito!

S/n: Tudo bem!- seus braços se afrouxaram do pescoço do pálido, é no fundo se sentiu estranha por não querer se afastar, mas foi o que fez. Deu as costas saindo da água.

Y: Então amanhã?- saiu também indo até suas roupas.

S/n: Amanhã?- perguntou confusa, Ainda estava de costas para o rapaz. Yoongi se xingou mentalmente por não ter sido claro.

Y: Procurar, procurar o isqueiro, quer dizer, vai querer voltar amanhã comigo..- arregalou os olhos e se apressou.-.. Digo não precisa ser exatamente comigo, pode vim com o Hoseok, ou o Taehyung se quiser..

S/n: Eu não sei, eu..- suspirou.-..Só vamos pró acampamento, acho que estou ficando doente!- media sua temperatura com a mão. Porém aquilo não era doença estava longe de ser.

Já Estavam de roupas trocadas, cada um em seu devido saco de dormir, mas se quer haviam fechado os olhos para isso. S/n encarava o teto, com pensamentos de que aquela quentura que sentir, era somente uma febre que estava começando, enquanto o outro de costas tentava entender o que tinha acontecido anteriormente. Estavam se enganando por pura vontade, foi claro o que tinha acontecido naquela lagoa, mas preferiam mascarar e deixar de lado, preferiram dormir.

S/n: Atchim..- ou não.- Atchim..

Y: Falei que ficaria doente!- se virou encarando a garota, que esfregava os olhos recém lacrimejados. Apesar de mal conseguir ver, já que o lampião da barraca estava desligado.

S/n: Não estou doente, acho que foi a poeira!

Y: Que poeira?

S/n: Eu te acordei, me desculpa!- desconversou. Se encararam, até outra espirrar novamente.

Y: Esta com febre?- tocou nela antes da mesma conseguir se esquivar.- Não..Mas estar gelada!- respondeu sua própria pergunta.

S/n: Você também!

Y: Não estar com frio?- ignorou.

S/n: É normal, a noite está mais fria!

Y: S/n..

S/n: Sim?- puxou mais o lençol.

Y: O que aconteceu na lagoa hoje, foi estranho..- ela olhava atenta.-..Eu deveria ter me afastado, mas não fiz, não sei o que deu em mim, quer dizer, nós nos conhecemos a pouco tempo, digo, você deve estar confusa..

S/n: Tá tudo bem, eu também não me afastei, nós dois erramos!- ela não compreendia se o que fez tinha sido errado, afinal amigos se abraçam não é mesmo, ou talvez eles não eram amigos ainda, mas mesmo assim decidiu se desculpar.

Y: Não, eu, somente eu, pra começar eu nei deveria ter entrado naquela água!

S/n: Não?

Y: Não, eu deveria ter tirado você, se resistisse, eu dava um jeito de trazê-la nei que fosse carregando, só que..o céus eu estou me odiando tanto agora!

S/n: Não, não diga isso!- acolheu o rosto do pálido em sua mão, depositando carinho ali.- Por favor não se odeie!

Y: Você também não ajuda!- fechou os olhos e suspirou, retirando lentamente a mão da menina dali.- Eu quero me bater, esmurrar minha cabeça até perder a consciência, esquecer esses pensamentos..

S/n: Yon..

Y: Esquecer essa vontade de te beijar!- silêncio e olhares fixos foi o que ficou, Yoongi ainda mantinha suas mãos unidas, é nei passava na sua cabeça em lagar. Mas sabia que o que tinha dito era de mais, com certeza a mertiça nunca havia beijado e provavelmente estava confusa agora. Ele respirou fundo.- Posso pedir uma coisa?- viu ela afirmar, ele engoliu em seco e umedeceu os lábios.- Podemos ficar daquele jeito, do jeito que estávamos lá na lagoa?, vai me ajudar a dormir!- ela se aproximou com cuidado, se ajeitaram de modo que ficasse confortável para ambos, selaram as testas, é gostaram quando a ponta de seus narizes se tocaram.- Droga, eu devo tá no limite da carência!- riu fraco.

S/n: Boa noite Yoongi!

Y: Boa noite!


Notas Finais


Continuo? não continuo? Depende de você kkkkkk
Beijinhos♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...