História O Apelido. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin
Tags 18+ Por Causa Do Yaoi, Autora Dahora, Jinmin
Visualizações 25
Palavras 892
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Holla , Holla! Welcome.

Então... Fique com esse Extra delicioso! (Que eu tive ideia de postar pq eu quero, eu nem fui ameaçada por umas pessoas ae..)

"Everyday is your Birthday, and everyday is your Valentine"

Capítulo 2 - Capítulo Extra - The Birthday!


Eu não havia entendido o por quê de Park estar me tratando dessa maneira.. Ele chegava em casa sempre estressado, sempre irritado, parecia querer me matar. Era nosso aniversário de 5 meses de namoro, e , também, era meu aniversário.. Jimin não parecia querer fazer nenhuma surpresa para mim, ele mal sabia do meu aniversário. Eram exatamente oito e trinta da noite, horário que Jimin chegava, completamente estressado. Eu até entendia o motivo de seu stress , aliás, até eu iria ficar assim por causa do trabalho exaustivo. Mas, me diga, você iria descontar sua raiva em alguém que quer ajudar? Que quer seu bem? Claro que não! Você iria falar que estava cansado, que precisava de um banho quente , uma comida gostosa e quentinha, que tinha acabado de ser feita. Mas não, Jimin chegava soltando fogo pelas ventas, ele descontava sua raiva em mim, me xingava de todas as formas e , principalmente, me ignorava.

- Jimin? Amor? Eu fiz o seu jantar.. - Disse com uma voz carregada de tristeza, eu tentava à todo custo deixar 'escondida' a minha tristeza, e pelo visto eu consegui. Jimin nem se importou.

- Coloca encima da minha escrivaninha, SeokJin. - Aquilo foi a gota d'água, Jimin me xingando, me evitando, mau falava comigo, me ignorava quando queria falar do nosso futuro.. O futuro que pelo visto nunca teremos.

- S-SeokJin? Jimin! O que há com você? Mau fala comigo, me xinga, - Nesse ponto, já sentia minha voz falhar e meu rosto esquenta de raiva. As lágrimas de dor e raiva rolavam de meus olhos, sentia as lágrimas salgadas entrarem em contato com a minha boca. - me maltrata, e , ainda por cima , não me ama mais. - Minha voz saiu como um fio, me entreguei por completo às lágrimas, chegava a soluçar. Lágrimas de ódio e tristeza, eu queria fugir dali e nunca mais voltar 

Jimin me olhava com um olhar triste, ele parecia arrependido, eu sentia isso. O mesmo largou o seu celular e foi até mim, numa tentativa falha de me abraçar.

- NÃO ME TOCA! NÃO ENCOSTA EU MIM. SEU, SEU.. Monstro.. - Saio de lá , correndo e chorando até o meu quarto, me trancando lá. Escutei Jimin gritar um 'SeokJin, acabou tudo entre nós!'. Eu chorei, chorei como se não houvesse o amanhã. Escutei algumas coisas serem jogadas no chão, fui até o quarto do Park, o vendo arrumar suas malas.

- M-Minnie.. você.. - Disse com a voz embargada, recebendo um sim como resposta. Após alguns minutos, o vi fechar sua mala e dizer um 'tchau', sem remorso algum, sem tristeza, um tchau seco.

Suspirei triste quando vi o mais baixo sair pela porta da frente, fui até a dispensa e botei um sorriso no meu rosto, um sorriso falso.

- Hoje é meu aniversário! Vou fazer uma festa inesquecível! - Sorria falsamente, peguei ingredientes para fazer um delicioso bolo de chocolate, meu favorito. Peguei algumas coisas - não na dispensa - para enfeitar a minha casa.

Algumas horas depois, já tinha terminado tudo, usava uma bermuda jeans escura e uma blusa branca de mangas longas. Gritei de 'felicidade' e fui até a caixa de som, coloquei Ko Ko Bop para tocar e fui no meio da sala dançar, dancei animadamente. Tinha todos os meus amigos ali! Tinha até o meu ursinho favorito, o Balão.

- Yeeeah! Vamos festejar! É meu aniversário! - Sentei no meio da rodinha dos meus ursinhos, fiz uma cara de desconfiado, estavam conversando sem mim!

- Que maldade! Conversando sem mim? - Ri e comecei a conversar com os meus melhores amigos. Contávamos piadas, pura diversão.

- Eiii! Eu ganhei um presente muito bonito! Vou mostrar! - Disse, e acabei deixando uma lágrima solitária cair em meu rosto, ela era quentinha e salgada, descia sozinha por meu rosto, ela era que nem eu, sozinha.

Fui batendo palminhas até a mesa onde havia o meu bolo, do lado havia um pacote rosa com um laço branco, muito bonito. Dentro desse pacote, tinha o meu fim, minha solução, minha única saída.

- Ebaaa! Era essa que eu queria! - Peguei a corda nas mãos, ela já estava pronta para o uso, eu apenas peguei ela e fui dando saltinhos de felicidade até a sala, joguei ela até o grande ventilados de teto, prendendo a imensa corda no ventilador. Dei duas puxadinhas na corda, me certificando de que estava bem firme e presa.

- Gente, gente! Vou fazer um truque de mágica! Eu irei desaparecer! Olha que legal, né? - Sorri e peguei uma cadeira, à colocando embaixo da corda. Subi na cadeira e soltei uma risada. Aquela seria minha última risada, após tantos anos de dor e sofrimento , aguentando por uma única pessoa, Jimin.. Irônico, não? O principal motivo de nunca ter me matado, me matou.

Apenas coloquei meu pescoço no meio daquela imensa corda, suspirando e mandando beijinhos para meus ursinhos.

- Obrigada por tudo, gente! Essa foi a melhor festa de aniversário que eu já tive! Pude realizar meu sonho. - empurrei a cadeira com os pés, sentindo o ar que antes estava em meus pulmões, desaparecer em segundos.

Jin havia acabado de realizar seu sonho. A coisa que o mantida vivo, o matou. Havia realizado todos os seus sonhos. Apelidos é um amor, tinha conseguido tudo que mais sonhava, sabia o significado de palavras que antes eram desconhecidas por si...

Jin se foi, sorrindo.



Notas Finais


Heeeeello! Hey.

Então, desculpa por te fazer chorar, caro(a) leitor(a).

Em breve irei fazer outras One's, acalme-se. Perdão , me inspirei em uma imagem que vi.

E, escutar Pity Party e ter me inspirado em uma imagem triste não foi uma boa ideia :').

Kisses, and Hugs.

~JeOnHy_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...