1. Spirit Fanfics >
  2. O Aniversário de Near - Death Note Yaoi >
  3. Segredo a três

História O Aniversário de Near - Death Note Yaoi - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei muito, muito mesmo, mas eu voltei. ;)
Muitos meses depois, admito ter tido um grande bloqueio criativo...
Sem mais delongas, fiquem com a 'fic!

Capítulo 3 - Segredo a três


Fanfic / Fanfiction O Aniversário de Near - Death Note Yaoi - Capítulo 3 - Segredo a três

...O que?! Matt? Justo agora, olhando o contexto óbvio e toda essa situação realmente não da pra escapar. Me preocupo com o que vá acontecer já que no passado Matt já gostou de mim, e agora a questão é se isso ainda o persegue...

- Eu não vou olhar, eu jur... Ah.. Vocês, eu... Eu não sabia. - Matt olha assustado aquela cena inesperada, encontrar seus colegas agora embrulhados em um edredom tentando esconder sua vergonha junto a seus corpos.

- Matt, por favor, sai! Eu falo sério! - Mello grita enquanto veste suas roupas por baixo das cobertas, enquanto isso Matt pegou o livro que precisava evitando nos encarar, mas era possível ver seu sorriso malicioso...

- Eu já vou sair... - Matt caminha até a porta e para, pouco antes de finalmente sair. - Mello, não se esqueça da nossa ideia, a gente tem um combinado.

- Eu sei, não se preocupe... - Mello olha para o garoto na porta com um sorriso maquiavélico, enquanto se levantava da cama agora vestido.

- Até mais. - Matt sai do quarto. Me sinto estar corando, mas a ideia de dois garotos que tenho interesse gostarem de mim é algo, talvez um pouco excitante.

- Eu acho melhor descermos pra tomar um café da manhã de verdade. - Mello me diz enquanto joga minhas roupas pra mim.

- Quer que eu te encontre lá em baixo? Na cozinha? - Pergunto ao loiro.

- Pode ser. - Mello me responde enquanto termino de me vestir.

- Pois bem. Até breve. - Antes de sair, dou um selinho no loiro que me devolve um sorriso envergonhado. Tão fofo como sempre foi...

10:00 AM

Ao entrar na cozinha do orfanato vejo Mello e Matt conversando sobre algo dando risadas maliciosas, como se fossem vilões de filme criando seu "plano maligno".

- Da pra ver que se entenderam de novo. - Comento enquanto vou até a mesa e pego uma xícara de café.
            - Ah, sim! Near, nós temos um presente pra você! - Matt diz ansioso.
             - A gente precisa te mostrar agora! - Mello responde com um sorriso malicioso e me agarra pelo braço.
​             - E-ei! O que estão planejando? - Impeço Mello e Matt de me puxarem.
​             - Relaxa, confia na gente. - Matt diz enquanto continuavam a me levar pro quarto.
​            - Vendo pelo histórico de vocês, confiar em vocês juntos é a última coisa que eu deveria fazer. - Retruco aos garotos.

Eles me levam até o quarto de Matt, que estava muito organizado, eu sentia o cheiro de cafeína no ar, e era reconfortante, no computador tocava um lo-fi tranquilo, e todas as janelas estavam fechadas, com poucas frestas por onde passava a luz.

