História O aniversário inesquecível da Astrid - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Visualizações 245
Palavras 884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 7


POR ASTRID ON

Eu não dormi direito naquele noite, claro, eu estava acostumada a passar o aniversário sem os meus pais, afinal, eles tinham negócios pra resolver por todo o arquipélago, mas dessa vez, eu tinha um pouco de...esperança.

Como eu queria que a Heather estivesse aqui comigo, claro, eu tenho o Soluço, e eu o amo, muito, muito, muito, muito, muito, desde os meus 6 anos, mas só descobri quando tinha 18, pra você ver como eu sou boa nesse negócio do coração.

Em pensar que eu tive que ficar cega pra perceber que gosto dele, ou melhor, que eu o AMO! Com todo o meu coração! Aqueles olhos verdes esmeralda brilhantes e hipinotizantes, aquele sorriso sarcástico,  divertido e travesso, que me faz querer rir também, as mãos macias que me estremcem só com um toque, quando ele as coloca na minha cintura e me puxa devagar, aí ele me beijava, os beijos, doces, calmos, mas mesmo assim intensos, cheio de sentimento, daquele jeito idiota que me faz rir, do toque das mãos dele no meu rosto, da voz, de como ele diz que me ama...

Mas voltando a Heather, ela é a minha melhor amiga, só ela percebeu que eu e o Soluço estávamos namorando em segredo, foi ela que me encorajou a mostrar meus sentimentos, foi com ela que eu falei sobre tudo, só ela sabe a falta que eu sinto dos meus pais, foi pra ela que eu contei todos os meus segredos, foi pra ela que eu mostrei todos os meus truques com machados...

Resumindo, ela é a irmã que eu nunca tive, só quero ela aqui comigo.

Vi não ia conseguir dormir, levantei da cama, acendi uma vela, pegeui um papel e um lábio de carvão, fui até a  mesa da minha escrivaninha e comeceiba desenhar, e olha que novidade, só a Heather sabe.

Eu faço isso com uma certa frequência,  quando estou realmente inspirada.

Comecei a passar o lábio pelo papel, quando desenho, minhas mãos tomamos vida própria, eu nunca sei vai sair, só quando está pronto.

Enquanto desenho, começo a cantar uma música, não sei qual exatamente, eu tenho essa mania de cantar enquanto desenho, ou enquanto faço qualquer coisa, mas só quando estou realmente sozinha.

E olha que notícia, a Heather é a única que sabe, ela e a Tempestade, e o Garff.

Realmente, não sei se tem alguma coisa sobre mim que ela não saiba.

Quando acabei, vi que tinha feito a Heather na Tesoura de Vento, me levantei, fui até a porta do meu quarto, lá tinha varia desenhos, de cima a baixo, e NINGUÉM nunca percebeu ( só a Heather )

Encontrei um espaço entre um desenho do Soluço e do Banguela, de uns 6 anos atrás, pois ele ainda era uma "espinha de peixe falante", e um desenho da Tempestade com o Garff.

Depois que coloquei, vi que tinha vários desenhos do Soluço.

Voltei a me sentar, disposta a desenhar de novo, mas no lugar do desenho, o que saiu foi uma música, eu escrevo algumas ( muitas ) pra passar o tempo.

Quando acabei de escrevê-la, fui até a cozinha e peguei um copo, voltei pro meu quarto e comecei a bater o copo na mesa e sincronizei com o ritmo da música, também batendo as mãos.

Ensaiei até tarde. Quando finalmente senti sono, fui dormir.

Acordei antes do sol nascer, incrivelmente disposta. Fui para o grande Salomão, estava completamente vazio, claro é domingo de mannhã, então tomei meu café.

Fui até a arena e acordei a Tempestade, enquanto ela bebia água, fiz carinho nela e falei tudo que tinha acontecido ontem a noite, desde e o momento em que eu não consegui dormir até quando acabei a música.

Ela fez uma cara de quem queria muito ouvir, afinal, ela também sabe de TODOS os meus segredos.

Como não tinha ninguém por perto, eu fui até a mesa de reuniões, me sentei de costas pra porta, peguei um copo e comecei a batida.

Fui cantando, e suspreendentemente, não errei nenhuma parte da música 

When I'm gone

I got my ticket for the long way round

Two bottle a wiskey for the way

And I sure would like

Some you sweet company

And I'm living tomorrow 

What do you say ?


When I'm gone ( 2x )

You gonna a miss me when I'm gone

You got a miss by my hair

You got a miss me evrywhere, oh

You gonna a miss me when I'm gone


When I'm gone ( 2x )

You gonna a miss me when I'm gone

You gonna a  miss me by my walk

You gonna a miss me by my talk, oh

You gonna a miss me when I'm gone


I got my ticket for the long way round

The one some with priettest of views

It's got a moutains, it's got rivers

It's got shights to give you shivers

But it sure would be prettier with you


When I'm gone ( 2x )

You gonna a miss me when I'm gone

You gonna a miss me by my walk

You gonna a miss me by my by talk,oh

You gonna a miss me when I'm gone


When I'm gone ( 2x )

You gonna a miss me when I'm gonna

You gonna a miss me by my hair

Yoy gonna a miss me evrywere, oh

You gonna a miss me when I'm gone


When I'm gone ( 2x )

You gonna a misse me when I'm gone

You gonna a miss me by my walking

You gonna a miss me by my talk,oh

You gonna a miss me when I'm gone

Continua...





Notas Finais


E ai ?
Viajei total né ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...