História O aniversário inesquecível da Astrid - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Visualizações 53
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente
Vou postar 3 capítulos hj
Pq eu eu prometi postar 4 domingo, mas n deu tempo
O de ontem
E o de hj
Espero que gostem

Capítulo 6 - Capítulo 6


POR HEATHER ON

Se passou meia hora, eu estava quase dormindo sentada, quando o Soluço sentou na minha frente ainda indeciso e pensativo, então eu falei:

- Serião que dá pro Senhor Nervosismo devolver o meu amigo de volta ? Pode ser ou tá difícil ?

- Haha. Acabou a gracinha - ele falou bravo

- Claro - eu falei sem a mínima intensão de parar

- Tá bom, agora escuta o plano com atenção, nós não temos a noite toda.

- Sou toda ouvidos

- Certo. Já passa da meia noite, a Astrid é sempre a primeira a chegar na academia, então quando ela chegar, nós vamos esperar uns 10min, enquanto ela treina arremeço de machados. Aí você vai entrar, inventar qualquer desculpa e levá-la pra floresta, isso me dá tempo de contar o plano para os outros cavaleiros. - ele falou gesticulando

- Mas porque eu tenho que tirar ela da ilha ? - perguntei

- Você não conhece sua amiga ? Ela é muito curiosa ! Vai descobrir tudo assim ! - ele estralou os dedos

- Isso é verdade - falei - Mas você vai conseguir sobreviver tanto tempo sem ela ? - brinquei

- Você fala como se minha existência dependesse dela - ele cruzou os braços

- E não depende ? - eu cruzei os meus

 - Não...sim...talvez...não faz perguntas difíceis ! - ele falou nervoso

- Ei, calma - falei - eu só vou fazer uma pergunta, essa você vai saber responder, eu prometo.

- Olha lá o que você vai dizer - ele falou 

- Você ama muito a Astrid não é ? - 

- Muito mais do que eu posso te contar em palavras - ele falou olhando pro céu

- Tá bom - estralei os dedos na frente do rosto dele - para de babar agora !

- Então...vai me ajudar ? - ele perguntou

- Claro que sim! - respondi - Quero ver a Astrid feliz. Mesmo que seja com você - falei rindo

- Haha. Você é uma piadista - ele falou - a Astrid que te ensinou isso não foi ?

- Em partes - disse - mas a maioria quem me ensinou foi você 

- Eu tenho que parar de dar aulas - ele riu 

Mas logo eu fiquei de cara fechada, ele estranhou, aí eu dei um soco no braço dele e falei:

- Se você fizer ela derramar uma lagrimazinha sequer esse soco vai se estender muito além do seu braço - ameacei

- Não se preocupe - ele esfregou o lugar que eu soquei - primeiro porque não quero levar outro desses - ele parou, olhou pro céu e continuou - e eu a amo demais pra fazer ela sofrer

Ele ficou olhando pro céu por uma meia hora, com maior cara de peixe morto que eu já vi na vida, ele também estava com os olhos brilhado.

Me senti segurando vela só de vê-lo assim, então resolvi acabar com o sonho:

- Então, dá pro senhor bobo apaixonado voltar pra Berk por favor ? Temos que planejar um pedido de casamento aqui ! - bati as mãos na frente do rosto dele

- Desculpa...é...eu...tava... - ele gaguejava a cada palavra 

- Deixa eu adivinhar: pensando na Astrid, nos seus cabelos lisos e mais loiros que o próprio sol, nos seus brilhantes olhos azuis e no seu sorriso apaixonante ? - falei suspirando

- Pode até ser - ele coçou a cabeça - Mas você tem razão, vamos logo pra minha casa, você vai dormir lá hoje, e minha mãe tá nos esperando pra planejar tudo.

- Certo. Mas como você vai encarar a Astrid amanhã com todo esse planejamento ? - falei sarcasticamente 

- Eu consigo. Escondi que amo ela por 18 anos - ele falou orgulhoso

- Se você diz - brinquei

- Tá, vamos logo - ele se levantou

- Vamos - eu fui atrás dele

Quando chegamos na casa do Soluço, a Valka me recebeu, e nós ficamos muito tempo planejando o pedido de casamento do século, rimos MUITO da cara do Soluço e das ideias malucas dele, ia ser simplesmente inesquecível.

Continua..



Notas Finais


E aii ?
Querem mais ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...