- A gente queria dar o seu presente juntos. - Mello me fala enquanto me senta na cama.
            - Eu... eu ainda não entendi, o que voc... - Sou interrompido pelo loiro, que vai até meu ouvido falando baixinho.
           - Eu sabia daquela sua fantasia e resolvi deixar acontecer... - Mello me empurra na cama, e junto Matt, ambos em cima de mim. Estão lambendo meus dois ouvidos, passando a mão em meu peito.
          - Mello... Eu... Ahh... Não sei se eu... - Sou interrompido por um beijo de Matt, enquanto Mello tira minha roupa, eu acabo soltando alguns gemidinhos pelos arrepios no corpo, são como um choque... me deixando excitado...
Matt me tira da cama, e me ajoelha no chão, os dois garotos começam a tirar a roupa e me sinto cada vez mais envergonhado...
​            - O-o que vocês vão fazer comigo...? - A minha ansiedade trava e afina minha voz.
​          -
Não quero te forçar a nada baby, apenas me diga, você quer? - Matt me pergunta enquanto segura meus cabelos me puxando em direção ao seu membro.
​           - E-eu… eu quero… - Eu digo envergonhado, e começo a chupar o membro do mais velho, devagar, ele segurava em meus cabelos com força, e me fazia engolir até o final, me engasgava e lacrimejava, estava muito duro, quente, era grande e estava me deixando sem ar mas eu não queria parar de chupar…
​            - Não vai me deixar de vela, ovelha. - Mello me diz puxando minha cabeça até o seu membro agora, eu nem tive tempo de respirar… O loiro me puxa com mais agressividade, fazendo eu chupar do inicio ao fim o mais rápido possível, ele fode minha boca com vontade, eu o sinto quente na minha garganta, que delícia…
             - Ahh, Near… Não para! - Mello não parava de foder a minha boca, eu salivava e revirava os olhos, eu quero mais, mais!
             -
Matt… - Paro um pouco para respirar, meus olhos estão lacrimejando. - Me… me bota de quatro na cama.
Pedi encarando os garotos com um olhar pervertido, eles me devolvem o mesmo olhar e me levantam pra me colocar na cama. Matt me coloca de quatro e Mello se ajoelha na minha frente.
​            - Espera… o que você… - Pergunto confuso a Mello.
​           - Se quiser continuar vai ter que aguentar nós dois… - Mello me fala enquanto segura novamente meus cabelos e começa a bater com o seu membro na minha cara, como um pervertido, eu estava com um fogo incontrolável e aquilo me deixava ainda mais excitado!
​           - Espera! Me deixa! Respi… AAAahh! - Sou interrompido, com Matt, me empalando até o final, era muito grande, preenchendo até o final, e isso é tão… tão bom.
​          -
Ahh… Isso… Near, você é tão apertado… tão gostoso… - Matt me dizia enquanto me fodia com força, ambos me fodendo com agressividade, força, aaaah… Eu.. sinto entrando e saindo… um na minha bunda e o outro na minha boca.
​            -
Aiii! Matt! Devagar… Por fa-aaa-...vor… Maatt!! AAah!! - Ele não para de me foder um segundo, e Mello abafa meus gemidos agora fodendo minha boca de novo. Mello… Matt… que pau gostoso...
​            -
Matt, é a minha vez. - Mello diz para Matt finalmente saindo de dentro da minha boca. Ele me levanta e me deixa ajoelhado, e nós três começamos a nos beijar, eu podia sentir o calor, o tesão, um fogo que nos queimava internamente mais que tudo, eu preciso, eu quero isso!
​            -
Eu quero vocês dois, dentro de mim. - Encaro os dois que de imediato reagem, monto por cima de Mello e Matt vem por cima de mim. Mello coloca o seu membro dentro de mim, e em seguida, sinto Matt, colocar aos poucos.
​            - AAAhhh! Matt!! Por favor! Mais devagar, mais devagar! - Eu implorava ao garoto que agora junto a Mello, me empalava até o fim.
​          - Você pediu, agora vai ter que nos aguentar até o fim. - Matt dizia no meu ouvido, em seguida, começou a se movimentar dentro de mim, e eu sentando em cima de Mello.
​           - AAAh!! Isso… Me fo-ode… Aiiii! - Eu acabo gemendo mais alto que tudo, eu sinto os dois dentro de mim, estão quentes, muito duros, me arrombando, reviro os olhos, jogo a cabeça pra trás e empino cada vez mais, eu não aguento, eu estou no meu…!
​            -
Meninos! E-eu… Ahh! Não aguentoo! Estou no meu limite! Eu vou gozar! - Começo a contrair meu corpo que chegou no seu limite, já é a terceira vez hoje, eu não aguento mais nada, irei desmaiar se continuar!
​         -
Eu também não… Near! Eu vou gozar dentro de você! - Matt gemia de prazer junto a mim e havia chegado no seu ápice, acabo gozando e em seguida Matt…
​           - Ahhh… Vocês vão me fazer… a-aAAh! - Mello começa a se contrair, ele já não aguentava mais e o sinto gozar dentro de mim logo depois.
​            - AAAhhh! - Gemi mais alto que todas as vezes ao sentir seus membros, tão duros e quentes, gozando dentro de mim… Eles saíram de dentro de mim devagar, e sinto escorrer o seu ‘cum… Acabei desmaiando em seguida.

18:12 – Acabo de acordar, e os dois garotos estavam deitados ao meu lado.

Nossa, eu dormi quanto tempo? Estou aqui deitado com eles sem roupas há quantas horas? Acho que pra nossa sorte não chegou ninguém. Meu movimento pela cama ao acordar acaba acordando Mello também.

- Ah, finalmente acordou. - Ele me deu um sorriso e começou a acariciar meus cabelos assim que me deitei e me virei para o loiro, estávamos nus, e cansados mesmo após tanto tempo dormindo.
​            - Mello, por que aceitou fazer isso? - Pergunto acariciando o loiro de volta.
 ​           - Por que era algo que você tinha vontade, e admito que eu também, um pouquinho… - Mello me falava de maneira manhosa. - Vamos, temos que sair daqui. Ao acompanhar o loiro e me levantar, me sento de volta na cama de imediato. O que?! Tá brincando?!
​            - Mello… - Chamo o loiro que já terminava de se vestir em minha frente, enquanto Matt ainda dormia.
​            - O que foi? - Ele me pergunta.
​            - Acho que vou precisar de sua ajuda. - Falo envergonhado ao loiro, que já percebeu o quão vermelho eu estava ficando.
           - Minha ajuda? Pra que? - Mello me questiona dando risadas.
​            - Não consigo levantar... ;-;

Fim.


Notas Finais


Sim, eu sei, eu perdi o jeito pra escrever e esta história foi muito curta.
Mas ainda sim, eu REALMENTE espero que tenham gostado.
Comentem o que acharam! Quem sabe logo menos eu começo a fazer umas fanfics de outro anime por aí...
TCHAU! (+_+)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...